Conheça o trabalho do Colégio Tiradentes, mantido pela Brigada Militar, que passa a funcionar em Caxias

Conheça o trabalho do Colégio Tiradentes, mantido pela Brigada Militar, que passa a funcionar em Caxias

Instituição atua com os princípios da hierarquia e disciplina, fornecendo distinções para os alunos destaque

O Colégio Tiradentes vai ganhar uma nova filial, em Caxias do Sul, após a aprovação para sua instalação na cidade. O intuito é que o edital para ingresso de novos alunos seja disponibilizado nos próximos dias, para que, ao final de abril ou início de maio, a instituição inicie as atividades. A escola é administrada pela Brigada Militar (BM), em conjunto com a Secretaria da Educação (Seduc) do Rio Grande do Sul.

O espaço vai funcionar onde se localizava a Escola Estadual Dante Marcucci, no bairro Marechal Floriano. Para Tua Rádio São Francisco, o major Juliano André Amaral, também escolhido diretor do Colégio Tiradentes na cidade, explica como funciona a instituição que atende apenas o Ensino Médio. Segundo ele, estão asseguradas algumas vagas para filhos de policiais militares (60%), com possibilidade da entrada de alunos vindos de escolas públicas e privadas (40%).

Em um primeiro momento, serão abertas vagas para três turmas do 1º ano do Ensino Médio, a fim de receber 90 estudantes. Ao passarem para o 2º ano, serão disponibilizadas mais 90 vagas para o 1º ano e assim sucessivamente. Em três anos, a Brigada Militar deseja que tenham nove turmas com todos os anos do Ensino Médio.

Conheça o dia a dia da escola

O Colégio Tiradentes atende em turno integral, contando, além das aulas tradicionais, com reforço e atividades extracurriculares como oficinas literárias, xadrez e esportes diversos, no horário inverso de forma opcional. O major conta que todo o ensino é baseado na filosofia da Brigada Militar, com base nos pilares da hierarquia e disciplina. Os alunos passam por provas para galgar posições dentro da instituição, ganhando distinções pela conquista de ótimos resultados.

Amaral conta que essas distinções são distribuídas pelo fato da escola funcionar semelhante a uma corporação policial. De acordo com suas notas, os estudantes são separados por postos, iguais ocorrem em um batalhão. Por exemplo, o aluno destaque vai ganhar a função de comandante, assumindo a liderança do colégio. A partir disso, o restante vai assumir outras posições. O objetivo é que os adolescentes sejam empenhados nos estudos.

Ele afirma que, antes do início do ano letivo, serão feitas solenidades com o hasteamento da bandeira e conferência do uso correto dos uniformes, além de verificar a aparência dos alunos: as meninas com o cabelo preso, unhas feitas e os meninos com o cabelo arrumado, sapatos lustrados e o estado da roupa será conferido, conforme consta no regime interno da escola. Isso também é levado em conta para atingir postos maiores.

Caso o aluno queira mudar de escola e passe nas provas do Tiradentes, o major ressalta que serão reaproveitadas as notas desde o início do ano letivo na outra instituição. 

A prova para entrada no Colégio Tiradentes terá a parte teórica, com questões de Português, Matemática e Conhecimentos Gerais, e a parte de atividades físicas para nivelamento dos candidatos. Publicado o edital de seleção, a expectativa é que o processo seja finalizado em até 30 dias.

Caxias é a oitava unidade do Colégio Tiradentes e a primeira na Serra Gaúcha. As demais estão localizadas em Porto Alegre, Ijuí, Passo Fundo, Pelotas, Santa Maria, Santo Ângelo, São Gabriel.

intranet/userfiles/noticias/fdc708cac9fefd099c4c42100d589660.mp3