Audiência Pública aponta grafeno como possível caminho para o desenvolvimento do RS

audiencia-publica-aponta-grafeno-como-possivel-caminho-para-o-desenvolvimento-do-rs

Reunião virtual ocorrida nesta segunda-feira (9/8)

Audiência pública da Comissão de Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia, realizado nesta segunda-feira (9/8), apontou a utilização do grafeno como possível caminho para o desenvolvimento econômico e social do estado.

Na audiência, proposta pelo presidente da Comissão, deputado Carlos Búrigo (MDB), foi apresentada a UCS Graphene, a primeira e maior planta de produção de grafeno em escala industrial da América Latina. Conectada ao parque de ciência e tecnologia e inovação da Universidade de Caxias do Sul (UCS), uma unidade de ópera desde abril deste ano com capacidade de produção até 500 Kg / ano. A UCS Graphene resulta de 15 anos de pesquisa da universidade em nanomateriais.

O coordenador da UCS Graphene, Diego Piazza, afirmou que a partir do grafeno se vislumbra uma nova era de materiais e que seu uso é incomensurável. Ele se destacou que um UCS Graphene tem domínio da produção e hoje se conecta com as empresas nacionais e de países como Japão, Singapura, França e Portugal. Conforme Piazza, através deste trabalho, o estado tem condições de ser competitiva com qualquer outro lugar do mundo e se posiciona como referência nacional e internacional no setor.

O professor saliente também que a utilização do grafeno está em consonância com os 17 objetivos de desenvolvimento sustentáveis ​​(ODS) desenhado pela ONU, que compõe uma agenda mundial para a construção e implementação de políticas públicas que visam guiar a humanidade até 2030.

O reitor da UCS, Antônio Kuiava, relatou que o todo o projeto de produzir grafeno em escala industrial e o desenvolvimento de sua aplicação foi desenvolvido em parceria com empresas. “Nossa área de nanomateriais produziu tecnologia para produtos competitivos, e assim atrair novas empresas para a região.” Kuiava solicitou iniciativa para que o grafeno e outras tecnologias tenham legislação tributária específica.

O secretário estadual de Inovação, Ciência e Tecnologia, Luís Lamb disse que o trabalho com nanomateriais é essencial ao desenvolvimento do RS, transpassando o posicionamento econômico diferenciado para atingir melhores condições de vida para a população. Ele anunciou que nos próximos dias 30 dias publicados no INOVA RS contemplando essa área de materiais.

Grafeno

Material extraído do grafite natural, o grafeno é uma folha plana de átomos de carbono, dispostos em estrutura cristalina. Ele é o material mais leve, resistente e fino que existe, com elevada condutividade térmica e elétrica, sendo considerado pela comunidade científica dos maiores recursos da atualidade para aplicações em alta tecnologia, com potencial de incrementar inúmeros produtos presentes no cotidiano de milhões de pessoas . Pelas suas características distintas são conhecidos 45 campos industriais para aplicação, que passam por revestimentos avançados, materiais inteligentes, equipamentos de segurança, medicina regenerativa, metais, polímeros e cerâmicas.