Demissões na Visate correspondem a cerca de 20% do total de funcionários

Nesta quarta-feira (7), 243 colaboradores foram desligados da empresa.
Ao ser informado que 243 funcionários seriam demitidos nesta semana, o Sindicato dos Rodoviários de Caxias do Sul foi informado pela Visate que, a princípio, novas demissões não devem ocorrer. O advogado do sindicato, João Batista Wolf de Oliveira, explicou que os desligamentos ocorreram com aviso prévio indenizado.

Segundo informações da entidade, o total de funcionários demitidos corresponde a cerca de 20% do quadro de colaboradores da empresa. Alguns estavam incluídos na lei de redução parcial de jornada de trabalho.

A Visate se manifestou somente por meio de nota:

“A VISATE informa, seguindo seus princípios de transparência e prestação de contas à comunidade caxiense, que devido a grande queda na demanda de usuários do transporte público de Caxias do Sul, ocorrida em virtude da pandemia do novo Coronavírus e decorridos seis meses desde o início do Estado de Emergência, o qual continuamos vivendo, infelizmente, precisamos desligar 243 funcionários do nosso quadro, visando ajustar a operação em relação a demanda. Essa redução é absolutamente necessária para a manutenção dos serviços à população, bem como para o reequilíbrio financeiro da empresa. Lamentamos profundamente a situação, mas, é preciso se adaptar para continuar atendendo a comunidade caxiense.”

(Ouça a entrevista na íntegra abaixo do título)

Nesta quarta-feira (7), 243 colaboradores foram desligados da empresa.

Ao ser informado que 243 funcionários seriam demitidos nesta semana, o Sindicato dos Rodoviários de Caxias do Sul foi informado pela Visate que, a princípio, novas demissões não devem ocorrer. O advogado do sindicato, João Batista Wolf de Oliveira, explicou que os desligamentos ocorreram com aviso prévio indenizado.

Segundo informações da entidade, o total de funcionários demitidos corresponde a cerca de 20% do quadro de colaboradores da empresa. Alguns estavam incluídos na lei de redução parcial de jornada de trabalho.

A Visate se manifestou somente por meio de nota:

A VISATE informa, seguindo seus princípios de transparência e prestação de contas à comunidade caxiense, que devido a grande queda na demanda de usuários do transporte público de Caxias do Sul, ocorrida em virtude da pandemia do novo Coronavírus e decorridos seis meses desde o início do Estado de Emergência, o qual continuamos vivendo, infelizmente, precisamos desligar 243 funcionários do nosso quadro, visando ajustar a operação em relação a demanda. Essa redução é absolutamente necessária para a manutenção dos serviços à população, bem como para o reequilíbrio financeiro da empresa. Lamentamos profundamente a situação, mas, é preciso se adaptar para continuar atendendo a comunidade caxiense.

(Ouça a entrevista na íntegra abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Professor de economia explica o que é o Pix, novo sistema do Banco Central

Professor de Economia da FSG, Gustavo Bertotti também faz um alerta para que os usuários redobrem a atenção para não caírem em golpes
Desde o início desta semana, usuários de todo o Brasil estão cadastrando suas chaves no Pix, novo sistema do Banco Central (BC) para pagamentos instantâneos, ou seja, transferências monetárias eletrônicas na qual a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorre em tempo real e cujo serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários.

O Pix estará disponível para a população brasileira a partir de novembro. Em entrevista o programa No Ponto desta quinta-feira (08), o professor de Economia do Centro Universitário da Serra gaúcha (FSG), Gustavo Bertotti, explicou e tirou algumas dúvidas sobre o novo sistema, além de fazer um alerta para que os usuários redobrem a atenção para não caírem em golpes.

Ouça AQUI a entrevista completa.

Professor de Economia da FSG, Gustavo Bertotti também faz um alerta para que os usuários redobrem a atenção para não caírem em golpes

Desde o início desta semana, usuários de todo o Brasil estão cadastrando suas chaves no Pix, novo sistema do Banco Central (BC) para pagamentos instantâneos, ou seja, transferências monetárias eletrônicas na qual a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorre em tempo real e cujo serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários.

O Pix estará disponível para a população brasileira a partir de novembro. Em entrevista o programa No Ponto desta quinta-feira (08), o professor de Economia do Centro Universitário da Serra gaúcha (FSG), Gustavo Bertotti, explicou e tirou algumas dúvidas sobre o novo sistema, além de fazer um alerta para que os usuários redobrem a atenção para não caírem em golpes.

Ouça AQUI a entrevista completa.

Link para notícia no site Tua Rádio

BRF reforça contratações de pessoas com deficiência

Esforços para promover a diversidade e a inclusão incluem seleções específicas nas unidades
Como parte de suas iniciativas para promover a diversidade e a inclusão, a BRF ampliou os esforços para contratar pessoas com deficiência. Além de oferecer vagas para a contratação de pessoas com deficiência em todas as unidades no Brasil por meio de um processo seletivo permanente, a companhia abre seleções exclusivas. É o que ocorre neste momento em Lajeado, no Rio Grande do Sul, onde a BRF abriu um processo seletivo com 200 vagas exclusivas para pessoas com deficiência.

A diretora de Gente Operações da BRF, Indiara Manfré, lembra que a contratação de pessoas com deficiência é uma rotina que coloca em prática os princípios da cultura BRF. “Acelerar a inclusão da pessoa com deficiência avança a estratégia da BRF, que tem pessoas como um dos princípios em sua cultura. Entendemos que diversidade enriquece. A BRF, como uma das maiores empregadoras do Brasil, tem o compromisso de ampliar as oportunidades para todos, para todas as diversidades, independentemente de cargos e de local”, ressalta.

Para participar do processo seletivo, os interessados devem se inscrever via meios digitais, através do Portal de Talentos da BR. É desejável que os interessados sejam moradores das cidades sede das unidades ou de municípios vizinhos e que tenham disponibilidade para início imediato. Pessoas com Ensino Fundamental incompleto podem se candidatar. Dentre os benefícios, a BRF oferece salário compatível com o mercado, vale alimentação, vale transporte, refeitório no local e vale compras no mercado BRF.

Os interessados devem se inscrever via brf.com/talentos na vaga Operador de Produção I e procurar a cidade de seu interesse. No processo de cadastramento, devem anexar o laudo médico com as referências sobre o tipo de deficiência. Os candidatos receberão instruções precisas sobre o processo seletivo e datas de ingresso. Em uma das etapas, o pré-selecionado será chamado pela Companhia para uma avaliação ergonômica. O objetivo do teste é verificar em qual área da unidade o colaborador poderá potencializar o seu desempenho, em caso de contratação.

Esforços para promover a diversidade e a inclusão incluem seleções específicas nas unidades

Como parte de suas iniciativas para promover a diversidade e a inclusão, a BRF ampliou os esforços para contratar pessoas com deficiência. Além de oferecer vagas para a contratação de pessoas com deficiência em todas as unidades no Brasil por meio de um processo seletivo permanente, a companhia abre seleções exclusivas. É o que ocorre neste momento em Lajeado, no Rio Grande do Sul, onde a BRF abriu um processo seletivo com 200 vagas exclusivas para pessoas com deficiência.

A diretora de Gente Operações da BRF, Indiara Manfré, lembra que a contratação de pessoas com deficiência é uma rotina que coloca em prática os princípios da cultura BRF. “Acelerar a inclusão da pessoa com deficiência avança a estratégia da BRF, que tem pessoas como um dos princípios em sua cultura. Entendemos que diversidade enriquece. A BRF, como uma das maiores empregadoras do Brasil, tem o compromisso de ampliar as oportunidades para todos, para todas as diversidades, independentemente de cargos e de local”, ressalta.

Para participar do processo seletivo, os interessados devem se inscrever via meios digitais, através do Portal de Talentos da BR. É desejável que os interessados sejam moradores das cidades sede das unidades ou de municípios vizinhos e que tenham disponibilidade para início imediato. Pessoas com Ensino Fundamental incompleto podem se candidatar. Dentre os benefícios, a BRF oferece salário compatível com o mercado, vale alimentação, vale transporte, refeitório no local e vale compras no mercado BRF.

Os interessados devem se inscrever via brf.com/talentos na vaga Operador de Produção I e procurar a cidade de seu interesse. No processo de cadastramento, devem anexar o laudo médico com as referências sobre o tipo de deficiência. Os candidatos receberão instruções precisas sobre o processo seletivo e datas de ingresso. Em uma das etapas, o pré-selecionado será chamado pela Companhia para uma avaliação ergonômica. O objetivo do teste é verificar em qual área da unidade o colaborador poderá potencializar o seu desempenho, em caso de contratação.

Link para notícia no site Tua Rádio