Mudança do novo Centro de Bem-Estar Animal gera descontentamento da Soama e da PAC

Prefeitura de Caxias do Sul protocolou um projeto de lei para alterar a construção do espaço para a região de São Virgílio da 6ª Légua

Nos últimos dias, a Prefeitura de Caxias do Sul mandou para a Câmara de Vereadores um projeto de lei para transferir a construção do novo Centro de Bem-Estar Animal para outro local. A proposta foi em regime de urgência e pretende que seja mudada para áreas na região de São Virgílio da 6ª Légua. A ideia inicial era que o espaço funcionasse onde é o Canil Municipal.

Conforme a matéria do Executivo municipal seria feita uma permuta com uma empresa do ramo imobiliário interessada no terreno do canil, que possui aproximadamente 21 mil metros quadrados. O Município ficaria com uma área de 70 mil metros quadrados e a empresa teria que fazer as obras necessárias do Centro de Bem-Estar Animal.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a diretora de marketing da Sociedade Amigo dos Animais (Soama), Natasha Ozelame, se põe contra essa mudança, uma vez que os próprios moradores da região seriam contra as novas intervenções. Segundo ela, o medo dos moradores é que o empreendimento gerasse poluição no local, pois é uma área usada para agropecuária.

Para Natasha, teria que ter um diálogo mais profundo com a população e teria que ser efetuado após as eleições municipais. Com a escolha de um novo prefeito, este diálogo poderia ir para frente, a fim de observar qual a melhor escola para o centro.

Um manifesto sobre o tema foi entregue pela entidade, em conjunto com a Associação Proteção Animal Caxias do Sul (PAC), para os vereadores reconsiderarem a proposta da Prefeitura. Segundo ela, o projeto do Executivo pode ser analisado esta semana pelo Legislativo, mas acredita que não haverá aprovação.

Confira AQUI a entrevista completa.

Link para notícia no site Tua Rádio