Codeca amplia convênio com Susepe e contrata mulheres apenadas

Essa é a primeira vez que as mulheres são contempladas em décadas de convênio

O convênio entre a Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) e a Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) que busca dar oportunidades para apenados se reinserirem na sociedade e no mercado de trabalho ganhou um reforço. Neste mês de março, pela primeira vez, em décadas, o convênio foi expandido a fim de criar vagas de trabalho para mulheres.

Inicialmente, duas mulheres que cumprem pena no regime-semi aberto na Penitenciária de Caxias do Sul foram contratadas para trabalhar junto à Codeca. Até então, somente os homens eram contemplados pelo projeto. Com a expansão do convênio, Raquel Borges e Márcia Rezende, ambas de 46 anos, iniciaram o trabalho no setor de Capina na última sexta-feira (26 / 03).

Conforme a presidente da Codeca, Helen Machado, uma ação pioneira é importante na medida em que abre oportunidades para todos: “A Codeca já tem esse convênio há muitos anos com a Susepe e pra nós isso traz uma importância tão grande em relação à transformação da sociedade de mostrar, sim, que a oportunidade tem que ser dada para todos. E as mulheres, assim como os homens que estão vivendo nesse processo de transformação, têm todo o direito de estar podendo participar de um projeto tão transformador, que é o projeto de reinserção na sociedade ”.

Além das novas contratações, o programa entre Codeca e a Susepe beneficia, atualmente, 11 homens que cumprem pena no regime semi-aberto.