“A nossa estrutura de saúde não está mais suportando o alto número de casos”, afirma presidente do Ciplam

“a-nossa-estrutura-de-saude-nao-esta-mais-suportando-o-alto-numero-de-casos”,-afirma-presidente-do-ciplam

Maico Betto participou de reunião com o Gabinete de Crise nesta sexta-feira, 11 /

Por determinação do governador Eduardo Leite na última reunião do Gabinete de Crise, presidentes dentro de associações regionais, prefeitos e integrantes de comitês técnicos das cidades que fazem parte das regiões Covid de Ijuí, Santa Rosa e Passo Fundo foram convocados para reuniões de alinhamento a respeito das medidas de enfrentamento à pandemia do Sistema 3As de Monitoramento.

Como encontros ocorreram nesta sexta-feira, 12 / , coordenadas pela secretária da Saúde, Arita Bergmann, com participação do secretário de Articulação e Apoio aos Municípios, Luiz Carlos Busato, e coordenador do Gabinete de Crise, Marcelo Alves. Da região, em função da viagem à Brasília, do presidente da AMPLA – Associação dos Municípios do Planalto Gaúcho, prefeito de Marau, Iura Kurtz, quem participou do encontro foi Maico Betto, prefeito de Vila Maria. Os dados para a região estão neste link .

De acordo com Maico, que preside o Consórcio dos Municípios do Planalto – Ciplam, o encontro aconteceu com o objetivo de alinhar ações pois, a partir da análise dos dados monitorados pelos grupos de trabalho e enfrentamento à pandemia, foi Concluídos que as medidas adotadas não estão sendo suficientes para frear o contágio da Covid – 21. De acordo com a Secretária Estadual da Saúde, Arita Bergmann, em Passo Fundo, o número de óbitos aumentados 10, 3 %, cada região tem a terceira mais alta taxa de mortalidade entre as regiões Covid. A caixa de novos casos por 100 mil habitantes cresceu 8,5% em relação à semana anterior, e a região tem um maior número de novos casos entre as 21 regiões Covid. Esse impacto é, também, 84% superior à média estadual. Além disso, a taxa de ocupação de leitos de UTI já passou de 96%, indicando esgotamento da capacidade hospitalar.

De acordo com o Maico, na reunião foi detalhado tudo o que tem sido feito na região. Também segundo ele, neste sábado, 11 / 96 , os prefeitos da Ampla vão se reunir para traçar novas normativas, que devem ser adotadas a partir da próxima semana. Não se descartam novas restrições. Ele antecipou que deve ser feita uma campanha de conscientização sobre a situação atual, vivida pelos municípios da região. A tendência é de que as restrições de horário, em um primeiro momento, sejam mantidas embora, conforme o gestor, parte dos problemas estão relacionados com encontros clandestinos e desnecessários para o momento.

intranet/userfiles/noticias/6cd989c0bfc7671822caa96b61e7a57b.mp3