Governo entrega 53 viaturas semiblindadas à BM e quatro ambulâncias aos Bombeiros

Mais segurança para quem faz segurança. Com investimento de R $ 11, 7 milhões, o governo do Estado entregou, na manhã desta quarta-feira (20 / 1), 53 viaturas zero-quilômetro semiblindadas para a Brigada Militar (BM) – primeira com proteção balística adquiridas pelo governo do Estado destinado à corporação – e mais Quatro ambulâncias de resgate para o Corpo de Bombeiros Militar (CBMRS).

A entrega oficial das chaves às corporações foi feita pelo governador Eduardo Leite e pelo vice-governador e secretário da Segurança Pública, Ranolfo Vieira Júnior, no estacionamento do parque Marinha do Brasil, na capital.

Depois das 45 viaturas semiblindadas do modelo Duster destravada à Polícia Civil no início do mês, uma entrega das camionetas Hilux para a BM dá continuidade à mudança de paradigma implantada pelo RS Seguro , com investimento qualificado em veículos dotados de escudo balístico para uso na rotina de policiamento e operações. Por determinação do governo, a tecnologia que qualifica o suporte de proteção aos policiais será padrão em todas as aquisições futuras.

Cada uma das 53 viaturas tem valor de R $ 204, 5 mil, totalizando R $ 10. 838. 500 em recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) transferidos para o Fundo Especial de Segurança Pública do Rio Grande do Sul (Fesp). Atendendo ao foco territorial de combate ao crime estabelecido pelo RS Seguro, os veículos foram reparados para 11 cidades do grupo de 53 municípios priorizados programa que apresentam os maiores indicadores criminais, conforme monitoramento mensal da Geseg

As ambulâncias foram adquiridas com verba própria da Fesp, por R $ 910 mil, sendo o valor unitário de R $ 227, 5 mil. Os veículos de resgate seguemão para pelotões nas cidades de Novo Hamburgo, São Leopoldo, Alvorada e Cachoeirinha, priorizados pelo programa RS Seguro.

Resistência quatro vezes maior do que a do aço

A tecnologia de blindagem nas camionetas da BM é a mesma instalada nas Dusters já entregues à Polícia Civil. Utiliza na carroceria dos carros mantas com nove camadas do tecido de fibra de aramida, mais leve do que o aço e com capacidade de resistência quatro vezes maior. A proteção instalada é do nível III-A, que suporta disparos de todos os tipos de arma de mão, como pistola. 40 e 9mm.

O sistema de aplicação utiliza somente peças inteiras de manta, moldadas exatamente de acordo com a área a ser coberta. O mesmo é feito nas partes que fornece reforço em aço, com peças estampadas no formato idêntico ao desenho de projeto das montadoras, o que facilita a instalação e qualifica o nível de proteção ao eliminar a necessidade de emendas.

Nos vidros, a blindagem é composta pela sobreposição de materiais para garantir uma resistência balística padrão: são três camadas de vidro, intercaladas com uma de aço, duas de película plástica PVB (polivinil butiral), além de selante de poliuretano (PU ) e uma última de plástico policarbonato.

Para cada uma das unidades adaptadas, é emitido um certificado de blindagem do Exército, vinculado ao chassi do carro, garantindo a rastreabilidade do material de uso restrito.