Dia Nacional do Livro Didático levanta discussão sobre papel e importância desse material no universo da aprendizagem digital

Data é lembrada neste sábado, dia 27

Com inúmeros recursos tecnológicos ao alcance dos alunos e uma infinidade de conteúdo livre disponível na internet que pode gerar conhecimento, algumas pessoas podem se perguntar se o livro didático ainda é necessário e relevante nesse processo.

Conforme Marcele Quaglio, coordenadora de Ensino Fundamental do Sistema Positivo de Ensino, o livro didático entrega conteúdo específico e adequado no tempo certo e em conformidade com o estágio e ano escolar do aluno, sendo um instrumento indispensável para a construção de futuros cidadãos. Para um especialista, o livro didático se mantém como a solução principal de aprendizagem dentro de um universo de recursos cada vez mais relevante. Essas novas possibilidades em relação aos livros didáticos e seus objetos de aprendizagem combinam muito bem com propostas mais inovadoras de ensino. O livro continua sendo a base do processo e está inserido dentro de um enorme ecossistema. Atualmente, não se pode mais imaginar a produção de materiais didáticos que não contemplem propostas híbridas e a integração com a cultura digital.

Marcele falou sobre o assunto em entrevista ao programa Temática na manhã desta sexta-feira. Confira na íntegra.

intranet/userfiles/noticias/1e0d98539e735354271a93ec0d40a724.mp3