Banco de Alimentos passa a contar com cozinha para desenvolver projetos relacionados à nutrição

banco-de-alimentos-passa-a-contar-com-cozinha-para-desenvolver-projetos-relacionados-a-nutricao

O espaço será inaugurado na quinta-feira (09), junto à Ceasa Serra

Com o objetivo de evitar o desperdício de alimentos e otimizar as doações recebidas, o Banco de Alimentos de Caxias do Sul passa a contar com uma Cozinha Experimental, a partir desta quinta-feira (09). O espaço está localizado junto à Diretoria de Segurança Alimentar e Nutricional da Secretaria de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (SMAPA), no complexo da Ceasa Serra.

Conforme a diretora técnica de Segurança Alimentar e Nutricional da SMAPA, Cristina Fabian Gregoletto, a cozinha é uma demanda antiga da entidade. “Essa cozinha vai nos permitir trabalhar melhor para evitar o desperdício de alimentos. A gente recebe muita doação da agricultura que são alimentos que não têm mais poder comercial, mas ainda são próprios para consumo. Porém, algumas vezes, eles fornecem com algum machucado que a gente acabava tendo que descartar e agora, com a cozinha, a gente vai poder processar esses alimentos. Outra questão é que nas safras a gente ganha doações grandes de pêssegos, caquis, tomates … vamos poder transformar esses alimentos em outras preparações, outras receitas pra que a gente pode conservá-los e ter disponível durante todo o ano para encaminhar pra como cadastradas ”.

Outro uso previsto para a cozinha é a realização de capacitações e formações por meio de parcerias. “Primeiramente a gente vai trabalhar com os funcionários das instituições com cursos de boas práticas, com receitas de aproveitamento de alimentos, assim como com os usuários que são atendidos por elas. Também temos a pretensão de trabalhar com os agricultores aqui da Ceasa ”, explicou Cristina.

Além desse público, ela afirmou que o Município está em tratativas com Instituições de Ensino Superior para que a cozinha seja um espaço de estágio para estudantes de cursos relacionados à área da Nutrição. O local está equipado com pia, utensílios, balcões, fogão industrial, forno, freezer e equipamentos de segurança.

A Cozinha Experimental faz parte do projeto de modernização do Banco de Alimentos, que foi contemplado por um edital do Governo Federal. São cerca de 800 metros quadrados que têm investimentos de R $ 500 mil em recursos federais e outros R $ 330 mil do Município, totalizando cerca de R $ 830 mil.

Após a inauguração prevista para esta quinta-feira (09), será realizada a primeira atividade na Cozinha Experimental que é uma oficina de Gastronomia Funcional para voluntários e parceiros da entidade.

intranet/userfiles/noticias/0433a15c52dd48ed5e4d7e9b8b9e0f7a.mp3