Claquete: Minari

Lee Isaac Chung

A indicação de hoje é mais um tributo ao Oscar 2021 que tá logo aí, na pauta de hoje o drama americano / sulcoreano “Minari” do diretor Lee Isaac Chung .

Na sinopse: Uma família coreano-americana se muda para uma fazenda no Arkansas em busca de seu próprio sonho americano. Em meio aos desafios dessa nova vida, eles descobrem uma resiliência inegável da família e o que realmente faz um lar.

“Minari” é o representante na lista dos indicados ao melhor filme com mais cara de Oscar. O típico drama de questões sociais sociais que sofre muitos ensejos dos membros da Academia, tal como foi com “Parasita” de Bong Joon-ho . Mas esse arquétipo, só preenche o espectador de certeza de que uma película é sim de boa qualidade. “MInari” não é só um relato melodramático de uma família em busca do sonho americano, na verdade, é uma história envolvente de um conjunto de sentimentos puros que não perde a veracidade, dá quase para caracterizar como uma carta de amor à relação humana. Dos 8 concorrentes a melhor filme no Oscar , eu posso dizer com propriedade que o mais tocante foi esse. Por causa de um alinhamento muito suave da narrativa, “MInari” ganha em realidade e em credibilidade. As atuações impecáveis ​​de Steven Yeun que vive o protagonista Jacob e Han Ye-ri que vive Mônica deixam o arco dramático da trama mastigado, de fácil compreensão e saliente a ideia do roteiro de nos ajudar a acompanhar a vivência e como desafiar a família em um ambiente de deslocamento. Eu realmente gostei muito desta obra e consultelho que preciso de uma injeção de ânimo e uma tradução do significado verdadeiro de “família” busque dar aquela conferida no filme de Lee Isaac Chung, você vai querer ver de novo e provavelmente abraçar aqueles que ama.

intranet/userfiles/noticias/486213c31f22e991b58e3706281c1930.mp3