Claquete: Interestelar

claquete:-interestelar

Christopher Nolan

Hoje, vamos falar de uma das maiores obras primas do cinema, o longa de ficção científica dirigido por Christopher Nolan, “Interestelar”, quer saber por que ele é um filmão? Então olha só.  

Na trama, as reservas naturais da Terra estão chegando ao fim e um grupo de astronautas recebe a missão de verificar possíveis planetas para receberem a população mundial, possibilitando a continuação da espécie. Cooper, um astronauta aposentado, é chamado para liderar o grupo e aceita a missão sabendo que pode nunca mais ver os filhos. Ao lado de Brand, Jenkins e Doyle, ele seguirá em busca de um novo lar.

“Interestelar” é aquele tipo de filme que beira a perfeição. Eu, até hoje, desconheço um filme que tenha me deixado mais atônito em frente a tela do que essa película do sempre magistral Christopher Nolan, mas que não leva os méritos sozinho. Toda a equipe realmente merece os parabéns por entregar essa obra de arte do Sci-fi para que a gente possa apreciar e amar. Desde a trilha sonora de Hans Zimmer arrebentando todos os atos e deixando nossa experiência mais sensorial e emocional, como das atuações de deixar qualquer um embasbacado de Matthew McConaughey e Anne Hathaway, assim como resto do elenco cheio de grandes nomes como o veterano Michael Caine, Jessica Chastain e Matt Damon. A brilhante direção de arte e a montagem encaixadinha seguiram um roteiro cheio de física quântica e teoria da relatividade nos eixos, sem se atrapalhar ou deixar furos. As dobras no tempo, buracos negros e de minhoca podem embaralhar um pouco seu raciocínio, mas vai por mim, isso não corrompe a experiência cinemátográfica. Definitivamente eu poderia passar um dia inteiro rasgado elogios, cena por cena de “Interestelar” mas eu prefiro que você vejam o filme da mesma maneira que eu vi, completamente leigos mas abraçados pela trama complexa e redondinha de como o amor, na verdade, pode ser a resposta para todas as perguntas. Nos é entregue uma ficção científica bem embasada na física existente mas com aqueles picos emocionais que só uma equipe realmente muito talentosa conseguiria nos dar. Eu tiro o chapéu e muito para esse longa de 2014 e garanto, vale muito a pena a conferida.  

 

intranet/userfiles/noticias/742e4b09aefda465fbf3920bcdcdf953.mp3