Atividade física pode ser reconhecida por lei como prática essencial no Rio Grande do Sul

O projeto de lei que trata da proposta foi aprovado na AL-RS, nesta semana. Caso texto seja sancionado pelo governador, qualificado do setor para funcionar mesmo em bandeira preta.

Os deputados estaduais do Rio Grande do Sul aprovaram, na última terça-feira (16 / 03), o projeto de lei 144 / 2020, que torna as atividades físicas essenciais nos municípios gaúchos. Se a proposta for sancionada pelo governador Eduardo Leite, que prestam serviços físicos de atividades físicas ministradas por profissionais da área, tornado atuar mesmo em fases mais restritivas do Distanciamento Controlado, como a bandeira preta.

Durante entrevista à Tua Rádio São Francisco, a presidente do Conselho Municipal de Desporto de Caxias, a secretária do Comitê Estadual de Educação Física e Conselheira do Conselho Regional de Educação Física, Carla Pretto, destacou que o avanço da proposta na Casa Legislativa é um ganho para categoria. Porém, ela saliente que a liberação efetiva das atividades dependerá dos decretos estaduais e municipais.

Carla ainda falou sobre a importância das atividades físicas para a saúde da população e da orientação de profissionais da área para que as práticas sejam desenvolvidas de forma correta.

Ouça a entrevista completa AQUI.

O projeto de lei é de autoria da deputada Fran Somensi e a expectativa é de que a proposta seja sancionada pelo Governador Eduardo Leite em 15 dias .