Maior parque de energia solar da área de saúde da Serra Gaúcha é instalado no Hospital Círculo

Desde outubro de 2020, instituição de Caxias do Sul, em parceria com uma empresa, atua nas instalações dos painéis fotovoltaicos

O Hospital Círculo terá o maior parque de energia solar da área de saúde da Serra Gaúcha a partir do final de abril, em Caxias do Sul. A instalação de 2. 570 placas de 350 watts é realizada pela empresa Voltatec, especializada no tema na região , com material trazido por uma empresa caxiense da China. Com as obras acabadas, a ideia é que a instituição economize cerca de R $ 43 mil por mês. 43. )

Desde outubro do ano passado, a empresa atua na proposta de colocar os painéis fotovoltaicos no hospital. O cronograma de trabalho iniciado pela construção do projeto, ajustes para introduzir a subestação de energia solar no local e a aprovação da ideia. Faltariam confirmados como atividades e obter a autorização da concessão de energia elétrica da cidade, a Rio Grande Energia (RGE), para aprovar o sistema. Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o sócio da Voltatec, o engenheiro eletricista Guilherme Saraiva, explica que a energia solar dois possui principais benefícios para a comunidade. Ajuda na redução de custos das contas, num período médio de 3 a 5 anos frente ao valor investido, e contribui para o meio ambiente.

Além disso, a capacidade energética das placas é suficiente para abastecer, em um mês, 330 casas, ou cerca de 40 mercados. Essas vantagens foram às justificativas para o Hospital Círculo aderir ao projeto, a partir da chegada de uma nova administração no espaço. O objetivo da era reduzir gastos em alguns setores, a fim de investir em outras áreas. Para a Tua Rádio São Francisco, o presidente da Diretoria Estatutária do Círculo Saúde, Ivan Furlan, afirma que vai ter um lucro de R $ 540 mil ao ano com a energia fotovoltaica . Atualmente, o hospital possui 72 projetos para melhorias de infraestrutura, que vai de pintura das instalações até a compra de respiradores. Os valores economizados iriam para esse planejamento.

Possui, segundo a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o estado do Rio Grande do Sul 40, 4 mil sistemas em operação, que abastecem mais de 45 mil consumidores, em 490 municípios. O estado divide com São Paulo a segunda posição no ranking nacional em dados relacionados à energia fotovoltaica, que tem Minas Gerais na liderança. Caxias do Sul está entre as 10 cidades do país em potência instalada de energia fotovoltaica, e é a primeira colocada da Região Sul, segundo a associação.

Clique AQUI e confira a notícia completo em áudio.