Projeto Cultura Hip Hop Nas Escolas grava raps de estudantes caxienses

projeto-cultura-hip-hop-nas-escolas-grava-raps-de-estudantes-caxienses

Coordenadas pelo rapper Chiquinho Divilas, atividades foram realizadas em cinco escolas de Caxias do Sul

Estudantes de quatro escolas municipais e uma estadual participaram da quarta edição do Projeto Cultura Hip Hop Nas Escolas, do rapper Chiquinho Divilas. Nesta quarta-feira, foram lançadas novas gravações dos estudantes que participaram de mais uma etapa de atividades, concluindo em quatro escolas municipais e uma estadual. As músicas registram o universo dos estudantes, questões sociais e comportamentais, derivadas dos encontros presenciais e virtuais. O resultado desse projeto ganha virtual, no site onde será lançada os raps dos estudantes justamente no seu dia e numa data especial para a cena da Cultura Hip Hop.

As atividades dessa etapa do Cultura Hip Hop Nas Escolas definidas dia 29 de junho na Escola Machado de Assis e seguiram na Tancredo Neves, Senador Teotônio Vilela, Paulo Freire (municipal), e na Escola Estadual Cristóvão de Mendoza em formato híbrido. Com palestras sobre a Cultura Hip Hop, oficinas de rima, além das gravações das músicas, com versos criados pelos alunos, as atividades também incluíram algumas oficinas on-line, acompanhadas pelos professores, contabilizando como atividades pedagógicas, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular.

“Hoje, uma data especial para o Hip Hop, que lá em 1973 foi o berço para os elementos da Cultura Hip Hop, e também Dia dos Estudantes , entregamos para a sociedade e as mensagens e ideias dos estudantes através do Hip Hop. Nada melhor do que consolidar o Hip Hop dentro das escolas ”, disse o rapper Chiquinho Divilas em entrevista ao programa Café & amp; Cultura.
O lançamento das músicas neste 11 de agosto, aproxima o Dia do Estudante à uma data que é referência mundial da cena, quando, em 1973, o DJ Kool Herc realizou uma festa no Bronx que entraria para a história por reunir os quatro elementos da Cultura Hip Hop. A festa organizada por Kool Herc em parceria com sua irmã, Cindy Campbell, é considerada simbolicamente como um “data de nascimento” da Cultura Hip Hop.

Os temas dos raps dos estudantes caxienses falam de contextos contemporâneos e suas vivências, com versos como estes: “Cultura hip-hop e seus conceitos / Musica, desigualdade e preconceito / Desemprego, o rap fala a verdade / Na adolescência, Sexualidade / Falar, quebrar tabu / Somos estudantes de Caxias do Sul / Empreender e aprender na escola / Dando a letra, chegou a nossa hora / Chega de crime, chega de violência / Igualdade, equidade e consciência / Transporte público mais acessível / Questionar tudo isso é nosso compromisso … ”.

Nenhum site onde estas opções são conferidas, ainda outras janelas de conteúdos e informações. Usado também para interatividade, como recurso complementar das atividades de sala de aula, todas estão oficinas virtuais, um histórico do projeto e suas ações.

A proposta de Chiquinho Divilas para o Cultura Hip Hop Nas Escolas também integra sua pesquisa de doutorado desenvolvido Feevale, em Diversidade Cultural e Inclusão Social, onde ele também obteve o título de Mestre. O projeto Cultura Hip Hop nas Escolas também foi vencedor do Prêmio Brasil Criativo 2019 e do Prêmio Educação 2019, promovido pelo Sinpro RS.
O Cultura Hip Hop Nas Escolas é realizado com recursos da Lei Municipal de Incentivo à Cultura – LIC Municipal -, com apoio cultural da Fundação Marcopolo e Marcopolo, além de contar com uma parceria de Metadados, Sanmartin, Focco Sistema e Gestão, Neo Tecnologia, Kolosh e Pisani.
Link do Site: https://sites.google.com/view/hiphopescolas
Ouça a entrevista completa aqui.