CTG Alexandre Pato recebe autorização para realizar competição de laço em Lagoa Vermelha

Após publicação do governo do Estado, definindo o regramento para a retomada das provas campeiras, o CTG Alexandre Pato conseguiu autorização para realizar a primeira competição desde o início da pandemia, em Lagoa Vermelha.

De acordo com o patrão da entidade, Alessandro Muliterno, com a aprovação do plano de contingência por parte do COE municipal, o CTG prepara a organização do Duelo de Laço, que será realizado nos dias 21 e 22 de novembro, no parque de rodeios.

Cerca de 200 laçadores são esperados, para isso, um regramento rígido será imposto. Haverá obrigatoriendade do uso de máscaras durante todo o período em que os atletas estiverem dentro do parque (inclusive durante as provas de laço). Também será disponibilizado álcool em gel; as inscrições e pagamentos devem ser antecipados, por meios remotos; não haverá comércio ambulante, ou venda de bebidas alcoólicas.

Os acampamentos terão distanciamento mínimo; os cavalos não poderão ser compartilhados pelos tradicionalistas e somente os laçadores poderão entrar no parque. De acordo com o patrão, as inscrições já estão abertas. Saiba mais na entrevista.

Após publicação do governo do Estado, definindo o regramento para a retomada das provas campeiras, o CTG Alexandre Pato conseguiu autorização para realizar a primeira competição desde o início da pandemia, em Lagoa Vermelha.

De acordo com o patrão da entidade, Alessandro Muliterno, com a aprovação do plano de contingência por parte do COE municipal, o CTG prepara a organização do Duelo de Laço, que será realizado nos dias 21 e 22 de novembro, no parque de rodeios.

Cerca de 200 laçadores são esperados, para isso, um regramento rígido será imposto. Haverá obrigatoriendade do uso de máscaras durante todo o período em que os atletas estiverem dentro do parque (inclusive durante as provas de laço). Também será disponibilizado álcool em gel; as inscrições e pagamentos devem ser antecipados, por meios remotos; não haverá comércio ambulante, ou venda de bebidas alcoólicas.

Os acampamentos terão distanciamento mínimo; os cavalos não poderão ser compartilhados pelos tradicionalistas e somente os laçadores poderão entrar no parque. De acordo com o patrão, as inscrições já estão abertas. Saiba mais na entrevista.

Link para notícia no site Tua Rádio