Chama crioula é acesa no Palácio Piratini e marca início da Semana Farroupilha

chama-crioula-e-acesa-no-palacio-piratini-e-marca-inicio-da-semana-farroupilha

Símbolo da alma e união gaúcha, a chama crioula chegou ao Palácio Piratini na manhã desta terça-feira (14 / 9), oficializando o início da Semana Farroupilha em uma declaração marcada pela representatividade. A centelha entregue pelos cavalarianos, sentinelas da tradição desde 1947, foi recebida pelo governador Eduardo Leite e pela patrona dos Festejos Farroupilhas de 2021, uma declamadora Liliana Cardoso.

As celebrações deste ano vão enaltecer o bicentenário do nascimento de Anita Garibaldi e o cinquentenário do Dia da Consciência Negra e do Movimento Nativista.

A chama acesa no Piratini foi composta pela centelha do CTG Setembrina dos Farrapos, em Viamão, e pelo Fogo Simbólico da Pátria, que percorreu municípios gaúchos até 7 de setembro.

A tradição da chama crioula teve origem em 1947, quando os tradicionalistas Paixão Cortes, Cyro Ferreira e Fernando Vieira, retiraram uma centelha do fogo simbólico da pátria e acenderam do primeiro candeeiro crioulo , em Porto Alegre, representando a coragem, a união dos povos e o amor do gaúcho pela sua terra.

Secom RS