Plataformas digitais auxiliam no desenvolvimento de aulas no Colégio Gabriel Taborin

Este conteúdo está disponível, também, no áudio da matéria

As plataformas digitais estão sendo os principais meios de comunicação e relacionamentos durante o período de quarentena e isolamento. As redes podem ser utilizadas para conversas e aproximação de amigos e familiares que se encontram distantes neste momentos, mas também, podem ser meios de conhecimento. É através delas que muitas escolas e universidades estão dando sequência às aulas. No caso do Colégio Gabriel Taborin, conforme explica Janaína Betinelli, integrante da diretoria do colégio, duas plataformas estão sendo utilizadas neste período, o Google For Education e Sas Plataforma de Educação. 

Segundo ela, atividades são encaminhadas diariamente aos alunos, videoaulas também fazem parte deste formato e algumas chamadas online são realizadas para esclarecimento de dúvidas. Quanto a adaptação de alunos e professores, Janaína explica que foi necessário algum tempo para que os meios de comunicação passassem a fazer parte da rotina, mas que esse processo foi amenizado pelo fato de que o colégio já tinha contato com as plataformas anteriormente.  

Os professores também seguem suas atividades de casa utilizando de formas online para comunicação entre alunos, demais professores e pais. Após o retorno das aulas, a intenção é disponibilizar alguns dias para revisão de conteúdos e esclarecimento de dúvidas.

A entrevista com Janaína Betinelli está disponível no áudio da matéria. 

Link para notícia no site Tua Rádio

Colégio Fransciscano Cristo Rei utiliza meios alternativos de ensino

Confira a entrevista completa com Irmã Vera Coutinho no áudio da matéria

Assim como as escolas estaduais e municipais, as escolas particulares também passam  por uma recessão nas aulas presenciais. Este é o caso do Colégio Franciscano Cristo Rei, que a fim de proteger a saúde dos alunos, professores e funcionários no geral buscou novas formas para realizar aulas e atividades. 

De acordo com a diretora do colégio, Irmã Vera Coutinho, através de ferramentas digitais, os professores estão disponibilizando atividades para que os alunos possam fazer em casa. Irmã Vera conta que uma reestruturação dos conteúdos  foi necessária para que a direção e professores conseguissem chegar a uma forma de disponibilizar conhecimento aos alunos mesmo neste período. 

Em casa, os professores preparam e enviam suas aulas levando em consideração a faixa etária dos alunos. A Irmã conta que o apoio dos pais está sendo de grande importância neste processo, principalmente quando se tratam de críticas e sugestões relacionadas às aulas e conteúdos. A Irmã afirma que está sendo feito o possível para que os alunos não saiam prejudicados, ela explica que na volta das aulas presenciais, os conteúdos serão retomados e reforçados.

Confira a entrevista completa com Irmã Vera Coutinho no áudio da matéria.

Link para notícia no site Tua Rádio

Aluna do CESURG desenvolve trabalho sobre autismo utilizando a técnica de storyboard

Hoje, quinta-feira, 02/04, é lembrado o Dia Mundial do Autismo

Esta quinta-feira, 02/04, é o Dia Mundial do Autismo. A data foi criada pela Organização das Nações Unidas  – ONU, ainda em 2007, com o objetivo de difundir informações para a população sobre o autismo e assim reduzir a discriminação e o preconceito que cercam as pessoas afetadas por esta síndrome neuropsiquiátrica. Neste sentido, uma aluna no curso de pós-graduação em Práticas Emergentes de Aprendizagem, oferecido pela Faculdade CESURG Marau, com a coordenação da professora Rose Grochot Gayeski.

Jamile Pissolatto Fabonato, pedagoga que atua com crianças autistas no seu local de trabalho, a APAE de Marau, conta que juntamente com a professora Fernanda Aparecida da Silva, que ministra a disciplina de storyboard e storytelling, teve a ideia de realizar um trabalho sobre o autismo. “Durante uma aula, a professora propôs como tarefa a elaboração de um storyboard para colocar em prática o conteúdo aprendido, sendo que utilizei o meu local de trabalho como parâmetro” afirma Jamile. Ela ressalta ainda, que espera que esse material possa divulgar mais informações sobre o tema e tornar a data ainda mais reflexiva.

A coordenadora do curso, Rose Grochot Gayeski, destaca que a intensa expansão do uso social das tecnologias digitais de informação e comunicação por meio de diferentes dispositivos móveis, em diferentes espaços, tempos e contextos, gerou e continua gerando mudanças sociais, culturais, familiares e educacionais. “O modelo de ensino mais conhecido e praticado por quase todas instituições de ensino é aquele em que o aluno não é o protagonista do processo, tudo aponta para a necessidade das instituições de ensino e dos professores estarem atentos a essas mudanças para transformar as suas aulas em experiências de aprendizagem mais vivas”.

 Saiba mais sobre a ferramenta:

Storytelling é um termo em inglês. “story” significa história e “telling”, contar. Mais que uma mera narrativa, Storytelling é a arte de contar, desenvolver e adaptar histórias, utilizando elementos específicos como personagem, ambiente, conflito e uma mensagem, por meio de ferramentas disponíveis como voz, textos e música, precisando ter começo, meio e fim, baseado em técnicas inspiradas em roteiristas e escritores para transmitir uma mensagem de forma inesquecível. Em sala de aula, a ferramenta auxilia na transmissão do conteúdo de forma mais interessante, gerando uma comunicação mais próxima com o aluno, porque ele se envolve com as histórias e além disso, permite interdisciplinaridade.

O storyboard é um guia visual que traz as principais cenas de um determinado conceito de forma rápida e objetiva, ou seja, uma espécie de história em quadrinhos que retrata, na íntegra, o conteúdo de um material audiovisual. Ao ser usado em sala de aula estimula a criatividade, a confiança e a criticidade. É uma forma de apresentar o conteúdo de maneira visual, na qual o aluno pode visualizar toda a história que está sendo contada a partir desenhos, colagens, fotografias ou qualquer outra técnica visual. Permite ao aluno ser protagonista, pois ele pode narrar aquilo que está observando nas imagens e o professor será o mediador desse processo.

Em resumo, storytelling é a arte de contar histórias e storyboard representa uma forma de criar narrativas por meio de ilustrações. Mas, ambos envolvem os sentimentos e as emoções dos nossos estudantes, podendo fazer a diferença nos processos de ensino e aprendizagem no atual cenário educacional.

Fonte: Assessoria de Comunicação/Cesurg

Link para notícia no site Tua Rádio

“Aguardamos a posição do Conselho Nacional de Educação”, diz titular da pasta sobre recuperação do ano letivo na rede municipal

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, Flávia Vergani comentou o planejamento após prorrogação do prazo de volta ás aulas no RS

A prorrogação da suspensão das aulas em toda rede de ensino no Rio Grande do Sul, oficializada nesta quarta-feira (1º/04), reflete no planejamento das escolas municipais de Caxias do Sul. Cerca de 40 mil estudantes de 81 instituições serão afetados com a medida tomada em razão do avanço do novo coronavírus (Covid-19) no estado.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a secretária municipal da Educação (Smed), Flávia Vergani, explica como lidaram com a notícia dada pelo governador Eduardo Leite (PSBD) ao final da tarde dessa terça-feira (31/03).

“Realizamos uma reunião com a equipe da secretaria. Temos um comitê de crise da educação, com várias instituições ligadas ao tema, como o Sindicato das Instituições de Educação Infantil Particulares de Caxias do Sul (SINPRÉ), para darmos um retorno juntos. Seguiremos a recomendação do governador, agora, claro, pensar de que forma e como seguir essa orientação, pois temos toda uma organização de planejamento financeiro. Veremos como vamos dar conta dessa demanda.”

 

A titular da pasta ainda falou como está o plano para que os alunos não percam o ano letivo.

“Temos feito um exercício diariamente para ver a situação. No momento, estamos aguardando a posição do Conselho Nacional de Educação (CNE), com orientações mais precisas. Sabemos que tem algumas redes [de ensino] que trabalham com ensino a distância, do outro lado, tem um *projeto de lei para flexibilizar os dias letivos e trabalhar com mais horas aulas*. Estamos fazendo todos esses estudos com a equipe técnica e mais o comitê de crise.”, conta.

 

*proposta da deputada Maria do Rosário (PT) para descumprir a exigência de 200 dias de aula que constam no calendário escolar. A situação também é estudada pelo Governo Federal, que pode acatar por meio de uma Medida Provisória (MP)*

Link para notícia no site Tua Rádio

Merenda escolar será distribuída a famílias em situação de vulnerabilidade social

A entrega dos alimentos será feita em casa, não sendo necessário o deslocamento das famílias

Projeto de Lei aprovado pelo Senado prevê a distribuição de alimentos da merenda escolar às famílias dos estudantes que tiveram suspensas as aulas na rede pública após a epidemia do coronavírus.

De acordo com o projeto, o dinheiro do Programa Nacional de Alimentação Escolar continuará a ser repassado pela União a estados e municípios para a compra de merenda escolar. Como as escolas públicas estão fechadas por causa da pandemia, os alimentos deverão ser distribuídos aos pais ou aos responsáveis pelos estudantes matriculados nessas escolas, conforme informações divulgadas pelo Senado Federal. 

Depois de se reunir com a secretária de Educação, Simone Costenaro, o prefeito Iura Kurtz, confirmou que, tão logo o projeto passar pela sanção presidencial, os alimentos serão distribuídos aos alunos da rede municipal de ensino.

Em contato com nossa reportagem, a secretária explicou que equipes serão designadas à conferência dos estoques de alimentos perecíveis para, posteriormente, selecioná-los em kits a serem levados às residências dos alunos, cujas famílias estão enquadradas nos critérios adotados pela legislação.

A lista de pessoas beneficiadas será emitida pela Secretaria de Desenvolvimento Social de Marau e reúne famílias com renda per capita de R$ 89,00 e até R$ 179,00 por família. “A lei nos orienta à distribuição dos alimentos oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar para os estudantes de baixa renda e que se encontram em vulnerabilidade social”, destaca Simone Costenaro. A secretária reitera que as famílias não devem ir até à escola ou qualquer outro local. A entrega ocorrerá no domicílio. Ouça a íntegra da entrevista no player de áudio.

Inicialmente, cada família vai receber um kit de alimentos para serem preparados em casa. A previsão é de que as aulas possam ser retomadas no mês de abril, mas, como reforça a secretária, a situação é diariamente reavaliada.  

Link para notícia no site Tua Rádio

Pasta da Educação cria canal para comunidade escolar falar das dificuldades do isolamento social em Caxias

Em entrevista ao programa Em Alta, a secretária Flávia Vergani contou que psicólogos e assistentes sociais atenderão a demanda de pais e estudantes

A Secretaria Municipal da Educação (SMS) colocou a disposição, a partir desta terça-feira (31/03), sua equipe do Psicossocial para atender a comunidade escolar. Em meio à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), psicólogos e assistentes sociais abordarão temas referentes às dificuldades enfrentadas pelos estudantes devido ao isolamento social. A pasta prestará o serviço por meio do e-mail [email protected]

Em entrevista ao programa Em Alta, a titular da pasta, Flávia Vergani, detalhou como surgiu a ideia. “Como mudou todo o cotidiano com o coronavírus, a convivência está mais intensa, mas, de certa forma, existe um distanciamento e o emocional fica muito abalado. Quando voltarmos, será muito diferente, porque o mundo não será como antes. Por isso, vamos fazer um atendimento nas questões de angústia, por meio de uma troca de ideia e conversas.”

Ela explica que, em casos considerados emergenciais, será feito um acompanhamento mais adequado. “Se os técnicos entenderem que a situação exige um cuidado maior, o encaminhamento será por meio de telefone e com orientação para procurar ajuda médica.”

A secretária ainda contou quais as maiores demandas. “Está naquela dúvida se [os estudantes] ficarão mais dias [em casa], pois o governador [Eduardo Leite] anunciou que as aulas seguem suspensas até o dia 30 de abril. No momento, chegou procura de pessoas sentindo palpitações, um frio nervoso, os profissionais dizem que isso se refere a ansiedade, com o medo de contrair o vírus. Mas, o canal será para uma palavra de cuidado, de carinho e de acolhimento.”

CLIQUE AQUI e confira a entrevista concedida aos repórteres Rodrigo Fischer e Fernando Levinski.

Link para notícia no site Tua Rádio

Governo do RS prorroga suspensão de aulas até 30 de abril

As aulas foram interrompidas gradativamente desde 19 de março devido à pandemia do coronavírus

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite anunciou, em transmissão nas redes sociais, na tarde desta terça-feira (31), a prorrogação da suspensão das aulas em escolas da rede estadual, em universidades e em instituições de ensino públicas e privadas até o dia 30 de abril. As aulas foram interrompidas gradativamente desde 19 de março.

“Não vemos, neste momento, a possibilidade de, durante o mês de abril, regredirmos as regras de restrição de contato. Assim, com essa nova orientação, as famílias podem se organizar”, disse o governador. Ouça AQUI

Inicialmente, as aulas da rede pública estadual haviam sido suspensas até o dia 2 de abril. Universidades e instituições de ensino haviam definido, também, datas para o retorno, mas, agora, com o novo decreto, todas as aulas em todas as instituições de ensino no Estado ficam suspensas.

A determinação será publicada nesta quarta-feira (1°/04) no Diário Oficial do Estado.

Link para notícia no site Tua Rádio

Faculdade Cesurg realiza aulas em formato EAD

As aulas presenciais estão suspensas até o dia 18/04

O Ensino a Distância é a nova realidade momentânea das universidades e faculdades presenciais. Após o avanço no número de casos do novo coronavírus as instituições aderiram a medidas preventivas que ajudam a proteger a saúde dos alunos, professores e funcionários, o que implica, principalmente,  em evitar aglomerações de pessoas. Desta forma, a Faculdade Cesurg de Marau tem as aulas presenciais suspensas até o dia, 18/04, e adotou o método online.

De acordo com o diretor da instituição, Leandro Paludo, ferramentas como o Google Classroom, estão sendo utilizadas para que os alunos recebam materiais e realizem videoconferências com colegas e professores. Segundo ele, este formato de aulas permite que os alunos mantenham os espaços de discussão, atividades e interação que contribuem muito para o aprendizado. 

Adiados: 

Alguns cursos previstos para início nos meses de março e abril precisaram ser adiados. É o caso do Master em Investimentos, do CREO Parametric 6.0 e do Mestre Cervejeiro para Iniciantes. 

O atendimento ao público está sendo realizado através do site cesurgmarua.com e whatsapp 9 9700-9394.

Confira a entrevista completa com Leandro Paludo no áudio da matéria.

Link para notícia no site Tua Rádio

Alunos e professores da FABE realizam aulas através de meios digitais

A instituição mantém as aulas suspensas até o dia 18 de abril

A Faculdade da Associação Brasiliense de Educação, a FABE, está com as aulas presenciais suspensas até o dia, 18/04, a medida foi estabelecida em razão do novo coronavírus e tem o objetivo de assegurar a saúde de docentes, acadêmicos e colaboradores.  Para que o desempenho dos alunos não seja prejudicado a instituição aderiu a meios alternativos de comunicação e realização de aulas. 

Como explica o vice-diretor da faculdade, Leonardo Decesaro, desde o dia, 17/03, o Ministério da Educação autorizou que as Instituições de Ensino Superior, que realizam aulas de forma presencial, aderissem a um meio de Educação a Distância (EAD). Desta forma, a FABE passou a utilizar de ferramentas como Google For Education e Hougant para a realização de videoconferência, vídeo aulas e disponibilização de materiais, utilizando desses meios, os alunos e professores podem realizar aulas e atividades de suas próprias casas no mesmo período em que estariam em sala de aula. Leonardo ainda explica que o conteúdo programático do semestre deve ser cumprido, pois, será validado pelo Ministério da Educação. 

Curso de Extensão 

O Curso de Extensão de Direito Eleitoral e Processo Eleitoral Aplicado, que está previsto para acontecer na próxima semana, também passou por alterações e  será realizado de forma virtual. Segundo Leonardo, todos que realizaram a inscrição serão orientados e avisados sobre qualquer alteração. 

O atendimento ao público e Centro Empresarial está sendo feito através de email www.fabemarau.edu.br e pelo WhatsApp (54) 9 8439 1019.

A entrevista completa com  Leonardo Decesaro está disponível no áudio da matéria.

Link para notícia no site Tua Rádio

Confira como acessar as atividades pedagógicas disponibilizadas pela Smed

As atividades não são obrigatórias, mas, visam contribuir com o aprendizado das crianças e adolescentes no período de quarentena

As atividades educativas selecionadas pela equipe pedagógica da Secretaria Municipal da Educação (Smed) de Caxias do Sul já estão disponíveis. Você pode acessar as atividades pelo Portal da Educação no link: https://educacao.caxias.rs.gov.br/passatempos-para-a-quarentena. As sugestões contemplam desde a Educação Infantil até o Ensino de Jovens e Adultos (EJA), bem como a Educação Especial.

O objetivo é oportunizar meios que contribuam com a aprendizagem das crianças e adolescentes neste período de distanciamento social. As atividades não são obrigatórias e não substituem as aulas presencias, mas complementam o estudo de uma maneira lúdica, incentivando que os estudantes utilizem o seu tempo em casa  com passatempos educativos.  

Link para notícia no site Tua Rádio

Coronavírus: Smed propõe atividades à distância para alunos da rede municipal de ensino

As atividades estarão disponíveis a partir desta quinta-feira (25)

Desde a última quinta-feira (19) as escolas da rede municipal de ensino de Caxias do Sul, incluindo as Escolas de Educação Infantil, estão com as aulas suspensas por conta da pandemia do novo coronavírus. A previsão inicial é de que as atividades possam ser retomadas a partir de 06 de abril, porém o prazo poderá ser prorrogado devido ao avanço do vírus.

Dessa forma, para tentar manter um vínculo com os estudantes e propor atividades pedagógicas nesse período de quarentena, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) vai disponibilizar, a partir desta quinta-feira (25), algumas sugestões de tarefas e exercícios para serem feitos em casa. Segundo a secretária municipal da Educação, Flávia Vergani, a intenção é proporcionar alternativas para contribuir com a aprendizagem das crianças e dos estudantes, de uma maneira lúdica e espontânea, com materiais desenvolvidos pelos profissionais da área.

As atividades não terão caráter obrigatório, mas, segundo a secretária, o Conselho Municipal de Educação está reunido para estudar a possibilidade de validar algumas horas-aula a partir dessa iniciativa. Os materiais e orientações estarão disponíveis nos canais oficiais da Smed e também no site da Prefeitura de Caxias do Sul.

Ouça a entrevista completa com a secretária da Educação, Flávia Vergani AQUI.

Link para notícia no site Tua Rádio

Cesurg Marau adia eventos marcados para março e abril

As orientações seguem por tempo indeterminado

Diante da disseminação do Coronavírus (COVID -19) no país, a Faculdade CESURG Marau decidiu por adiar alguns cursos que seriam realizados nos meses de março e abril. Os cursos Master em Investimentos e CREO Parametric 6.0, que teriam início nos dias 16 e 21 de março respectivamente, foram adiados por tempo indeterminado. Além disso, o curso Mestre Cervejeiro para Iniciantes que aconteceria no dia 04 de abril, também foi adiado sem a previsão de nova data. Ainda, foi decidido pelo adiamento da Colação de Grau da turma de Ciências Contábeis 2019/02, que seria realizada na Casa de Cultura de Marau. Sendo assim, será realizada a formatura de Gabinete nas mediações da Faculdade CESURG Marau, no dia 28 de março. Todas as medidas tomadas, seguem as orientações dos órgãos responsáveis, evitando assim, aglomeração de pessoas e a propagação do vírus.

Link para notícia no site Tua Rádio

MEC prorroga período das listas de espera do Prouni e do Fies

Ministério mudou o cronograma para que estudantes não sejam prejudicados por conta da pandemia do novo coronavírus

Como medida para minimizar os prejuízos da pandemia do coronavírus, o Ministério da Educação (MEC) prorrogou por tempo indeterminado o período das listas de espera do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). As mudanças foram publicadas na edição desta quarta-feira, 18/03, do Diário Oficial da União (DOU).

ProUni – A lista de espera é mais uma oportunidade para candidatos que não foram pré-selecionados na primeira e segunda chamadas conseguirem uma bolsa pelo programa. Os estudantes são classificados por curso e turno, seguindo as notas obtidas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2019. O ProUni é o programa que oferece bolsas integrais e parciais em instituições particulares de educação superior. A oferta de 252.534 bolsas neste ano é recorde para um primeiro semestre. O sistema registrou mais de 1,5 milhão de inscrições. De acordo com o edital publicado , “os estudantes que manifestaram interesse em participar da lista de espera não têm prazo final para entregar a documentação na instituição. Haverá tempo para que eles estreguem a documentação assim que as atividades acadêmicas retornarem à normalidade”. O edital também estabelece prazo indeterminado para que as instituições lancem os resultados de aprovação ou reprovação no sistema do ProUni.

Fies – Também foi publicado hoje edital que prorroga a convocação da lista de espera por tempo indeterminado. Com isso, os estudantes terão prorrogados os prazos de cada etapa para a concretização do financiamento. Os estudantes pré-selecionados na lista de espera do Fies devem complementar seus dados na página do programa na internet. As informações prestadas no portal devem ser validadas junto à Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de ensino na qual o candidato fará o curso. Podem ser solicitados mais documentos ou, em caso de tudo estar correto, o candidato recebe o Documento de Regularidade de Inscrição (DRI), que serve para formalizar a contratação do financiamento. Assim que o DRI for emitido, o candidato tem de ir à agência da Caixa Econômica Federal escolhida na hora da inscrição para formalização do contrato de financiamento. Para que nenhum estudante seja prejudicado por eventual fechamento da instituição de ensino, ou da agência bancária, o período dessas etapas será prorrogado por tempo indeterminado.
 

Link para notícia no site Tua Rádio

Seduc estabelece plano de ação para as escolas estaduais durante o período de suspensão das aulas

As aulas foram suspensas por um período de 15 dias

A Secretaria da Educação (Seduc) estabeleceu, nesta terça-feira, 17/03, as ações a serem adotadas por profissionais da área durante o período de suspensão das aulas presenciais na Rede Pública Estadual. As aulas foram suspensas por um período de 15 dias, conforme Decreto do governo do Estado, a contar desta quinta-feira, 19/03, para conter a disseminação do coronavírus no Rio Grande do Sul.

Entre as principais medidas do plano de ações estão as seguintes:

• Manutenção das atividades docentes através do teletrabalho;
• Permanência dos serviços administrativos inerentes à atividade da gestão escolar;
• Disponibilização da merenda;
• Elaboração das chamadas aulas programadas até o dia 2 de abril, no qual o desenvolvimento pedagógico dos estudantes deve ocorrer à distância, contando como carga horária;
• O prosseguimento das formações continuadas dos professores através de curso on-line no portal da Secretaria da Educação.

Foram liberados, ainda, R$ 2 milhões, via autonomia financeira, para que as escolas estaduais reforcem a aquisição de materiais de limpeza e higiene pessoal, como álcool gel e sabonete líquido.

“Estamos diante de um momento que exige a colaboração de todos para o controle da pandemia. Por meio das orientações repassadas às escolas e coordenadorias, queremos oferecer todo o suporte necessário durante o período de suspensão das aulas. Estaremos diariamente em contato com os servidores da rede estadual de Educação até que esta adversidade esteja superada”, afirma o secretário da Educação, Faisal Karam.

Manutenção dos serviços da Seduc

O atendimento da Seduc, das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs) e das equipes diretivas das escolas irão funcionar no horário normal em regime de revezamento dos servidores.

Aulas programadas

As aulas programadas são atividades escolares, presenciais ou não, previamente elaboradas com base em objetos de conhecimentos já abordados em sala, compreendendo um conjunto de aulas a serem cumpridas pelos estudantes e seus respectivos professores. A entrega das atividades dos alunos será feita a partir do dia 3 de abril.

Formação de professores

Durante o período da interrupção das aulas, os professores receberão o material de estudo da formação continuada pelas Coordenadorias Regionais de Educação (CREs). Os educadores deverão participar de um curso por meio do Portal da Secretaria da Educação a partir de 20 de março.

A participação no curso on-line é atividade obrigatória para todos os docentes. A partir desses estudos, os profissionais participarão das discussões e da elaboração do currículo referência da Rede Estadual de Ensino do Rio Grande do Sul, de acordo com a proposta apresentada na formação continuada ocorrida em Porto Alegre nos dias 10 e 11 de março.

Texto: Dego da Costa/Ascom Seduc
Edição: Marcelo Flach/Secom

Link para notícia no site Tua Rádio

Titular da 4ª CRE afirma que Escola Estadual São Caetano não está sem merenda

Assunto foi abordado na sessão da Câmara de Vereadores desta terça-feira (10).

A vereadora Denise Pessôa (PT), durante a sessão da Câmara de Vereadores, desta terça-feira (10), afirmou que algumas escolas estaduais de Caxias do Sul, sob responsabilidade da 4ª Coordenadoria Regional de Educação (4ª CRE), estariam sem merenda para os alunos. Sobre o assunto, e abordado na sessão, uma imagem circula nas redes sociais, pedindo que os alunos da Escola Estadual de Ensino São Caetano comecem a levar merenda a partir desta quarta (11).

Procurada pela reportagem da Tua Rádio São Francisco, a coordenadora da 4ª CRE, Viviani Devalle, afirma que em nenhum momento a Escola São Caetano ficou sem merenda. É um hábito, ao final de cada ano, que as escolas façam um estoque de alimentos. Segundo Viviani, isso ocorre, pois, com o fechamento do ano fiscal do Estado, pode ocorrer atraso no repasse de recursos.

Sobre o bilhete na São Caetano, a coordenadora disse que conversou com a diretora. A explicação foi que a responsável pela escola quis se precaver com a possibilidade de ficar sem merenda. Entretanto, em contato com a Secretaria Estadual de Educação (Seduc), foi garantido que até o final desta semana serão efetuados os repasses para as escolas.

A Escola Estadual de Ensino Médio São Caetano, localizada no bairro Bom Pastor, possui cerca de 400 alunos.

(Ouça a matéria abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Período para cadastro e recadastro da ASSUMA é prorrogado

Acadêmicos que ainda não encaminharam a confecção da carteirinha tem a até o dia 11/03

Os acadêmicos que ainda não realizaram o cadastro e recadastro na Associação dos Universitários Marauense têm até o dia 11/03 para ficar em dia com a ASSUMA e garantir o transporte gratuito. Como explica Celso da Silva do Departamento de Transporte da Prefeitura Municipal, os alunos que não estiverem portando a carteirinha e um documento com foto, não poderão utilizar o transporte. 

Outro alerta que Celso faz é para aqueles alunos que irão precisar do transporte somente nos próximos meses. É necessário que estes estudantes façam o pré-cadastro neste mesmo período para evitar maiores transtornos mais tarde.  O atendimento nos dias 09 e 10 de março será realizado pela manhã das 8h15 às 11h45 e pela tarde 13h30 às 18h. Na quarta – feira, 11/03, o horário de atendimento será estendido encerrando às 21h.

Para o cadastro, os documentos solicitados são: cópia do comprovante de residência, cópia do comprovante de matrícula, cópia da Carteira de Identidade (RG) e CPF, uma foto 3×4 e uma cópia da carteira de vacinação. Para recadastro é necessário uma cópia do comprovante de matrícula e uma cópia da carteira da vacinação. Para realizar o cadastro existem duas opções: online através do site assuma.com.br, ou de forma  presencial.

Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 3342-5593 ou 3342 – 3139.

Link para notícia no site Tua Rádio

Onze escolas estaduais de Caxias do Sul registram falta de educadores, segundo CPERS

No Rio Grande do Sul, as instituições apontam que carecem de 343 professores

O CPERS/Sindicato divulgou, nesta semana, o Levantamento de Necessidades das Escolas Estaduais, que ouviu 227 instituições espalhadas pelo Rio Grande do Sul. O número representa menos de 10% do total da rede de ensino. De acordo com o primeiro balanço, faltam 871 educadores nos locais pesquisados.

Os dados apontam que a maioria dos ausentes é professores (343), seguido por funcionários (338) e especialistas (190). Em entrevista ao programa No Ponto, da Tua Rádio São Francisco, a 1ª vice-presidente da entidade, Solange da Silva Carvalho, detalhou a situação de Caxias do Sul até o momento. De 11 instituições que participaram do levantamento, foi relatado que faltam 49 educadores. Ela ainda explica como a pesquisa é feita. “Nós temos uma mídia muito atuante, colocamos a disposição um link para que o pessoal [professores e diretores] colocasse o quanto estão faltando. Por exemplo, na região de Caxias do Sul, responderam, até o momento, 11 escolas, destas faltam 49 educadores, sendo 21 professores, 12 funcionários e 16 especialistas. E a gente tem problemas em outras escolas, como na [Cavalheiro] Aristides Germani, na Renato Del Mese e na São Rafael, em Flores da Cunha, onde tem a maior falta de professores. ”

No estado, o questionário ainda registra que mais de 100 escolas estão com as bibliotecas fechadas, 76 sem laboratório de informática operacional e 89 com estruturas precárias e obras em aberto. Em Caxias, a situação chega a quatro bibliotecas sem funcionamento e duas escolas sem laboratório. Solange conta que recebeu a denúncia de um aluno do Cristóvão de Mendoza sobre a falta de professores em sala de aula. “Recebemos a denúncia de um aluno do Cristóvão de Mendoza, que relatou que disseram que, na sexta-feira, os estudantes não precisariam ir para a escola, porque faltam professores de Arte, Ensino Religioso, Língua Inglesa, Língua Espanhola, Sociologia e Filosofia. O quadro é muito grave. ”

Ela explica que para resolver essa demanda de professores é necessária a realização de concursos públicos e não o fechamento de turmas, como faz o Governo do Estado.

“O fato de não ter professores é muito grave, o que o governo mostra, através de seus projetos, é fechar e juntar turmas ao invés de fazer um concurso público, já que é necessário. Aliás, na votação do pacote, a administração [do governador Eduardo Leite] falou para sociedade que iria fazer um concurso e que, após a votação [da reforma administrativa], colocaria o salário em dia, o que não está ocorrendo. É importante esse chamamento de professores para suprir as demandas das escolas de várias regiões do estado. ”

No ano passado, a 1ª edição do levantamento envolveu 380 escolas gaúchas e apontou a falta de mais de 1.500 educadores.

Link para notícia no site Tua Rádio

Projeto Tô Ligado! Conectando Trajetórias vai beneficiar 12 escolas de Caxias

Iniciativa faz parte do programa RS Seguro, de autoria do Governo do Estado.

Indo além da redução imediata nos índices de criminalidade, o RS Seguro possui ações em outras áreas, com o objetivo de proporcionar números positivos nos próximos anos. Entre elas está o Tô Ligado! Conectando Trajetórias, de autoria da Secretaria do Trabalho e Assistência Social do Estado.

A ação, que será capitaneada pela Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS), em Caxias do Sul contará com uma série de apoiadores. Inicialmente, 12 escolas serão beneficiadas com medidas para combater o abandono e a evasão escolar.

Entre as propostas, estão oficinas que auxiliem na capacitação para o mercado de trabalho. O coordenador da Agência do Sine em Caxias do Sul, Maurício Adamatti, explica que as escolas foram escolhidas baseadas em áreas de vulnerabilidade social.

Outras escolas ainda poderão ser incluídas no programa em Caxias. Nos próximos dias, os parceiros do programa deverão se reunir para tratar das primeiras medidas.

Confira a lista das escolas beneficiadas em Caxias:

Escola Estadual de Ensino Médio Professora Ivonne Lucia Triches dos Reis
EEEM Alexandre Zattera
EEEM Melvin Jones
EEEM Maria Araci Trindade Rojas
EEEM Professor Clauri Alves Flores
Escola Municipal de Ensino Fundamental Dolaimes Stedile Angeli
EMEF Paulo Freire
EMEF Guerino Zugno
EMEF Machado de Assis
EMEF Presidente Tancredo de Almeida Neves
EMEF Ruben Bento Alves
EMEF Angelina Sassi Comandulli

(Ouça a matéria abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Secretaria de Educação desenvolve projeto para atender crianças em situação de vulnerabilidade

Tô Conectado será colocado em prática com o apoio de entidades de Caxias.

A medida que será desenvolvida em Caxias do Sul integra o programa estadual RS Seguro, da Secretaria de Segurança Pública (SSP). A intenção é levar para escolas municipais medidas que combatam a evasão e a repetência escolar.

O Tô Conectado será desenvolvido por instituições parceiras. A Secretaria Municipal de Educação (Smed) esteve reunida com a Associação Mão Amiga e o Instituto Elisabetha Randon para conversar sobre a ideia.

A secretária de Educação de Caxias, Flávia Vergani, explica que a ideia ainda está em desenvolvimento. Entretanto, garante que a intenção é colocar a proposta em prática assim que possível.

Por ainda estar em desenvolvimento, a secretária explica que ainda não foram definidas as escolas que serão beneficiadas. Porém, já sabe que o Tô Conectado contará com apoio de psicopedagogos, fonoaudiólogos e professores alfabetizadores, entre outros. Além disso, a FGTAS/Sine deverá realizar palestras nas escolas participantes, para abordar temas relacionados à cidadania e mercado de trabalho.

(Ouça a matéria abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Vitória, Lili e Andressa formam a corte soberana da 5ª Expo Gentil

Rainha e princesas se preparam para recepcionar os visitantes da feira, que será realizada de 13 a 15 de março, no Ginásio Poliesportivo de Gentil

É tradição em Gentil ter o nome da cidade representado pela força feminina. Através do trio soberano, o município se apresenta e ganha cada vez mais respaldo, como um dos pequenos lugares do Rio Grande do Sul que prospera e se desenvolve, por meio do trabalho de uma população batalhadora e determinada.

Eleitas em 2019, a rainha, Vitória Kunz Picoli, e as princesas, Elisandra Sachetti (Lili) e Andressa Calota, estão engajadas com ainda mais dedicação, nestes meses que antecedem a 5ª Expo Gentil.  Além de uma série de visitas, as soberanas se preparam para recepcionar os visitantes da feira, que será realizada de 13 a 15 de março, no Ginásio Poliesportivo de Gentil.

A rainha, Vitória Kunz Picoli, é filha do motorista Gilson Adriano Picoli e da agente comunitária de saúde Janaina Kunz Picoli. A cozinheira, de 20 anos, é aluna do quinto nível do curso de Enfermagem da Faculdade Anhanguera de Passo Fundo. Vitória nasceu em Gentil e concorreu ao título por acreditar na possibilidade de colaborar com a história do município.

A princesa Elisandra Sachetti é mais conhecida por Lili. Aos 21 anos, a maquiadora e micropigmentadora é estudante da faculdade de Educação Física da Universidade de Passo Fundo. Filha do aposentado Antoninho Silvestri e da cabeleireira Rosicler Sachetti, mora em Gentil desde os dois anos. Tem dois irmãos, Tiago e Tagly.

A princesa Andressa Calota é servidora pública. Aos 22 anos, a estudante divide o tempo entre o trabalho e os cursos de Engenharia Civil do Cesurg e de Gastronomia pela Universidade Cruzeiro do Sul Virtual. Ela é filha da empregada doméstica Elizabete Maria Dametto Calota e do pedreiro Ivanir Calota. Tem um irmão, Diego. A família se mudou para Gentil desde que Andressa tinha cinco anos de idade.

Link para notícia no site Tua Rádio

VII Fórum Internacional de Educação será realizado no município de Marau

ADE Norte Gaúcho iniciou o trabalho de planejamento para o evento nesta semana

O município de Marau será, mais uma vez, sede do Fórum Internacional de Educação. Neste ano, em sua sétima edição, o fórum acontece nos dias 3,4 e 5 de agosto junto ao I fórum do ADE Norte Gaúcho. Nesta semana, os municípios membros do ADE- Arranjo de Desenvolvimento da Educação do Norte Gaúcho se reuniram para o início do planejamento do evento. 

O ADE é um modelo de trabalho que permite a união de um grupo de municípios, com proximidade geográfica e característica semelhantes, com intuito de troca de experiências e solução de problemas em comum, na área de educação.

Link para notícia no site Tua Rádio

Após início do ano letivo, mil crianças ainda estão sem vagas na rede municipal de ensino de Caxias do Sul

Secretaria da Educação pretende alocar os estudantes nas escolas nos próximos 15 dias

Com a retomada do ano letivo na rede municipal de ensino, mais de 33 mil alunos retornam às aulas na última quarta-feira (19), em Caxias do Sul. Porém esse número deveria ser maior, já que mil crianças, entre Educação Infantil e Ensino Fundamental, ainda estão sem vagas.

A informação foi confirmada pela secretária municipal da Educação, Flávia Vergani, durante entrevista no programa Conectando Esperança da Tua Rádio São Francisco, nesta quinta-feira (20). Flávia ainda destacou que a equipe da Secretaria está trabalhando para alocar esses estudantes nas escolas, nos próximos 15 dias: “Nós estamos tendo filas, sim, na Central de Vagas, está um momento bem difícil. Nós estamos com mil crianças sem designação de vagas. Mas, não estamos medindo esforços, estamos com uma equipe nessas últimas duas semanas pra poder atender a demanda e acreditamos que nós próximos 15 dias vamos conseguir acomodar esses estudantes”.

Durante a entrevista, a secretária ainda falou sobre a responsabilidade de toda a comunidade no que diz respeito à Educação. “A [Secretaria da] Educação sozinha não consegue fazer, nós precisamos do apoio de todos. E nós acreditamos que a educação não é apenas responsabilidade do poder público, dos professores, é uma responsabilidade de todos”.

A titular da pasta, que atua no magistério há trinta anos e que é professora universitária falou sobre o sentimento de ser educadora e de reencontrar os alunos: “Hoje encontro alunos bem sucedidos, felizes e que passaram por mim ou nas escolas em que trabalhei. E é muito bacana você encontrar crianças que começaram contigo, aos cinco ou seis anos de idade, e que hoje são adultos, adultos felizes, fazendo o bem”.

Atualmente a rede municipal de ensino de Caxias conta com 81 escolas e aproximadamente quatro mil professores.    

Link para notícia no site Tua Rádio

Aulas na rede estadual iniciam com mudanças nos horários e no sistema de avaliação

As aulas no Ensino Médio iniciarão às 07h15 e irão até às 12h15

A partir deste ano os alunos do Ensino Médio nas escolas da rede pública estadual de ensino terão 4 períodos de aula com duração de 60 minutos cada um. Assim as aulas iniciarão às 07h15 e se estenderão até às 12h15. Há mudanças também no método de avaliação que deixará de ser por pareceres para ser numérica. Com exceção da escola Conde Afonso Celso em Bom Jesus cuja média de aprovação é 7, as demais terão como média 6. A coordenadora regional de educação Cristina Boeira Fabris ressalta que essas alterações obedecem a uma determinação do Ministério da Educação, portanto, com validade para todo o País. As escolas que tem aulas a noite também terão que cumprior a carga horária de quatro disciplinas diárias, ou seja, quatro horas de aulas. Professora esclarece ainda que as avaliações serão trimestrais e numéricas.

Pelos menos 10 escolas estarão iniciando o Novo Ensino Médio para as turmas de primeiro ano. De acordo com a professora Susete Osmarini cada estabelecimento definiu os percursos formativos. Há inclusive uma carga horária específica para esta modalidade.

Susete deu o exemplo de um percurso formativo na escola padre Pacífico. Foram definidos dois temas: relações interpessoais e saúde. Em Ausentes forma escolhidos cidadania e sustentabilidade. No dia 05 de março deverá ocorrer uma formação para os professores que atuam no Novo Ensino Médio. A entrevista completa está no Podcast 

Link para notícia no site Tua Rádio

Educação em turno integral já é realidade em Vila Maria

A Escola Municipal de Educação Infantil Sementinha do Saber abriu as portas para mais de 40 crianças, na última segunda-feira, 10 de fevereiro, que são atendidas de forma integral. O turno integral era uma demanda da comunidade e também uma das metas do plano de governo da atual administração municipal.

Conforme a diretora da instituição, Cláudia Moccelin, as turmas do berçário, maternal e jardim passam por um período de adaptação nestes primeiros dias e “logo estarão frequentando a escola integralmente, acompanhadas por professoras e atendentes qualificadas”, informou. A agenda da equipe diretiva esteve bastante cheia nos últimos dias, quando foram realizadas reuniões de esclarecimento com os pais de cada turma.

O horário de funcionamento do bloco A da Emei, onde há oferta de turno integral, é das 07 às 18 horas. Na próxima semana, no dia 19 de fevereiro, iniciam-se as aulas também para alunos da pré-escola, atendidos no bloco B da Emei, no turno da tarde.

Link para notícia no site Tua Rádio

Iniciam as aulas do Projeto Crescendo no Campo, de Camargo

Sessenta alunos são atendidos em turno integral, com o desenvolvimento de atividades e oficinas voltadas ao desenvolvimento rural

Com cerca de três mil habitantes, Camargo tem 70% da sua fonte de renda oriunda da agricultura, e como forma de valorizar o meio rural, a Administração Municipal implantou o projeto “Crescendo no Campo: educação e convivência em tempo integral”, que integra duas políticas públicas, a Educação e a Assistência Social.

A atividade é desenvolvida na Escola Silva Jardim, localizada no Distrito do Paraíso, há 11 quilômetros da sede. Lá são atendidos 60 alunos, sendo 28 da cidade e 32 do interior. “São crianças aqui no distrito e das comunidades vizinhas Carrascal, Linha, Desvio Bonito, Tunas, Bela Vista e Pinhal Soledade”, complementa a diretora Simone Zanuzzo.

As aulas iniciaram na quarta-feira, 12 de fevereiro, e já no primeiro dia do ano letivo, o semblante das crianças comprova a felicidade em estar frequentando uma escola que oferece atividades envolvendo o campo, aliadas ao ensino. “Eles chegam de manhã, onde são desenvolvidas oficinas.

À tarde, eles têm aula normal, sendo que os professores vão ministrar conteúdos que vão de encontro com aquilo que eles aprenderam na atividade desenvolvida no turno inverso”, explica a coordenadora do projeto, Tassiana Bernardi.

Ao serem questionados se estão gostando do projeto, os alunos do 4º e ano do Ensino Fundamental, não pensaram duas vezes para responder. “Sim, está sendo muito legal”, entoou a turma de 15 estudantes. “Eu já ajudo os meus pais nos afazeres da lavoura”, disse um menino, ao ser complementado pela colega: “Eu auxilio a minha mãe”.

Desenvolvimento
Nas quartas e quintas-feiras pela manhã, os estudantes frequentarão oficinas de Talian, Música, Recreação e Capoeira. Os encontros serão ministrados por oficineiros com experiências em suas áreas . Nos demais dias, pela manhã, as orientadoras sociais serão as responsáveis pelas turmas. Nos encontros serão desenvolvidas atividades em sala de aula e na área externa, com plantio, colheita e alimentação de animais, entre outras.

Animais
Na quarta-feira, 12/02, dois coelhinhos chegaram na escola. Eles ficarão no viveiro construído pelos pais no período de férias. No local, serão abrigados galos, galinhas, garnizés, ganços, codornas e patos. “As aves serão doadas por pais ou familiares dos alunos e a cada dia chegará uma aqui na escola, para ter essa adaptação e este contato”, enfatiza Simone. Os alunos já batizaram os coelhos. Agora eles se chamam “Pintadinho e Pintadinha”. O olhar atento, o cuidado e o carinho, demonstram que ali, na Escola Silva Jardim, há amor pelo meio rural e o incentivo para a permanência nele.

Espaço
Nos fundos da Escola Silva Jardim, além do viveiro, foi construída uma horta. “Aqui os pais vieram e construíram a horta. Agora, a partir da próxima semana, os alunos com as orientadoras, farão o plantio, para aprenderem desde a semeadura até a colheita”, conta Simone. O espaço conta também com um horto e demais atrativos que integrarão à educação no local. Além disso, nos próximos meses, terá uma trilha ecológica que sairá dos fundos da escola. “Estamos pensando em todos os detalhes para que este projeto, de fato, faça a diferença na vida dos nossos alunos e de suas famílias”, aponta o secretário Samir Casagrande. Para bem atender todas as crianças, foi necessário a contratação de mais profissionais. Além disso, os estudantes têm acesso a café da manhã, almoço e lanche da tarde.

Otimismo
De Brasília, a prefeita Eliani Mesacasa Trentin, a “Nina”, recebeu notícias do primeiro dia do ano letivo. Ela retornou a Camargo na quinta-feira, 13, e disse estar otimista com o projeto. “É uma alegria imensa em saber que 60 alunos estão sendo atendidos em turno integral e que esta educação está tendo como foco o campo. O nosso município é essencialmente agrícola e nós temos que valorizar isso. Esta integração das crianças da cidade que vão para o interior, é de extrema importância, pois assim elas conhecem a realidade do campo. Temos que desenvolver políticas públicas que incentivem estas crianças e jovens a permanecerem no meio rural, que a sucessão rural seja uma realidade em nossa cidade, pois assim o desenvolvimento será constante”, comenta, ao enfatizar: “Estou otimista que será um ano letivo de muito aprendizado tanto para as crianças, quanto para nós que estamos implantando este projeto”, disse.

Divulgação – Secretaria de Educação de Camargo

Link para notícia no site Tua Rádio

Docentes da FABE participam de atividades de formação

Ano acadêmico inicia nesta segunda-feira, 17/02, a partir das 19h

Durante dois momentos desta semana, o corpo docente da FABE participou de atividades de formação em preparação para o novo ano acadêmico. Na noite de quarta-feira, 12/02, foi apresentado o planejamento da instituição para o semestre, bem como, informações gerais. Já na noite desta quinta-feira, 13/02, aconteceu palestra com Adriano Canabarro Teixeira, o PHD em Informática da Educação. Ele falou sobre aprendizagem criativa e movimento maker na educação.

A formação do corpo docente faz parte do calendário acadêmico em período que antecede o início das aulas. A iniciativa também é para recepcionar os docentes para o novo semestre. As atividades em sala de aula com acadêmicos iniciam na próxima segunda-feira, 17/02, a partir das 19 horas.

Mesmo com o início das atividades do semestre, a FABE mantém o período de transferências para quem deseja trocar de instituição, sendo o estudante deve apresentar o histórico acadêmico e a ementa das disciplinas cursadas em outra Instituição de Ensino Superior – IES.  Também pode ser feito o reingresso,  onde  é necessário apresentar Diploma da Graduação concluído e documentos pessoais, como identidade, CPF e comprovante de residência. No caso de reabertura de curso, os candidatos devem comparecer na secretaria para avaliação.

Além do que, são os últimos dias para agendar a prova de redação para ingressar nos cursos de de Administração, Ciências Contábeis, Direito, Gestão do Agronegócio, Gestão Comercial, Pedagogia e Recursos Humanos. O agendamento deve ser feito pelo telefone 3342 – 8301 no horário das 13h30 às 22h de segunda a sexta-feira. Para a prova não há cobrança de taxa.

Link para notícia no site Tua Rádio

Cesurg recebe "Área Experimental"

O local será utilizado para aulas práticas do curso de agronomia

Uma nova Área Experimental está disponível para os alunos do curso de agronomia da faculdade Cesurg. O local será utilizado para a realização de aulas práticas e experimentais. Como explica o diretor da faculdade, professor Leandro Paludo, o espaço é, também, uma forma de interação. Segundo ele, já está sendo trabalhada a possibilidade de realizar atividades com alunos do Ensino Médio e Fundamental, da rede municipal e estadual de Marau e Região. 

De acordo com o prefeito Iura Kurtz, o local escolhido para a realização das atividades era uma área, até então, abandonada. Iura ainda conta que o espaço irá contribuir com o município. As flores cultivadas no local serão destinadas a Prefeitura Municipal para a manutenção de canteiros e as hortaliças e demais alimentos passam a fazer parte da merenda escolar da rede municipal de ensino.

Os canteiros que serão utilizados para o trabalho dos alunos recebem um novo formato, eles são mais altos, diferente dos demais que são instalados no chão. Segundo, Ritieli Mambrin, professora do curso de agronomia, o objetivo é facilitar a trabalho, permitir o cultivo de diferentes espécies e proporcionar um ambiente mais saudável para os alunos e para as plantas.

Link para notícia no site Tua Rádio

Alunos transferidos da escola Arnaldo Ballvê para o Cristóvão de Mendoza terão transporte e segurança municipal

Decisão foi tomada em um encontro com os pais dos estudantes, realizado nesta semana

A Secretaria Municipal de Educação (Smed) promoveu, nesta semana, uma assembleia com pais de estudantes da Escola Municipal Arnaldo Ballvê. O tema foi à transferência provisória dos alunos ao Instituto Estadual de Educação Cristóvão de Mendoza, uma vez que o colégio municipal passa por reformas desde agosto de 2019. O encontro reuniu 250 pessoas e, a maioria, aprovou a mudança proposta pelo Executivo caxiense.

Na reunião ainda ficou decidido como seria o deslocamento das crianças e adolescentes. A pasta da Educação disponibilizaria um monitor para acompanhar os ônibus até o local temporário. Agentes da Guarda Municipal reforçariam a segurança junto a um soldado da Brigada Militar que cuida do Cristóvão, além de fornecer um auxiliar de disciplina para o turno da manhã e da tarde.

Mesmo com o consentimento, Vergani relata que os pais fizeram alguns pedidos. As solicitações envolveram montar um grupo de dez pessoas para acompanhar as reformas na Arnaldo Ballvê, quem realizará o serviço do transporte escolar, a segurança dos alunos, as adequações da escola que receberá os estudantes e os procedimentos para casos de emergência. “Os pais querem tratar de toda a questão da segurança no prédio do Cristóvão, como vamos conduzir [a ida dos estudantes ao local] e pretendem estar acompanhando as obras na Arnaldo Ballvê a fim de que terminem nos prazos. Vai ter um empenho nosso e dos pais que vão nos munir de informação de como está sendo a condução da finalização [da obra}. ”

O acordo já estava em tratativas entre a pasta municipal e a 4ª Coordenadoria Regional de Educação (4ª CRE). A definição ocorreu na última semana, quando o governador Eduardo Leite (PSBD) esteve em Caxias do Sul e aprovou a ideia. Antes da reunião, a secretária Flávia Vergani recebeu pais de alunos, na última sexta-feira (07/02), para ouvir propostas alternativas ao Cristóvão de Mendoza de realocação das crianças e dos adolescentes.

Com a definição, os alunos serão recebidos no Bloco A do instituto a partir do início do ano letivo. No espaço, há nove salas de aula para o turno da manhã, 12 para o da tarde, um local para o administrativo e o setor de Atendimento Educacional Especializado (AEE). Além disso, possui biblioteca, laboratório de informática, cozinha, pátios, ginásio, banheiros e sala de professores.

Vergani conta como está o andamento para a volta dos alunos para a Arnaldo Ballvê. “Fizemos a assinatura do aditivo na semana passada e estamos aguardando a publicação no Diário Oficial. Publicado, vai começar a todo o vapor o fechamento da obra. Agora a nossa maior preocupação é o planejamento para a transferência ao Cristóvão de Mendoza. ”

Ela ainda conta que está marcada uma reunião para esta quinta-feira (13/02) para ver do início das aulas. “Vamos nos encontrar para planejarmos juntos o início do ano letivo, a logística dos ônibus e como as crianças vão se movimentar nos dias que ficarão no Cristóvão de Mendoza. ”

A obra na Arnaldo Ballvê foi iniciada em agosto de 2019, com previsão de término para fevereiro deste ano. Porém, foi vista a necessidade de intervenções em outras partes da escola e, por isso, o Executivo municipal assinou um aditivo de contrato a fim de mencionar essas novas reformas. O termo foi assinado na última quinta-feira (06/02) e prevê que a instituição seja entregue em março ou no segundo semestre do ano.

 

 

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Prorrogadas as inscrições para monitoria em escolas cívico-militares no Estado

Podem participar do processo seletivo militares estaduais da reserva inscritos no programa Mais Efetivo.

Os interessados precisam preencher o requerimento de credenciamento, que está disponível no edital do processo seletivo. O documento pode ser acessado AQUI. Podem participar apenas militares estaduais da reserva, tanto da Brigada Militar (BM) quanto do Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul. Os interessados precisam estar inscritos no programa Mais Efetivo.

Inicialmente, o período de inscrições encerraria no dia 10 deste mês. Entretanto, pela procura considerável, a Secretaria Estadual da Educação prorrogou até o dia 21. Os selecionados serão direcionados para as escolas que serão instituídas pelo Governo Federal, além de outras sob responsabilidade do Estado e municípios.

O coordenador-geral das escolas cívico-militares da Secretaria da Educação, Marcelo Borella, explica que os monitores serão responsáveis somente pelas áreas externas das escolas.

Em Caxias do Sul, a Escola Estadual de Ensino Médio Alexandre Zattera, no bairro Desvio Rizzo, será transformada pelo modelo de Escola Cívico-Militar planejado pelo Ministério da Educação. No total, este projeto deve abranger mais de 50 instituições no Brasil.

(Ouça a matéria abaixo do título)

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Paróquia Sagrado Coração de Jesus arrecada material escolar

Entrega pode ocorrer em missas até o dia 19 de fevereiro.

Com a proximidade do início do letivo nas escolas, a Paróquia Sagrado Coração de Jesus, localizada no bairro Cruzeiro, em Caxias do Sul, iniciou uma campanha para arrecadar materiais escolares para a população carente. O que for reunido será destinado para escolas e creches.

O pároco da igreja, padre Renato Ariotti, explica que a iniciativa surgiu após identificar a necessidade por meio da Pastoral Familiar. Ele ressalta a importância da educação para a formação de uma nova geração.

Entre os materiais pedidos estão cadernos, lápis de cor, lápis, caneta, canetinhas hidrocor, giz de cerca, tesoura, cola e régua. Os produtos podem ser novos ou usados, desde que estejam em boas condições.

As doações podem ser levadas até a igreja nas próximas quartas-feiras, dias 12 e 19. As datas são os dias de celebração da benção da saúde e a Novena Nossa Senhora Desatadora dos Nós.  

(Ouça a matéria abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Espectativa para a volta as aulas na rede municipal de Marau

O tema de trabalhos das escolas, neste ano, é “Educar é conectar-se ao outro”

O período de recesso escolar para alunos do Ensino Fundamental e Infantil da rede municipal está chegando ao fim. De acordo com Simone Costenaro, titular da Secretaria de Educação, o ano letivo de 2020 inicia nesta quinta-feira,13/02. Os professores, como já é de costume, retornam antes. Já na quarta, dia 12, os profissionais participam de palestras e reuniões de formação e preparação para o início das atividades. Em 2020, o tema trabalhado pelas escolas é, “Educar é conectar-se ao outro”, segundo Simone, a intenção é educar trabalhando tanto a parte cognitiva quanto a emocional e social dos alunos.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Expectativa para a volta as aulas na rede municipal de Marau

O tema de trabalhos das escolas, neste ano, é “Educar é conectar-se ao outro”

O período de recesso escolar para alunos do Ensino Fundamental e Infantil da rede municipal está chegando ao fim. De acordo com Simone Costenaro, titular da Secretaria de Educação, o ano letivo de 2020 inicia nesta quinta-feira,13/02. Os professores, como já é de costume, retornam antes. Já na quarta, dia 12, os profissionais participam de palestras e reuniões de formação e preparação para o início das atividades. Em 2020, o tema trabalhado pelas escolas é, “Educar é conectar-se ao outro”, segundo Simone, a intenção é educar trabalhando tanto a parte cognitiva quanto a emocional e social dos alunos.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Vice-presidente do CPM do Cristóvão de Mendoza pede obras emergenciais no instituto ao governador

Demanda foi realizada nesta quarta-feira (05/02), após Eduardo Leite palestrar na reunião-almoço da CIC

A vinda do governador Eduardo Leite (PSDB) para Caxias do Sul não se restringiu apenas a reunião-almoço na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) da cidade, nesta quarta-feira (05/02). Uma pauta local foi tratada após a palestra do líder do Executivo estadual, que é a reforma do Instituto Estadual Cristóvão de Mendoza.

O vice-presidente da Comissão de Pais e Mestres (CPM) da instituição, Álvaro Kervald, foi quem levou a demanda. O intuito é que sejam realizadas obras emergenciais no espaço.  Em entrevista, Kervald explica que a principal demanda está na reforma do auditório interditado desde 2013, que custaria em torno de R$ 200 mil, conforme cálculos feitos por um engenheiro que também organizou o Plano de Prevenção e Proteção Contra Incêndios (PPCI) da escola. Com o lugar reestruturado, conseguiria alugar o local para diversos eventos, o que ajudaria na arrecadação de recursos para pequenas intervenções, como a troca de janelas.

Ele relembra que esteve reunido com o secretário da Educação (Seduc) do Estado, Faisal Karam, para pleitear a verba da reforma no auditório. Como o Ministério Público (MP) solicitou um plano de reestruturação completa do instituto, em agosto de 2019, não houve a possibilidade de conseguir a quantia. Segundo Kervald, as obras poderiam ser realizadas aos poucos.

Questionado sobre reformas agendadas para o início do ano letivo, ele garante que há nada programado. A única ação foi prometida pelo diretor geral da Secretaria da Educação (Seduc) estadual, Paulo Magalhães, mas sem tempo previsto. Kervald afirma que as intervenções são feitas pelos membros do Cristóvão de Mendoza, como roçadas e pinturas.

O encontro com Eduardo Leite foi suficiente para pré-agendar uma reunião, em Porto Alegre, sem data marcada.

(Ouça a notícia no “Ouvir Notícia” abaixo da manchete)

Link para notícia no site Tua Rádio

CPERS de Caxias do Sul protesta em frente à CIC contra reformas do governador Eduardo Leite

Ato ocorreu nesta quarta-feira (05/02), antes do início da reunião-almoço

Na sua estadia em Caxias do Sul, o governador Eduardo Leite (PSDB) ainda foi alvo de protesto. A ação foi organizada pelo 1º Núcleo do CPERS Sindicato, em frente à Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) do município. A manifestação foi contra a aprovação das reformas estruturais efetuadas pelo Governo do Estado do Rio Grande do Sul, que mexeram no plano de carreira do magistério.

As mudanças atingiram em diversos pontos da categoria, como no fim dos adicionais por tempo de serviço, em alterações no adicional de difícil acesso e mudanças na remuneração dos professores. Em entrevista, o presidente da entidade caxiense, David Carnizella, afirma que o protesto foi uma forma de informar a população gaúcha que o projeto encabeçado pelo governador vai piorar a situação do serviço público.

Ele falou sobre as ações que o CPERS pretende tomar após a greve no estado. Segundo Carnizella, a ideia é conseguir receber o salário pelo tempo em paralisação, que foi cerca de dois meses. A afirmação é que os professores voltaram às salas para recuperar as aulas, porém não houve um retorno do governo estadual quanto aos valores estornados à categoria.

Carnizella também mostrou quais atitudes tomarão a respeito da reforma. Conforme ele, há muitas partes que são inconstitucionais e vai procurar assistência jurídica para visualizar o que será feito.

(Ouça a notícia no “Ouvir Notícia” abaixo da manchete)

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Faculdade da Associação Brasiliense – Fabe, inicia aulas dia 17 de fevereiro

De acordo com o calendário acadêmico, a FABE recebe no próximo dia 17 de fevereiro, a partir das 19 horas os acadêmicos dos diferentes cursos oferecidos pela instituição. Contudo, os professores nos dias 13 e 14 de fevereiro participam de formação para o novo semestre.

A programação neste inicio de trabalho em 2020, prevê outras atividades nos próximos dias, ou seja, no sábado, dia 08 de fevereiro será realizada a cerimônia de formatura do Curso de Administração. Bem como, na mesma data acontece no Ginásio Irmão Vicente o 1º Festival do Chopp da FABE, a partir das 22h30min. As banda JM, Fritz 4 e San Francisco animam o evento.

Já no dia 15 de fevereiro será realizada a cerimônia de colação de grau para os cursos de Pedagogia e Agronegócio na Casa da Cultura. O atendimento da secretaria da FABE está sendo feito de segunda a sexta-feira, das 18h15 às 22 horas. Informações pelo telefone 3342 8301 ou whatsapp 98439–1019.

Link para notícia no site Tua Rádio

Rede Municipal de Ensino está em clima de volta as aulas

A direção de instituições municipais já retornou aos trabalhos

O processo de volta às aulas já iniciou para a rede de municipal de ensino. Segundo a Coordenadora Pedagógica, Maikyeli Orsato Decesaro, nesta segunda-feira, 03/02, os profissionais da diretoria das 26 instituições municipais de Marau retornaram às escolas para iniciar os trabalhos de 2020. 

A abertura oficial do ano letivo acontece na próxima semana no dia, 12/02, com um evento voltado a preparação dos profissionais de educação. Os alunos do Ensino Fundamental e os rematriculados do Ensino Infantil retornam às escolas no dia seguinte, na quinta – feira, 13/02, às crianças que foram matriculadas pela primeira vez no Ensino Infantil iniciam as aulas mais tarde no dia 17/02.

Link para notícia no site Tua Rádio

Gabriel Taborin e Fabe passam por reestruturação física

Se preferir, ouça este conteúdo clicando no player de áudio

O Colégio Gabriel Taborin se prepara para receber seus alunos para o ano letivo de 2020. O educandário trabalha com estudantes desde a Educação Infantil até o Ensino Superior, na Fabe Faculdade, que também faz parte do complexo dos Irmãos da Sagrada Família (Rede Safa) em Marau. De acordo com a diretora pedagógica do colégio, Janaina Betinelli, as aulas iniciam no dia 17 de fevereiro. Ainda antes desta data, professores já terão retomado as atividades, com reuniões de planejamento e formação.

A profissional também revela que o Colégio Gabriel Taborin e a Fabe devem passar por uma reestruturação física já nos próximos dias. Janaina antecipa que haverá reformas em ambientes comuns ao Taborim e a Fabe, visando a modernização das instalações. “Vamos otimizar espaços pois são duas instituições que trabalham juntas. A ideia é ampliar os ambientes favorecendo o bem estar de nossos alunos e dar a eles mais praticidade enquanto estiverem conosco”, explica ela.

Em relação às novidades em sala de aula, Janaína revela que o Colégio Gabriel Taborin irá oferecer oficina de robótica para seus alunos. A entrevista está no player de áudio.

Link para notícia no site Tua Rádio

Colégio Franciscano Cristo Rei se prepara para início do ano letivo

Atividades serão retomadadas, com alunos, a partir de 13/02

Com toda a estrutura, professores e profissionais preparados, o Colégio Franciscano Cristo Rei inicia nas próximas semanas mais um ano letivo. As atividades escolares de 2020 para os alunos do Ensino Fundamental II e Médio iniciam no dia 13/02. Já as aulas para a Educação Infantil e Ensino Fundamental I iniciam no dia 17/02.

Conforme a Diretora Vera Coutinho, o ano letivo de 2020 será intenso e repleto de atividades. “O ano de 2020 será mais um ano intenso e de muito trabalho. Priorizaremos neste ano pelo ensino socioemocional, formação de professores e no desenvolvimento de ações que desenvolvam a autonomia de nossos alunos”, comenta.

As aulas acontecem em diferentes turnos. No turno da manhã as aulas são das 7h30min às 11h55min e, no turno da tarde, das 13h15 às 17h15min. Ao todo, mais de 600 alunos que frequentarão o colégio durante o ano.

Estrutura

O Colégio Franciscano Cristo Rei possui um grande espaço e equipe preparada para atender crianças e adolescentes. Com estrutura própria, o Colégio possui salas climatizadas, biblioteca, laboratórios, área verde, ginásio e centro de eventos. Para a realização das atividades nestes espaços, a equipe de trabalho é composta por cerca de 100 profissionais, entre direção, professores e funcionários.

Link para notícia no site Tua Rádio

Prefeitura mantém quatro creches abertas no período das férias

Cerca de 600 crianças estão sendo atendidas nas EMEIs

Nem sempre o período de recesso escolar se encaixa no período de férias dos pais, gerando preocupação nos que precisam trabalhar. Pensando nisso, a Prefeitura de Marau está com atendimento em quatro Escolas Municipais de Educação Infantil: Mágico de Oz, Criança Feliz, Sementinha e Monteiro Lobato.

Ao todo, cerca de 600 crianças estão sendo atendidas nesse período de férias, o que corresponde a 100% da demanda no município. Para ter direito a vaga, os pais precisaram comprovar através de atestado da empresa que estariam trabalhando durante o período.

Segundo o Prefeito de Marau, “nossa cidade é modelo no quesito educação pelas estruturas de suas escolas, pela competência de seus profissionais e pelo planejamento de sempre, possibilitando que inclusive no período de férias os atendimentos educacionais sigam acontecendo”, salientou Iura Kurtz.

Desde 2019 a Prefeitura também inovou na questão da merenda escolar. Agora as crianças recebem quatro refeições diárias, um avanço importante na área da educação.

O atendimento de férias iniciou dia 6 de janeiro e segue até dia 11 de fevereiro. Dia 12 acontecerá abertura do ano letivo para os Profissionais da Educação na Casa da cultura.

No dia 13 de fevereiro inicia as aulas para os alunos rematriculados na educação infantil, e no dia 17/02 o início é para os novos alunos.

A Secretária de Educação, Simone Costenaro Ribeiro, reitera a importância de atender as crianças nesse período, possibilitando, dessa forma, que os pais trabalhem com tranquilidade.

Link para notícia no site Tua Rádio

Método de ensino Kumon passa a fazer parte do município de Marau nesta quinta -feira

A celebração de abertura será aberta ao público

O Kumon é um método de ensino japonês que, segundo o psicólogo Francisco Gambiragi, procura melhorar o estudo de crianças, jovens e adultos,desenvolvendo a concentração, habilidade de leitura e capacidade de cálculo. Francisco explica que os cursos de português, inglês e matemática ofertados pelo Kumon, tem o objetivo maior de desenvolver um estudante independente, através de aulas semanais que duram cerca de 50 minutos. 

Daniel Fonseca, que trabalha com a expansão do método Kumon no estado do Rio Grande do Sul, participou da conversa com a Tua Rádio Alvorada e afirma que a permanência e dedicação na escola convencional é essencial para o desenvolvimento do aluno. Quem deseja participar das aulas terá a oportunidade de conhecer melhor o método na noite desta quinta-feira, 30/01, quando acontece a celebração de inauguração do Kumon em Marau. Segundo os entrevistados, o evento, que inicia às 19h, é aberto ao público e conta com uma apresentação do trabalho que será realizado no município. A cerimônia acontece na sede do Kumon, na Rua Padres Capuchinhos, número 275. 

As inscrições podem ser realizadas entrando em contato com o Kumon através do telefone  3342-2875 ou whatsapp 9 96056981. Confira a entrevista completa com  Francisco Gambiragi e Daniel Fonseca no áudio da matéria.

Link para notícia no site Tua Rádio

Escola infantil do bairro Santa Lúcia Cohab reabre após seis anos interditada

A instituição será entregue nesta quarta-feira (29/01), quando inicia o ano letivo em Caxias do Sul

A Prefeitura de Caxias do Sul reabre, nesta quarta-feira (29/01), a Escola de Educação Infantil Crescer e Aprender do bairro Santa Lúcia Cohab. A instituição estava fechada há seis anos por problemas na estrutura e passava por obras desde fevereiro de 2019. A entrega ocorre no dia que reinicia as atividades escolares no município.

Os trabalhos envolveram uma reforma geral no espaço, com mudanças nos pisos, nas sete salas de aula, na direção, cozinha, refeitório, além da lavanderia, depósito e banheiros. As intervenções também reforçaram as fundações, removeram o reboco, colocaram janelas de alumínio, uma rampa, escada de acesso com cobertura e foram realizadas pintura e adaptações no piso.

Há seis anos como presidente da Associação dos Moradores do bairro Santa Lúcia Cohab, Maria Januária da Costa, relembra que a situação da escola era precária e necessitava de obras. Segundo ela, desde 2005 o local não recebia manutenção do poder público. “Estava precária [a escola], não havia abertura e mal tinha instalação elétrica. Desde que foi reinaugurada, em 2005, não tinha sido feita uma manutenção nessa parte de eletricidade e não tinha sido feito nada quanto a acessibilidade. ”

Quando a instituição foi interditada, os 98 alunos tiveram que estudar em dois prédios alugados pela Secretaria de Educação (Smed), no bairro Cinquentenário. O espaço era gerido de forma compartilhada com um centro filantrópico de assistência social, que auxiliavam no atendimento de oito turmas com estudantes de zero a cinco anos de idade. Com a volta a para o lugar reformado, a titular da pasta da Educação, Flávia Vergani, expressa um sentimento de alegria, pois tanto as crianças como os pais foram impactados com a mudança para um local alugado, deixando-os longe do ambiente escolar. Para ela, isso altera o envolvimento com a escola. “É um sentimento de alegria, porque sabemos que os aparelhos da comunidade são tão importantes e que é muito difícil para o poder público precisar locar um outro prédio, pois a comunidade tem dificuldade de chegar na escola, de conversar com os professores, de se aproximar das questões administrativas e participar das reuniões. Quando a escola está na comunidade, o pertencimento é outro.”

A secretária revela que serão disponibilizadas novas vagas para o local, já que possuem diversos alunos em situação de lista de espera. A expectativa é que para março mais vagas sejam oferecidas. “Nesse planejamento temos uma lista grande de estudantes inscritos e precisamos dar conta desse número de crianças. Específico da [escola no] Santa Lúcia, provavelmente no mês de março teremos um número e anunciaremos de forma clara. ”

A primeira licitação para reforma da escola ocorreu em 2014, com valor aproximadamente de R$ 870 mil. A empresa foi contratada em fevereiro de 2015, mas abandonou a obra e o contrato foi rescindido em 2017. Posteriormente, foi encaminhada uma nova licitação em 2018. As obras reiniciaram em fevereiro de 2019 com uma nova entidade e preço da obra chegou em R$ 1,2 milhão.

Link para notícia no site Tua Rádio

Cesurg faz seleção de professores na unidade de Marau

Se preferir, ouça este conteúdo no player de áudio

A Faculdade CESURG de Marau abriu edital de contratação para docentes nos cursos de Administração, Agronomia, Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Engenharia de Produção e Engenharia Mecânica. O período de inscrição vai até 31 de janeiro através do e-mail [email protected] É preciso enviar documentos como currículo atualizado, cópia do diploma de graduação, mestrado ou de doutorado e cópia de documentos pessoais.

A seleção terá três fases, sendo a primeira a inscrição e envio de documentos, a segunda que é composta pela análise dos documentos e a terceira fase, que vai do dia 10 até o dia 14 de fevereiro, uma avaliação didática e entrevistas. O edital de seleção está disponível no site www.cesurgmarau.com.br. Mais detalhes na entrevista disponível no player desta notícia.

Link para notícia no site Tua Rádio

Município já tem data definida de volta as aulas

O tema trabalhado pelas escolas, neste ano, é “Educar é conectar – se ao outro”

O período de recesso escolar para alunos do Ensino Fundamental e Infantil da rede municipal está chegando ao fim. De acordo com Simone Costenaro, secretária de educação do município, o ano letivo de 2020 inicia no dia 13/02. Os professores, como já é de costume, retornam antes. Já no dia 12/02, os profissionais participam de palestras e reuniões para preparação ao novo ano.

Em 2020, o tema trabalhado pelas escolas é, “Educar é conectar – se ao outro”, segundo Simone, a intenção é educar trabalhando, tanto a parte cognitiva, quanto a emocional e social dos alunos. O período de matrículas e rematrículas já encerrou, porém, como explica Simone, ainda é possível encontrar vagas, para o Ensino Fundamental diretamente com as escolas e no Ensino Infantil com a Secretaria de Educação.

Confira a entrevista completa, com Simone Costenaro, no áudio da matéria.

Link para notícia no site Tua Rádio

Faculdade Murialdo oferta cursos de verão gratuitos

As capacitações incluem as áreas de Gestão, Educação, Agronegócio, Medicina Veterinária e Multidisciplinar

O período de férias pode ser utilizado para o descanso e lazer, mas também, pode ser utilizado para se adquirir qualificação e conhecimento. É pensando nisso que a Faculdade Murialdo (FAMUR) está com inscrições abertas para os Cursos de Verão que serão oferecidos gratuitamente entre os dias 10 e 15 de fevereiro.

A ideia consiste na disponibilização de formações de curta duração, de três ou seis horas, nas áreas de Gestão, Educação, Agronegócio, Medicina Veterinária e Multidisciplinar. Os cursos ocorrerão na Unidade Sede (Rua Marquês do Herval, 701, Caxias do Sul), no horário das 19h15min às 22h15min, e na Unidade de Ana Rech (Avenida Rio Branco, 1595), das 8h30min às 11h30min.

Os interessados devem fazer a inscrição pelo site da instituição: www.faculdademurialdo.com.br. Mais informações também estão disponíveis pelo telefone: (54) 3537-0376 ou 3537-0377.

Confira as ofertas de cursos:

*BNCC na prática: noções básicas – 10 e 12 de fevereiro – Unidade Sede

*Contabilidade para a tomada de decisão – 10 e 12 de fevereiro – Unidade Sede

*Produção orgânica de alimentos – 10 e 12 de fevereiro – Unidade Sede

*Marketing Internacional – 11 e 13 de fevereiro – Unidade Sede

*Excelência no atendimento – 11 e 13 de fevereiro – Unidade Sede

*Nova modalidade de contrato de trabalho (verde e amarelo): benefícios para a empresa e para o empregado – 11 e 14 de fevereiro – Unidade Sede

*Inteligência Positiva – 13 de fevereiro – Unidade Sede

*Ferramentas de Gestão Financeira – 13 de fevereiro – Unidade Sede

*Manejo Terapêutico Básico de Grandes Animais – 15 de fevereiro – Unidade Ana Rech

*Manejo de animais Silvestres – 15 de fevereiro – Unidade Ana Rech

Os cursos só serão realizados com número de inscrições suficientes.  

 

 

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Aberto o período de inscrições para o Sisu

Neste ano, os estudantes terão dois dias a mais para realizar a inscrições

Estão abertas as inscrições para o Sisu – Sistema de Seleção Unificada. Podem se inscrever os estudantes que realizaram o Enem – Exame Nacional do Ensino Médio no ano de 2019 e desejam conquistar vagas em instituições públicas de ensino superior. Neste ano, o período foi prolongado em dois dias devido às falhas ocorridas na correção de algumas provas do Enem. Sendo assim, os estudantes têm até o domingo, 26/01, para realizar a inscrição. O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub, nesta segunda-feira, 20/01, através doTwitter.

O Sisu  oferece, neste ano, 237 mil vagas em 128 instituições de ensino superior públicas.Na hora da inscrição para o processo seletivo é preciso informar o número de inscrição do Enem e a senha atual cadastrada na Página do Participante.

*Informações: Agência Brasil

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Secretaria de Educação vai reavaliar possibilidades para a Escola Arlinda Manfro

Por causa de condições precárias, os alunos estudam em centro de eventos em Galópolis.

Logo quando assumiu o cargo, ainda de maneira interina, a secretária de Educação de Caxias do Sul, Flávia Vergani, se reuniu com a comunidade de São João da 4ª Légua. Ela explica que algumas possibilidades foram analisadas. Entre elas, os moradores se ofereceram para apoiar financeiramente a reforma da Escola Municipal Arlinda Lauer Manfro.

Entretanto, uma definição ainda não foi tomada. Um laudo técnico será feito pela Secretaria Municipal de Educação (SMED), com o objetivo de saber da viabilidade desta proposta.

Alvo de polêmicas em 2019, alunos das turmas do 4º e 5º ano chegaram a estudar por alguns dias numa antiga capela mortuária da localidade. Na sequência, eles foram remanejados ao centro de eventos em Galópolis. Depois da remoção das primeiras turmas, ocorrida no segundo semestre do ano passado, todos os estudantes da escola foram realocados para o mesmo local.

Na época, 62 crianças estudavam na instituição. Para que a área improvisada fosse utilizada, a SMED investiu R$ 30 mil de recursos do município.

No ato da interdição e temendo que o local não seja reaberto, a comunidade realizou protesto. Além disso, a passagem pela antiga capela mortuária e a mudança para o centro de eventos também geraram insatisfação de pais e alunos.

(Ouça a matéria abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Carteira de vacinação é o novo documento solicitado pela ASSUMA

O período de cadastro e recadastro inicia ainda no mês de janeiro

O período de cadastro e recadastro na ASSUMA -Associação dos Universitários Marauenses começa mais cedo neste ano. A partir do dia 27/01, os estudantes que precisam se deslocar até às universidades em cidades vizinhas poderão encaminhar o processo de confecção da carteirinha de transporte  obrigatória. Como explica, Bruna Maroni, supervisora administrativa da ASSUMA, neste ano, algumas mudanças estão presentes, entre elas, a documentação.

Para o cadastro, os documentos solicitados são: cópia do comprovante de residência, cópia do comprovante de matrícula, cópia da Carteira de Identidade (RG) e CPF, uma foto 3×4 e uma cópia da carteira de vacinação. Para recadastro é necessário uma cópia do comprovante de matrícula e uma cópia da carteira da vacinação. A novidade é a carteira de vacinação, que segundo Bruna, é uma exigência da Secretaria de Educação. 

Para realizar o cadastro existem duas opções, online através do site assuma.com.br, ou de forma  presencial. Bruna ainda fala sobre as redes sociais da Assuma que são o principal meio de comunicação com os universitários. No facebook através do perfil, Associação dos Universitários Marauenses – ASSUMA e no instagram, assumamarau.

 A entrevista completa com Bruna Maroni está disponível no áudio da matéria.

Link para notícia no site Tua Rádio

Secretaria de Educação realiza parceria com 4ª CRE para reduzir fila por vagas infantis

Objetivo é colocar alunos em salas ociosas e reduzir a necessidade de compra de vagas.

Problema histórico na rede municipal de ensino de Caxias do Sul, a compra de vagas na rede privada pela Prefeitura é um dos focos para 2020. A Secretaria de Educação (SMED) realizou uma parceria com a 4ª Coordenadoria Regional de Educação (4ª CRE), com o objetivo de encontrar salas ociosas para serem utilizadas pelos alunos da Educação Infantil do município.

No final de 2019, cerca de três mil crianças foram registradas na lista de espera por vagas.  Portanto, a titular da SMED, Flávia Vergani, revela que está sendo feito um levantamento em escolas de Ensino Fundamental, com a intenção de encontrar espaços que possam ser utilizados por esses alunos. Além disso, a 4ª CRE também foi procurada para auxiliar neste trabalho.

A secretária revela que, no dia 24 de janeiro a SMED finalizará um balanço de salas disponíveis e, será possível saber a quantidade de vagas que serão compradas.

Para este ano ainda há uma novidade que será levada em consideração na destinação das vagas. No dia 07 de janeiro foi promulgada uma lei municipal, que dá prioridade à Educação Infantil para filhos e filhas de mulheres vítimas de violência doméstica e familiar.            

 A lei municipal (8.843) define que 5% de vagas da educação infantil em creches devem ser destinadas para crianças que se enquadrem nas determinações. Caso não sejam totalmente ocupadas, as oportunidades serão destinadas para outros alunos. Para ter direito, a solicitação da vaga precisa ser acompanhada pelo boletim de ocorrência que comprove a violência.

(Ouça a matéria abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Resultados do Enem 2019 serão divulgados nesta sexta-feira

Os estudantes devem conferir as notas na Pagina do Participante

O início do ano é, também, um período de ansiedade para os estudantes, principalmente para aqueles que realizaram o Exame Nacional do Ensino Médio no ano passado. Os futuros universitários, não vão precisar aguardar por muito tempo pois o resultado do Enem será divulgado nesta sexta-feira, 17/01. Para conferir a nota, o estudante, deve acessar a Página do Participante, através do site do Inep – Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, informando CPF e senha cadastrados no momento da inscrição. Outra forma de conferir o resultado é através do aplicativo do Enem. 

Através da nota conquistada na prova, os quase 4 milhões de estudantes poderão concorrer a bolsas de estudos em instituições privadas através do Prouni – Programa Universidade Para Todos, vagas no ensino superior público pelo Sisu – Sistema de Seleção Unificada e participar do Fies – Fundo de Financiamento Estudantil. Além dos programas nacionais, os estudantes podem utilizar as notas para ingressar no ensino superior em Portugal, através do convênio do Inep.

*Informações: Agência Brasil

Link para notícia no site Tua Rádio

Projeto Inovar é desenvolvido pelo Cesurg e escola de Vanini

Quatorze trabalhos foram apresentados nesta semana

Um projeto destinado a encontrar soluções práticas para o dia a dia. Esse é o objetivo do Projeto Inovar, desenvolvido na Escola Estadual Cônego Josué Bardin, no município de Vanini, projeto que recebe o  apoio da Faculdade Cesurg.

Sob a coordenação de Rubens Meneguzzi, professor do Cesurg, o Inovar chega à terceira edição. Como prova do sucesso deste projeto nas duas primeiras edições, ideias de alunos tiveram grande destaque e receberam prêmios de inovação da Expoagro Afubra em Rio Pardo, a maior feira de agricultura familiar do Brasil, além de grande repercussão na mídia.

Na edição de 2019, exibida nesta semana, 14 trabalhos de alunos do Ensino Médio foram apresentados. Após avaliação da banca de jurados, três projetos foram escolhidos e serão apresentados e fomentados na Faculdade Cesurg em Marau.

Os projetos escolhidos são um aerador caseiro para oxigenação da água em açudes e lagos, um adubador de brócolis e uma miniatura de comando numérico de computador. A banca de jurados foi composta por Leandro Paludo, diretor geral da Cesurg; Ademilson Setti, gerente administrativo da Meneguzzi Máquinas & Equipamentos; Ivones Zabot, gerente de produção da Unieng; Sara Vanin, professora do Cesurg e Erenita Tibolla, Secretária Municipal de Educação de Vanini.

Link para notícia no site Tua Rádio