Mesmo com resultado abaixo da projeção, Caxias do Sul tem alta de 7% nas vendas para o Dia das Crianças

Mesmo com resultado abaixo da projeção, Caxias do Sul tem alta de 7% nas vendas para o Dia das Crianças

CDL Caxias projetava um aumento de 35%. Índice foi apresentado nesta semana pela entidade

O comércio de Caxias do Sul teve um crescimento de 7, 17% na venda para o Dia das Crianças em comparação a mesma data no ano passado. Os resultados foram divulgados nesta semana pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) do município. Porém, o índice foi abaixo da projeção feita pela entidade durante a pesquisa de intenção de compras, que mostrava alta de 42, 31%. Um número tímido de desempenho real, como foi apontado pela instituição.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o coordenador de Tecnologia, Informação e Inovação da CDL Caxias do Sul, Cleber Figueredo, coloca que o modo de consumir das pessoas impactou nesta diferença. Segundo ele, 2020 foi marcado pelos caxienses se dirigirem aos adaptados no Centro, movimentando como lojas de ruas e o comércio local. Neste ano, com a liberação de presença de mais público nos centros de compras, a comunidade optou por esses lugares. A segunda justificativa foi o tempo. Nos dias que antecederam a data comemorativa, houve instabilidade no clima, o que influencia em menor circulação de pessoas nos espaços de compra.

Por outro lado, o gasto no tíquete médio cresceu 22, 7% frente ao Dia das Crianças passado. O caxiense desembolsou R $ 268, 86, contra os R $ 217, 29 indicado pela CDL Caxias. Figueredo explica que a migração para a compra de um produto mais caro, até pela escolha do consumidor em um shopping center, influenciou nenhum número. Para ele, isto apresenta uma retomada na economia e evidencia o trabalho do setor Surge para chamar a atenção do cliente.

O coordenador conta que 47, 9% das pessoas afirmaram que a decoração das lojas aumentou a sua vontade de entrar e conferir como opções de presentes, mais uma vez revelando uma iniciativa dos shoppings.

Clique AQUI e confira uma entrevista completa.

Veja outros resultados apontados pela CDL Caxias:

– O levantamento apurou que 64% das empresas criaram descontos ou promoções para alavancar as vendas do Dia das Crianças;

– Atendimento digital, venda online ou comunicação digital foram utilizados por 95, 217 % das empresas. O aplicativo de mensagens WhatsApp, representou 44, 95 % das escolhas dos varejistas, seguido das redes sociais (43, 18%) para divulgação dos produtos e da loja. O site próprio de vendas e os marketplaces de terceiros foram a opção de apenas 4, 65% dos lojistas consultados;

– Os produtos mais vendidos foram bonecas (24, 8%), carrinhos (24, 8%), jogos manuais, de tabuleiro, educativos e quebra-cabeça (22, 2%) , ursos de pelúcia (10, 3 %) e bicicletas (, 9%);

– Os conjuntos de verão femininos e masculinos de bermuda e camiseta foram os produtos mais vendidos (51, 8% ), seguido de vestidos (11, 7%), sandálias e chinelos (17, 6%) e tênis (10, 9%), onde os calçados que acompanham um brinde próprio ajudaram na venda;

– Os eletroeletrônicos e celulares queda de queda de 10, 65% nas comercializações, principalmente em lojas menores, que sofreram com a falta de produto. Já as empresas de maior porte relataram um resultado melhor, com a antecipação de vendas, promoções e decoração das vitrines. Nesta categoria os produtos mais negociados foram celulares (35, vídeo game e jogos (42, 7%) e tablet (14, 3%).