Doações vindas da Itália beneficiário pessoas atendidas pelos projetos do Mão Amiga

doacoes-vindas-da-italia-beneficiario-pessoas-atendidas-pelos-projetos-do-mao-amiga

O contêiner com mais de 3,5 mil itens chegou a Caxias do Sul no último sábado. Carga aguarda aval da Receita Federal para ser distribuída.

As pessoas atendidas pelos projetos sociais da Associação Mão Amiga serão beneficiadas com doações vindas da Itália. Um contêiner com mais de 3,5 mil itens – entre peças de roupas, calçados e pequenos mobiliários – chegou a Caxias do Sul no último sábado 14). Agora, a carga está no Porto Seco aguardando o processo de liberação pela parte da Receita Federal.

Conforme explica a diretora da empresa caxiense Grow Over, especial em negócios internacionais, Milena Zuchetti, as doações podem ser importadas sem incidência de impostos. “Existe a viabilidade técnica de podermos receber doações. E essas doações passam, ao chegar pelo Brasil, por um regime tributário especial. Elas são pedidos que podem entrar, especificamente, com o objetivo de serem doadas e elas passam por um canal de uma análise da receita Federal diferenciada porque a gente pede que elas ocorram sem um imposto de nenhum imposto ”, explicou Milena que auxiliou de forma voluntária o Mão Amiga no processo de importação da carga.

As doações foram coletadas na Itália com o auxílio de religiosos como religiosos e empresários. A idealização do projeto Contêiner Solidário começou em janeiro e o embarque para o Brasil ocorreu em junho.

Ainda não há uma previsão de dados de quando os itens serão liberados para serem entregues às pessoas em situação de vulnerabilidade, mas, segundo o idealizador do projeto Mão Amiga, Frei Jaime Bettega, todo o processo será realizado com transparência . “Os usuários que estão conosco, as crianças, os moradores de rua, os idosos, nós vamos atender esse público. Eles têm que apresentar a carteira de identidade e receber que recebeu a doação, porque nós temos que prestar contas na Receita Federal. Então, é algo bem organizado e transparente ”.

Está previsto para setembro um ato simbólico para a entrega das doações. Outra novidade é que uma segunda edição do Contêiner Solidário está sendo estudada pelos responsáveis.