Desinformação sobre o Covid-19 é uma das justificativas para manter estabelecimentos abertos em Caxias do Sul

Em entrevista, o diretor-geral de fiscalização do Urbanismo contou como está o trabalho de vistoria na cidade

O Alô Caxias registrou 1.177 denúncias referentes ao descumprimento do decreto municipal que fecha estabelecimentos não essenciais na cidade devido à pandemia do Covid-19, desde a última sexta-feira (20/03). Os locais mais abordados pela Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) são ferragens, bares, materiais de construção, salões de beleza e mecânicas.

Em entrevista aos repórteres Rodrigo Fischer e Isadora Martins, no programa Em Alta desta terça-feira (24/03), o diretor-geral de fiscalização da pasta, Rodrigo Lazarotto, explicou quais os métodos de supervisionamento realizados pela equipe. “Inicialmente, temos alertado, de forma verbal, as pessoas pedindo cooperação, sem aplicar multas, no momento, pois vamos enfrentar um período de escassez na economia e não podemos sair aplicando punições apenas para pensar nos cofres do Município. Estamos falando de forma preventiva a fim de que colaborem com a norma e fechem os estabelecimentos por conta. Quem descumprir reiteradamente, será aplicada multa mesmo.”

Rodrigo contou quais as justificativas usadas pelos proprietários que não cumprem o decreto. “O que nos chama a atenção é o desconhecimento total por parte de alguns, parece que a noticia não chegou como deveria nessas pessoas, muitos, por falta de informação, não saberia que deveriam fechar. Outros desconhecem a existência do decreto e, muitas vezes, da existência desse surto [de coronavírus]. Isso impacta quando entramos em contato com os donos. No momento que são orientados, a maioria cumpre a norma, o que contribui no aumento dos fechamentos dos locais. Não podemos reclamar no momento da abordagem.”

Durante a entrevista, o diretor ainda ressaltou que 80% dos espaços abertos são bares, localizados nos bairros Cruzeiro, Bela Vista, Serrano, Esplanada e Santa Fé. Devido à flexibilização do decreto de Calamidade Pública do Governo do Estado, realizada nesta terça-feira (24/03), Rodrigo afirma que as mecânicas voltam a funcionar em todo o Rio Grande do Sul.

CLIQUE AQUI para conferir a entrevista completa com outros temas abordados pelo diretor.

Link para notícia no site Tua Rádio