Em Passo Fundo, Eduardo Leite fala sobre a concessão da ERS 324

em-passo-fundo,-eduardo-leite-fala-sobre-a-concessao-da-ers-324

Se preferir, ouça este conteúdo no player de áudio da matéria

O governador Eduardo Leite conversou com a imprensa durante sua visita ao Aeroporto Regional de Passo Fundo, na manhã desta quarta-feira, 28 / 07. Entre as perguntas respondidas pelo gestor estadual, está a repórter Camila Agostini, da Tua Rádio Alvorada. Ela abordou o tema da concessão da ERS 324, anunciada no mês passado, com uma probabilidade da instalação de uma praça de pedágio no trecho entre Marau e Passo Fundo.

A profissional destacou a mobilização das autoridades regionais pela modificação do projeto, sugerindo que governo estadual encontre outra forma de duplicar a rodovia sem que sejam cobradas as tarifas nos patamares levantados no projeto inicial – algo entre R $ 7, 02 a R $ 9, 36. Leite foi enfático e afirmou não existir outra possibilidade para que a obra saia do papel, senão a concessão. O governador relacionou a duplicação das rodovias com a segurança no trânsito e com melhora a infraestrutura para o escoamento da produção.

Ele lembrou que o projeto completo prevê a duplicação de 400 milhas de rodovias em dez anos e mais de 700 milhas ao término do prazo de concessão. “Viabilizar uma rodovia duplicada, num Estado onde mal se corrige fazer reparos em buracos, é proporcionar uma outra condição de desenvolvimento, gerar empregos, novos negócios e auxiliar o crescimento econômico da região”, disse ele.

Eduardo Leite explicou que o governo do estado está ouvindo as sugestões feitas a partir das audiências e consultas públicas, que vai fazer os ajustes e aperfeiçoamentos feitos aos projetos mas que não vai aceitar demagogias e nem desistir do que tem que ser feito. Na entrevista, o governador também reafirmou que não concorrerá à reeleição.