Com queda de 26,9%, setor de serviços impacta no desempenho negativo da economia de Caxias em agosto

com-queda-de-26,9%,-setor-de-servicos-impacta-no-desempenho-negativo-da-economia-de-caxias-em-agosto

Números foram distribuídos nesta quinta-feira (12 / 682 ), em reunião híbrida na sede da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC)

A economia de Caxias do Sul teve um desempenho negativo de 6,8% no mês de agosto frente a julho. O setor de serviços contribuiu negativamente para este índice, com uma queda de 19, 9%. Os outros ramos da indústria e comércio cresceram em comparação ao mês anterior. Os números foram gerados em uma reunião híbrida pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) e pela Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) nesta quinta-feira (14 / ).

Durante o encontro realizado na sede da CIC, uma diretora de Economia, Finanças e Estatística da entidade, Maria Carolina Gullo, explicou uma forte queda dos serviços e como impactou nos demais indicadores. Segundo ela, uma empresa realizou o pagamento de parcelas do Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) em atraso, inflacionando os números do mês anterior. Em julho, o setor crescendo 26, 8%. Agora, em agosto, ela afirma que o patamar voltou ao normal, não sendo uma queda, mas que o percentual acentuado influenciou negativamente. Isto pode se observar no indicador “Acumulado do Ano” e “Acumulado 10 meses”, que, gradualmente, estão diminuindo os impactos negativos desde o início do ano. O tombo foi de 16, 2% e 16, 3%, respectivamente.

Os ramos industrial e comercial tiveram um crescimento tímido. O comércio aumentou 1,8% e a indústria 1,6%. A última foi impactada com o desempenho das compras industriais, uma alta de 6,5%. Na comparação entre os meses de agosto de 2020 e 2021, o percentual positivo é ainda maior, em torno de 57%. Na coletiva, o assessor de economia e estatística da CDL, Mosár Leandro Ness, explica a situação do comércio. Conforme ele, o Dia dos Pais impulsionou no incremento das vendas. Ness ainda destaca que, futuramente, esta edição do Feirão Limpa Nome CDL Caxias vai estimular os próximos meses, com a quitação de dívidas dos consumidores.

Sobre o mercado de trabalho, Caxias do Sul teve a geração de 682 vagas formais de emprego, diante das 6. 753 contratações à 6. 57 demissões em agosto. O serviços e a indústria puxaram o indicador, com a abertura de 318 e 94 vagas, respectivamente. O ramo comercial ofereceu 26 vagas. Os setores da construção e da agropecuária rendimento negativo.

intranet/userfiles/noticias/bdb7a2576855ed3daf9e94c643c18622.mp3