Claquete: Fuja

claquete:-fuja

Aneesh Chaganty

Aqui começa o claquete de hoje trazendo uma baita dica pra você aficionado por cinema que quer acertar em cheio no filmão pra assistir. Pois hoje eu lhes apresento “Fuja” um suspense pé no chão com muita tensão dirigido por Aneesh Chaganty que pouco tempo atrás nos entregou o brilhante “Buscando” estrelado por John Cho. 

A trama acompanha Chloe, uma garota que, com diversos problemas de saúde inclusive paralisia. Apesar da rotina cheia de medicações e restrições, a jovem de 17 anos quer por que quer entrar para uma faculdade. Porém, depois desta decisão, sua mãe, Diane, começa a agir de uma maneira estranha fazendo a menina se questionar sobre a verdadeira índole de sua cuidadora. 

“Fuja” é leve na hora de chocar mas impactante nos rumos da trama. O ecossistema desenvolvido pelo diretor Aneesh Chaganty é sufocante e de apreensão. Com poucos minutos de filme você já sabe que ele se trata de um suspense bem conduzido em que certamente vai ter um grande envolvimento de sua parte. “Fuja” tem um primeiro ato destacada para o desenvolvimento das personagens, desde a protagonista Chloe e todas as suas limitações, interpretada por Kiera Allen, como também da face tenebrosa de Sarah Paulson dando vida a – bem entre aspas – “antagonista” Diane. A partir daí nós temos um mise en scène criado com muitas possibilidades a medida em que a trama avança com ainda mais agressividade para uma protagonista exaurida e angustiada com tamanha pressão psicológica de sua mãe. Kiera ganha espaço no elenco, sendo paralisada também na vida real, mas que no longa viveu a intensidade da personagem como ninguém, se sobressaindo até à veterana Sarah Paulson, méritos de uma atuação impecável. No quesito locação, o filme se passa grande parte no interior de uma casa pouco iluminada e com um contraste de cores do alegre pro triste no mesmo frame, é ai que nós assumimos a persona do espectador dentro de cena, conhecendo cada canto daquele cativeiro emocional no qual Chloe vive encarcerada. Depois disso vem o terceiro ato, que debulha o filme grão por grão para que a gente não perca nenhum detalhes das aterrorizantes revelações. Mas espera, eu não vou contar mais se não já configura spoiler. Agora você vai ter que assistir, por que, MEUS AMIGOS, é tensão demais em um enredo envolvente e impactante. Mas acho depois disso tudo você já percebeu que realmente vale a pena a conferida! 

intranet/userfiles/noticias/2b07b4d0ae2d58663643fff4a6b68430.mp3