Semana Municipal do Crochê visa valorizar a tradição e artesão caxienses

Em sua primeira edição, a Semana do Crochê promove atividades virtuais a partir deste sábado (12) até 19 de setembro

As atividades da 1ª Semana Municipal do Crochê iniciam neste sábado (12), em Caxias do Sul. Com o objetivo de valorizar a tradição a os artesãos que trabalham com o crochê, diversas ações serão realizadas de forma virtual até o dia 19 de setembro.

A Semana Municipal do Crochê foi instituída por uma lei sancionada em julho deste ano e faz alusão ao Dia Mundial do Crochê, celebrado em 12 de setembro. Como explicou a diretora da Unidade de Arte e Cultura da Secretaria Municipal da Cultura, Caroline Varta, as ações são importantes para valorizar e preservar a tradição da técnica. Ouça AQUI.

Para marcar a ação foram elaboradas exposições virtuais por meio da plataforma sites.google.com/view/arteecultura/. As exposições trazem peças em crochê do acervo do Museu Municipal e de artesanatos em crochê produzidos por artesãos locais. Além disso, diariamente, até 18 de setembro, serão promovidas postagens alusivas à temática. Toda a programação poderá ser conferida no Instagram @culturacaxiasdosul e Facebook @CulturaCaxiasDoSul.

Cronograma:

Confira a programação da Semana do Crochê:

Abertura virtual com vídeo

Data: sábado – 12 de setembro

Horário: 19h

Local: redes sociais da SMC

 

Exposição virtual de peças em crochê do acervo do Museu Municipal

Data: sábado – 12 de setembro

Horário: 9h

Local: sites.google.com/view/arteecultura/

 

Exposição virtual de artesanatos em crochê produzidos por artesãos locais

Data: sábado – 12 de setembro

Horário: 9h

Local: sites.google.com/view/arteecultura/

 

Chamadas temáticas sobre o crochê nas redes da SMC

13/09: O que você sabe sobre o crochê?

14/09: Quando você acha que o crochê chegou na cidade?

15/09: Qual você acha que é peça de crochê mais antigo do Museu?

16/09: Você sabe o que é uma “maionita”?

17/09 – #naminhacasatem – Convite para as pessoas postarem os seus crochês

18/09 – Você conhece os crochês produzidos pelos artesãos locais?

 

Sobre o crochê

O crochê sempre esteve presente na história da cidade, principalmente nos relatos de mulheres que praticavam artes manuais em seus momentos de descanso com intuito também de produzir seus próprios artefatos utilitários, por exemplo, peças de enxoval e artigos pessoais. Geralmente, sendo ensinado através das gerações, o crochê tem sua origem incerta.

A palavra crochê é derivada da palavra francesa crochet, que significa gancho. Algumas fontes dizem que se originou na Arábia, há também a teoria de que teria se originado na América do Sul onde uma tribo primitiva usava adornos de crochê em rituais de passagem para puberdade. A China também aparece como um dos prováveis locais de “origem”, já que foram descobertas em sítios arqueológicos bonecas tecidas de maneira muito parecidas com o crochê que conhecemos hoje. Portanto, não há nenhuma evidência concreta da origem ou idade desta arte. Durante o século XVI este tipo de trabalho começou a ser difundido na França por freiras que eram professoras de artes, e que ensinam a fazer esta renda delicada. (Fonte: Secretaria Municipal da Cultura de Caxias do Sul)

Link para notícia no site Tua Rádio