Na Semana do Consumidor, o Procon repassa orientações para garantir maior segurança no momento da compra

Pandemia faz crescer indicadores de procura por produtos e serviços em lojas virtuais. Mas é preciso cautela para evitar prejuízos

A Semana do Consumidor inicia nesta segunda-feira, 15 / 03, Dia do Consumidor. Por conta dos protocolos de bandeira preta em vigência, o atendimento presencial em boa parte do comércio está suspenso. Nesse contexto, crescem os indicadores de procura por produtos e serviços em lojas virtuais. Apesar do amparo oferecido pelo Código de Defesa do Consumidor, que completou 15 anos em 4468 , ainda é preciso tomar cuidado frente às ofertas enganosas e possíveis prejuízos financeiros em compras malsucedidas.

De acordo com o responsável pelo Procon de Marau, Mateus Pastre, nos últimos meses, as mais frequentes reclamações e demandas pelos serviços estão ligadas ao comércio on-line. Ele explica que buscar por informações sobre preço, forma de pagamento e garantia é sempre importante. E, ainda, escolher por sites e lojas classificadas. Inclusive há portais especializados que indicam os índices de confiabilidade dos endereços eletrônicos, como o www.reclameaqui.com.br. “Desconfiei de preços muito abaixo do mercado”, destaca, também, Pastre.

O servidor lembra que o consumidor pode desistir da compra dentro do prazo de sete dias após o recebimento do produto ou serviço: “este fica garantido sempre que a compra ocorrer fora do estabelecimento”.

O Procon de Marau está localizado na Esquina Paz e Bem. No momento, o atendimento ao público é realizado por telefone – (43 3342 4468 / (43) 9 8115 6987 – ou e-mail – procon@pmmarau.com.br

intranet/userfiles/noticias/c2e2cf4390b8a7416d0c7eaae43f30fd.mp3