Especialista orienta sobre como proceder em casos de golpes pelo Whatsapp

especialista-orienta-sobre-como-proceder-em-casos-de-golpes-pelo-whatsapp

O mais praticado no momento é o whats clonado

Já no ano passado, o whatsapp foi terreno digital de muitos golpes. Em 2020, criminosos se aproveitam da pandemia provocada pelo coronavírus para aplicar golpes envolvendo o Auxílio Emergencial – benefício do governo criado com o intuito de diminuir os impactos provocados pela crise no país.

Nesse ano, o Whatsapp clonado é o tipo de golpe mais comum. Acontece quando o criminoso normalmente se passa por uma empresa conhecida do usuário, como sites de compra e venda, ou por um organizador de eventos que oferece uma proposta adequada para uma vítima. O golpista entra em contato com o usuário por meio de ligação ou por mensagem no WhatsApp, afirmando sobre um suposto erro, reclamação nas plataformas de anúncio ou oferecendo ingressos grátis para shows. Em seguida, ele solicita que a vítima envie o código de verificação do WhatsApp, que é enviado por SMS para validar como solicitação.

O coordenador do curso de Sistemas de Informação da UCS, mestre em Ciência da Computação e doutor em Engenharia Elétrica – André Adami, falou sobre o assunto e deu orientações durante entrevista ao programa Temática hoje. Confira o áudio na íntegra (acima).

intranet/userfiles/noticias/4aaca41fb3735c2cee8b8099525c82a1.mp3