De interesse da Prefeitura de Caxias, Nova Roma do Sul utiliza há quase um ano tecnologia que transforma resíduos em gás de cozinha

de-interesse-da-prefeitura-de-caxias,-nova-roma-do-sul-utiliza-ha-quase-um-ano-tecnologia-que-transforma-residuos-em-gas-de-cozinha

Município caxiense possui marcada uma visita à cidade para observar como o equipamento funciona

Um biodigestor que transforma resíduos orgânicos em gás de cozinha foi apresentado à Prefeitura de Caxias do Sul durante a semana passada. A tecnologia despertou interesse do Executivo municipal, pois seria possível economizar na compra de botijões de gás. Na Serra Gaúcha, Nova Roma do Sul é uma das cidades que utiliza o HomeBiogas e será visitada pelo Município caxiense, sem data estipulada. O objetivo é entender in loco como a ferramenta funciona.

A ida será para escola municipal Barão do Rio Branco, localizada na zona rural. A instituição é a única que possui o biodigestor das repartições gerenciadas pelo Município de Nova Roma do Sul. Para a Tua Rádio São Francisco, a diretora da escola, Daniela Favero, conta que a composteira foi adquirida no dia 17 de agosto de 2020. Houve o trabalho de instalação feito por um técnico, junto com uma explicação sobre como lidar com a tecnologia. Após o esclarecimento, a equipe diretiva atuou na parte de abastecimento do produto. Restos de alimentos da merenda escolar, como cascas e sobras de frutas, foram utilizados para que o HomeBiogas entrasse em funcionamento. Ela explica que o colégio possui dois fogões, um com uma boca e o outro de escala industrial. O biodigestor supre o fogão de uma boca por três horas, ajudando no cozimento de alguns alimentos e no aquecimento da água. No restante do dia é usado o gás de cozinha.

A Barão do Rio Branco é uma escola de turno integral e atende alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental. O local possui 166 alunos, divididos em dois períodos por causa da pandemia da Covid-19. 79 estudantes frequentam o turno da manhã, 72 à tarde e 15 estão em ensino remoto. As crianças vão presencialmente três vezes por semana. É considerada uma instituição pequena e que produz muitos resíduos orgânicos por estar no meio rural. Segundo Daniela, estes foram os dois motivos para a escola ser selecionada a testar o HomeBiogas. Ela afirma que os alunos também são envolvidos com a ferramenta. São realizados trabalhos sobre educação ambiental, explicando as funções do biodigestor e seus benefícios para a natureza.

O custo do equipamento para os cofres públicos de Nova Roma do Sul foi de R$ 7,2 mil. Para Caxias do Sul, o valor seria de R$ 5.900 e R$ 11.900, dependendo da versão.

Clique AQUI e ouça a entrevista completa.