Instituto Hélice avança em inovação

Relatório de atividades em 2020 destaca resultados alcançados

Próximo de completar dois anos de existência e em um momento onde a colaboração entre as pessoas, empresas e instituições é mais necessária do que nunca, o Instituto Hélice apresentadas recentemente o resultado das suas atividades de fomento da inovação realizada em 2020. O report “Hélice Insights 2020” traz os resultados alcançados pelo instituto em suas ações de articulação para fomento do ecossistema de inovação da Serra Gaúcha e detalha os principais programas e aprendizados sobre o tema na região. O documento está disponível, na íntegra, sem site helice.network.

Somente em 2020, foram realizados seis processos estruturados de conexão com startups que resultaram em um mapeamento de 188 empresas nas “Teses de Inovação”, onde os desafios de empresas locais do Instituto são conectados com soluções de startups de todo o Brasil, fomentando a inovação aberta na região em áreas como saúde, educação, recursos humanos e tecnologia. Nesse âmbito, o número elevado de interesse em POCs – Provas de Conceito, cerca de 155, é sinônimo de sucesso do programa em mapear soluções e tecnologias relevantes para o desenvolvimento das empresas locais.

Ainda no âmbito de startups, 2020 também foi o ano de consolidação do Grupo de Investimentos Hélice. Iniciativa desenvolvida em parceria com a Universidade de Caxias do Sul e a Ventiur Aceleradora com o objetivo de captar até R $ 4,5 milhões para investimentos em até 41 startups locais nos próximos três anos, acelerando o processo de renovação da matriz econômica da região. Hoje, já são seis startups investidas pelo grupo com aportes de até R $ 200 mil.

Na área de inovação corporativa, 2020 foi o ano de lançamento do Framework de Inovação, desenvolvido em parceria com a consultoria Semente Negócios. A ferramenta mede com precisão o nível de maturidade das empresas associadas e, a partir de métricas compartilhadas, ajuda a impulsionar a inovação nas empresas do instituto e o crescimento do ecossistema local. Além da ampliação do programa Mentoria Hélice, desenvolvido em conjunto com o Cenex – Centro de Excelência Empresarial, que conecta desafios reais de startups com o conhecimento e experiência prática de mentores através de um processo estruturado, com foco e preferência para startups da Serra Gaúcha.

O executivo do Hélice, Thomas Job Antunes, falou sobre o assunto em entrevista ao programa Temática na manhã desta segunda-feira. Confira na íntegra.

intranet/userfiles/noticias/5dc41cc094148db0ab5003dd07d7b615.mp3