Transporte Coletivo Urbano tem horários diferenciados neste domingo, em Caxias

Ônibus irão operar das 6h às 8h e das 17h30 às 21h
Devido aos decretos Municipal e Estadual que determinam o Distanciamento Controlado, o Transporte Coletivo Urbano irá operar novamente com restrições neste domingo (25/10), segundo informou a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM). Portanto, a Visate irá atender a comunidade apenas nos horários de pico, das 6h às 8h e das 17h30 às 21h.

A Secretaria de Trânsito ressalta que, fora dos horários estabelecidos, toda a frota estará recolhida às garagens da Visate. A medida visa atender principalmente aos servidores da saúde e aos órgãos de segurança pública, para que não haja prejuízo a funcionários que são usuários do Transporte Coletivo Urbano e dependem de ônibus para irem trabalhar. Linhas alimentadoras e coletoras, nas EPIs, terão última volta às 21h; a última volta da linha Troncal, nas EPIs, será às 20h35min; no Centro, as linhas radiais sairão para a última às 20h50min.

A orientação para os usuários que precisarem se deslocar com o Transporte Coletivo Urbano é que se programem com antecedência, a fim de evitar contratempos. Os horários dos ônibus podem ser consultados no site da Visate.

No sábado (24/10), o Transporte Coletivo Urbano opera normalmente, das 6h às 23h.

Ônibus irão operar das 6h às 8h e das 17h30 às 21h

Devido aos decretos Municipal e Estadual que determinam o Distanciamento Controlado, o Transporte Coletivo Urbano irá operar novamente com restrições neste domingo (25/10), segundo informou a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM). Portanto, a Visate irá atender a comunidade apenas nos horários de pico, das 6h às 8h e das 17h30 às 21h.

A Secretaria de Trânsito ressalta que, fora dos horários estabelecidos, toda a frota estará recolhida às garagens da Visate. A medida visa atender principalmente aos servidores da saúde e aos órgãos de segurança pública, para que não haja prejuízo a funcionários que são usuários do Transporte Coletivo Urbano e dependem de ônibus para irem trabalhar. Linhas alimentadoras e coletoras, nas EPIs, terão última volta às 21h; a última volta da linha Troncal, nas EPIs, será às 20h35min; no Centro, as linhas radiais sairão para a última às 20h50min.

A orientação para os usuários que precisarem se deslocar com o Transporte Coletivo Urbano é que se programem com antecedência, a fim de evitar contratempos. Os horários dos ônibus podem ser consultados no site da Visate.

No sábado (24/10), o Transporte Coletivo Urbano opera normalmente, das 6h às 23h.

Link para notícia no site Tua Rádio

Campanha de vacinação contra a pólio e multivacinação entra na última semana

Ação segue até sexta-feira, 30 de outubro
A campanha de vacinação contra a poliomielite e multivacinação segue até esta sexta-feira, 30 de outubro. Portanto, esses são os últimos dias para pais e responsáveis levarem crianças de 1 a cinco anos incompletos para se vacinar contra a poliomielite. Já a multivacinação é destinada a crianças e adolescentes menores de 15 anos que estejam com o esquema vacinal incompleto.

A diretora da Vigilância Epidemiológica de Caxias do Sul, Mônica Renosto, salienta a importância de colocar a caderneta de vacinação em dia e afirma que as equipes estão preparadas, aplicando os imunizantes segundo os cuidados sanitários necessários por conta da pandemia. “A vacina é considerada uma das principais formas de prevenção de doenças e uma das principais intervenções de saúde pública. Então, é muito importante que os pais levem as crianças e adolescentes para se imunizar. As equipes estão preparadas pra receber essa população e estão tomando todos os cuidados frente à pandemia da Covid, com o isolamento social, de cuidado pra distanciamento, tudo feito de forma segura”, explicou.

Todas as Unidades Básicas de Saúde de Caxias do Sul estão realizando a aplicação das doses, das 8h às 16h. Conforme dados da Secretaria Municipal da Saúde, até o momento, 10.440 crianças foram imunizadas contra a paralisia infantil (poliomielite) e 9.219 receberam doses atrasadas contra outras doenças durante a atualização da caderneta.

A meta é atingir 95% das crianças da faixa etária de 1 a 4 anos incompletos na vacinação contra a pólio, a qual, segundo o IBGE, é de 22.127 mil em Caxias. Já a campanha de multivacinação tem o objetivo de colocar em dia o esquema vacinal de crianças e adolescentes (0 a 14 anos completos) sem um quantitativo de público específico.

Ação segue até sexta-feira, 30 de outubro

A campanha de vacinação contra a poliomielite e multivacinação segue até esta sexta-feira, 30 de outubro. Portanto, esses são os últimos dias para pais e responsáveis levarem crianças de 1 a cinco anos incompletos para se vacinar contra a poliomielite. Já a multivacinação é destinada a crianças e adolescentes menores de 15 anos que estejam com o esquema vacinal incompleto.

A diretora da Vigilância Epidemiológica de Caxias do Sul, Mônica Renosto, salienta a importância de colocar a caderneta de vacinação em dia e afirma que as equipes estão preparadas, aplicando os imunizantes segundo os cuidados sanitários necessários por conta da pandemia. "A vacina é considerada uma das principais formas de prevenção de doenças e uma das principais intervenções de saúde pública. Então, é muito importante que os pais levem as crianças e adolescentes para se imunizar. As equipes estão preparadas pra receber essa população e estão tomando todos os cuidados frente à pandemia da Covid, com o isolamento social, de cuidado pra distanciamento, tudo feito de forma segura", explicou.

Todas as Unidades Básicas de Saúde de Caxias do Sul estão realizando a aplicação das doses, das 8h às 16h. Conforme dados da Secretaria Municipal da Saúde, até o momento, 10.440 crianças foram imunizadas contra a paralisia infantil (poliomielite) e 9.219 receberam doses atrasadas contra outras doenças durante a atualização da caderneta.

A meta é atingir 95% das crianças da faixa etária de 1 a 4 anos incompletos na vacinação contra a pólio, a qual, segundo o IBGE, é de 22.127 mil em Caxias. Já a campanha de multivacinação tem o objetivo de colocar em dia o esquema vacinal de crianças e adolescentes (0 a 14 anos completos) sem um quantitativo de público específico.

Link para notícia no site Tua Rádio

Cartório Eleitoral dá início à preparação das urnas eletrônicas em Caxias do Sul

A partir desta terça-feira (27), inicia os procedimentos para a geração das mídias, a carga nas urnas eletrônicas e por fim a inspeção e conferência dos dados
O Cartório Eleitoral de Caxias do Sul inicia, a partir desta terça-feira (27), os procedimentos para a geração das mídias, a carga nas urnas eletrônicas e por fim a inspeção e conferência dos dados, em preparação às Eleições de 2020. Esses procedimentos são públicos e podem ser acompanhados pela imprensa, seguindo o seguinte cronograma:

:: Geração das Mídias – dia 27/10, a partir das 13h:

É a cerimônia na qual o cartório gera os cartões de memória contendo as tabelas de partidos políticos, coligações, eleitores, seções e candidatos que serão inseridos nas urnas; os cartões de memória para votação e as mídias para gravação dos arquivos da urna;

:: Carga dos sistemas nas Urnas Eletrônicas e lacração das urnas – dia 28/10/2020, a partir das 09h:

É o evento em que as urnas de votação são preparadas e lacradas, utilizando-se o cartão de memória de carga e inserindo-se o cartão de memória de votação e a mídia para a gravação de arquivos. Também é realizado o teste de funcionamento das urnas e identificadas as embalagens com a zona eleitoral, o município e a seção a que se destinam;

:: Votação por amostragem – dia 06/11/2020, às 09h30:

Será realizada em até 3% das urnas preparadas para cada zona, observado o mínimo de uma urna, escolhidas aleatoriamente entre as urnas por zona de votação;

:: Inspeção e conferência dos dados nas Urnas Eletrônicas – dia 09/11/2020, a partir das 09h:

As urnas são ligadas para verificar se a data, hora e seção estão corretos.

O primeiro turno das Eleições Municipais de 2020 ocorre no dia 15 de novembro, e o segundo turno no dia 29 de novembro. Caxias do Sul contará com 1.096 seções, mas com a redução de urnas, na eleição serão utilizadas 876. A redução será de 20,01% do total de urnas/seções em relação às Eleições de 2018.

A partir desta terça-feira (27), inicia os procedimentos para a geração das mídias, a carga nas urnas eletrônicas e por fim a inspeção e conferência dos dados

O Cartório Eleitoral de Caxias do Sul inicia, a partir desta terça-feira (27), os procedimentos para a geração das mídias, a carga nas urnas eletrônicas e por fim a inspeção e conferência dos dados, em preparação às Eleições de 2020. Esses procedimentos são públicos e podem ser acompanhados pela imprensa, seguindo o seguinte cronograma:

:: Geração das Mídias – dia 27/10, a partir das 13h:

É a cerimônia na qual o cartório gera os cartões de memória contendo as tabelas de partidos políticos, coligações, eleitores, seções e candidatos que serão inseridos nas urnas; os cartões de memória para votação e as mídias para gravação dos arquivos da urna;

:: Carga dos sistemas nas Urnas Eletrônicas e lacração das urnas – dia 28/10/2020, a partir das 09h:

É o evento em que as urnas de votação são preparadas e lacradas, utilizando-se o cartão de memória de carga e inserindo-se o cartão de memória de votação e a mídia para a gravação de arquivos. Também é realizado o teste de funcionamento das urnas e identificadas as embalagens com a zona eleitoral, o município e a seção a que se destinam;

:: Votação por amostragem – dia 06/11/2020, às 09h30:

Será realizada em até 3% das urnas preparadas para cada zona, observado o mínimo de uma urna, escolhidas aleatoriamente entre as urnas por zona de votação;

:: Inspeção e conferência dos dados nas Urnas Eletrônicas – dia 09/11/2020, a partir das 09h:

As urnas são ligadas para verificar se a data, hora e seção estão corretos.

O primeiro turno das Eleições Municipais de 2020 ocorre no dia 15 de novembro, e o segundo turno no dia 29 de novembro. Caxias do Sul contará com 1.096 seções, mas com a redução de urnas, na eleição serão utilizadas 876. A redução será de 20,01% do total de urnas/seções em relação às Eleições de 2018.

Link para notícia no site Tua Rádio

Processo seletivo para cadastro reserva de estagiários na Câmara Municipal de Caxias do Sul está com inscrições abertas

Inscrição é gratuita e pode ser realizada até 10 de novembro
Jovens estudantes do Ensino Médio, Técnico em Informática e do Ensino Superior podem ter a chance de estagiar na Câmara Municipal de Caxias do Sul. O processo seletivo para cadastro reserva de estagiários já está com as inscrições abertas. Os interessados podem realizar a inscrição, que é gratuita, até o dia 10 de novembro, no site camaracaxias.rs.gov.br. O formulário está disponível no link “Concursos – Processo Seletivo de Estagiários”.

A seleção envolve alunos de Ensino Médio, Técnico em Informática e Ensino Superior. Para essa última etapa, poderão participar acadêmicos dos cursos de: Direito, Informática, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda.

A seleção segue critérios de avaliação do currículo do candidato, seguindo detalhamento definido no edital. A supervisão dos atos do processo seletivo é de responsabilidade do setor de Recursos Humanos do Legislativo. Mais informações podem ser obtidas pelo fone: (54) 3218.1655.

Inscrição é gratuita e pode ser realizada até 10 de novembro

Jovens estudantes do Ensino Médio, Técnico em Informática e do Ensino Superior podem ter a chance de estagiar na Câmara Municipal de Caxias do Sul. O processo seletivo para cadastro reserva de estagiários já está com as inscrições abertas. Os interessados podem realizar a inscrição, que é gratuita, até o dia 10 de novembro, no site camaracaxias.rs.gov.br. O formulário está disponível no link “Concursos – Processo Seletivo de Estagiários”.

A seleção envolve alunos de Ensino Médio, Técnico em Informática e Ensino Superior. Para essa última etapa, poderão participar acadêmicos dos cursos de: Direito, Informática, Jornalismo, Relações Públicas e Publicidade e Propaganda.

A seleção segue critérios de avaliação do currículo do candidato, seguindo detalhamento definido no edital. A supervisão dos atos do processo seletivo é de responsabilidade do setor de Recursos Humanos do Legislativo. Mais informações podem ser obtidas pelo fone: (54) 3218.1655.

Link para notícia no site Tua Rádio

Cartórios do Rio Grande do Sul já registraram mais de 3 mil uniões civis homoafetivas

Assunto veio a tona nesta semana após declaração do Papa Francisco de que “os homossexuais têm o direito de ter uma família”
A declaração do Papa Francisco de aprovação à união civil entre pessoas do mesmo sexo, que repercutiu em todo o mundo nesta semana, chama atenção a um direito que vem sendo exercido no Brasil desde 2011. Alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), os cartórios gaúchos já celebraram 3.595 uniões civis entre casais homoafetivos até setembro deste ano, promovendo a igualdade de oportunidades e a redução das desigualdades, por meio de legislação, políticas e ações igualitárias entre gêneros.

A posição do pontífice, revelada em documentário exibido no Festival de Cinema de Roma, destaca que “os homossexuais têm o direito de ter uma família. Eles são filhos de Deus”, disse Francisco em uma de suas entrevistas para o filme. “O que precisamos ter é uma lei de união civil, pois dessa maneira eles estarão legalmente protegidos”, completou. No Brasil, em 2011, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união estável entre pessoas do mesmo sexo como entidade familiar, ao julgar a Ação Direta de Inconstitucionalidade 4277 e a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 132. A partir da decisão, foram registradas 1.524 uniões deste tipo em Cartórios de Notas do Rio Grande do Sul, de acordo com dados da Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (Censec).

Já em maio de 2013, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio da Resolução nº 175, regulamentou a habilitação, a celebração de casamento civil, e a conversão de união estável em casamento aos casais homoafetivos. A norma padronizou nacionalmente a celebração de matrimônios entre pessoas do mesmo sexo, uma vez que até então, cada estado adotava um entendimento, cabendo a cada magistrado a decisão de autorizar ou não a celebração. Desde então, 2.071 casamentos foram realizados no Rio Grande do Sul segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os números mostram que os casamentos homoafetivos vem aumentando ano a ano desde sua regulamentação no Rio Grande do Sul, com crescimento ainda mais considerável nos últimos anos. Enquanto em 2017 foram realizados 249 casamentos, em 2018 esse número foi para 480, um aumento percentual de 92%.

Fonte: Anoreg/RS

Assunto veio a tona nesta semana após declaração do Papa Francisco de que "os homossexuais têm o direito de ter uma família"

A declaração do Papa Francisco de aprovação à união civil entre pessoas do mesmo sexo, que repercutiu em todo o mundo nesta semana, chama atenção a um direito que vem sendo exercido no Brasil desde 2011. Alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas (ONU), os cartórios gaúchos já celebraram 3.595 uniões civis entre casais homoafetivos até setembro deste ano, promovendo a igualdade de oportunidades e a redução das desigualdades, por meio de legislação, políticas e ações igualitárias entre gêneros.

A posição do pontífice, revelada em documentário exibido no Festival de Cinema de Roma, destaca que "os homossexuais têm o direito de ter uma família. Eles são filhos de Deus", disse Francisco em uma de suas entrevistas para o filme. "O que precisamos ter é uma lei de união civil, pois dessa maneira eles estarão legalmente protegidos", completou. No Brasil, em 2011, o Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) reconheceu a união estável entre pessoas do mesmo sexo como entidade familiar, ao julgar a Ação Direta de Inconstitucionalidade 4277 e a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental 132. A partir da decisão, foram registradas 1.524 uniões deste tipo em Cartórios de Notas do Rio Grande do Sul, de acordo com dados da Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (Censec).

Já em maio de 2013, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), por meio da Resolução nº 175, regulamentou a habilitação, a celebração de casamento civil, e a conversão de união estável em casamento aos casais homoafetivos. A norma padronizou nacionalmente a celebração de matrimônios entre pessoas do mesmo sexo, uma vez que até então, cada estado adotava um entendimento, cabendo a cada magistrado a decisão de autorizar ou não a celebração. Desde então, 2.071 casamentos foram realizados no Rio Grande do Sul segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os números mostram que os casamentos homoafetivos vem aumentando ano a ano desde sua regulamentação no Rio Grande do Sul, com crescimento ainda mais considerável nos últimos anos. Enquanto em 2017 foram realizados 249 casamentos, em 2018 esse número foi para 480, um aumento percentual de 92%.

Fonte: Anoreg/RS

Link para notícia no site Tua Rádio

Dupla é presa com veículo roubado, droga e arma em Caxias do Sul

Ação do Batalhão de Choque ocorreu no bairro São Victor Cohab
Dois homens de 22 anos foram presos pela Brigada Militar (BM) por receptação e posse de arma e drogas na noite desta sexta-feira (23/10) em Caxias do Sul, na Serra. Eles foram detidos por policiais do 4° Batalhão de Polícia de Choque, por volta das 19h na Rua Pedro Luiz Pessuto, no bairro São Victor Cohab.

De acordo com informações da polícia, foram apreendidos dois celulares, seis gramas de cocaína, uma balança de precisão, duas placas veículos clonadas, um revólver calibre 38, cinco munições do mesmo calibre e um veículo Toyota Etios.

A dupla foi encaminhada à delegacia, onde foi autuada em flagrante.

Ação do Batalhão de Choque ocorreu no bairro São Victor Cohab

Dois homens de 22 anos foram presos pela Brigada Militar (BM) por receptação e posse de arma e drogas na noite desta sexta-feira (23/10) em Caxias do Sul, na Serra. Eles foram detidos por policiais do 4° Batalhão de Polícia de Choque, por volta das 19h na Rua Pedro Luiz Pessuto, no bairro São Victor Cohab.

De acordo com informações da polícia, foram apreendidos dois celulares, seis gramas de cocaína, uma balança de precisão, duas placas veículos clonadas, um revólver calibre 38, cinco munições do mesmo calibre e um veículo Toyota Etios.

A dupla foi encaminhada à delegacia, onde foi autuada em flagrante.

Link para notícia no site Tua Rádio

Abertas as inscrições para o curso Master em Investimento On-line

Formação é voltada para todos que desejam aprender sobre o mercado financeiro
Está cada vez mais comum, investidores aplicarem suas economias em investimentos alternativos disponíveis no mercado. Buscando formar investidores mais conscientes, a Making Money, juntamente com a LC&T Investimentos – Agente Autônomo de Investimentos XP Investimentos – e a Faculdade Cesurg Marau, lançam a formação intensiva do Master em Investimentos. A formação é voltada para todos que desejam aprender sobre o mercado financeiro.

O conteúdo do curso será dividido em cinco módulos, sendo quatro disciplinas por semana, estudadas em 20 dias de aula. Serão 80 horas de aula ao vivo com especialistas, mestres e doutores, mais 40 horas de atividades tutoradas com profissionais certificados, além de 10 horas de aulas magnas gravadas e conferências com gestoras, também gravadas. Os alunos terão acesso ilimitado ao acervo gravado de aulas.

Os módulos trabalhados serão: Planejamento Financeiro; Renda Fixa, Fundos e Previdência; Renda Variável; Mercados Futuros e Derivativos e Carteiras de Investimentos. O curso inicia no dia 9 de novembro, com duração até 10 de dezembro. As matrículas podem ser feitas pelo fone (54) 9700-7000. Serão disponibilizadas poucas vagas.

Formação é voltada para todos que desejam aprender sobre o mercado financeiro

Está cada vez mais comum, investidores aplicarem suas economias em investimentos alternativos disponíveis no mercado. Buscando formar investidores mais conscientes, a Making Money, juntamente com a LC&T Investimentos – Agente Autônomo de Investimentos XP Investimentos – e a Faculdade Cesurg Marau, lançam a formação intensiva do Master em Investimentos. A formação é voltada para todos que desejam aprender sobre o mercado financeiro.

O conteúdo do curso será dividido em cinco módulos, sendo quatro disciplinas por semana, estudadas em 20 dias de aula. Serão 80 horas de aula ao vivo com especialistas, mestres e doutores, mais 40 horas de atividades tutoradas com profissionais certificados, além de 10 horas de aulas magnas gravadas e conferências com gestoras, também gravadas. Os alunos terão acesso ilimitado ao acervo gravado de aulas.

Os módulos trabalhados serão: Planejamento Financeiro; Renda Fixa, Fundos e Previdência; Renda Variável; Mercados Futuros e Derivativos e Carteiras de Investimentos. O curso inicia no dia 9 de novembro, com duração até 10 de dezembro. As matrículas podem ser feitas pelo fone (54) 9700-7000. Serão disponibilizadas poucas vagas.

Link para notícia no site Tua Rádio

Aqui é o Meu Lugar conta a história do jovem Oberdan Finato

Se preferir, ouça este conteúdo no player de áudio da matéria
Estamos chegando a penúltima reportagem da série Aqui é o Meu Lugar deste ano, quando foi realizada a sexta temporada doprojeto. Para contar mais um exemplo de sucessão rural, fomos até o município de São Domingos do Sul, mais preciamente na Comunidade Seis de Maio. Por lá, conhecemos a família do Oberdan Finato, que trabalha na produção de hortifuti no sistema orgânico.

Oberdam, ao encerra o Ensino Médio, decidiu fazer faculdade de Engenharia Química. Ele cursou na Universidade Federal de Rio Grande e, no último ano do curso, estagiou em uma empresa de papelção, sediada em Santa Catarina. Foi neste momento que o coração bateu mais forte e ele decidiu voltar para casa e investir seu conhecimento no meio rural. O jovem recebeu proposta para ser efetivado na empresa porém, entendeu que estando em casa, com a família, atuando no segmento agrícola, poderia ter melhores resultados em sua vida. É o que vem acontecendo desde então.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio e assista o vídeo desse conteúdo em nosso canal do youtube.

Neste ano, são patrocinadores do projeto Aqui é o Meu Lugar o escritório de advocacia de. José João Santin, ex-prefeito de Marau; o Posto do Décio e a Clínica Plena, ambas do município de Casca; a Associação Sindical Regional de Passo Fundo, que atua no segmento da agricultura familiar; a concessionária de energia Coprel e seu braço de geração de internet, a Triway; a Fabe Faculdade de Marau; a Clínica Pele do ramo da odontologia, também localizada em Marau; a Cooperativa Coasa, que tem unidades em municípios da região e o Moinho Marau, instalado na Comunidade de São Caetano, em Marau.

Cronograma Aqui é o Meu Lugar 2020: toda quinta-feira à noite, por volta de 20h30, é veiculado um vídeo nos canais da Tua Rádio Alvorada, com uma resenha da reportagem, da história da família e da atividade desenvolvida na propriedade rural. A reportagem completa vai ao ar nos sábados, às 8h da manhã e a reprise aos domingos, às 13h. O conteúdo também está disponível nesta matéria, em áudio e vídeo.

Se preferir, ouça este conteúdo no player de áudio da matéria

Estamos chegando a penúltima reportagem da série Aqui é o Meu Lugar deste ano, quando foi realizada a sexta temporada doprojeto. Para contar mais um exemplo de sucessão rural, fomos até o município de São Domingos do Sul, mais preciamente na Comunidade Seis de Maio. Por lá, conhecemos a família do Oberdan Finato, que trabalha na produção de hortifuti no sistema orgânico.

Oberdam, ao encerra o Ensino Médio, decidiu fazer faculdade de Engenharia Química. Ele cursou na Universidade Federal de Rio Grande e, no último ano do curso, estagiou em uma empresa de papelção, sediada em Santa Catarina. Foi neste momento que o coração bateu mais forte e ele decidiu voltar para casa e investir seu conhecimento no meio rural. O jovem recebeu proposta para ser efetivado na empresa porém, entendeu que estando em casa, com a família, atuando no segmento agrícola, poderia ter melhores resultados em sua vida. É o que vem acontecendo desde então.

Ouça a reportagem completa clicando no player de áudio e assista o vídeo desse conteúdo em nosso canal do youtube.

Neste ano, são patrocinadores do projeto Aqui é o Meu Lugar o escritório de advocacia de. José João Santin, ex-prefeito de Marau; o Posto do Décio e a Clínica Plena, ambas do município de Casca; a Associação Sindical Regional de Passo Fundo, que atua no segmento da agricultura familiar; a concessionária de energia Coprel e seu braço de geração de internet, a Triway; a Fabe Faculdade de Marau; a Clínica Pele do ramo da odontologia, também localizada em Marau; a Cooperativa Coasa, que tem unidades em municípios da região e o Moinho Marau, instalado na Comunidade de São Caetano, em Marau.

Cronograma Aqui é o Meu Lugar 2020: toda quinta-feira à noite, por volta de 20h30, é veiculado um vídeo nos canais da Tua Rádio Alvorada, com uma resenha da reportagem, da história da família e da atividade desenvolvida na propriedade rural. A reportagem completa vai ao ar nos sábados, às 8h da manhã e a reprise aos domingos, às 13h. O conteúdo também está disponível nesta matéria, em áudio e vídeo.

Link para notícia no site Tua Rádio

Regional Passo Fundo segue com risco médio para Covid-19

Classificação preliminar, divulgada nesta sexta, indica bandeira laranja para a região
A Região de Passo Fundo segue em bandeira laranja com risco epidemiológico médio, por mais uma semana, no mapa do Distanciamento Controlado do Governo do Estado. Porém, depois de duas rodadas sem regiões classificadas como risco epidemiológico alto, o mapa preliminar da 25ª semana, divulgado nesta sexta-feira, 23/10, voltou a apresentar bandeira vermelha. Foi para as Regionais Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo. As outras 15 regiões Covid seguem em bandeira laranja.

Veja o mapa preliminar da 25ª rodada: https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br.

O número de novas hospitalizações (clínicas e UTI) confirmadas por Covid-19 chamou a atenção da equipe que monitora os indicadores de propagação do coronavírus. Entre as duas últimas semanas, o aumento foi de 21% – de 739 para 897. Esse aumento repercutiu sobre a elevação de 13% de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19. Para internados em UTI com a doença, a situação ficou relativamente estável, com leve aumento de 533 para 539. O indicador óbitos cresceu 11% entre as duas últimas semanas, de 213 para 236.

O monitoramento diário desses indicadores permite ao governo identificar se essas oscilações são situações pontuais ou alguma tendência mais consistente ao longo do tempo. De qualquer maneira, há a necessidade de a população reforçar os cuidados pessoais, como o uso de máscara e a higienização das mãos, e o distanciamento pessoal, além de evitar ao máximo as aglomerações.

As regiões em cogestão classificadas em bandeira vermelha podem adotar regras de bandeira laranja, e as classificadas em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela, basta que enviem protocolos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam). A Associação dos Municípios do Planalto optou por seguir a bandeira laranja por enquanto. Os planos regionais aprovados estão disponíveis em https://planejamento.rs.gov.br/cogestao-regional. As classificações desta rodada passam a valer a partir de terça, dia 27/10.

Classificação preliminar, divulgada nesta sexta, indica bandeira laranja para a região

A Região de Passo Fundo segue em bandeira laranja com risco epidemiológico médio, por mais uma semana, no mapa do Distanciamento Controlado do Governo do Estado. Porém, depois de duas rodadas sem regiões classificadas como risco epidemiológico alto, o mapa preliminar da 25ª semana, divulgado nesta sexta-feira, 23/10, voltou a apresentar bandeira vermelha. Foi para as Regionais Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo. As outras 15 regiões Covid seguem em bandeira laranja.

Veja o mapa preliminar da 25ª rodada: https://distanciamentocontrolado.rs.gov.br.

O número de novas hospitalizações (clínicas e UTI) confirmadas por Covid-19 chamou a atenção da equipe que monitora os indicadores de propagação do coronavírus. Entre as duas últimas semanas, o aumento foi de 21% – de 739 para 897. Esse aumento repercutiu sobre a elevação de 13% de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19. Para internados em UTI com a doença, a situação ficou relativamente estável, com leve aumento de 533 para 539. O indicador óbitos cresceu 11% entre as duas últimas semanas, de 213 para 236.

O monitoramento diário desses indicadores permite ao governo identificar se essas oscilações são situações pontuais ou alguma tendência mais consistente ao longo do tempo. De qualquer maneira, há a necessidade de a população reforçar os cuidados pessoais, como o uso de máscara e a higienização das mãos, e o distanciamento pessoal, além de evitar ao máximo as aglomerações.

As regiões em cogestão classificadas em bandeira vermelha podem adotar regras de bandeira laranja, e as classificadas em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela, basta que enviem protocolos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam). A Associação dos Municípios do Planalto optou por seguir a bandeira laranja por enquanto. Os planos regionais aprovados estão disponíveis em https://planejamento.rs.gov.br/cogestao-regional. As classificações desta rodada passam a valer a partir de terça, dia 27/10.

Link para notícia no site Tua Rádio

Com mais 91 registros, Caxias do Sul chega a 10 mil casos confirmados da Covid-19

Segundo Secretaria da Saúde, 8.754 pessoas estão recuperadas
A Secretaria Municipal da Saúde de Caxias do Sul divulgou o último boletim epidemiológico nesta sexta-feira (23) informando que o município chegou a 10.051 casos confirmados da Covid-19.

O documento também aponta que 1.133 pessoas estão com o vírus ativo enquanto 8.754 estão recuperadas. Dos pacientes em tratamento, 1.079 estão em isolamento domiciliar, 28 em enfermaria e 26 em UTI.

Também há 100 pessoas aguardando resultado e 61.012 testaram negativo para Covid-19. Até o momento, o município registrou 164 mortes ocasionadas por complicações da doença.

Dos 10.051 casos confirmados, 4.727 são homens e 5.324 mulheres. Do total, 1.108 são profissionais da saúde e 60 da segurança.

Na rede pública de saúde do município a ocupação de leitos de UTI está em 77%, com 56 vagas utilizadas. Já na rede particular, 64 leitos de UTI estão em utilização, o que corresponde a 75% da capacidade total.

Para mais informações, acesse https://covid.caxias.rs.gov.br

Segundo Secretaria da Saúde, 8.754 pessoas estão recuperadas

A Secretaria Municipal da Saúde de Caxias do Sul divulgou o último boletim epidemiológico nesta sexta-feira (23) informando que o município chegou a 10.051 casos confirmados da Covid-19.

O documento também aponta que 1.133 pessoas estão com o vírus ativo enquanto 8.754 estão recuperadas. Dos pacientes em tratamento, 1.079 estão em isolamento domiciliar, 28 em enfermaria e 26 em UTI.

Também há 100 pessoas aguardando resultado e 61.012 testaram negativo para Covid-19. Até o momento, o município registrou 164 mortes ocasionadas por complicações da doença.

Dos 10.051 casos confirmados, 4.727 são homens e 5.324 mulheres. Do total, 1.108 são profissionais da saúde e 60 da segurança.

Na rede pública de saúde do município a ocupação de leitos de UTI está em 77%, com 56 vagas utilizadas. Já na rede particular, 64 leitos de UTI estão em utilização, o que corresponde a 75% da capacidade total.

Para mais informações, acesse https://covid.caxias.rs.gov.br

Link para notícia no site Tua Rádio

“Feira sem sacola” e coleta de resíduos eletrônicos são promovidas pela Prefeitura de Caxias do Sul na Semana Lixo Zero

Atividades integram as mais de 70 ações promovidas até 1º de novembro
Pela primeira vez, Caxias do Sul participa da Semana Lixo Zero, que iniciou nesta sexta-feira (23). A iniciativa é idealizada pelo Instituto Lixo Zero Brasil e coordenada pelo Coletivo Lixo Zero Rio Grande do Sul. As atividades seguem até o dia 1º de novembro.

São mais de70 ações sobre sustentabilidade e educação ambiental que vão correr durante nove dias (Confira AQUI). Entre as ações, está a Feira sem Sacola. Dos dias 27 a 31 de outubro, consumidores das Feiras do Agricultor e Feira Ecológica serão convidados a utilizar bolsas reutilizáveis (ecobag) em vez de sacolas plásticas. A prática será realizada em diferentes pontos da cidade. Conforme o secretário municipal do Meio Ambiente, Nério Susin, o objetivo é conscientizar a população sobre a redução de resíduos. “Também a Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento vai promover a feira sem sacolas plásticas pra incentivar as pessoas a levarem suas próprias bolsas e não precisar separar os alimentos em 20 ou 30 sacolinhas. Esse é um ponto pra ver que é possível sim a gente gerar menos descarte, menos lixo”, afirmou. Ouça a entrevista no link acima da foto.

Outra ação que será realizada em conjunto com a Codeca é a coleta de resíduos eletrônicos. A atividade vai ocorrer em formato drive-thru, na Praça Dante Alighieri no dia 29 de outubro, das 7h às 19h.

Confira os cronogramas:

“Feira sem Sacola” nas Feiras do Agricultor:

27/10 – Praça das Feiras (15h)
30/10 – Bairro Cruzeiro (15h)
31/10 – Maesa (6h)

“Feira sem Sacola” nas Feiras Ecológicas

29/10 – em frente à Prefeitura (12h)
31/10 – Praça das Feiras (6h30)

Coleta de resíduos eletrônicos:

29/10 – Praça Dante Alighieri (7h às 19h)

Atividades integram as mais de 70 ações promovidas até 1º de novembro

Pela primeira vez, Caxias do Sul participa da Semana Lixo Zero, que iniciou nesta sexta-feira (23). A iniciativa é idealizada pelo Instituto Lixo Zero Brasil e coordenada pelo Coletivo Lixo Zero Rio Grande do Sul. As atividades seguem até o dia 1º de novembro.

São mais de70 ações sobre sustentabilidade e educação ambiental que vão correr durante nove dias (Confira AQUI). Entre as ações, está a Feira sem Sacola. Dos dias 27 a 31 de outubro, consumidores das Feiras do Agricultor e Feira Ecológica serão convidados a utilizar bolsas reutilizáveis (ecobag) em vez de sacolas plásticas. A prática será realizada em diferentes pontos da cidade. Conforme o secretário municipal do Meio Ambiente, Nério Susin, o objetivo é conscientizar a população sobre a redução de resíduos. “Também a Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento vai promover a feira sem sacolas plásticas pra incentivar as pessoas a levarem suas próprias bolsas e não precisar separar os alimentos em 20 ou 30 sacolinhas. Esse é um ponto pra ver que é possível sim a gente gerar menos descarte, menos lixo”, afirmou. Ouça a entrevista no link acima da foto.

Outra ação que será realizada em conjunto com a Codeca é a coleta de resíduos eletrônicos. A atividade vai ocorrer em formato drive-thru, na Praça Dante Alighieri no dia 29 de outubro, das 7h às 19h.

Confira os cronogramas:

“Feira sem Sacola” nas Feiras do Agricultor:

  • 27/10 – Praça das Feiras (15h)
  • 30/10 – Bairro Cruzeiro (15h)
  • 31/10 – Maesa (6h)

Feira sem Sacola” nas Feiras Ecológicas

  • 29/10 – em frente à Prefeitura (12h)
  • 31/10 – Praça das Feiras (6h30)

Coleta de resíduos eletrônicos:

  • 29/10 – Praça Dante Alighieri (7h às 19h)
Link para notícia no site Tua Rádio

Serra Gaúcha segue em situação de risco epidemiológico médio para Covid-19

Estado voltou a apresentar bandeiras vermelha e nenhuma região ficou na bandeira amarela
Na 25ª semana do Distanciamento Cobntrolado o Rio Grande do Sul voltou a apresentar piora em alguns indicadores. Com isso, três regiões voltaram para a bandeira vermelha e nenhuma se enquadrou na bandeira amarela. A Serra Gaúcha permanece na bandeira laranja, quie significa risco epidemiológico médio para Covid-19, por mais uma semana.

As regiões de Bagé, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões foram as que retornaram para a bandeira laranja. Já, Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo foram enquadradas na bandeira vermelha.

Conforme dados do governo estadual, o número de novas hospitalizações confirmadas por Covid-19 chamou a atenção com aumento de 21% – de 739 para 897 – em duas semanas. Também houve elevação de 13% de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19. O número de óbitos cresceu 11% entre as duas últimas semanas, subindo de 213 para 236.

Porém, as internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em UTI tiveram queda de 7% e houve relativa estabilidade dos confirmados com Covid-19 em UTI (aumento de apenas 1%). Mesmo contabilizando os pacientes internados por outras causas, ocorreu queda no número de leitos de UTI ocupados.

Quanto às regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, Caxias do Sul aparece em terceiro lugar com 72, atrás apenas den Porto Alegre (326) e Canoas (77).

Estado voltou a apresentar bandeiras vermelha e nenhuma região ficou na bandeira amarela

Na 25ª semana do Distanciamento Cobntrolado o Rio Grande do Sul voltou a apresentar piora em alguns indicadores. Com isso, três regiões voltaram para a bandeira vermelha e nenhuma se enquadrou na bandeira amarela. A Serra Gaúcha permanece na bandeira laranja, quie significa risco epidemiológico médio para Covid-19, por mais uma semana.

As regiões de Bagé, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões foram as que retornaram para a bandeira laranja. Já, Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo foram enquadradas na bandeira vermelha.

Conforme dados do governo estadual, o número de novas hospitalizações confirmadas por Covid-19 chamou a atenção com aumento de 21% – de 739 para 897 – em duas semanas. Também houve elevação de 13% de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19. O número de óbitos cresceu 11% entre as duas últimas semanas, subindo de 213 para 236.

Porém, as internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em UTI tiveram queda de 7% e houve relativa estabilidade dos confirmados com Covid-19 em UTI (aumento de apenas 1%). Mesmo contabilizando os pacientes internados por outras causas, ocorreu queda no número de leitos de UTI ocupados.

Quanto às regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, Caxias do Sul aparece em terceiro lugar com 72, atrás apenas den Porto Alegre (326) e Canoas (77).

Link para notícia no site Tua Rádio

Serra Gaúcha segue em situação de risco epdemiológico médio para Covid-19

Estado voltou a apresentar bandeiras vermelha e nenhuma região ficou na bandeira amarela
Na 25ª semana do Distanciamento Cobntrolado o Rio Grande do Sul voltou a apresentar piora em alguns indicadores. Com isso, três regiões voltaram para a bandeira vermelha e nenhuma se enquadrou na bandeira amarela. A Serra Gaúcha permanece na bandeira laranja, quie significa risco epidemiológico médio para Covid-19, por mais uma semana.

As regiões de Bagé, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões foram as que retornaram para a bandeira laranja. Já, Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo foram enquadradas na bandeira vermelha.

Conforme dados do governo estadual, o número de novas hospitalizações confirmadas por Covid-19 chamou a atenção com aumento de 21% – de 739 para 897 – em duas semanas. Também houve elevação de 13% de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19. O número de óbitos cresceu 11% entre as duas últimas semanas, subindo de 213 para 236.

Porém, as internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em UTI tiveram queda de 7% e houve relativa estabilidade dos confirmados com Covid-19 em UTI (aumento de apenas 1%). Mesmo contabilizando os pacientes internados por outras causas, ocorreu queda no número de leitos de UTI ocupados.

Quanto às regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, Caxias do Sul aparece em terceiro lugar com 72, atrás apenas den Porto Alegre (326) e Canoas (77).

Estado voltou a apresentar bandeiras vermelha e nenhuma região ficou na bandeira amarela

Na 25ª semana do Distanciamento Cobntrolado o Rio Grande do Sul voltou a apresentar piora em alguns indicadores. Com isso, três regiões voltaram para a bandeira vermelha e nenhuma se enquadrou na bandeira amarela. A Serra Gaúcha permanece na bandeira laranja, quie significa risco epidemiológico médio para Covid-19, por mais uma semana.

As regiões de Bagé, Cachoeira do Sul e Palmeira das Missões foram as que retornaram para a bandeira laranja. Já, Cruz Alta, Ijuí e Santo Ângelo foram enquadradas na bandeira vermelha.

Conforme dados do governo estadual, o número de novas hospitalizações confirmadas por Covid-19 chamou a atenção com aumento de 21% – de 739 para 897 – em duas semanas. Também houve elevação de 13% de internados em leitos clínicos confirmados com Covid-19. O número de óbitos cresceu 11% entre as duas últimas semanas, subindo de 213 para 236.

Porém, as internações por síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em UTI tiveram queda de 7% e houve relativa estabilidade dos confirmados com Covid-19 em UTI (aumento de apenas 1%). Mesmo contabilizando os pacientes internados por outras causas, ocorreu queda no número de leitos de UTI ocupados.

Quanto às regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, Caxias do Sul aparece em terceiro lugar com 72, atrás apenas den Porto Alegre (326) e Canoas (77).

Link para notícia no site Tua Rádio

Número de inadimplentes recua em Caxias do Sul

Dados da Boa Vista SCPC apontam que a cidade reduziu em 13 mil a quantidade de devedores.
Apesar das dificuldades impostas pela pandemia, Caxias do Sul apresentou redução no número de inadimplentes. Segundo a Boa Vista SCPC, banco de informações de crédito, na comparação com 2019, os devedores passaram de 125 mil para 112 mil.

Na avaliação do economista-chefe da CDL Porto Alegre, Oscar Frank, quatro fatores contribuíram para este fato. O auxílio emergencial, concedido pelo Governo Federal durante a pandemia. Além disso, as famílias se tornaram mais precavidas economicamente diante das incertezas. Por fim, a redução da taxa Selic permitiu renegociar dívidas, e os bancos concederam adiamento de pagamentos.

A presidente do Sindilojas Caxias, Idalice Manchini, analisou o cenário da cidade. Além disso, falou sobre a reação na geração de empregos na cidade. Em agosto, após cinco meses, apresentou um número positivo no Varejo com 39 vagas. Ela concedeu entrevista ao No Ponto desta sexta-feira (23).

(Ouça a entrevista na íntegra abaixo do título)

Dados da Boa Vista SCPC apontam que a cidade reduziu em 13 mil a quantidade de devedores.

Apesar das dificuldades impostas pela pandemia, Caxias do Sul apresentou redução no número de inadimplentes. Segundo a Boa Vista SCPC, banco de informações de crédito, na comparação com 2019, os devedores passaram de 125 mil para 112 mil.

Na avaliação do economista-chefe da CDL Porto Alegre, Oscar Frank, quatro fatores contribuíram para este fato. O auxílio emergencial, concedido pelo Governo Federal durante a pandemia. Além disso, as famílias se tornaram mais precavidas economicamente diante das incertezas. Por fim, a redução da taxa Selic permitiu renegociar dívidas, e os bancos concederam adiamento de pagamentos.

A presidente do Sindilojas Caxias, Idalice Manchini, analisou o cenário da cidade. Além disso, falou sobre a reação na geração de empregos na cidade. Em agosto, após cinco meses, apresentou um número positivo no Varejo com 39 vagas. Ela concedeu entrevista ao No Ponto desta sexta-feira (23).

(Ouça a entrevista na íntegra abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Finados: Interessados em vender flores nos cemitérios públicos de Caxias precisam se inscrever

Documentação precisa ser encaminhada para Secretaria de Urbanismo até dia 23.
Abre nesta sexta-feira (16) o prazo para inscrições do cadastro de interessados em vender flores nas proximidades dos cemitérios públicos I e II de Caxias do Sul no feriado de Finados. A documentação precisa ser encaminhada na Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) até o dia 23.

É necessário apresentar comprovante de residência na cidade e documento com foto. A entrega dos documentos precisa ser agendada pelo telefone 3218-6128. Além disso, é necessário pagar uma taxa de R$ 100,35.

As vendas serão permitidas somente nos dias 31/10, 1º e 02/11.

Documentação precisa ser encaminhada para Secretaria de Urbanismo até dia 23.

Abre nesta sexta-feira (16) o prazo para inscrições do cadastro de interessados em vender flores nas proximidades dos cemitérios públicos I e II de Caxias do Sul no feriado de Finados. A documentação precisa ser encaminhada na Secretaria Municipal de Urbanismo (SMU) até o dia 23.

É necessário apresentar comprovante de residência na cidade e documento com foto. A entrega dos documentos precisa ser agendada pelo telefone 3218-6128. Além disso, é necessário pagar uma taxa de R$ 100,35.

As vendas serão permitidas somente nos dias 31/10, 1º e 02/11.

Link para notícia no site Tua Rádio

Estado já perdeu quase 90 mil empregos formais em 2020

Cerca de 88,6 mil vínculos foram encerrados. Número representa redução de 3,5%.
Influenciado pela pandemia e a estiagem, o mercado de trabalho formal no Rio Grande do Sul apresentou uma redução significativa entre os meses de janeiro e agosto. Segundo dados do boletim de trabalho, produzido pela Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, 88,6 mil empregos foram encerrados no período.

O documento aponta que os mais prejudicados foram mulheres, trabalhadores menos escolarizados e a população com idade igual ou superior a 50 anos. Já os setores que mais sentiram os efeitos foram Comércio e Serviços.

O pesquisador Guilherme Xavier Sobrinho, um dos responsáveis pelo documento, deu mais detalhes sobre o boletim em entrevista ao No Ponto desta quinta-feira (15. O documento na íntegra você confere AQUI.

(Ouça a entrevista abaixo do título)

Cerca de 88,6 mil vínculos foram encerrados. Número representa redução de 3,5%.

Influenciado pela pandemia e a estiagem, o mercado de trabalho formal no Rio Grande do Sul apresentou uma redução significativa entre os meses de janeiro e agosto. Segundo dados do boletim de trabalho, produzido pela Secretaria de Planejamento, Governança e Gestão, 88,6 mil empregos foram encerrados no período.

O documento aponta que os mais prejudicados foram mulheres, trabalhadores menos escolarizados e a população com idade igual ou superior a 50 anos. Já os setores que mais sentiram os efeitos foram Comércio e Serviços.

O pesquisador Guilherme Xavier Sobrinho, um dos responsáveis pelo documento, deu mais detalhes sobre o boletim em entrevista ao No Ponto desta quinta-feira (15. O documento na íntegra você confere AQUI.

(Ouça a entrevista abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Sine Caxias do Sul disponibiliza mais de 120 vagas de emprego a partir desta terça-feira (13)

90 vagas são para preenchimento urgente para trabalho temporário no evento Mercopar
A agência FGTAS/SINE de Caxias do Sul tem 122 vagas de emprego disponíveis em diversos setores. Dentre as vagas ofertadas, 90 são para trabalho temporário nas áreas de segurança, portaria e limpeza no evento Mercopar.

A agência atende de segunda a sexta, das 8h às 14h. Todas as manhãs, ocorre a distribuição de senhas para atendimento referente às vagas de emprego. Nas fichas constam os horários, para não gerar aglomerações. A lista completa com todas as 122 vagas de trabalho está disponível AQUI.

Quanto ao Seguro-Desemprego, o procedimento é feito de forma online pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. Caso o cidadão tenha dúvidas ou não consiga realizar o pedido na plataforma, é preciso agendar um horário para o atendimento na própria agência. Os telefones para contato são: (54) 3223-7071 / 3223-0408 / 3215-4900 / 98432-6548.

Confira as vagas para preenchimento urgente:

SEGURANÇA NO EVENTO MERCOPAR : 30 VAGAS

*ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

* EXPERIÊNCIA EM CTPS.

AUXILIAR DE LIMPEZA NO EVENTO MERCOPAR: 30 VAGAS

* ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

* EXPERIÊNCIA EM CTPS.

PORTEIRO NO EVENTO MERCOPAR: 30 VAGAS

* ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

* EXPERIÊNCIA EM CTPS.

90 vagas são para preenchimento urgente para trabalho temporário no evento Mercopar

A agência FGTAS/SINE de Caxias do Sul tem 122 vagas de emprego disponíveis em diversos setores. Dentre as vagas ofertadas, 90 são para trabalho temporário nas áreas de segurança, portaria e limpeza no evento Mercopar.

A agência atende de segunda a sexta, das 8h às 14h. Todas as manhãs, ocorre a distribuição de senhas para atendimento referente às vagas de emprego. Nas fichas constam os horários, para não gerar aglomerações. A lista completa com todas as 122 vagas de trabalho está disponível AQUI.

Quanto ao Seguro-Desemprego, o procedimento é feito de forma online pelo aplicativo da Carteira de Trabalho Digital. Caso o cidadão tenha dúvidas ou não consiga realizar o pedido na plataforma, é preciso agendar um horário para o atendimento na própria agência. Os telefones para contato são: (54) 3223-7071 / 3223-0408 / 3215-4900 / 98432-6548.

Confira as vagas para preenchimento urgente:

SEGURANÇA NO EVENTO MERCOPAR : 30 VAGAS

*ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

* EXPERIÊNCIA EM CTPS.

AUXILIAR DE LIMPEZA NO EVENTO MERCOPAR: 30 VAGAS

* ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

* EXPERIÊNCIA EM CTPS.

PORTEIRO NO EVENTO MERCOPAR: 30 VAGAS

* ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO

* EXPERIÊNCIA EM CTPS.

Link para notícia no site Tua Rádio

Demissões na Visate correspondem a cerca de 20% do total de funcionários

Nesta quarta-feira (7), 243 colaboradores foram desligados da empresa.
Ao ser informado que 243 funcionários seriam demitidos nesta semana, o Sindicato dos Rodoviários de Caxias do Sul foi informado pela Visate que, a princípio, novas demissões não devem ocorrer. O advogado do sindicato, João Batista Wolf de Oliveira, explicou que os desligamentos ocorreram com aviso prévio indenizado.

Segundo informações da entidade, o total de funcionários demitidos corresponde a cerca de 20% do quadro de colaboradores da empresa. Alguns estavam incluídos na lei de redução parcial de jornada de trabalho.

A Visate se manifestou somente por meio de nota:

“A VISATE informa, seguindo seus princípios de transparência e prestação de contas à comunidade caxiense, que devido a grande queda na demanda de usuários do transporte público de Caxias do Sul, ocorrida em virtude da pandemia do novo Coronavírus e decorridos seis meses desde o início do Estado de Emergência, o qual continuamos vivendo, infelizmente, precisamos desligar 243 funcionários do nosso quadro, visando ajustar a operação em relação a demanda. Essa redução é absolutamente necessária para a manutenção dos serviços à população, bem como para o reequilíbrio financeiro da empresa. Lamentamos profundamente a situação, mas, é preciso se adaptar para continuar atendendo a comunidade caxiense.”

(Ouça a entrevista na íntegra abaixo do título)

Nesta quarta-feira (7), 243 colaboradores foram desligados da empresa.

Ao ser informado que 243 funcionários seriam demitidos nesta semana, o Sindicato dos Rodoviários de Caxias do Sul foi informado pela Visate que, a princípio, novas demissões não devem ocorrer. O advogado do sindicato, João Batista Wolf de Oliveira, explicou que os desligamentos ocorreram com aviso prévio indenizado.

Segundo informações da entidade, o total de funcionários demitidos corresponde a cerca de 20% do quadro de colaboradores da empresa. Alguns estavam incluídos na lei de redução parcial de jornada de trabalho.

A Visate se manifestou somente por meio de nota:

A VISATE informa, seguindo seus princípios de transparência e prestação de contas à comunidade caxiense, que devido a grande queda na demanda de usuários do transporte público de Caxias do Sul, ocorrida em virtude da pandemia do novo Coronavírus e decorridos seis meses desde o início do Estado de Emergência, o qual continuamos vivendo, infelizmente, precisamos desligar 243 funcionários do nosso quadro, visando ajustar a operação em relação a demanda. Essa redução é absolutamente necessária para a manutenção dos serviços à população, bem como para o reequilíbrio financeiro da empresa. Lamentamos profundamente a situação, mas, é preciso se adaptar para continuar atendendo a comunidade caxiense.

(Ouça a entrevista na íntegra abaixo do título)

Link para notícia no site Tua Rádio

Professor de economia explica o que é o Pix, novo sistema do Banco Central

Professor de Economia da FSG, Gustavo Bertotti também faz um alerta para que os usuários redobrem a atenção para não caírem em golpes
Desde o início desta semana, usuários de todo o Brasil estão cadastrando suas chaves no Pix, novo sistema do Banco Central (BC) para pagamentos instantâneos, ou seja, transferências monetárias eletrônicas na qual a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorre em tempo real e cujo serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários.

O Pix estará disponível para a população brasileira a partir de novembro. Em entrevista o programa No Ponto desta quinta-feira (08), o professor de Economia do Centro Universitário da Serra gaúcha (FSG), Gustavo Bertotti, explicou e tirou algumas dúvidas sobre o novo sistema, além de fazer um alerta para que os usuários redobrem a atenção para não caírem em golpes.

Ouça AQUI a entrevista completa.

Professor de Economia da FSG, Gustavo Bertotti também faz um alerta para que os usuários redobrem a atenção para não caírem em golpes

Desde o início desta semana, usuários de todo o Brasil estão cadastrando suas chaves no Pix, novo sistema do Banco Central (BC) para pagamentos instantâneos, ou seja, transferências monetárias eletrônicas na qual a transmissão da ordem de pagamento e a disponibilidade de fundos para o usuário recebedor ocorre em tempo real e cujo serviço está disponível durante 24 horas por dia, sete dias por semana e em todos os dias no ano. As transferências ocorrem diretamente da conta do usuário pagador para a conta do usuário recebedor, sem a necessidade de intermediários.

O Pix estará disponível para a população brasileira a partir de novembro. Em entrevista o programa No Ponto desta quinta-feira (08), o professor de Economia do Centro Universitário da Serra gaúcha (FSG), Gustavo Bertotti, explicou e tirou algumas dúvidas sobre o novo sistema, além de fazer um alerta para que os usuários redobrem a atenção para não caírem em golpes.

Ouça AQUI a entrevista completa.

Link para notícia no site Tua Rádio

BRF reforça contratações de pessoas com deficiência

Esforços para promover a diversidade e a inclusão incluem seleções específicas nas unidades
Como parte de suas iniciativas para promover a diversidade e a inclusão, a BRF ampliou os esforços para contratar pessoas com deficiência. Além de oferecer vagas para a contratação de pessoas com deficiência em todas as unidades no Brasil por meio de um processo seletivo permanente, a companhia abre seleções exclusivas. É o que ocorre neste momento em Lajeado, no Rio Grande do Sul, onde a BRF abriu um processo seletivo com 200 vagas exclusivas para pessoas com deficiência.

A diretora de Gente Operações da BRF, Indiara Manfré, lembra que a contratação de pessoas com deficiência é uma rotina que coloca em prática os princípios da cultura BRF. “Acelerar a inclusão da pessoa com deficiência avança a estratégia da BRF, que tem pessoas como um dos princípios em sua cultura. Entendemos que diversidade enriquece. A BRF, como uma das maiores empregadoras do Brasil, tem o compromisso de ampliar as oportunidades para todos, para todas as diversidades, independentemente de cargos e de local”, ressalta.

Para participar do processo seletivo, os interessados devem se inscrever via meios digitais, através do Portal de Talentos da BR. É desejável que os interessados sejam moradores das cidades sede das unidades ou de municípios vizinhos e que tenham disponibilidade para início imediato. Pessoas com Ensino Fundamental incompleto podem se candidatar. Dentre os benefícios, a BRF oferece salário compatível com o mercado, vale alimentação, vale transporte, refeitório no local e vale compras no mercado BRF.

Os interessados devem se inscrever via brf.com/talentos na vaga Operador de Produção I e procurar a cidade de seu interesse. No processo de cadastramento, devem anexar o laudo médico com as referências sobre o tipo de deficiência. Os candidatos receberão instruções precisas sobre o processo seletivo e datas de ingresso. Em uma das etapas, o pré-selecionado será chamado pela Companhia para uma avaliação ergonômica. O objetivo do teste é verificar em qual área da unidade o colaborador poderá potencializar o seu desempenho, em caso de contratação.

Esforços para promover a diversidade e a inclusão incluem seleções específicas nas unidades

Como parte de suas iniciativas para promover a diversidade e a inclusão, a BRF ampliou os esforços para contratar pessoas com deficiência. Além de oferecer vagas para a contratação de pessoas com deficiência em todas as unidades no Brasil por meio de um processo seletivo permanente, a companhia abre seleções exclusivas. É o que ocorre neste momento em Lajeado, no Rio Grande do Sul, onde a BRF abriu um processo seletivo com 200 vagas exclusivas para pessoas com deficiência.

A diretora de Gente Operações da BRF, Indiara Manfré, lembra que a contratação de pessoas com deficiência é uma rotina que coloca em prática os princípios da cultura BRF. “Acelerar a inclusão da pessoa com deficiência avança a estratégia da BRF, que tem pessoas como um dos princípios em sua cultura. Entendemos que diversidade enriquece. A BRF, como uma das maiores empregadoras do Brasil, tem o compromisso de ampliar as oportunidades para todos, para todas as diversidades, independentemente de cargos e de local”, ressalta.

Para participar do processo seletivo, os interessados devem se inscrever via meios digitais, através do Portal de Talentos da BR. É desejável que os interessados sejam moradores das cidades sede das unidades ou de municípios vizinhos e que tenham disponibilidade para início imediato. Pessoas com Ensino Fundamental incompleto podem se candidatar. Dentre os benefícios, a BRF oferece salário compatível com o mercado, vale alimentação, vale transporte, refeitório no local e vale compras no mercado BRF.

Os interessados devem se inscrever via brf.com/talentos na vaga Operador de Produção I e procurar a cidade de seu interesse. No processo de cadastramento, devem anexar o laudo médico com as referências sobre o tipo de deficiência. Os candidatos receberão instruções precisas sobre o processo seletivo e datas de ingresso. Em uma das etapas, o pré-selecionado será chamado pela Companhia para uma avaliação ergonômica. O objetivo do teste é verificar em qual área da unidade o colaborador poderá potencializar o seu desempenho, em caso de contratação.

Link para notícia no site Tua Rádio