Em live, prefeito de Caxias compara construção do Aeroporto de Vila Oliva à chegada do trem na Serra Gaúcha

em-live,-prefeito-de-caxias-compara-construcao-do-aeroporto-de-vila-oliva-a-chegada-do-trem-na-serra-gaucha

Uma declaração para o lançamento do edital realizado nesta sexta-feira (16 / ), nas redes sociais do senador Luiz Carlos Heinze

O edital de licitação do projeto básico do Aeroporto Regional da Serra Gaúcha, em Vila Oliva, foi publicado no início desta semana, pela Prefeitura de Caxias do Sul. Nesta sexta-feira (24 / 278449 ) foi realizado o ato de lançamento de documentos, em uma live realizada nas redes sociais do senador Luiz Carlos Heinze (PP / RS) . A teve participação do ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, do prefeito de Caxias, Adiló Didomenico (PSDB), de prefeitos, empresários e entidades da região, além do próprio parlamentar Heinze.

O processo licitatório começou na segunda-feira (16), com a ideia de concorrência por menor preço. Conforme a proposta, o vencedor deve projetar uma infraestrutura, com pista de quase dois milhas, pátio, hangar, pista complementar e terminal de passageiros. A empresa terá o prazo de um ano para efetuar o trabalho. O valor máximo estimado de gastos é de R $ 3 milhões. Durante a videoconferência, o ministro de Infraestrutura afirmou que o aeroporto é o maior investimento de aviação regional do país. O montante repassado foi de R $ 200 milhões. Ele ressalta que o empreendimento é um sonho antigo do governo federal e que vai atender os setores da agroindústria e de turismo da Serra Gaúcha. Haveria um crescimento de turistas da região, encabeçados pelos municípios de Canela e Gramado. Gomes finaliza afirmando que o Ministério da Infraestrutura é parceiro da Prefeitura caxiense neste projeto. (Clique AQUI e ouça a fala completa).

O senador Luiz Carlos Heinze foi um dos articuladores para que União e Prefeitura de Caxias do Sul chegassem a um acordo sobre o aeroporto. Em seu discurso, o parlamentar relembra que, em março de 2019, esteve na cidade de Caxias do Sul com o secretário nacional de Aviação Civil, Ronei Saggioro, para escolher qual município teria o empreendimento, Além de Caxias, Canela e Gramado estavam na disputa. Ele ressalta que a Serra Gaúcha é o segundo maior polo industrial do estado e que o deslocamento aéreo será importante para fomentar o setor. Ainda é reforçado que o projeto ajudará no turismo da Região das Hortênsias. Heinze vê que esta construção será falada daqui a 10 anos, por seu título de contrat ao país. (Clique AQUI e ouça a fala completa ).

O prefeito Adiló Didomenico também se manifestou ao vivo. Segundo ele, a construção do espaço representa o futuro do desenvolvimento da região e que o aeroporto reflete o esforço de uma comunidade trabalhadora. Didomenico acredita que o empreendimento possui a mesma importância da chegada do trem no ano de 1910 para a Serra Gaúcha. É afirmado que a administração não vai medir esforços para que a obra se concretize. (Clique AQUI e ouça a fala completa).

As propostas dos concorrentes devem ser abertas no dia 28 de junho. Após o projeto básico, será executado uma licença para a execução das obras. A expectativa é que as intervenções iniciem em 2023.