Grupo Escoteiro Cacique Marau completa 44 anos e protocolos para atividades presenciais

Se preferir, ouça este conteúdo no player de áudio da matéria

Nesta sexta-feira, 23 / 04, é comemorado o Dia Mundial do Escoteiro e do Escotismo. Também é o dia do aniversário do Grupo Escoteiro Cacique Marau, que chega aos seus 44 anos e se prepara para, assim que possível, retomar as atividades presenciais, depois de um ano de restrição em função da pandemia do novo coronavírus.

Flávio Augusto De Conto, recentemente reconduzido ao cargo de diretor presidente do grupo, explica que foram válidas como tarefas na linha, realizado ao longo dos últimos meses. Porém, destaca que o fundamento do escotismo é a natureza e a sociedade. Desta forma, ele tem acompanhado os treinamentos virtuais que explicam os procedimentos de retorno, com rígidos protocolos de prevenção. Uma comissão interna já foi criada e os regramentos selecionados.

Segundo ele, aguarda-se agora a aprovação destes protocolos, antecipando-se a possível liberação para as atividades presenciais. De Conto reforça que havendo uma chance de voltar, como ações aceitas ao ar livre e sem contato físico. “Não vai ser como era antes, mas vai ser fundamental para estes jovens”, afirma o escotista.

Ouça a entrevista, na íntegra, no player de áudio.

intranet/userfiles/noticias/3228e8c9636b29fe3c1dbbdc55a1c469.mp3