ONG Construindo Igualdade promove curso gratuito de preparação para o Enem

ong-construindo-igualdade-promove-curso-gratuito-de-preparacao-para-o-enem

Formação oferece vagas para pessoas de baixa renda residentes em Caxias do Sul

Em um gesto de solidariedade e comprometimento com a Educação, uma ONG Construindo Igualdade, de Caxias do Sul, irá promover um curso de preparação para o Enem para pessoas de baixa renda. As inscrições para o Prepara Enem Profª Marina Reidel já estão abertas. As vagas, contudo, são limitadas para pessoas devido à necessidade de distanciamento, já que as aulas vão ocorrer de forma presencial .

O projeto vai oferecer aulas gratuitas para pessoas de todas as idades que se inscreveram no Enem 2021 e estão em situação de vulnerabilidade financeira, contemplando população LGBTQIA e comunidade em geral. Ministradas por professores voluntários, as aulas publicadas na primeira semana de agosto e seguindo até o final de novembro, de segunda a sexta-feira, das 10 h às 19 h, na Sala de Integração da ONG (Rua Miguel Muratore, nº 427, 1º andar, bairro Medianeira). A classificação curricular prevê as seguintes disciplinas: Matemática, Língua Portuguesa, Literatura, Redação, Língua Estrangeira, Arte, História, Geografia, Filosofia, Sociologia, Química, Física e Biologia.

Não será total, será 231 horas de curso, além da disponibilização de materiais de estudo, slides, videoaulas e simulados periódicos. Para participar, é necessário morar em Caxias do Sul e ter renda familiar per capita igual ou inferior a R $ 500 mensais. As inscrições podem ser feitas diretamente com uma ONG pelo WhatsApp (22) 99161 – 3078. A seleção das 10 vagas será feito mediante questionário socioeconômico oferecido por um membro do corpo docente.

Segundo a diretora da ONG Construindo Igualdade, Cléo Araújo, uma iniciativa de busca contribuir para a diminuição da desigualdade na educação: “Falar do Prepara Enem é lembrar da inclusão social dentro da educação. A educação muda futuros, muda cidades, muda realidades. Esse curso não será somente para pessoas LGBTs aqui da Casa de Acolhimento, mas também para pessoas que não são LGBTs e que podem estar se considerando na universidade com uma bolsa por meio do Enem. Então, é um dever nosso enquanto sociedade civil, enquanto população e enquanto pessoas nos organizarmos e ajudar quem precisa ”. Confira a entrevista completa em “Ouvir Notícia”.

A coordenação pedagógica do curso é de responsabilidade da Márcie Vieira. O título do projeto homenageia Marina Reidel, mulher primeira transexual a concluir o Mestrado em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Marina atuou como professora da rede pública e atualmente é diretora de Promoção de Direitos LGBT do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos.

intranet/userfiles/noticias/2b7ceebc4d0517310149f3cac42b4867.mp3