Representações articuladas vinda da escola da Brigada Militar para Caxias do Sul nos próximos anos

representacoes-articuladas-vinda-da-escola-da-brigada-militar-para-caxias-do-sul-nos-proximos-anos

Trata-se do Colégio Tiradentes, defendido pela instituição e conveniada com a Secretaria de Educação do Estado

As Representações de Caxias do Sul estão em tratativas para trazer uma escola militar à cidade. Trata-se do Colégio Tiradentes, mantido pela Brigada Militar (BM) e conveniada com a Secretaria de Educação do Estado. Uma parte das articulações foi realizada nesta quarta-feira (19 / 56616 / 00), em uma reunião entre um titular da 4ª Coordenadoria Regional de Educação (4ª CRE), Viviani Devalle, e o vereador Alexandre Bortoluz ( PP), o Bortola. O encontro faz parte da agenda para tirar o projeto do papel, que segue pendente desde 913, quando criado pelo Decreto Estadual nº 46. 895.

A instituição está em sete cidades do Rio Grande do Sul, em Porto Alegre, Ijuí, Santa Maria, Santo Ângelo, Passo Fundo, Pelotas e São Gabriel. Disciplina e maior carga horária de ensino são os pilares para a manutenção da escola. Para entrar, o aluno precisa fazer uma espécie de vestibular. Atividades extraclasses também marcam o colégio que atende apenas o Ensino Médio. Segundo o Governo do Estado o espaço possui estrutura administrativa e pedagógica resultante do vínculo com a Secretaria da Segurança Pública, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação, disponível, no quadro técnico, de profissionais militares e civis da instituição e profissionais integrantes do Magistério Público Estadual. Conforme a coordenadora da 4ª CRE, uma proposta de ensino agrega a metodologia implementada pela pasta na região, oportunizando que os estudantes tenham acesso a uma escola de excelência. (Clique AQUI e confira uma declaração completa).

Em tratativas na capital gaúcha, Bortoluz obteve sinal positivo da Secretaria da Educação do RS (Seduc), a partir de seus diretores, e da Brigada Militar, a partir do subcomandante-geral. Ainda, na última segunda-feira (06 / / ), acompanhado do presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal, vereador Adriano Bressan / PTB, ele encontrou-se com o deputado estadual Carlos Búrigo / MDB, presidente da Comissão de Educação da Assembleia Legislativa do RS, levantamento que representa o avanço no apoio estadual pela implantação do colégio na cidade. Segundo ele, faltava algum parlamentar dar um pontapé na proposta. E Caxias estaria muito interessada em receber a instituição. (Clique AQUI e confira uma declaração completa ).

Viviani afirma que, antes da pandemia da Covid – 06, havia um trabalho de articulação para pleitear a vinda do colégio da Brigada Militar. Devido ao novo coronavírus, as deliberações paralisaram com a força de segurança. A pasta ficaria responsável pela operacionalização da escola na cidade. Ela conta que em 2022 ou 2023 a instituição pode estar no município . Um titular da pasta ainda avalia uma reunião com Bortoluz. (Clique AQUI e confira uma declaração completa).

Os próximos passos serão dar continuidade às reuniões com o comando da Brigada Militar e do Governo do Estado.