Fazenda Souza pode ser o primeiro distrito de Caxias do Sul a ter uma escola de Educação Infantil

Fazenda Souza pode ser o primeiro distrito de Caxias do Sul a ter uma escola de Educação Infantil

Trabalho entre o vereador Sandro Fantinel (PATRIOTA) e a Secretaria Municipal de Educação (Smed) pode dar origem a uma instituição de ensino na região a partir de 2022

Fazenda Souza, em Caxias do Sul, deve ganhar uma primeira escola de Educação Infantil localizada em um distrito do município a partir de 2022. A informação foi confirmada pela Secretaria Municipal da Educação (Smed) nesta sexta-feira (22 / 701 / 21 ), à reportagem da Tua Rádio São Francisco. A futura instituição de ensino é um trabalho de parceria entre a Smed e o vereador Sandro Fantinel (PATRIOTA).

Na sessão de quinta-feira (20), o parlamentar divulgou que tinha o apoio de uma família da região para acomodar a nova escola. Os proprietários de uma residência, na Avenida Dante Marcucci, cederiam o espaço por cinco anos e sem cobrança de aluguel neste tempo, para ser a instituição de Educação Infantil. O local pertence aos Agenor Luiz Boff e Isabel Cristina Suzin Boff, conforme informações de Fantinel. Na última semana, a secretária de Educação, Sandra Negrini, e o dono do domicilio, Agenor Boff, realizaram uma vistoria no terreno.

Em entrevista, Sandra explica que o lugar requer de algumas adequações, devido à legislação sobre as escolas de Educação Infantil. Há uma reunião marcada com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) para agendar uma visita técnica, com o intuito de apontar as melhorias a serem feitas. Em um primeiro momento, ela conta que o espaço requer ser do piso único, sem piso de madeira e com um pátio aberto para recreação dos alunos. Há o pedido de colocação de água quente nos cômodos para higienização das crianças, uma vez que a ideia é que a escola seja direcionada para uma faixa etária de 0 a 3 anos de idade. É observado que uma propriedade atende aos requisitos básicos, mas é preciso de terapias.

A secretária afirma que pode ser disponibilizada de 50 a 60 vagas. O cálculo se faz com base no tamanho da casa, de 200 metros quadrados, e a ordenação dos ambientes, como salas administrativas, de aula e refeitório. A pasta acredita que teria o chamamento de 16 a 20 funcionários, professores e colaboradores, para atender a instituição. Mas, ela saliente que é necessário o levantamento da Vigilância Sanitária para ter todas as informações.

Sobre a questão contratual junto à família, Sandra explica que será assinado um Termo de Cessão de Uso, com o Município assumindo a responsabilidade pelo imóvel, como manutenção e despesas. O contrato vai valer por cinco anos. Ela salientea que a escola trará facilidades para a comunidade de Fazenda Souza e outras do entorno, que não precisa mais se deslocar até o meio urbano para deixar as crianças em escolinhas.

A partir disso, a expectativa é que a primeira escola infantil do interior inicie o seu funcionamento a partir do início de 2022. Mais informações sobre a abertura de inscrições para vagas serão feitas futuramente pela Smed.

Clique AQUI e confira uma entrevista completa.