Abesfa se prepara para retorno das atividades presenciais

A expectativa é para que as oficinas passem a ser realizadas em março

Com a chegada da pandemia no começo do ano passado, a Abesfa – A Associação Beneficente São Francisco de Assis precisa suspender parte das suas atividades para garantir a saúde das famílias e dos integrantes da associação. Como explica Tatiane Bissani, coordenadora da Abesfa, por mais que a distribuição de donativos foi realizada durante todo este período, o que possibilitou o contato com as famílias, a presença diária das crianças na associação e a realização de atividades precisas ou suspensas.

De acordo com Tatiane, quando uma criança é matriculada na Abesfa, a família passa automaticamente a ser assistida pela equipe, de acordo com suas necessidades. Em 2020, explica ela, essa demanda aumentou devido às consequências da pandemia da solidariedade da comunidade marauense e dos parceiros da Abesfa, foi essencial para atender a demanda.

Para 2021 uma expectativa é de retorno das atividades, uma coordenadora explica que um plano de contingência já foi elaborado e agora será avaliado pelo COE Marau para liberação e adaptações exigidas. A expectativa é para que as oficinas voltem a funcionar já no dia 1 ° de março.