Comércio de Caxias do Sul funciona com atendimento alternativo no feriado de Finados

Categoria atenderá com horários diferenciados
O comércio de Caxias do Sul terá horários diferenciados em razão do feriado de Finados, na próxima segunda-feira (02/11). Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Caxias do Sul (Sindilojas), a categoria pode atender a população com a mão de obra de funcionários, conforme a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2020/2021.

O setor deve solicitar autorização ao Sindilojas para funcionar regularmente. A medida vale às empresas associadas ou não ao sindicato. O estabelecimento vai pagar uma multa de R$ 1.000,00 (um mil reais) a R$ 20.000,00 (vinte mil reais), caso não haja cumprimento da determinação.

De acordo com a CCT, os funcionários podem cumprir jornada de trabalho de, no máximo, de seis horas. Os contribuintes do sindicato laboral garantem bônus de R$138,00 pelo trabalho em feriados, sem direito à folga compensatória. Os “não contribuintes” terão apenas direito ao descanso para repor o dia trabalhado.

Os supermercados podem funcionar normalmente, conforme o Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Caxias do Sul (Sindigêneros). A entidade afirma que é necessário o consumidor se informar da abertura oui não do local de sua preferência antes de se deslocar até o mesmo.

Confira o que funciona no feriado de Finados:

Shoppings:

Bourbon San Pellegrino: as lojas e quiosques terão opção de funcionar das 13h às 19h. A praça de alimentação abre das 11h às 20h;

Caxias Plaza: fechado;

Martcenter: fechado;

Prataviera: fechado;

Villagio Caxias: as lojas e quiosques abrem das 14h às 20h. A praça de alimentação funciona das 11h às 22h.

Mercados:

Andreazza: abre normalmente e fecha às 19h. A unidade Vale Real fica aberta até ao meio-dia. As unidades Pinheiro, Júlio e Petrópolis não abrem;

Big: funciona das 8h às 21h;

Zaffari: as unidades abrem às 8h30min para idosos e grupos de risco e a às 9h para os demais clientes. O fechamento será às 20h nas unidades da Sinimbu e Exposição, e às 21h no Centro e San Pelegrino;

Vantajão: funciona em horário normal até às 19h;

Carrefour: aberto das 8h às 22h;

Stock Center: aberto das 8h às 21h.

Categoria atenderá com horários diferenciados

O comércio de Caxias do Sul terá horários diferenciados em razão do feriado de Finados, na próxima segunda-feira (02/11). Segundo o Sindicato do Comércio Varejista de Caxias do Sul (Sindilojas), a categoria pode atender a população com a mão de obra de funcionários, conforme a Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) 2020/2021.

O setor deve solicitar autorização ao Sindilojas para funcionar regularmente. A medida vale às empresas associadas ou não ao sindicato. O estabelecimento vai pagar uma multa de R$ 1.000,00 (um mil reais) a R$ 20.000,00 (vinte mil reais), caso não haja cumprimento da determinação.

De acordo com a CCT, os funcionários podem cumprir jornada de trabalho de, no máximo, de seis horas. Os contribuintes do sindicato laboral garantem bônus de R$138,00 pelo trabalho em feriados, sem direito à folga compensatória. Os “não contribuintes” terão apenas direito ao descanso para repor o dia trabalhado.

Os supermercados podem funcionar normalmente, conforme o Sindicato do Comércio Varejista de Gêneros Alimentícios de Caxias do Sul (Sindigêneros). A entidade afirma que é necessário o consumidor se informar da abertura oui não do local de sua preferência antes de se deslocar até o mesmo.

Confira o que funciona no feriado de Finados:

Shoppings:

Bourbon San Pellegrino: as lojas e quiosques terão opção de funcionar das 13h às 19h. A praça de alimentação abre das 11h às 20h;

Caxias Plaza: fechado;

Martcenter: fechado;

Prataviera: fechado;

Villagio Caxias: as lojas e quiosques abrem das 14h às 20h. A praça de alimentação funciona das 11h às 22h.

Mercados:

Andreazza: abre normalmente e fecha às 19h. A unidade Vale Real fica aberta até ao meio-dia. As unidades Pinheiro, Júlio e Petrópolis não abrem;

Big: funciona das 8h às 21h;

Zaffari: as unidades abrem às 8h30min para idosos e grupos de risco e a às 9h para os demais clientes. O fechamento será às 20h nas unidades da Sinimbu e Exposição, e às 21h no Centro e San Pelegrino;

Vantajão: funciona em horário normal até às 19h;

Carrefour: aberto das 8h às 22h;

Stock Center: aberto das 8h às 21h.

Veja o que funciona no serviço público municipal de Caxias do Sul no feriado de Finados

Atendimento volta ao normal na terça-feira (03/11)
O serviço público municipal de Caxias do Sul vai funcionar com horários alternativos durante o feriado de Finados, no sábado (31/10), domingo (1/11)º e segunda-feira (02/11). O atendimento volta ao normal na terça-feira (03/11). Confira o que abre e fecha na Prefeitura:

Guarda Municipal: plantão pelo telefone 153.

Samae: plantão pelo telefone 115.

Codeca: sexta e sábado trabalha normalmente. Fechada domingo e segunda.

Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM): plantão pelo telefone 118. A divisão de semáforos também atenderá em plantão no 3290.3940. Não haverá cobrança do Estacionamento Rotativo na segunda.

Fundação de Assistência Social (FAS): Plantão pelos telefones 99909.0539 e 98404.9921, Serviço de Abordagem Social de Rua é pelo 98403.8864 e Conselhos Tutelares no 98408.0066 e 99104.7982.

Alô Caxias: Não haverá atendimento.

Secretaria de Viação e Obras Públicas: Plantão Iluminação pelo 98123-9335 e do Saneamento no 98434-6870.

Secretaria da Saúde (SMS): expediente normal nos serviços considerados essenciais: UPA Central, UPA Zona Norte, Samu, Central de Regulação de Leitos, Caps Reviver, Serviço Residencial Terapêutico e Unidade de Acolhimento Adulto. A Central de Exames trabalhará apenas em regime de plantão, atendendo urgências e emergências. O Hemocentro estará fechado ao público, atendendo somente aos hospitais, em regime de plantão. Os demais serviços, incluindo as Unidades Básicas de Saúde e os setores administrativos, não atenderão.

Farmácias Ipam: matriz atendimento normal 24 horas.

Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa): não há feiras às segundas. Demais dias, horários normais. Ceasa Serra estará fechada na segunda-feira (02.11). Na terça (03.11), reabre das 5h às 10h, com entrada para os produtores a partir das 4h.

Secretaria Municipal da Cultura (SMC): todas as unidades fechadas, inclusive a Praça Estação Cidadania – Cultura.

Secretaria Municipal do Turismo (Semtur): Centros de Atendimento ao Turista (CATs) abrem apenas no sábado. Demais dias, fechados.

Atendimento volta ao normal na terça-feira (03/11)

O serviço público municipal de Caxias do Sul vai funcionar com horários alternativos durante o feriado de Finados, no sábado (31/10), domingo (1/11)º e segunda-feira (02/11). O atendimento volta ao normal na terça-feira (03/11). Confira o que abre e fecha na Prefeitura:

Guarda Municipal: plantão pelo telefone 153.

Samae: plantão pelo telefone 115.

Codeca: sexta e sábado trabalha normalmente. Fechada domingo e segunda.

Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM): plantão pelo telefone 118. A divisão de semáforos também atenderá em plantão no 3290.3940. Não haverá cobrança do Estacionamento Rotativo na segunda.

Fundação de Assistência Social (FAS): Plantão pelos telefones 99909.0539 e 98404.9921, Serviço de Abordagem Social de Rua é pelo 98403.8864 e Conselhos Tutelares no 98408.0066 e 99104.7982.

Alô Caxias: Não haverá atendimento.

Secretaria de Viação e Obras Públicas: Plantão Iluminação pelo 98123-9335 e do Saneamento no 98434-6870.

Secretaria da Saúde (SMS): expediente normal nos serviços considerados essenciais: UPA Central, UPA Zona Norte, Samu, Central de Regulação de Leitos, Caps Reviver, Serviço Residencial Terapêutico e Unidade de Acolhimento Adulto. A Central de Exames trabalhará apenas em regime de plantão, atendendo urgências e emergências. O Hemocentro estará fechado ao público, atendendo somente aos hospitais, em regime de plantão. Os demais serviços, incluindo as Unidades Básicas de Saúde e os setores administrativos, não atenderão.

Farmácias Ipam: matriz atendimento normal 24 horas.

Secretaria da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa): não há feiras às segundas. Demais dias, horários normais. Ceasa Serra estará fechada na segunda-feira (02.11). Na terça (03.11), reabre das 5h às 10h, com entrada para os produtores a partir das 4h.

Secretaria Municipal da Cultura (SMC): todas as unidades fechadas, inclusive a Praça Estação Cidadania – Cultura.

Secretaria Municipal do Turismo (Semtur): Centros de Atendimento ao Turista (CATs) abrem apenas no sábado. Demais dias, fechados.

Exército e Brigada Militar encontram 50 quilos de explosivos em empresa de Caxias do Sul

Operação foi em um empreendimento localizado na rua Jacob Luchesi, no bairro Santa Catarina
Uma ação da 3° Região Militar do Exército Brasileiro, juntamente com a Brigada Militar, apreendeu na tarde desta quinta-feira (29/10) cerca de 50 quilos de explosivos, em Caxias do Sul.

A operação denominada Héracles, ocorreu na empresa localizada na rua Jacob Luchesi no bairro Santa Catarina. Na empresa os militares encontraram, durante a fiscalização, 185 cartuchos de emulsão explosivas escondidas em baixo de pilhas de tijolos.

O local foi imediatamente isolado, até a chegada do Batalhão de Operações Especiais de Porto Alegre para remoção dos explosivos para local seguro para deflagração.

O Exército Brasileiro, ainda apura se o lote do material armazenado de forma ilegal, também é irregular.

Um homem de 80 anos proprietário da empresa não compareceu no local. O advogado e funcionários serão encaminhados à delegacia para registro da ocorrência.

A operação mobilizou o 12°BPM, BOPE, Exército Brasileiro, Corpo de Bombeiros e SAMU.

Operação foi em um empreendimento localizado na rua Jacob Luchesi, no bairro Santa Catarina

Uma ação da 3° Região Militar do Exército Brasileiro, juntamente com a Brigada Militar, apreendeu na tarde desta quinta-feira (29/10) cerca de 50 quilos de explosivos, em Caxias do Sul.

A operação denominada Héracles, ocorreu na empresa localizada na rua Jacob Luchesi no bairro Santa Catarina. Na empresa os militares encontraram, durante a fiscalização, 185 cartuchos de emulsão explosivas escondidas em baixo de pilhas de tijolos.

O local foi imediatamente isolado, até a chegada do Batalhão de Operações Especiais de Porto Alegre para remoção dos explosivos para local seguro para deflagração.

O Exército Brasileiro, ainda apura se o lote do material armazenado de forma ilegal, também é irregular.

Um homem de 80 anos proprietário da empresa não compareceu no local. O advogado e funcionários serão encaminhados à delegacia para registro da ocorrência.

A operação mobilizou o 12°BPM, BOPE, Exército Brasileiro, Corpo de Bombeiros e SAMU.

Duas linhas do transporte coletivo urbano serão ampliadas no feriado de Finados em Caxias

Ônibus atenderão o Cemitério Público Municipal I e o Cemitério Parque
O transporte coletivo urbano de Caxias do Sul vai operar com frota ampliada no feriado de Finados, na próxima segunda-feira (02/11). O atendimento será direcionado a dois cemitérios da cidade no sábado (31/10), domingo (01/11) e segunda-feira (02/11).

A linha Tijuca (L37) vai atender o Cemitério Público Municipal I, das 8h às 17h. O desembarque, no sentido Cemitério/Centro, será na rua La Salle. O embarque será pela rua Vinte de Setembro, na esquina com a rua Dr. Bozano. Horários ampliados na linha Centenário/Parque Oásis (L53) serão concentrados no Cemitério Parque.

A comunidade pode consultar os horários dos ônibus no site www.visate.com.br. Mais informações no Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC): 0800.0516133, (54) 3215.8000 (ligações de celular) ou WhatsApp (54) 99605.3935.

Ônibus atenderão o Cemitério Público Municipal I e o Cemitério Parque

O transporte coletivo urbano de Caxias do Sul vai operar com frota ampliada no feriado de Finados, na próxima segunda-feira (02/11). O atendimento será direcionado a dois cemitérios da cidade no sábado (31/10), domingo (01/11) e segunda-feira (02/11).

A linha Tijuca (L37) vai atender o Cemitério Público Municipal I, das 8h às 17h. O desembarque, no sentido Cemitério/Centro, será na rua La Salle. O embarque será pela rua Vinte de Setembro, na esquina com a rua Dr. Bozano. Horários ampliados na linha Centenário/Parque Oásis (L53) serão concentrados no Cemitério Parque.

A comunidade pode consultar os horários dos ônibus no site www.visate.com.br. Mais informações no Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC): 0800.0516133, (54) 3215.8000 (ligações de celular) ou WhatsApp (54) 99605.3935.

Educação Infantil do Município de Caxias inicia levantamento de adesão à volta das aulas presenciais

Pesquisa da Secretaria Municipal de Educação foi aberta nesta quarta-feira (28/10) para pais e responsáveis
A Secretaria da Educação (Smed) iniciou nesta quarta-feira (28/10) o levantamento para retomada das aulas presenciais na Educação Infantil do Município, em Caxias do Sul. A pesquisa será utilizada para planejamento da volta de crianças de zero a três anos, que estudam nas 45 escolinhas de gestão compartilhada com a Prefeitura.

Os pais e responsáveis precisarão preencher um Termo de Responsabilidade, com opção de aderir ou não ao retorno. O documento está disponível nas escolas de Educação Infantil, no site da Prefeitura e no Portal da Educação.

A titular da pasta, Flávia Vergani, afirma que é importante a resposta das famílias para que ocorra uma organização da rede sobre o uso dos espaços, como o distanciamento entre os alunos e a separação das salas de aula. Ela ainda reforça que as crianças não estudarão em turno integral e haverá separação por turno.

O Termo de Responsabilidade deve ser entregue na escola que a criança está matriculada até o dia 09 de novembro. Ainda não há prazo para regresso do ensino presencial na rede.

Pesquisa da Secretaria Municipal de Educação foi aberta nesta quarta-feira (28/10) para pais e responsáveis

A Secretaria da Educação (Smed) iniciou nesta quarta-feira (28/10) o levantamento para retomada das aulas presenciais na Educação Infantil do Município, em Caxias do Sul. A pesquisa será utilizada para planejamento da volta de crianças de zero a três anos, que estudam nas 45 escolinhas de gestão compartilhada com a Prefeitura.

Os pais e responsáveis precisarão preencher um Termo de Responsabilidade, com opção de aderir ou não ao retorno. O documento está disponível nas escolas de Educação Infantil, no site da Prefeitura e no Portal da Educação.

A titular da pasta, Flávia Vergani, afirma que é importante a resposta das famílias para que ocorra uma organização da rede sobre o uso dos espaços, como o distanciamento entre os alunos e a separação das salas de aula. Ela ainda reforça que as crianças não estudarão em turno integral e haverá separação por turno.

O Termo de Responsabilidade deve ser entregue na escola que a criança está matriculada até o dia 09 de novembro. Ainda não há prazo para regresso do ensino presencial na rede.

Agentes Comunitários de Saúde visitam moradias para cadastrar usuários no SUS em Caxias

Ação faz parte do programa federal Previne Brasil, instituído em novembro de 2019
Agentes Comunitários de Saúde realizam visitas domiciliares para cadastrar usuários no Sistema Único de Saúde (SUS), em Caxias do Sul. A Secretaria da Saúde (SMS) afirma que a ação faz parte do programa federal Previne Brasil, instituído em novembro do ano passado, com o intuito de incluir mais pessoas na atenção básica.

A pasta explica que o modelo garante mais recursos financeiros para a área nos municípios, com base em três critérios: capitação ponderada, pagamento por desempenho e incentivo para ações estratégicas. Atualmente, a cidade conta com 55 equipes de Saúde da Família (ESF) e 30 equipes de Atenção Primária à Saúde. Esses profissionais atendem aproximadamente 282 mil cidadãos.

O valor é utilizado nos serviços de saúde da atenção primária, que cuida de problemas, como diabetes e hipertensão, por meio de consultas médicas, consultas de enfermagem, exames, procedimentos e vacinação.

Na Unidade Básica de Saúde (UBS), o usuário também passará pelo cadastro ou sua atualização antes do atendimento.

Ação faz parte do programa federal Previne Brasil, instituído em novembro de 2019

Agentes Comunitários de Saúde realizam visitas domiciliares para cadastrar usuários no Sistema Único de Saúde (SUS), em Caxias do Sul. A Secretaria da Saúde (SMS) afirma que a ação faz parte do programa federal Previne Brasil, instituído em novembro do ano passado, com o intuito de incluir mais pessoas na atenção básica.

A pasta explica que o modelo garante mais recursos financeiros para a área nos municípios, com base em três critérios: capitação ponderada, pagamento por desempenho e incentivo para ações estratégicas. Atualmente, a cidade conta com 55 equipes de Saúde da Família (ESF) e 30 equipes de Atenção Primária à Saúde. Esses profissionais atendem aproximadamente 282 mil cidadãos.

O valor é utilizado nos serviços de saúde da atenção primária, que cuida de problemas, como diabetes e hipertensão, por meio de consultas médicas, consultas de enfermagem, exames, procedimentos e vacinação.

Na Unidade Básica de Saúde (UBS), o usuário também passará pelo cadastro ou sua atualização antes do atendimento.

Governo do RS permite retorno de eventos sociais nas regiões em bandeira amarela e laranja

Setores como as casas noturnas, de shows e de festas podem retomar as atividades no estado
O Governo do Estado liberou a realização de eventos sociais no Rio Grande do Sul para regiões em bandeira amarela e laranja nesta terça-feira (27/10). A medida vale para municípios que iniciaram o retorno das aulas presenciais, assim como as demais áreas do setor retomadas ao longo da pandemia.

O Gabinete de Crise separou as condições de volta da categoria em dois segmentos. O primeiro são os eventos sociais e de entretenimento em buffets, casas de festas, casas de shows, casas noturnas ou similares, em ambientes fechados e com público em pé. Para o retorno, a região necessita de 28 dias seguidos sem entrar na bandeira vermelha ou preta.

Os protocolos sanitários na bandeira amarela apontam que o público máximo permitido será de 100 pessoas, entre trabalhadores e público. O teto de ocupação deverá ser de oito metros quadrados por cliente. Na bandeira laranja, o público máximo permitido será de 70 pessoas, com a mesma taxa de ocupação.

O outro segmento são os eventos sociais e de entretenimento em ambiente aberto, com público em pé. A retomada será autorizada se a macrorregião permanecer 14 dias seguidos sem bandeira vermelha ou preta.

Em locais com consumo de alimentos ou bebidas, será permitido 40% de lotação prevista no Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI). Aos que não ofertam bebidas ou comida, a lotação máxima poderá ser de 50% da lotação prevista pelo PPCI. O teto de ocupação é de oito metros quadrados por pessoa.

Os dois segmentos ainda devem respeitar a duração máxima de quatro horas do evento, manter o distanciamento de dois metros entre as mesas e proibir a utilização da pista de dança. Em áreas exclusivas, a capacidade será de oito pessoas, separadas em uma distância de quatro metros. E as filas de espera devem ter um distanciamento de um metro.

O decreto também beneficia a indústria. Todos os setores da categoria poderão operar na capacidade máxima na bandeira laranja, desde que respeitados os protocolos obrigatórios e a portaria da Secretaria da Saúde que regulamenta a atividade durante a pandemia.

Clique AQUI e confira o decreto completo do Governo do Estado.

Setores como as casas noturnas, de shows e de festas podem retomar as atividades no estado

O Governo do Estado liberou a realização de eventos sociais no Rio Grande do Sul para regiões em bandeira amarela e laranja nesta terça-feira (27/10). A medida vale para municípios que iniciaram o retorno das aulas presenciais, assim como as demais áreas do setor retomadas ao longo da pandemia.

O Gabinete de Crise separou as condições de volta da categoria em dois segmentos. O primeiro são os eventos sociais e de entretenimento em buffets, casas de festas, casas de shows, casas noturnas ou similares, em ambientes fechados e com público em pé. Para o retorno, a região necessita de 28 dias seguidos sem entrar na bandeira vermelha ou preta.

Os protocolos sanitários na bandeira amarela apontam que o público máximo permitido será de 100 pessoas, entre trabalhadores e público. O teto de ocupação deverá ser de oito metros quadrados por cliente. Na bandeira laranja, o público máximo permitido será de 70 pessoas, com a mesma taxa de ocupação.

O outro segmento são os eventos sociais e de entretenimento em ambiente aberto, com público em pé. A retomada será autorizada se a macrorregião permanecer 14 dias seguidos sem bandeira vermelha ou preta.

Em locais com consumo de alimentos ou bebidas, será permitido 40% de lotação prevista no Plano de Prevenção Contra Incêndio (PPCI). Aos que não ofertam bebidas ou comida, a lotação máxima poderá ser de 50% da lotação prevista pelo PPCI. O teto de ocupação é de oito metros quadrados por pessoa.

Os dois segmentos ainda devem respeitar a duração máxima de quatro horas do evento, manter o distanciamento de dois metros entre as mesas e proibir a utilização da pista de dança. Em áreas exclusivas, a capacidade será de oito pessoas, separadas em uma distância de quatro metros. E as filas de espera devem ter um distanciamento de um metro.

O decreto também beneficia a indústria. Todos os setores da categoria poderão operar na capacidade máxima na bandeira laranja, desde que respeitados os protocolos obrigatórios e a portaria da Secretaria da Saúde que regulamenta a atividade durante a pandemia.

Clique AQUI e confira o decreto completo do Governo do Estado.

Motoristas por aplicativo de Caxias organizam paralisação contra as plataformas nos Pavilhões da Festa da Uva

Protesto está marcado para esta terça-feira (27/10), entre às 8h e 17h
Motoristas de transporte por aplicativos de Caxias do Sul organizam uma paralisação para esta terça-feira (26/10), nos Pavilhões da Festa da Uva. A mobilização vai ocorrer entre às 8h e 17h. A pauta será para pedir a interrupção do que chamam de “guerra comercial” entre as duas principais plataformas da cidade, o que prejudica o trabalho da categoria.

O protesto é organizado pela Associação Liga dos Motoristas por Aplicativo do Rio Grande do Sul (ALMA), subseção Serra Gaúcha. Para a Tua Rádio São Francisco, o diretor-geral da entidade na região, Márcio Guimarães, conta que há duas semanas são realizadas promoções de viagens para os passageiros. O problema seria dois: o condutor teria obrigação de aceitar a corrida com o desconto e as plataformas cobrariam a mesma taxa de serviços do preço normal. Segundo ele, a porcentagem cobrada está numa média de 30% a 32%.

Guimarães afirma que a promoção beneficiaria apenas as empresas, pois manteriam sua margem de lucro. O motorista arcaria com as consequências. O valor não seria suficiente para manter os custos do veículo, geraria menos ganhos e as horas trabalhadas seriam acumuladas para conseguir algum faturamento.

Anteriormente, a ALMA pretendia também realizar uma carreata pelas ruas da cidade. Nesta segunda-feira (25/10), uma reunião com a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) decidiu que os moldes do protesto seria somente a paralisação.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Protesto está marcado para esta terça-feira (27/10), entre às 8h e 17h

Motoristas de transporte por aplicativos de Caxias do Sul organizam uma paralisação para esta terça-feira (26/10), nos Pavilhões da Festa da Uva. A mobilização vai ocorrer entre às 8h e 17h. A pauta será para pedir a interrupção do que chamam de “guerra comercial” entre as duas principais plataformas da cidade, o que prejudica o trabalho da categoria.

O protesto é organizado pela Associação Liga dos Motoristas por Aplicativo do Rio Grande do Sul (ALMA), subseção Serra Gaúcha. Para a Tua Rádio São Francisco, o diretor-geral da entidade na região, Márcio Guimarães, conta que há duas semanas são realizadas promoções de viagens para os passageiros. O problema seria dois: o condutor teria obrigação de aceitar a corrida com o desconto e as plataformas cobrariam a mesma taxa de serviços do preço normal. Segundo ele, a porcentagem cobrada está numa média de 30% a 32%.

Guimarães afirma que a promoção beneficiaria apenas as empresas, pois manteriam sua margem de lucro. O motorista arcaria com as consequências. O valor não seria suficiente para manter os custos do veículo, geraria menos ganhos e as horas trabalhadas seriam acumuladas para conseguir algum faturamento.

Anteriormente, a ALMA pretendia também realizar uma carreata pelas ruas da cidade. Nesta segunda-feira (25/10), uma reunião com a Secretaria Municipal de Trânsito, Transportes e Mobilidade (SMTTM) decidiu que os moldes do protesto seria somente a paralisação.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Escolinhas municipais de Flores da Cunha retomam aulas presenciais na próxima semana

Após sete meses de ensino remoto, as duas instituições de Educação Infantil voltam presencialmente na quarta-feira (28/10)
A cidade de Flores da Cunha vai retornar com as aulas presenciais da Educação Infantil municipal na próxima quarta-feira (28/10). Após setes meses com o ensino remoto, as duas escolinhas do município retomarão as atividades.

A instituição Santa Teresinha possui 200 alunos e vai voltar com 58 entre os turnos da manhã e tarde. Na escolinha Irmã Tarcísia também há 200 estudantes matriculados em turno integral e 69 vão regressar presencialmente. A decisão da Secretaria da Educação, Cultura e Desporto foi em conjunto com os pais e responsáveis.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a titular da pasta, Ana Paula Zamboni, afirma que a organização para o retorno iniciou após o primeiro calendário lançado pelo Governo do Estado, em setembro. Foi realizada uma pesquisa de opinião com os pais e responsáveis sobre o que pensavam da retomada e a adesão foi considerada satisfatória pela administração. Em paralelo foram montados os planos de contingência contra a Covid-19 pelos Centros de Operações de Emergência em Saúde para a Educação (COE) locais e, posteriormente, submetidos a avaliação do COE do Município.

Segundo ela, os protocolos sanitários envolvem higienizar os calçados das crianças na entrada com o tapete sanitizante, aferição diária da temperatura e disponibilização de álcool em gel. As salas de aula foram planejadas para manter o distanciamento de 3 metros entre os alunos. Os estudantes acima de três anos vão receber duas máscaras das escolinhas. E os professores vão precisar utilizar as proteções de rosto face shields. Ana conta que o uso dos refeitórios vai respeitar a distância de dois metros.

A Secretaria de Educação, Cultura e Desporto ainda organiza a volta dos anos iniciais do Ensino Fundamental. A previsão é para 12 de novembro. Sobre os anos finais, ainda não há prazo para regresso.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Após sete meses de ensino remoto, as duas instituições de Educação Infantil voltam presencialmente na quarta-feira (28/10)

A cidade de Flores da Cunha vai retornar com as aulas presenciais da Educação Infantil municipal na próxima quarta-feira (28/10). Após setes meses com o ensino remoto, as duas escolinhas do município retomarão as atividades.

A instituição Santa Teresinha possui 200 alunos e vai voltar com 58 entre os turnos da manhã e tarde. Na escolinha Irmã Tarcísia também há 200 estudantes matriculados em turno integral e 69 vão regressar presencialmente. A decisão da Secretaria da Educação, Cultura e Desporto foi em conjunto com os pais e responsáveis.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a titular da pasta, Ana Paula Zamboni, afirma que a organização para o retorno iniciou após o primeiro calendário lançado pelo Governo do Estado, em setembro. Foi realizada uma pesquisa de opinião com os pais e responsáveis sobre o que pensavam da retomada e a adesão foi considerada satisfatória pela administração. Em paralelo foram montados os planos de contingência contra a Covid-19 pelos Centros de Operações de Emergência em Saúde para a Educação (COE) locais e, posteriormente, submetidos a avaliação do COE do Município.

Segundo ela, os protocolos sanitários envolvem higienizar os calçados das crianças na entrada com o tapete sanitizante, aferição diária da temperatura e disponibilização de álcool em gel. As salas de aula foram planejadas para manter o distanciamento de 3 metros entre os alunos. Os estudantes acima de três anos vão receber duas máscaras das escolinhas. E os professores vão precisar utilizar as proteções de rosto face shields. Ana conta que o uso dos refeitórios vai respeitar a distância de dois metros.

A Secretaria de Educação, Cultura e Desporto ainda organiza a volta dos anos iniciais do Ensino Fundamental. A previsão é para 12 de novembro. Sobre os anos finais, ainda não há prazo para regresso.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Votação virtual da Consulta Popular 2020/2021 inicia na próxima segunda-feira (26)

Pleito vai escolher dois projetos da Serra Gaúcha para receber recursos do governo estadual
A votação da Consulta Popular 2020/2021 inicia na próxima segunda-feira (26/10). Devido à pandemia da Covid-19, a escolha dos projetos será realizada no formato online, pelo site www.consultapopular.rs.gov.br. O pleito é efetuado em todo o Rio Grande do Sul e seleciona propostas de desenvolvimento para cada região do estado, com recursos advindos do Governo estadual.

Na Serra Gaúcha, os eleitores das 32 cidades de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento da Serra (Corede Serra) poderão escolher dois entre três projetos. A verba será destinada para os setores de apoio à agricultura familiar, ao setor industrial para o desenvolvimento de produtos com uso de grafeno e a implantação do Observatório de Turismo da Serra Gaúcha e de infraestrutura e equipamentos turísticos para o bem-receber.

A presidente do Corede Serra, Mônica Mattia, conta que a pessoa para participar necessita possuir Título de Eleitor. Basta entrar no site da Consulta Popular e no link “Votação da Consulta Popular”. Ao entrar no atalho já há todas as informações sobre o pleito.

Para cada projeto ser aprovado, ela afirma que cerca de 7 mil pessoas necessitam participar da consulta. A expectativa é que chegue a passar o número mínimo de eleitores. Porém, Mônica ressalta a importância da participação dos cidadãos.

A presidente do conselho ainda relembra que o valor total para as propostas chegam a R$ 628 mil. Em 2021, a região receberia cerca de R$ 314 mil em benefício dos projetos. Caso haja aumento na arrecadação, no outro ano haveria a destinação de mais R$ 314 mil.

Esta edição deve destinar até R$ 20 milhões para projetos de todo o estado (R$ 10 milhões em 2021 e outros R$ 10 milhões previstos para 2022). A votação da Consulta Popular segue até o dia 3 de novembro.

Clique AQUI e confira a entrevista completa

Abaixo confira detalhes dos três projetos escolhidos:

Apoio à agricultura familiar.

Visa à construção, aquisição de equipamentos e de insumos para aumentar a produtividade do setor rural.

Apoio ao setor industrial para o desenvolvimento de produtos com uso de grafeno.

Estímulo ao desenvolvimento de novos produtos pela indústria regional contendo grafeno, e/ou agregação de valor em produtos já produzidos na região para potenciais aplicações, como: tintas e revestimentos, materiais inteligentes, materiais avançados, compósitos, polímeros, metais e cerâmicas.

Implantação do Observatório de Turismo da Serra Gaúcha e de infraestrutura e equipamentos turísticos para o bem-receber.

Geração de informações estratégicas para a cadeia produtiva do turismo (fluxos, perfil e comportamento do visitante; oferta turística: perfil e capacidade instalada/necessária) e qualidade de serviços turísticos visando potencializar os negócios e qualificar as políticas públicas voltadas ao setor, além de aquisição de infraestrutura e equipamentos para a recepção turística nos municípios.

Pleito vai escolher dois projetos da Serra Gaúcha para receber recursos do governo estadual

A votação da Consulta Popular 2020/2021 inicia na próxima segunda-feira (26/10). Devido à pandemia da Covid-19, a escolha dos projetos será realizada no formato online, pelo site www.consultapopular.rs.gov.br. O pleito é efetuado em todo o Rio Grande do Sul e seleciona propostas de desenvolvimento para cada região do estado, com recursos advindos do Governo estadual.

Na Serra Gaúcha, os eleitores das 32 cidades de abrangência do Conselho Regional de Desenvolvimento da Serra (Corede Serra) poderão escolher dois entre três projetos. A verba será destinada para os setores de apoio à agricultura familiar, ao setor industrial para o desenvolvimento de produtos com uso de grafeno e a implantação do Observatório de Turismo da Serra Gaúcha e de infraestrutura e equipamentos turísticos para o bem-receber.

A presidente do Corede Serra, Mônica Mattia, conta que a pessoa para participar necessita possuir Título de Eleitor. Basta entrar no site da Consulta Popular e no link “Votação da Consulta Popular”. Ao entrar no atalho já há todas as informações sobre o pleito.

Para cada projeto ser aprovado, ela afirma que cerca de 7 mil pessoas necessitam participar da consulta. A expectativa é que chegue a passar o número mínimo de eleitores. Porém, Mônica ressalta a importância da participação dos cidadãos.

A presidente do conselho ainda relembra que o valor total para as propostas chegam a R$ 628 mil. Em 2021, a região receberia cerca de R$ 314 mil em benefício dos projetos. Caso haja aumento na arrecadação, no outro ano haveria a destinação de mais R$ 314 mil.

Esta edição deve destinar até R$ 20 milhões para projetos de todo o estado (R$ 10 milhões em 2021 e outros R$ 10 milhões previstos para 2022). A votação da Consulta Popular segue até o dia 3 de novembro.

Clique AQUI e confira a entrevista completa

Abaixo confira detalhes dos três projetos escolhidos:

Apoio à agricultura familiar.

Visa à construção, aquisição de equipamentos e de insumos para aumentar a produtividade do setor rural.

Apoio ao setor industrial para o desenvolvimento de produtos com uso de grafeno.

Estímulo ao desenvolvimento de novos produtos pela indústria regional contendo grafeno, e/ou agregação de valor em produtos já produzidos na região para potenciais aplicações, como: tintas e revestimentos, materiais inteligentes, materiais avançados, compósitos, polímeros, metais e cerâmicas.

Implantação do Observatório de Turismo da Serra Gaúcha e de infraestrutura e equipamentos turísticos para o bem-receber.

Geração de informações estratégicas para a cadeia produtiva do turismo (fluxos, perfil e comportamento do visitante; oferta turística: perfil e capacidade instalada/necessária) e qualidade de serviços turísticos visando potencializar os negócios e qualificar as políticas públicas voltadas ao setor, além de aquisição de infraestrutura e equipamentos para a recepção turística nos municípios.

Retorno das aulas presenciais dos anos iniciais do Ensino Fundamental é antecipado no RS

Decisão do Governo do Estado saiu nesta quinta-feira (22/10)
O Governo do Estado decidiu que as aulas presenciais dos anos iniciais do Ensino Fundamental vão iniciar no dia 28 de novembro no Rio Grande do Sul. Anteriormente, a previsão era para 12 de novembro. A medida saiu nesta quinta-feira (22/10) e vai marcar também a liberação do retorno dos anos finais do Ensino Fundamental.

A decisão foi realizada em uma reunião do Gabinete de Crise. Segundo a deliberação, foram levados em conta os pedidos de alguns municípios para a retomada e desejam o retorno de todos os níveis escolares, como foi o caso de Lajeado. A cidade teria entrado com um pedido, junto a Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam). Outro exemplo seria a queda dos indicadores da Covid-19 no estado.

Os pais e responsáveis que preferirem manter os filhos em casa, com ensino remoto, têm autonomia para decidir sobre a volta.

A retomada do ensino presencial iniciou a partir do dia 19 de setembro, com autorização para as instituições privadas e federais de Ensino Superior, Médio e Técnico. Nesta semana, as escolas estaduais iniciaram a volta presencial, a começar pelo Ensino Médio.

Decisão do Governo do Estado saiu nesta quinta-feira (22/10)

O Governo do Estado decidiu que as aulas presenciais dos anos iniciais do Ensino Fundamental vão iniciar no dia 28 de novembro no Rio Grande do Sul. Anteriormente, a previsão era para 12 de novembro. A medida saiu nesta quinta-feira (22/10) e vai marcar também a liberação do retorno dos anos finais do Ensino Fundamental.

A decisão foi realizada em uma reunião do Gabinete de Crise. Segundo a deliberação, foram levados em conta os pedidos de alguns municípios para a retomada e desejam o retorno de todos os níveis escolares, como foi o caso de Lajeado. A cidade teria entrado com um pedido, junto a Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam). Outro exemplo seria a queda dos indicadores da Covid-19 no estado.

Os pais e responsáveis que preferirem manter os filhos em casa, com ensino remoto, têm autonomia para decidir sobre a volta.

A retomada do ensino presencial iniciou a partir do dia 19 de setembro, com autorização para as instituições privadas e federais de Ensino Superior, Médio e Técnico. Nesta semana, as escolas estaduais iniciaram a volta presencial, a começar pelo Ensino Médio.

Eleições 2020: confira a entrevista com o candidato a prefeito Edson Néspolo

Concorrente da coligação Avança Caxias Vibrante foi o quarto entrevistado da série De Frente com o Candidato
A Tua Rádio São Francisco dá continuidade a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o candidato a participar nesta quinta-feira (22) foi Édson Néspolo, da coligação Avança Caxias Vibrante (PDT, PP, E REDE).

Confira a entrevista completa no áudio acima.

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Concorrente da coligação Avança Caxias Vibrante foi o quarto entrevistado da série De Frente com o Candidato

A Tua Rádio São Francisco dá continuidade a série de entrevistas com os candidatos a prefeito de Caxias do Sul. De segunda a sexta, das 11h às 12h, os candidatos serão entrevistados por jornalistas da Central de Conteúdos. Conforme o critério adotado (ordem alfabética), o candidato a participar nesta quinta-feira (22) foi Édson Néspolo, da coligação Avança Caxias Vibrante (PDT, PP, E REDE).

Confira a entrevista completa no áudio acima.

Eleições 2020 – De frente com o Candidato:

19/10 – Adiló Didomênico
20/10 – Antonio Feldmann
21/10 – Carlos Burigo
22/10 – Edson Nespolo
23/10 – Julio Freitas
26/10 – Marcelo Slaviero
27/10 – Nelson D’Arrigo
28/10 – Pepe Vargas
29/10 – Renato Nunes
30/10 – Renato Toigo
03/11 – Vinícius Ribeiro

Após entrega de EPIs, retomada das aulas presencias na região da 7ª CRE deve iniciar na próxima semana

Mesmo com a autorização por parte do Estado, alguns prefeitos têm editado decretos no sentido de impedir a retomada das atividades em sala de aula
Desde a última terça-feira, dia 22, as escolas estaduais de ensino médio e técnico estão autorizadas a retomar as atividades presenciais. Ainda assim, nenhuma escola localizada na região da Sétima Coordenadoria Regional de Educação, com sede em Passo Fundo, realiza aulas nesse modelo.

De acordo com a coordenadora da 7ª CRE, Carine Webber, as instituições ainda estão recebendo os EPIs necessários para a retomada. Assim, o reinicio das aulas presencias deve ocorrer na semana que vem.

Mesmo com a autorização por parte do Estado, alguns prefeitos têm editado decretos no sentido de impedir a retomada das atividades em sala de aula, proibindo tal atividade para escolas estaduais e municipais.

Em entrevista à Tua Rádio Cacique, Carine falou que todas as instituições da região já possuem protocolos e COE escolar instituídos. Segundo a previsão, estudantes com maior dificuldade serão recepcionados nos educandários em modelo hibrido, ainda com aulas remotas. Os pais decidirão se enviarão os filhos à instituição ou não.

Saiba mais sobre a retomada das aulas presenciais em meio à pandemia do novo Coronavírus, ouvindo a entrevista com a coordenadora da 7ª CRE.

Mesmo com a autorização por parte do Estado, alguns prefeitos têm editado decretos no sentido de impedir a retomada das atividades em sala de aula

Desde a última terça-feira, dia 22, as escolas estaduais de ensino médio e técnico estão autorizadas a retomar as atividades presenciais. Ainda assim, nenhuma escola localizada na região da Sétima Coordenadoria Regional de Educação, com sede em Passo Fundo, realiza aulas nesse modelo.

De acordo com a coordenadora da 7ª CRE, Carine Webber, as instituições ainda estão recebendo os EPIs necessários para a retomada. Assim, o reinicio das aulas presencias deve ocorrer na semana que vem.

Mesmo com a autorização por parte do Estado, alguns prefeitos têm editado decretos no sentido de impedir a retomada das atividades em sala de aula, proibindo tal atividade para escolas estaduais e municipais.

Em entrevista à Tua Rádio Cacique, Carine falou que todas as instituições da região já possuem protocolos e COE escolar instituídos. Segundo a previsão, estudantes com maior dificuldade serão recepcionados nos educandários em modelo hibrido, ainda com aulas remotas. Os pais decidirão se enviarão os filhos à instituição ou não.

Saiba mais sobre a retomada das aulas presenciais em meio à pandemia do novo Coronavírus, ouvindo a entrevista com a coordenadora da 7ª CRE.

Economia de Caxias cresce pelo quarto mês e vagas de emprego voltam a patamares positivos em agosto

Resultados foram apresentados pela CIC do município nesta quarta-feira (21/10), por videoconferência
Caxias do Sul teve o quarto mês consecutivo de desempenho positivo na economia neste ano. A cidade cresceu 0,8% no mês de agosto em comparação a julho passado. As informações foram divulgadas pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) do município, nesta quarta-feira (21/10), por videoconferência.

O resultado foi puxado pelo comércio (5,7%) e pela indústria (1,9%). O setor de serviços foi o único que teve uma queda de 3,9% no índice econômico. Porém, os outros três indicadores apresentaram números negativos: o mesmo mês do ano anterior (-1,2), o acumulado do ano (-9,2) e o acumulado de 12 meses (-5,3).

Na geração de empregos, agosto apresentou saldo positivo após cinco meses de baixa neste quesito. No mês foram criados 411 empregos formais na cidade. A área da indústria, com construção civil, gerou 334 vagas de trabalho. O comércio produziu 61 postos e o serviços, junto com a agropecuária, criou 16 vagas.

Mesmo com a evolução, Caxias do Sul contabiliza 6.499 postos de trabalho fechados em 2020.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a economista e integrante da Diretoria de Economia da CIC, Maria Carolina Gullo, fez uma análise sobre este cenário.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Resultados foram apresentados pela CIC do município nesta quarta-feira (21/10), por videoconferência

Caxias do Sul teve o quarto mês consecutivo de desempenho positivo na economia neste ano. A cidade cresceu 0,8% no mês de agosto em comparação a julho passado. As informações foram divulgadas pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) do município, nesta quarta-feira (21/10), por videoconferência.

O resultado foi puxado pelo comércio (5,7%) e pela indústria (1,9%). O setor de serviços foi o único que teve uma queda de 3,9% no índice econômico. Porém, os outros três indicadores apresentaram números negativos: o mesmo mês do ano anterior (-1,2), o acumulado do ano (-9,2) e o acumulado de 12 meses (-5,3).

Na geração de empregos, agosto apresentou saldo positivo após cinco meses de baixa neste quesito. No mês foram criados 411 empregos formais na cidade. A área da indústria, com construção civil, gerou 334 vagas de trabalho. O comércio produziu 61 postos e o serviços, junto com a agropecuária, criou 16 vagas.

Mesmo com a evolução, Caxias do Sul contabiliza 6.499 postos de trabalho fechados em 2020.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a economista e integrante da Diretoria de Economia da CIC, Maria Carolina Gullo, fez uma análise sobre este cenário.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Caxias do Sul conta com cerca de 4 mil mesários para as eleições municipais

No Rio Grande do Sul faltariam 3,5 mil pessoas para trabalhar no pleito, conforme TRE-RS
Menos de um mês para o pleito, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) divulgou que necessita de aproximadamente 3,5 mil pessoas para atuar como mesário nas eleições municipais do Rio Grande do Sul. O valor corresponde a 3% dos mais de 100 mil gaúchos que atuarão no dia 15 de novembro. Os dados mostram que falta a confirmação de cerca de 9 mil pessoas já convocadas.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o chefe de cartório da 16ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Marcelo Reginatto, afirma que 4,2 mil pessoas já responderam ao chamado para trabalhar nas eleições. Faltariam apenas 10 convocados retornarem para a Justiça Eleitoral. Segundo ele, muitos mesários tiveram que ser substituídos, pois se enquadravam no grupo de risco da Covid-19 e apresentaram justificativa médica para se retirar do pleito.

O primeiro turno das eleições 2020 ocorre no dia 15 de novembro. O segundo turno está marcado para 29 de novembro.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

No Rio Grande do Sul faltariam 3,5 mil pessoas para trabalhar no pleito, conforme TRE-RS

Menos de um mês para o pleito, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) divulgou que necessita de aproximadamente 3,5 mil pessoas para atuar como mesário nas eleições municipais do Rio Grande do Sul. O valor corresponde a 3% dos mais de 100 mil gaúchos que atuarão no dia 15 de novembro. Os dados mostram que falta a confirmação de cerca de 9 mil pessoas já convocadas.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o chefe de cartório da 16ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Marcelo Reginatto, afirma que 4,2 mil pessoas já responderam ao chamado para trabalhar nas eleições. Faltariam apenas 10 convocados retornarem para a Justiça Eleitoral. Segundo ele, muitos mesários tiveram que ser substituídos, pois se enquadravam no grupo de risco da Covid-19 e apresentaram justificativa médica para se retirar do pleito.

O primeiro turno das eleições 2020 ocorre no dia 15 de novembro. O segundo turno está marcado para 29 de novembro.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Deputado Santini fala sobre PL que aumenta pena para quem comete o crime de femininicídio

Em entrevista à Tua Rádio Cacique o parlamentar comentou o fato de ter novamente testado positivo para Covid-19
Com objetivo de aumentar a visibilidade e efetividade da legislação de enfrentamento à violência contra a mulher, foi apresentado na Câmara dos Deputas, o Projeto de lei 4196 de 2020 que retira o feminicídio da condição de forma qualificadora do homicídio para transformá-lo em crime autônomo. O Projeto de Lei tem como autor o deputado federal Fábio Trad (PSD-MS) e coautor o deputado federal Ronaldo Santini (PTB-RS).

A mudança apresentada pela proposição legislativa dá maior visibilidade ao tipo penal correspondente ao feminicídio, que passa a ser considerado crime independente. A punição varia de 12 a 30 anos, podendo sofrer os acréscimos de outras qualificadoras – como meio cruel e descumprimento das medidas protetivas de urgência previstas nos incisos I, ll e III do caput do art. 22 da Lei Maria da Penha, variando de 20 a 30 anos de prisão.

A redação também trouxe perspectiva de gênero ao tipo penal, sintonizando o Brasil aos princípios internacionais vigentes. Ela aperfeiçoa a expressão “condição de sexo feminino” para “condição de gênero feminino”, como razão do crime cometido contra a mulher, em adequação ao conceito jurídico da atualidade.

Teste positivo para o novo Coronavírus

Em entrevista à Tua Rádio Cacique o parlamentar comentou o fato de ter novamente testado positivo para Covid-19. Em agosto, Santini havia sido isolado após realizar exame de sangue que indicou a presença do vírus.

Na última semana, no entanto, quando estava em Porto Alegre, o deputado voltou a sentir sintomas, parecidos com o de uma gripe comum, mas que desta vez vieram acompanhados da perda do olfato e paladar.

Santini não acredita que ocorreu a reinfecção, mas que da primeira vez houve um falso positivo. O parlamentar deve ter alta neste final de semana. Ouça a entrevista.

Em entrevista à Tua Rádio Cacique o parlamentar comentou o fato de ter novamente testado positivo para Covid-19

Com objetivo de aumentar a visibilidade e efetividade da legislação de enfrentamento à violência contra a mulher, foi apresentado na Câmara dos Deputas, o Projeto de lei 4196 de 2020 que retira o feminicídio da condição de forma qualificadora do homicídio para transformá-lo em crime autônomo. O Projeto de Lei tem como autor o deputado federal Fábio Trad (PSD-MS) e coautor o deputado federal Ronaldo Santini (PTB-RS).

A mudança apresentada pela proposição legislativa dá maior visibilidade ao tipo penal correspondente ao feminicídio, que passa a ser considerado crime independente. A punição varia de 12 a 30 anos, podendo sofrer os acréscimos de outras qualificadoras – como meio cruel e descumprimento das medidas protetivas de urgência previstas nos incisos I, ll e III do caput do art. 22 da Lei Maria da Penha, variando de 20 a 30 anos de prisão.

A redação também trouxe perspectiva de gênero ao tipo penal, sintonizando o Brasil aos princípios internacionais vigentes. Ela aperfeiçoa a expressão “condição de sexo feminino” para “condição de gênero feminino”, como razão do crime cometido contra a mulher, em adequação ao conceito jurídico da atualidade.

Teste positivo para o novo Coronavírus

Em entrevista à Tua Rádio Cacique o parlamentar comentou o fato de ter novamente testado positivo para Covid-19. Em agosto, Santini havia sido isolado após realizar exame de sangue que indicou a presença do vírus.

Na última semana, no entanto, quando estava em Porto Alegre, o deputado voltou a sentir sintomas, parecidos com o de uma gripe comum, mas que desta vez vieram acompanhados da perda do olfato e paladar.

Santini não acredita que ocorreu a reinfecção, mas que da primeira vez houve um falso positivo. O parlamentar deve ter alta neste final de semana. Ouça a entrevista.

Polícia identifica cadáver encontrado sob ponte na BR-285 em Lagoa Vermelha

Na noite do domingo, 18 de outubro, a Polícia Civil de Lagoa Vermelha foi comunidade da descoberta de um cadáver em avançado estado de decomposição, sob a ponte do Rio Passinho Fundo, BR-285, interior de Lagoa Vermelha.

Na tarde desta segunda-feira (19) houve a confirmação da identidade do falecido. Trata-se de Marcos Luiz Tiburski, 36 anos, natural de Alpestre/RS.

A família havia registrado seu desaparecimento no dia 10 de outubro de 2020, após o mesmo deixar a clínica na qual recebia tratamento em função do vício em álcool, em 03 de outubro. O boletim de ocorrência, confeccionado pelo DPPA de Farroupilha, indica que Marcos pretendia retornar para o município de origem, e por isso deixaria Lagoa Vermelha.

A causa da morte ainda não foi divulgada pela Perícia.

Na noite do domingo, 18 de outubro, a Polícia Civil de Lagoa Vermelha foi comunidade da descoberta de um cadáver em avançado estado de decomposição, sob a ponte do Rio Passinho Fundo, BR-285, interior de Lagoa Vermelha.

Na tarde desta segunda-feira (19) houve a confirmação da identidade do falecido. Trata-se de Marcos Luiz Tiburski, 36 anos, natural de Alpestre/RS.

A família havia registrado seu desaparecimento no dia 10 de outubro de 2020, após o mesmo deixar a clínica na qual recebia tratamento em função do vício em álcool, em 03 de outubro. O boletim de ocorrência, confeccionado pelo DPPA de Farroupilha, indica que Marcos pretendia retornar para o município de origem, e por isso deixaria Lagoa Vermelha.

A causa da morte ainda não foi divulgada pela Perícia.

Programa “Fila Zero” pretende reduzir mais de 54 mil consultas que aguardam especialista em Caxias

Iniciativa da Secretaria Municipal da Saúde será lançada neste sábado (19/10), no Centro Especializado e Saúde
Caxias do Sul possui 54.962 pessoas na fila de espera para consulta com um especialista no Sistema Único de Saúde (SUS). Os números foram agravados pela pandemia da Covid-19 e apresentam que 17.122 aguardam por exames. Por isso, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) lança o programa “Fila Zero” neste sábado (24/10), no Centro Especializado e Saúde (CES). A iniciativa pretende reduzir a demanda para todas as especialidades.

Na cidade, as especialidades que mais precisam de acolhimento são cardiologia (2.733 pessoas), dermatologia (3.255), endocrinologia (1.239), gastroenterologia (2.090), ortopedia (550), otorrinolaringologia (3.381) e reumatologia (2.704). Essa ordem será usada para priorizar quais necessitam de atendimento no projeto.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o titular da pasta da saúde, Jorge Olavo Hahn Castro, explica que este final de semana será um teste, a fim de observar se mantém o funcionamento do programa aos sábados ou se estende os horários durante a semana. Segundo ele, serão ouvidos os setores da comunidade para se ter o melhor resultado.

O CES funcionará das 7h às 13h, com atendimentos de reumatologia, cardiologia, ortopedia, dermatologia, endocrinologia, otorrinolaringologia e gastroenterologia. Também serão realizados os exames de eletrocardiograma e espirometria. A Farmácia Básica também estará aberta das 7h às 13h.

Em 7 de novembro, serão agendados pacientes para reumatologia, neurologia adulto, cardiologia, ortopedia, dermatologia, otorrinolaringologia e gastroenterologia.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Iniciativa da Secretaria Municipal da Saúde será lançada neste sábado (19/10), no Centro Especializado e Saúde

Caxias do Sul possui 54.962 pessoas na fila de espera para consulta com um especialista no Sistema Único de Saúde (SUS). Os números foram agravados pela pandemia da Covid-19 e apresentam que 17.122 aguardam por exames. Por isso, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) lança o programa “Fila Zero” neste sábado (24/10), no Centro Especializado e Saúde (CES). A iniciativa pretende reduzir a demanda para todas as especialidades.

Na cidade, as especialidades que mais precisam de acolhimento são cardiologia (2.733 pessoas), dermatologia (3.255), endocrinologia (1.239), gastroenterologia (2.090), ortopedia (550), otorrinolaringologia (3.381) e reumatologia (2.704). Essa ordem será usada para priorizar quais necessitam de atendimento no projeto.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, o titular da pasta da saúde, Jorge Olavo Hahn Castro, explica que este final de semana será um teste, a fim de observar se mantém o funcionamento do programa aos sábados ou se estende os horários durante a semana. Segundo ele, serão ouvidos os setores da comunidade para se ter o melhor resultado.

O CES funcionará das 7h às 13h, com atendimentos de reumatologia, cardiologia, ortopedia, dermatologia, endocrinologia, otorrinolaringologia e gastroenterologia. Também serão realizados os exames de eletrocardiograma e espirometria. A Farmácia Básica também estará aberta das 7h às 13h.

Em 7 de novembro, serão agendados pacientes para reumatologia, neurologia adulto, cardiologia, ortopedia, dermatologia, otorrinolaringologia e gastroenterologia.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

Passe livre para idosos com 60 anos ou mais é liberado fora dos horários de pico em Caxias

Medida foi publicada nesta segunda-feira (19/10) no Diário Oficial do Município
A gratuidade para idosos com 60 anos ou mais no transporte coletivo urbano foi liberada fora dos horários de pico, em Caxias do Sul. A Prefeitura publicou a alteração no Decreto nº 21.224 no Diário Oficial desta segunda-feira (19/10).

Agora, os idosos voltam a usar o benefício sem ser nos horários compreendidos entre 6h e 9h e 16h e 19h. O documento ainda reforça a suspensão do passe livre do último domingo do mês.

A medida também retoma a venda da passagem estudantil mediante o retorno das atividades escolares de forma presencial.

O Decreto nº 21.224 institui as normas de situação de emergência e estabelece medidas para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus na cidade.

Medida foi publicada nesta segunda-feira (19/10) no Diário Oficial do Município

A gratuidade para idosos com 60 anos ou mais no transporte coletivo urbano foi liberada fora dos horários de pico, em Caxias do Sul. A Prefeitura publicou a alteração no Decreto nº 21.224 no Diário Oficial desta segunda-feira (19/10).

Agora, os idosos voltam a usar o benefício sem ser nos horários compreendidos entre 6h e 9h e 16h e 19h. O documento ainda reforça a suspensão do passe livre do último domingo do mês.

A medida também retoma a venda da passagem estudantil mediante o retorno das atividades escolares de forma presencial.

O Decreto nº 21.224 institui as normas de situação de emergência e estabelece medidas para o enfrentamento da pandemia do Coronavírus na cidade.

Escola de Caxias do Sul organiza carreata em bairros para fortalecer vínculo afetivo entre professores e alunos

Cerca de 60 professores da escola municipal José Protázio passará em cinco regiões da cidade neste sábado (17), para manter o contato com os alunos em meio à pandemia
A chegada da pandemia da Covid-19 trouxe o fechamento provisório das escolas neste ano. Educadores e alunos precisaram romper o vínculo afetivo presencial, em prol dos cuidados preventivos contra a doença. Pensando nisso, uma escola de Caxias do Sul vai realizar uma ação neste sábado (17/10), a partir das 10h, com a ideia de manter a ligação entre estudante e professor, mesmo com a distância.

Aproximadamente 68 docentes da Escola Municipal de Ensino Fundamental José Protázio farão uma carreata nas localidades em que os alunos residem, a fim de que possam ter um contato com o professor de maneira segura. A ação vai abranger os bairros: Jardim Adorado. Jardim Eldorado (onde se localiza a instituição), Jardim Iracema e Serrano.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a vice-diretora do colégio, Samira Sgarabotto Silva Barbosa, conta que a iniciativa também será transmitida nas redes sociais da escola, para envolver as regiões que os carros dos educadores não conseguirão passar no dia.

A saída dos carros será em frente a José Protázio.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

AQUI você confere o vídeo sobre a ação

Cerca de 60 professores da escola municipal José Protázio passará em cinco regiões da cidade neste sábado (17), para manter o contato com os alunos em meio à pandemia

A chegada da pandemia da Covid-19 trouxe o fechamento provisório das escolas neste ano. Educadores e alunos precisaram romper o vínculo afetivo presencial, em prol dos cuidados preventivos contra a doença. Pensando nisso, uma escola de Caxias do Sul vai realizar uma ação neste sábado (17/10), a partir das 10h, com a ideia de manter a ligação entre estudante e professor, mesmo com a distância.

Aproximadamente 68 docentes da Escola Municipal de Ensino Fundamental José Protázio farão uma carreata nas localidades em que os alunos residem, a fim de que possam ter um contato com o professor de maneira segura. A ação vai abranger os bairros: Jardim Adorado. Jardim Eldorado (onde se localiza a instituição), Jardim Iracema e Serrano.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a vice-diretora do colégio, Samira Sgarabotto Silva Barbosa, conta que a iniciativa também será transmitida nas redes sociais da escola, para envolver as regiões que os carros dos educadores não conseguirão passar no dia.

A saída dos carros será em frente a José Protázio.

Clique AQUI e confira a entrevista completa.

AQUI você confere o vídeo sobre a ação