Caxias do Sul encerra 2020 com saldo negativo na criação de empregos

Em dezembro, a cidade registrou queda de 0, 48% na geração de postos formais de trabalho

O Observatório do Trabalho da Universidade de Caxias do Sul (UCS) registrou que Caxias do Sul terminou o ano de 2020 com desempenho negativo na criação de empregos. No período foi contabilizada a diminuição de 713 postos de trabalho no mês de dezembro, um decréscimo de 0, 15% se comparação ao mês anterior. Os dados foram retirados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia.

O município teve 4,4 mil admissões e 5,1 demissões neste intervalo. O setor que teve a maior queda foi a indústria, com 402 demissões líquidas. O valor bruto apresenta 1. 799 desligamentos e 1. 397 contratações. O serviços também conhecidos números abaixo, fechando 167 vagas de carteira assinada. O único ramo que teve indicadores positivos foi o comércio. Foram criados 15 postos de trabalho, devido a 1. 262 admissões contra 1. 247 dispensas.

No acumulado do ano e os últimos meses contaram com 4,1 mil empregos formais fechados, representados um decréscimo de 2, 70% dos postos de trabalho. O resultado foi incentivado pelos Serviços, que obteve 1,9 mil empregos encerrados, e pela Indústria, com 1,4 mil demissões. A cidade fechou 2020 com um estoque de 146, 6 mil empregos.