Rodeio de Vacaria será incluído calendário oficial de eventos do RS

“O Rodeio Crioulo Internacional projeta Vacaria e o Rio Grande do Sul para o mundo”. A afirmação é do deputado Paparico Bacchi (PL), autor do Projeto de Lei nº 479/2019, que inclui uma das maiores festas campeiras da América Latina no Calendário Oficial de Eventos. A proposta do líder da bancada do Partido Liberal foi aprovada com 50 votos favoráveis pelo parlamento gaúcho em sessão deliberativa na tarde desta quarta-feira (30).  

Maior festa tradicionalista da América Latina 

Historiador, vice-presidente da Comissão Especial da Cadeia Produtiva da Música e da Cultura Gaúcha, Paparico Bacchi destaca que a relevância do rodeio é incontestável. De acordo com o parlamentar, diversos elementos tornam o Rodeio de Vacaria um dos maiores espetáculos da Terra, fortalece a economia e valoriza a cultura regional.   

“Esta é, sem dúvida, a maior festa tradicionalista da América Latina e que conta com a presença de milhares de turistas, tradicionalista ou não, a cada dois anos. Este evento é considerado como a ‘Copa do Mundo dos Rodeios’ e a 34ª edição merece estar no calendário oficial de eventos do nosso Estado”, reitera o autor da proposição.  

O Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria foi criado no ano de 1958 em comemoração ao terceiro aniversário do CTG Porteira do Rio Grande. Mais de 300 mil pessoas são aguardadas na 34ª edição, marcada para ocorrer entre os dias 29 de fevereiro e 6 de março de 2022. Toda a programação é realizada no Parque de Exposições Nicanor Kramer da Luz, conhecido como o “Parque da Ferradura”, local por onde desfilam nomes expressivos da cultura regional e os chamados “grandes campeões de Vacaria”.  

Valorização e reconhecimento  

O patrão Elvio Guagnini Rossi, afirma que “a aprovação do projeto de lei orgulha toda a patronagem no ano em que o CTG Porteira do Rio Grande completa 65 anos de fundação”. O líder tradicionalista reitera que ao colocar o Rodeio Crioulo Internacional de Vacaria no Calendário Oficial e Eventos do RS o parlamento gaúcho reconhece a importância de todos os centros de tradição que trabalham pela tradição, cultura e costumes do Rio Grande do Sul. 

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Caxias do Sul recebe recurso de R$ 3,1 milhões referente à Lei Aldir Blanc

Secretaria da Cultura publicou nesta quarta-feira (23) decreto regulamentando a aplicação do valor no setor cultural

O município de Caxias do Sul já recebeu o repasse do Governo Federal de R$ 3.118.585,49, referente à Lei Aldir Blanc. Nesta a semana, a prefeitura publicou o decreto que regulamenta a aplicação dos recursos no município. O montante será utilizado em subsídios destinados a espaços culturais e em dois editais para profissionais do setor.

Para a distribuição da verba a Secretaria Municipal da Cultura realizou um Plano de Ação que foi aprovado Pelo Ministério do Turismo. O plano prevê que R$ 2.040.000,00 serão para o subsídio de espaços culturais e artísticos sediados no Município. Para seleção desses espaços será elaborado edital de chamada pública e estão previstas três faixas de auxílio, uma faixa de R$ 3 mil, uma de R$ 5 mil e uma de R$ 10 mil, pelo período de três meses.

Já R$ 1.078.585,49 serão destinados para a elaboração de dois editais, um para premiação de trabalhos culturais e artísticos de profissionais da cidade e um para seleção de propostas inéditas. Ambos os editais atenderão oito segmentos culturais, com faixas de valores iguais para todos.

Conforme o plano de ação, serão beneficiados 128 espaços culturais de Caxias do Sul e, aproximadamente, 400 profissionais do ramo artístico e cultural.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Trio elétrico “Tchê Cultura” leva música gaúcha a diversos bairros de Caxias do Sul neste final de semana

Shows itinerantes ocorrem neste sábado (19) e domingo (20), das 16h às 18h

Para levar um pouco dos Festejos Farroupilhas para mais perto da população caxiense, de forma segura e sem aglomerações, a Secretaria Municipal da Cultura e a 25ª Região Tradicionalista promovem um show itinerante neste final de semana.

Neste sábado (19) e domingo (20), artistas vão circular por diversos bairros da cidade no trio elétrico “Tchê Cultura”. A proposta é levar música tradicionalista até os moradores para que todos possam participar de alguma forma das celebrações da Semana Farroupilha, que também ocorrem de forma online pelas redes da Secretaria da Cultura e da 25ª Região Tradicionalista.

No sábado (19/09), o show itinerante será com Cristiano Gomes e Evânio Figueiró, das 16h às 18h. Os bairros que poderão aproveitar a apresentação nesse dia são:

Centro

– São Pelegrino

– Rio Branco

– Nossa Senhora das Graças

– São Caetano

– Galópolis

– Santa Corona

– Marechal Floriano

– Reolon

– Cidade Nova

– Desvio Rizzo.

 

E no domingo (20/09), das 16h às 18h, Anderson Magrinelli e Gustavo Padilha animam os bairros:

– Centro

– São Leopoldo

– Planalto

– Bela Vista

– Cruzeiro

– Fátima

– Sagrada Familia

– Mariland

– São Ciro

– Serrano

– El Dorado

– Ana Rech

– Vila Seca.

 

Confira o restante da programação da Semana Farroupilha:

19 DE SETEMBRO – SÁBADO

Bóia de Patrão – Festival de Culinária Gaúcha.

Horário: 11h às 20h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

II Festival Gildo de Freitas – Festival de Trovadores

Horário: 11h às 20h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

Evento virtual “Quiz Farroupilha”

Horário: 14h

Local: stories Instagram da SMC (@culturacaxiasdosul)

 

Show itinerante “Tchê Cultura” com Cristiano Gomes (gaiteiro) e Evânio Figueiró (voz e violão)

Horário: das 16h às 18h

Bairros: Centro, São Pelegrino, Rio Branco, Nossa Senhora das Graças, São Caetano, Galópolis, Santa Corona, Marechal Floriano, Reolon, Cidade Nova e Desvio Rizzo.
 

Live com Luiza Cavalheiro

Horário: 20h30min

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão

 

20 DE SETEMBRO – DOMINGO

Show itinerante “Tchê Cultura” com Anderson Magrinelli (gaiteiro) e Gustavo Padilha (voz e violão)

Horário: das 16h às 18h

Bairros: Centro, São Leopoldo, Planalto, Bela Vista, Cruzeiro, Fátima, Sagrada Familia, Mariland, São Ciro, Serrano, El Dorado, Ana Rech e Vila Seca.

Entrega das premiações dos festivais

Horário: 17h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Encerramento da Semana Farroupilha e extinção da Chama Crioula

Horário: 18h

Local: Casa do Gaúcho – com transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Live-show com Herança Fandangueira

Horário: 20h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

Momento Tradicionalista, com curiosidades e fatos históricos sobre a Semana Farroupilha e a cultura gaúcha a partir de 14 de setembro, sempre às 14h, por meio das redes da SMC @culturacaxiasdosul.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Tradicionalistas falam sobre as comemorações da Semana Farroupilha em meio à pandemia

Na manhã deste sábado, dia 19 de setembro, o programa Sintonia recebeu os patrões dos Centros de Tradição Gaúcha Alexandre Pato e Bombacha Branca, e patrão do Grupo Arte Nativa, para falar sobre como as entidades encaram a pandemia e de que forma o vírus impactou a programação da Semana Farroupilha.

Para o Bombacha Branca, a suspenção das atividades aconteceu em março, justamente numa época em que o CTG dava início a ao projeto de construção de sua sede física, que seria o palco dos ensaios. Desde a data, segundo o patrão Luciano Moreira, nenhuma outra atividade foi realizada com os dançarinos.

O Grupo Arte Nativa também parou. Segundo Rogério Furlan e Liliana de Lima, a pandemia fez com que o contato com os bailarinos migrasse para a internet. Dezenas de vídeos, produzidos pelos tradicionalistas, foram “postados” nas redes sociais, mostrando os talentos individuais dos membros do grupo.

Ambos lamentaram a nova realidade. O GAN vinha de uma rotina intensa de atividades, e participou de projetos de visibilidade nacional, como o lançamento da Frente Parlamentar em Defesa da Cultura e Tradição Gaúcha, em Brasília-DF. Segundo o patrão, os ensaios somente retornarão quando também as aulas da rede pública voltarem.

A internet também foi o campo de atuação do CTG Alexandre Pato. Segundo o patrão Alessandro Muliterno, foram realizadas lives todas as noites, e uma delas alcançou 105 mil pessoas.

Em função da inviabilidade de aglomerações, um churrasco drive-thru também será realizado pelo CTG. Alessandro celebrou o bom resultado das iniciativas da Semana Farroupilha, que neste ano foram lideradas pela entidade. Ouça as entrevistas.

Link para notícia no site Tua Rádio

Escola Trajano Machado realiza Gincana Tradicionalista Virtual

Há 22 anos a escola estadual Trajano Machado, do bairro Oliveira, implementou na escola e com repercussão regional, a Gincana Tradicionalista, onde durante a Semana Farroupilha, toda a comunidade escolar se envolve em ações voltadas à cultura do gaúcho.

Neste ano, em razão à pandemia, com as aulas presenciais suspensas, a Gincana Tradicionalista da Escola Trajano Machado, se reinventou. Um Gincana Virtual está sendo realizada.

A diretora da Escola, Jocelaine Carneiro de Lima, em entrevista à Tua Rádio Cacique, falou sobre a gincana.

Ouça na íntegra:

Link para notícia no site Tua Rádio

Semana Farroupilha é celebrada com programação virtual em Caxias do Sul

Festivais de dança, música, shows, laço de vaca parada entre outros ocorrem até domingo, 20 de setembro

Devido à pandemia da Covid-19, as tradicionais comemorações farroupilhas com acampamento e atrações artísticas que ocorriam nos Pavilhões da Festa da Uva, em Caxias do Sul, não poderão ser realizadas. Mas, nem por isso os gaúchos e gaúchas vão ficar sem celebrar a Semana Farroupilha no município.

A Secretaria Municipal da Cultura de Caxias do Sul e a 25ª Região Tradicionalista, juntamente com outras entidades, organizaram uma programação com diversas atrações para celebrar a data de forma online. As atividades iniciaram no último sábado (12) e seguem até domingo, 20 de setembro, quando se comemora o Dia do Gaúcho.

Durante entrevista à Tua Rádio São Francisco, o coordenador da 25ª Região Tradicionalista, Rodrigo Ramos, salientou que o engajamento do público nos primeiros dias de programação surpreendeu a organização. “Nos três anos que venho fazendo a programação dos Festejos Farroupilhas em Caxias, chegamos a ter em média de 230 mil pessoas durante os dez dias, que passaram pelos Pavilhões. Este ano, no dia 12, na abertura, nós tivemos um alcance de 30 mil acessos. No domingo, com show do Espedito Abrahão nós tivemos em torno de 35 mil acessos. Então, está nos surpreendendo muito”, salientou.

Toda a programação pode ser acompanhada por meio das redes sociais da Secretaria Municipal da Cultura de Caxias do Sul (@culturacaxiasdosul), da 25ª Região Tradicionalista (@25regiaotradicionalista) ou da Rádio Chimarrão (@radiochimarrão).

 

Confira:

16 DE SETEMBRO – QUARTA-FEIRA

Festival Serrano (Categoria Veterano e Xiru)

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Fandango da Serra – Danças de Salão (Categoria Veterano)

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Irmãos Bertussi (Categoria: Gaita Piano – de 15 anos)

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Torneio de Vaca Parada Virtual – (Categoria: Geração)

Avô/pai/filho

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Entardecer Gaúcho com Daniel Berga (violonista)

Horário: 18h

Local: Sacada do Círculo – Rua Visconde de Pelotas, esquina com Rua Sinimbu

 

Live Roda de Conversa com convidados especiais

Horário: 20h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Live-show com Grupo Sanfonaço

Horário: 21h30min

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

17 DE SETEMBRO – QUINTA-FEIRA

Festival Serrano (Categoria Patrão ou Patroa)

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Irmãos Bertussi (Categoria: Gaita Ponto + de 15 anos)

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Torneio de Vaca Parada Virtual (Categoria: Patrão ou Vice Patrão)

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Entardecer Gaúcho com Jair Soares Zanotto (gaiteiro e trovador)

Horário: 18h

Local: Sacada do Círculo – Rua Visconde de Pelotas, esquina com Rua Sinimbu

 

Live-show com Evandro Passos

Horário: 20h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Live-show com Volney Gomes

Horário: 21h30min

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

18 DE SETEMBRO – SEXTA-FEIRA

3ª Volteada Serrana do Verso (Virtual)

Categoria: Mirim, Juvenil, Adulto, Veterano

Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Serrano de Chula

Categoria: Mirim, Juvenil, Adulto, Veterano

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Irmãos Bertussi

Categoria: Gaita Piano + de 15 anos

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Entardecer Gaúcho com Pepê e Arthur

Horário: 18h

Local: Sacada do Círculo – Rua Visconde de Pelotas, esquina com Rua Sinimbu

 

19 DE SETEMBRO – SÁBADO

Bóia de Patrão – Festival de Culinária Gaúcha.

Horário: 11h às 20h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

II Festival Gildo de Freitas – Festival de Trovadores

Horário: 11h às 20h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

Evento virtual “Quiz Farroupilha”

Horário: 14h

Local: stories Instagram da SMC (@culturacaxiasdosul)

 

Show itinerante “Tchê Cultura” com Cristiano Gomes (gaiteiro) e Evânio Figueiró (voz e violão)

Horário: das 16h às 18h

Bairros: Centro, São Pelegrino, Rio Branco, Nossa Senhora das Graças, São Caetano, Galópolis, Santa Corona, Marechal Floriano, Reolon, Cidade Nova e Desvio Rizzo.
 

Live com Luiza Cavalheiro

Horário: 20h30min

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão

 

20 DE SETEMBRO – DOMINGO

Show itinerante “Tchê Cultura” com Anderson Magrinelli (gaiteiro) e Gustavo Padilha (voz e violão)

Horário: das 16h às 18h

Bairros: Centro, São Leopoldo, Planalto, Bela Vista, Cruzeiro, Fátima, Sagrada Familia, Mariland, São Ciro, Serrano, El Dorado, Ana Rech e Vila Seca.

Entrega das premiações dos festivais

Horário: 17h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Encerramento da Semana Farroupilha e extinção da Chama Crioula

Horário: 18h

Local: Casa do Gaúcho – com transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Live-show com Herança Fandangueira

Horário: 20h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Momento Tradicionalista, com curiosidades e fatos históricos sobre a Semana Farroupilha e a cultura gaúcha a partir de 14 de setembro, sempre às 14h, por meio das redes da SMC @culturacaxiasdosul.

Link para notícia no site Tua Rádio

Semana Farroupilha 2020: Confira a programação completa

Até sexta-feira (18), músicos e cantores tradicionalistas de Caxias do Sul se apresentarão na sacada do Círculo Saúde

A inciativa realizada pela Secretaria da Cultura será realizada até sexta-feira (18), sempre a partir das 17h30min, na sacada do Círculo Saúde, esquina da Rua Sinimbu com a Rua Visconde de Pelotas.

O Entardecer Gaúcho é uma iniciativa que contará com apresentações musicais de artistas tradicionalistas de Caxias do Sul e integra a programação oficial da Semana Farroupilha 2020. O objetivo da ação é apresentar shows de qualidade para a comunidade, mantendo viva a tradição gaúcha, celebrada em especial nesse período.

Confira a programação completa da Semana Farroupilha 2020:

15 DE SETEMBRO – TERÇA-FEIRA

Festival Serrano

Categoria: Adulto

Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Fandango da Serra – Danças de Salão

Categoria: Adulto

Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Irmãos Bertussi

Categoria: Gaita Ponto – de 15 anos

Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Torneio de Vaca Parada Virtual

Categoria: Juiz/Narrador

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Entardecer Gaúcho com Leo Henrique e Gabriel

Horário: 18h

Local: Sacada do Círculo – Rua Visconde de Pelotas, esquina com Rua Sinimbu

 

Live-show com Marca Baguala

Horário: 20h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Live-show com Os Cobras do Teclado

Horário: 21h30min

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

16 DE SETEMBRO – QUARTA-FEIRA

Festival Serrano (Categoria Veterano e Xiru)

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Fandango da Serra – Danças de Salão (Categoria Veterano)

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Irmãos Bertussi (Categoria: Gaita Piano – de 15 anos)

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Torneio de Vaca Parada Virtual – (Categoria: Geração)

Avô/pai/filho

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Entardecer Gaúcho com Daniel Berga (violonista)

Horário: 18h

Local: Sacada do Círculo – Rua Visconde de Pelotas, esquina com Rua Sinimbu

 

Live Roda de Conversa com convidados especiais

Horário: 20h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Live-show com Grupo Sanfonaço

Horário: 21h30min

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

17 DE SETEMBRO – QUINTA-FEIRA

Festival Serrano (Categoria Patrão ou Patroa)

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Irmãos Bertussi (Categoria: Gaita Ponto + de 15 anos)

Horário: 00:01 às 24h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Torneio de Vaca Parada Virtual (Categoria: Patrão ou Vice Patrão)

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Entardecer Gaúcho com Jair Soares Zanotto (gaiteiro e trovador)

Horário: 18h

Local: Sacada do Círculo – Rua Visconde de Pelotas, esquina com Rua Sinimbu

 

Live-show com Evandro Passos

Horário: 20h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Live-show com Volney Gomes

Horário: 21h30min

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

18 DE SETEMBRO – SEXTA-FEIRA

3ª Volteada Serrana do Verso (Virtual)

Categoria: Mirim, Juvenil, Adulto, Veterano

Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Serrano de Chula

Categoria: Mirim, Juvenil, Adulto, Veterano

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Festival Irmãos Bertussi

Categoria: Gaita Piano + de 15 anos

Horário: Horário: 00:01 às 23h59min

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Entardecer Gaúcho com Pepê e Arthur

Horário: 18h

Local: Sacada do Círculo – Rua Visconde de Pelotas, esquina com Rua Sinimbu

 

19 DE SETEMBRO – SÁBADO

Bóia de Patrão – Festival de Culinária Gaúcha.

Horário: 11h às 20h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

II Festival Gildo de Freitas – Festival de Trovadores

Horário: 11h às 20h

Local: redes sociais das entidades e compartilhamento pela @25regiaotradicionalista

 

Evento virtual “Quiz Farroupilha”

Horário: 14h

Local: stories Instagram da SMC (@culturacaxiasdosul)

 

Show itinerante “Tchê Cultura” com Cristiano Gomes (gaiteiro) e Evânio Figueiró (voz e violão)

Horário: das 16h às 18h

Bairros: Centro, São Pelegrino, Rio Branco, Nossa Senhora das Graças, São Caetano, Galópolis, Santa Corona, Marechal Floriano, Reolon, Cidade Nova e Desvio Rizzo.

 

Live com Luiza Cavalheiro

Horário: 20h30min

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão

 

20 DE SETEMBRO – DOMINGO

Show itinerante “Tchê Cultura” com Anderson Magrinelli (gaiteiro) e Gustavo Padilha (voz e violão)

Horário: das 16h às 18h

Bairros: Centro, São Leopoldo, Planalto, Bela Vista, Cruzeiro, Fátima, Sagrada Familia, Mariland, São Ciro, Serrano, El Dorado, Ana Rech e Vila Seca.

 

Entrega das premiações dos festivais

Horário: 17h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Encerramento da Semana Farroupilha e extinção da Chama Crioula

Horário: 18h

Local: Casa do Gaúcho – com transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Live-show com Herança Fandangueira

Horário: 20h

Local: transmissão por meio das redes sociais da Rádio Chimarrão e no @25regiaotradicionalista

 

Momento Tradicionalista, com curiosidades e fatos históricos sobre a Semana Farroupilha e a cultura gaúcha a partir de 14 de setembro, sempre às 14h, por meio das redes da SMC @culturacaxiasdosul.

Link para notícia no site Tua Rádio

Lilia Cabral está em cartaz com peça dirigida por um caxiense

Atriz concedeu entrevista durante programa Café & Cultura desta segunda-feira (15) e falou sobre o espetáculo em que contracena com sua filha, Giulia Bertolli

A atriz Lilia Cabral estreou no início deste mês a peça “A Lista”, na qual divide o palco com a filha, Giulia Bertolli. Com texto de Gustavo Pinheiro e direção do caxiense Guilherme Piva, a peça está em cartaz nas quintas e sextas, às 17h, no Teatro PetraGold, no Rio de Janeiro. Devido à pandemia da Covid-19, a produção ocorre somente de forma online e os ingressos podem ser adquiridos pela no site teatropetragold.com.br por meio da Plataforma Sympla.

Em entrevista ao programa Café & Cultura da Tua Rádio São Francisco, Lilia falou sobre este novo momento na carreira. “É um projeto que caiu no nosso colo quando iniciou o processo da pandemia. Da noite para o dia, os técnicos de teatro ficaram sem trabalho, então todos nós, atores, autores, diretores nos mobilizamos e ao mesmo tempo estamos tendo um retorno incrível. E eu tive essa beleza desse convite do Gustavo Pinheiro porque ele tinha na cabeça as duas personagens que não são mãe e filha, mas que coube direitinho para eu minha filha fazer”, afirmou.  

A atriz também falou sobre como é “reviver” personagens com as reprises das novelas, como a Griselda Pereira, conhecida como “Pereirão” em Fina Estampa. Ouça AQUI.

Com o término da reprise de Fina Estampa, Lilia continua na tela da TV brasileira com a reprise da novela A Força do Querer em que interpretou a Silvana, uma personagem viciada em jogos.

Link para notícia no site Tua Rádio

Semana Municipal do Crochê visa valorizar a tradição e artesão caxienses

Em sua primeira edição, a Semana do Crochê promove atividades virtuais a partir deste sábado (12) até 19 de setembro

As atividades da 1ª Semana Municipal do Crochê iniciam neste sábado (12), em Caxias do Sul. Com o objetivo de valorizar a tradição a os artesãos que trabalham com o crochê, diversas ações serão realizadas de forma virtual até o dia 19 de setembro.

A Semana Municipal do Crochê foi instituída por uma lei sancionada em julho deste ano e faz alusão ao Dia Mundial do Crochê, celebrado em 12 de setembro. Como explicou a diretora da Unidade de Arte e Cultura da Secretaria Municipal da Cultura, Caroline Varta, as ações são importantes para valorizar e preservar a tradição da técnica. Ouça AQUI.

Para marcar a ação foram elaboradas exposições virtuais por meio da plataforma sites.google.com/view/arteecultura/. As exposições trazem peças em crochê do acervo do Museu Municipal e de artesanatos em crochê produzidos por artesãos locais. Além disso, diariamente, até 18 de setembro, serão promovidas postagens alusivas à temática. Toda a programação poderá ser conferida no Instagram @culturacaxiasdosul e Facebook @CulturaCaxiasDoSul.

Cronograma:

Confira a programação da Semana do Crochê:

Abertura virtual com vídeo

Data: sábado – 12 de setembro

Horário: 19h

Local: redes sociais da SMC

 

Exposição virtual de peças em crochê do acervo do Museu Municipal

Data: sábado – 12 de setembro

Horário: 9h

Local: sites.google.com/view/arteecultura/

 

Exposição virtual de artesanatos em crochê produzidos por artesãos locais

Data: sábado – 12 de setembro

Horário: 9h

Local: sites.google.com/view/arteecultura/

 

Chamadas temáticas sobre o crochê nas redes da SMC

13/09: O que você sabe sobre o crochê?

14/09: Quando você acha que o crochê chegou na cidade?

15/09: Qual você acha que é peça de crochê mais antigo do Museu?

16/09: Você sabe o que é uma “maionita”?

17/09 – #naminhacasatem – Convite para as pessoas postarem os seus crochês

18/09 – Você conhece os crochês produzidos pelos artesãos locais?

 

Sobre o crochê

O crochê sempre esteve presente na história da cidade, principalmente nos relatos de mulheres que praticavam artes manuais em seus momentos de descanso com intuito também de produzir seus próprios artefatos utilitários, por exemplo, peças de enxoval e artigos pessoais. Geralmente, sendo ensinado através das gerações, o crochê tem sua origem incerta.

A palavra crochê é derivada da palavra francesa crochet, que significa gancho. Algumas fontes dizem que se originou na Arábia, há também a teoria de que teria se originado na América do Sul onde uma tribo primitiva usava adornos de crochê em rituais de passagem para puberdade. A China também aparece como um dos prováveis locais de “origem”, já que foram descobertas em sítios arqueológicos bonecas tecidas de maneira muito parecidas com o crochê que conhecemos hoje. Portanto, não há nenhuma evidência concreta da origem ou idade desta arte. Durante o século XVI este tipo de trabalho começou a ser difundido na França por freiras que eram professoras de artes, e que ensinam a fazer esta renda delicada. (Fonte: Secretaria Municipal da Cultura de Caxias do Sul)

Link para notícia no site Tua Rádio

Começa a venda de espaços para a Festa das Colheitas 2021

Além de ocupar o Centro de Eventos da Festa da Uva, evento será expandido para o Pavilhão 1, com protocolos especiais de segurança sanitária

Estão à venda os espaços para expositores da Festa das Colheitas 2021, evento multicultural que ocorre no Parque de Eventos da Festa da Uva de 5 a 28 de março para celebrar a produção hortifrutigranjeira de Caxias do Sul e da região. A Festa de 2021 chega com novidades em relação à edição deste ano, que precisou ser suspensa em março devido à pandemia do Coronavírus. Além do Centro de Eventos, que será ocupado com os distritos, área gastronômica e palco para shows, ela se expande ao Pavilhão 1, que concentrará a Feira Multisetorial.

A Festa das Colheitas 2021 segue com o propósito de celebrar o agricultor do interior do município, seus distritos e sua produção agrícola e familiar, com estimativa de público de 180 mil pessoas. A festa vai priorizar os expositores da edição deste ano, locais e regionais, e ainda proporcionar a participação de expositores de todo o Rio Grande do Sul com a Feira Multisetorial, para a qual serão oferecidos 109 espaços em uma área de 2,5 mil metros quadrados. O Centro de Eventos vai contemplar a participação dos 11 distritos de Caxias de Sul, compondo a Vila dos Distritos, 20 pontos de gastronomia e expositores da agroindústria familiar, ocupando uma área de 4,5 mil metros quadrados. A empresa responsável pela comercialização dos espaços é a caxiense AM9, que tem abrangência em todo o Estado.

“Acreditamos na importância desse movimento para toda comunidade: expositores, visitantes, produtores. Isso reforça a nossa autoestima e, retornando aos poucos, conseguimos conviver e celebrar com todo o cuidado necessário para nosso bem-estar”, destaca Sandra Mioranzza Randon, presidente da Festa da Uva, realizadora da Festa das Colheitas. Ela lembra que um dos momentos muito esperados da Festa das Colheitas de 2021 também será o evento de escolha da Rainha e Princesas da Festa da Uva de 2022. O desfile e a cerimônia de escolha estão agendados para o dia 27 de março, quando 13 candidatas disputarão os títulos. 

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Festival de curtas Arte Movie, para estudantes do Rio Grande do Sul, está com inscrições abertas

Festival dará prêmios de R$ 1 mil a R$ 4 mil para os melhores vídeos produzidos com dispositivos móveis

Fomentar a produção audiovisual entre estudantes de todo o estado do Rio Grande do Sul, este é o objetivo do Arte Movie – Festival de Curtas. A iniciativa já está em sua terceira edição e busca premiar produções feitas por alunos de ensino fundamental, médio e superior.  

As inscrições já estão abertas e seguem até 30 de setembro. Os interessados poderão concorrer com filmes de até um minuto de duração produzidos por dispositivos móveis como smartphones e tablets. Os vídeos deverão conter histórias que envolvam as temáticas: sustentabilidade, agronegócio, cooperativismo, saúde, resiliência, empatia, liderança e educação. As inscrições ocorrem pelo site www.artemovie.com.br.

No total, são 15 vencedores em três categorias. Os premiados receberão entre R$ 1mil e R$ 4 mil. Durante entrevista no programa Café & Cultura da Tua Rádio São Francisco, a coordenadora do Arte Movie, Marcia da Costa, salientou a importância de fomentar a produção audiovisual no estado.”Nessa época tão desgastante emocinalmente podemos colaborar com as escolas com uma atividade muito boa que é o áudio visual, uma das artes mais lindas. E a gente teve o privilégio de poder fazer um festival dessa grandeza também com uma boa premiação”. Ouça a entrevista completa AQUI. 

O Arte Movie – Festival de Curtas conta com financiamento da Lei de Incentivo à Cultura – Pró-Cultura RS – Secretaria de Estado da Cultura – Governo do Estado do Rio Grande do Sul. O projeto é uma realização da Bouganville Cultura e Arte e conta com patrocínio da Basso Pancotte e apoio da Cotribá.

Link para notícia no site Tua Rádio

Festa da Uva 2022: confira o bate-papo cultural com as candidatas a soberanas sobre pontos turísticos de Caxias do Sul

As entrevistas ocorrem segundas, quartas e sextas no programa Café & Cultura

O programa Café & Cultura, da Tua Rádio São Francisco, iniciou uma série de entrevistas com as candidatas à Rainha e Princesas da Festa da Uva 2022. Todas às segundas, quartas e sextas uma das candidatas irá contar a história e os atrativos de um ponto turístico de Caxias do Sul. Os diálogos culturais seguem até 29 de setembro, sempre às 16h20.

Confira as participações desta semana:

31/08: Bianca Fabro Ott, representante do Círculo Saúde. Ela falou sobre a Igreja São Pelegrino. Ouça AQUI

02/09: Bruna Mallmann, representante da Martinelli Advocacia. Ela falou sobre o Memorial Irmãos Bertussi (Criúva). Ouça AQUI

04/09: Débora Scopel Moreira, representante do Sindicato das Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Caxias do Sul (SIMECS). Ela falou sobre o Instituto Hércules Galló. Ouça AQUI.

As entrevistadas da próxima semana serão:

– Josiele Mewius – Réplicas de Caxias, junto à Festa da Uva

– Larissa Binsfeld Lautert – Epopéia Imigrante Ana Rech

– Luana Bonamigo – Monumento ao Imigrante

Link para notícia no site Tua Rádio

ExpoBento transfere 30ª edição para 2021

Programação ocorrerá de 03 a 13 de junho do próximo ano, de forma conjunta a 17ª Fenavinho

Pela primeira vez em sua história – que coleciona continuadas passagens de sucesso desde 1990 – a ExpoBento precisou tomar a difícil resolução de transferir a data de realização de uma edição. Essa decisão ocorre em um ano extremamente atípico, marcado pela incidência da pandemia da Covid-19, que alterou de forma significativa planejamentos e comportamentos em âmbito mundial.

Inúmeras foram as análises de cenário feitas desde o início do ano, conforme explica o diretor-geral da 30ª edição, Gilberto Durante. “Nosso compromisso sempre foi o de buscar a conciliação responsável e equilibrada entre o bem-estar e segurança dos expositores, equipes de trabalho, prestadores de serviço e, claro, visitantes – e os interesses econômicos e de geração de negócios pelos quais a ExpoBento é conhecida”, destaca. Por isso, a 30ª edição, inicialmente prevista para ocorrer de 05 a 14 de junho, foi transferida para o período de 08 a 18 de outubro – na expectativa de encontrar, então, condições favoráveis para sua realização.

Porém, diversos fatores apontaram para uma realidade diferente do previsto. “Mesmo com o cumprimento de todos os protocolos e aplicação dos recursos hoje disponíveis, anda não é possível promover um evento da envergadura da ExpoBento, com seus 450 expositores e mais de 250 mil visitantes, com plenas condições de segurança – e arriscar em questões que envolvem a preservação da saúde não é uma opção. Da mesma forma, entendeu-se que realizar uma feira repleta de restrições comprometeria os resultados entregues ao expositor – que contam com o fluxo intenso de visitantes da ExpoBento para alavancar vendas e fazer negócios”, comenta Durante. Em recente consulta feita pela organização às empresas participantes, mais de 90% delas indicaram a preferência pela não realização do evento em 2020, sob as atuais circunstâncias. A opinião do expositor foi, também, um dos indicadores com grande relevância na tomada da decisão. Além disso, o poder público, parceiro nos contextos de ExpoBento e, principalmente, Fenavinho, na pessoa do prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, foi colocado a par de todos os indicadores avaliados nesse cenário e, então, previamente informado do encaminhamento da decisão do adiamento.

A realização da 30ª ExpoBento está confirmada para ocorrer de 03 a 13 de junho do próximo ano, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, de forma conjunta com a 17ª Fenavinho (Vila Típica). Até lá, a diretoria da feira e o comitê da festa estudam a promoção de projetos paralelos, com atividades ainda ao longo desse ano – como é o caso da arena E-Sports, competição de games eletrônicos, cuja realização em formato digital está confirmada para o mês de outubro.

Link para notícia no site Tua Rádio

Festival Canta Caxias reúne grupos para apresentações virtuais que vão até o mês de outubro

Em sua 23ª edição, programação tem 25 grupos caxienses que mostram trabalhos com repertório variado como sacro, folclórico popular e obras compostas para coro

Desde segunda-feira à noite a Secretaria Municipal da Cultura, por meio da Unidade de Música e em parceria com os coros municipais, realiza a 23ª edição do Canta Caxias de forma virtual. A programação segue até 26 de outubro com apresentações de coros caxienses, nas redes sociais da Secretaria da Cultura e do Coro Municipal de Caxias do Sul.

“Como o Coro Municipal vem fazendo, descobrimos que outros grupos também estão com atividades virtuais no período da pandemia. É com bastante alegria que pudemos reunir os demais coros. O pessoal canta porque gosta então não poderíamos deixar de mostrar”, disse o maestro regente do Coro Municipal Renato Filippini em entrevista ao programa Café & Cultura. 

O Canta Caxias é o maior encontro de coros da mesma cidade promovido no país e visa integrar grupos desse segmento que trabalham com repertório variado, como sacro, folclórico popular e obras compostas para coro. 

Durante a pandemia não é permitido realizar ensaios presenciais. Por isso, cada entidade vai participar do evento com alguma produção virtual ou apresentação pública gravada em datas anteriores ao ano de 2020.

As atividades poderão ser conferidas no Facebook (@CulturaCaxiasDoSul) e Instagram (@culturacaxiasdosul) da SMC e no Facebook do Coro Municipal (CoroMunicipaldeCaxiasdoSul), nas segundas, quartas e sextas-feiras, sempre a partir das 20h. Os vídeos estarão disponíveis também na plataforma do Centro de Cultura Ordovás: https://sites.google.com/view/ordovasdigital.

Ouça a entrevista completa AQUI. 

Confira a programação de setembro:

Coral Unimed
02 de setembro (quarta-feira)

Coro Juvenil da Fundação Marcopolo

04 de setembro (sexta-feira)

Vocal Aldo Locatelli
07 de setembro (segunda-feira)

Coro Juvenil Moinho/ UCS
09 de setembro (quarta-feira)

Coro Expressões da Serra
11 de setembro (sexta-feira)

Vocal infanto-juvenil Aldo Locatelli
14 de setembro (segunda-feira)

Coral FSG
16 de setembro (quarta-feira)

Coral Radize D’Italia
18 de setembro (sexta-feira)

Coral São Braz
21 de setembro (segunda-feira)

Vozes do Sul
23 de setembro (quarta-feira)

Coral Cristo Redentor
25 de setembro (sexta-feira)

Coro Vozes da Casa
28 de setembro (segunda-feira)

Coro Juvenil Unimed
30 de setembro (quarta-feira)

Link para notícia no site Tua Rádio

Prolar lança edital para selecionar e fomentar projetos de artistas de Caxias do Sul

Serão contempladas propostas de oito áreas e cada projeto vai receber R$ 1,5 para realização nas plataformas digitais

A comunidade artística de Caxias do Sul ganha mais uma iniciativa de fomento à cultura. Trata-se do projeto da Prolar Imobiliária Inteligente: Sarau Cultural #arteprolardagente. O objetivo é selecionar e financiar projetos culturais inéditos, de pessoas físicas ou jurídicas (inclusive MEI) residentes em Caxias do Sul. A ideia é disseminar a arte e cultura por meio digital, respeitando o tema “um novo tempo pro lar da gente”.

As inscrições ocorrem de 1º a 11 de setembro e serão selecionados oito projetos dos setores: audiovisual; artesanato; culturas populares; circo; dança; leitura e literatura; memória e patrimônio; e teatro. Cada proposta receberá R$ 1,5 mil, totalizando um aporte privado de R$ 12 mil pela Prolar. O conteúdo deverá ser postado em qualquer plataforma da internet, da preferência do proponente, para amplo e gratuito acesso, acompanhado das hashtags #umnovotempoprolardagente e #arteprolardagente.

A iniciativa integra as comemorações dos 50 anos da imobiliária. Conforme o sócio-diretor da Prolar e gestor do grupo Cardume – responsável pelas políticas de responsabilidade social da Prolar – Thiago Dalla Vecchia, o Sarau Cultural #arteprolardagente faz parte das ações de responsabilidade social da empresa. “A gente compreendeu que tínhamos que também fazer uma virada de chave onde a gente aprofundasse as relações com a comunidade. Dentro desse escopo a gente desenvolveu uma série de atividades e políticas de responsabilidade social. Também tentamos buscar esse ato de solidariedade e afeto. Esse projeto agora é uma contribuição que a gente pode fazer principalmente pra essa classe que está tão atingida com este momento de distanciamento social necessário”, afirmou. Ouça a entrevista completa AQUI.

Neste ano a Prolar já promoveu projetos como o #músicaprolardagente, que contemplou 120 apresentações musicais em Caxias do Sul, oportunizando a contratação direta de músicos e cantores, por isso essa área da cultura não integra o edital. Durante o programa Café e Cultura, Thiago também explicou que as artes plásticas (pintura, desenho, gravura, escultura, grafite, etc.), também não estão inclusas neste edital pois serão contempladas no próximo ano com um edital específico.

 

Inscrições

Os interessados em participar do Sarau Cultural deverão solicitar a ficha de inscrição e o edital que contém todas as informações e prerrogativas para admissibilidade dos projetos pelo e-mail [email protected].

A admissibilidade, seleção e julgamentos dos trabalhos inscritos serão feitos às cegas por uma Comissão de Avaliação e Seleção, formada por profissionais de atividades correlatas as oito áreas previstas no edital, residentes em outros municípios.  

Link para notícia no site Tua Rádio

“Gaúchos sem Fronteiras” é o tema dos Festejos Farroupilhas

O tema dos Festejos Farroupilhas deste ano homenageia e observa a amplitude que a cultura gaúcha alcança por meio do cultivo das tradições. “Gaúchos sem Fronteiras” pretende retratar a história de homens e mulheres que, além das fronteiras do Estado, continuam a vestir pilcha, tomar chimarrão e participar de manifestações culturais, seja com a música, a literatura ou apreciando um bom churrasco.

Com essa escolha, o tema homenageia a particularidade do povo gaúcho de se espalhar geograficamente pelo Brasil e pelo mundo, sem perder suas raízes culturais. Mas vai além. Alude aos gaúchos e às gaúchas que se tornaram vetores de propagação das manifestações culturais, entre elas gastronomia, arte, turismo, literatura, arquitetura, música, dança e todas as vertentes que representam o patrimônio cultural do Estado.

Em razão da pandemia e obedecendo aos protocolos de distanciamento social, a programação será em formato on-line. A proposta é que estudantes e a comunidade gaúcha possam captar imagens das suas cidades por meio de vídeos gravados com celular que serão divulgados nas redes sociais da Secretaria da Cultura (Sedac).

“O objetivo é estimular a pesquisa e o conhecimento das regiões, fomentando a cultura local e os eventos históricos ligados ao legado da epopeia gaúcha”, destaca o presidente da Comissão dos Festejos Farroupilhas do RS, assessor de Culturas Populares, Tradição e Folclore da Sedac e adido cultural, César Oliveira.

“Esta proposta me encanta. Devemos aproveitar este momento de distanciamento social para gerar conteúdos que fomentem a cultura e divulgá-los, fazendo chegar a todas as pontas do Estado, a exemplo das ações do Dia do Patrimônio”, ressalta a secretária da Cultura, Beatriz Araujo.

“As identidades regionais ganharam força na pós-modernidade. O tema deste ano comprova isso, prestando homenagem a estes sujeitos que migraram daqui, levando nossa força para além do Estado”, avalia a patrona dos Festejos Farroupilhas 2020, Alessandra Motta.

Diversidade cultural

O vice-presidente da Comissão dos Festejos Farroupilhas do RS, Maxsoel Bastos, acredita que a diversidade experimentada em todas as regiões do Estado forjou um povo apaixonado pelo tradicionalismo e que, fundamentalmente, acredita em valores como honradez, hospitalidade, educação e na história e na valorização do legado de seus antepassados.

“Muito de nossos gaúchos sem fronteiras, que ganharam espaço nos quatro cantos do mundo, carregam consigo a chama de um espírito aventureiro, herança de nossos antepassados, que a ferro e fogo colonizaram e forjaram as linhas que definem os limites do nosso Rio Grande. Homens e mulheres que ao deixarem o pago, partiram divididos entre ser filhos de nossas tradições e, ao mesmo tempo, indivíduos que passam a ser cidadãos de um mundo globalizado. São eles os grandes responsáveis por fundarem, além das fronteiras do Rio Grande do Sul e do Brasil, milhares de Centros de Tradição Gaúcha, verdadeiras células culturais, que hoje passaram a ser uma janela de nossos valores mais basilares”, complementa Bastos.

Identidade visual

A identidade visual das comemorações deste ano foi apresentada esta semana pela Comissão Estadual dos Festejos Farroupilhas. O responsável é o artista plástico Mauro Vila Real. O trabalho apresenta um cavaleiro, na companhia de seu cachorro, em uma estrada de terra, tendo no horizonte elementos como pontos turísticos e culturais de diversos locais do mundo. O artista se inspirou no criador de cavalos crioulos Gilson Souza, no “cusco” Peijo Júnior e no cavalo RF Cigano.

Festejos

Os Festejos Farroupilhas abarcam a totalidade de ações comemorativas ao Dia do Gaúcho (20 de setembro). São acampamentos, desfiles, bailes e ações culturais, como oficinas e palestras. A cada ano, a Comissão Estadual escolhe um tema, que é trabalhado com o objetivo de ampliar o conhecimento sobre as raízes históricas do Rio Grande do Sul e as bases do culto às tradições.

Artista

Nascido em Frederico Westphalen, Mauro Vila Real tem em seu currículo trabalhos para editoras como Marvel e DC Comics. Seus desenhos também podem ser vistos em capas de discos, pôsteres, sites, quadrinhos, jornais e livros infantis e infantojuvenis. Participou de exposições como o Salão Internacional e Contemporâneo de Arte de Belo Horizonte, Salão Internacional de Arte Contemporânea de Portugal e Salon International D´Art Contemporain no Carrousel Du Louvre, em Paris. Entre as técnicas utilizadas pelo ilustrador se destacam acrílica, aquarela, gauche e carvão.

Link para notícia no site Tua Rádio

Artista maranhense Romildo Rocha está em Caxias para criar mural no Instituto SAMbA

Além da residência artística, o designer também participará de atividades com estudantes municipais, de conversas sobre artes urbanas e ações de inclusão social

O artista plástico Romildo Rocha chegou nesta segunda-feira a Caxias do Sul para participar do projeto Samba Território-Residência, do Instituto SAMbA. A partir desta terça-feira ele começa a trabalhar num painel na sede do Instituto.
Vindo de São Luís do Maranhão, Rocha tem um trabalho inspirado na Cultura Popular, na xilogravura e no cordel, referências estéticas nordestinas que carrega para seu trabalho como designer e muralista.

“Quando posto obras minhas nas redes sociais recebo muitos retornos dizendo da emoção dessas pessoas com aquilo que o trabalho mostra. E a arte tem também esse objetivo de transportar as pessoas, de provocar lembranças. Quando a gente fala em cultura popular tem que ter muita responsabilidade. Não dá para fazer por fazer, pois aquilo representa a vida das pessoas”, disse Rocha em entrevista ao programa Café & Cultura desta segunda-feira.

Em sua proposta, o Projeto Samba Território-Residência inclui os estudantes da Escola Municipal de Ensino Fundamental Professora Ester Justina Troian Benvenutti. Nas atividades das aulas de Arte realizadas, os alunos do nono ano estudaram a obra de Rocha e participarão de um encontro on-line com o artista. 
Os artistas urbanos caxienses Fernanda Rieta e Maurício Pesk, que integram o Coletivo Rua, grupo ligado às artes urbanas locais, também participam do projeto. Eles também contribuirão para a produção de fanzines, que farão um registro dessa residência artística. Os zines serão distribuídos de forma gratuita para a comunidade. O material conterá entrevistas e registros escritos e visuais do projeto.

Depois da vinda de Romildo Rocha, em outubro o Instituto SAMbA deve receber o artista pernambucano Bozó Bacamarte para uma nova residência artística e ações educativas e sociais. O projeto é financiado pela Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Caxias do Sul, com o apoio cultural das empresas Randon, Fundação Marcopolo, Banco Moneo, Neobus e MG Terminais Rodoviários. Conta ainda com o apoio da Rodoviária de Caxias do Sul.

Confira a entrevista completa com Rocha aqui.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Vice-presidente campeiro do MTG explica protocolo para retomada dos torneios de laço no RS

Retorno dos torneios de laço deve ocorrer em outubro

Após consulta ao Comitê de Análise de Dados da Covid-19, o secretário da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Covatti Filho, anunciou a liberação de atividades e provas campeiras em municípios com bandeira amarela ou laranja no Distanciamento Controlado

A solicitação foi feita pelo vice-presidente campeiro do Movimento Tradicionalista Gaúcho, Adriano Pacheco.

Em entrevista à Tua Rádio Cacique, Pacheco explicou que o MTG está preocupado com a situação das entidades filiadas e pessoas que têm nesses eventos uma fonte de emprego e renda, coso dos narradores, juízes campeiros, especialistas em manejo do gado, freteiros, empresa de sonorização, pecuaristas e outros.

No documento encaminhado ao Estado, o MTG argumenta que as atividades campeiras são realizadas em ambiente aberto e sem contato físico entre os participantes, garantindo-se um distanciamento de até dois metros.

O pedido apresenta várias medidas de prevenção à transmissão do coronavírus, como uso de máscara, álcool em gel, medição de temperatura e identificação com pulseira dos participantes que estão aptos a participar.

A retomada das atividades deve acontecer em outubro, a partir da confecção e distribuição de uma cartilha explicando todo o regramento e protocolos que devem ser seguidos pelos participantes dos torneios de laço. Ouça a entrevista e saiba mais.

Link para notícia no site Tua Rádio

Estado anuncia liberação de atividades e provas campeiras do MTG

A liberação só foi autorizada em municípios com bandeira amarela ou laranja

Após consulta ao Comitê de Análise de Dados da Covid-19, o secretário estadual da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Rio Grande do Sul, Covatti Filho, anunciou a liberação de atividades e provas campeiras do MTG. O aval foi dado pela coordenadora do comitê, Leany Lemos, e comemorado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho. A liberação só foi autorizada em municípios com bandeira amarela ou laranja.

As provas devem seguir restrições dos decretos estaduais. A Nota lista 42 recomendações que devem constar nos protocolos das competições esportivas a serem realizadas em território gaúcho, entre elas a proibição de público externo. A autorização final ficará a cargo do município sede da competição.

Segundo Covatti Filho, as competições devem apresentar um plano de contingência para prevenção e controle à Covid-19.

O vice-presidente campeiro do MTG, Adriano Pacheco, diz que a liberação contempla na totalidade pedido da entidade. “As provas campeiras vão muito além da cultura e tradição, elas envolvem um setor econômico que está parado desde o início da pandemia e precisa retomar as atividades”, ressalta.

Nesta sexta-feira, 21/08, a Tua Rádio Alvorada entrevista a presidente do MTG, Gilda Galeazzi. 

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Mostra Serra RS une música e solidadriedade através de lives a partir desta quarta-feira (19)

Objetivo do projeto é arrecadar alimentos e valores que serão repassados aos profissionais dos bastidores de eventos, parados desde março por conta da pandemia

Promover a cultura por meio da música e angariar alimentos e fundos para ajudar os profissionais dos bastidores de shows e eventos. Esse é o objetivo da Mostra Serra RS, promovida pela Secretaria da Cultura do Rio Grande do Sul e pela MHV Mangueiras e Conexões Hidráulicas.

 Serão cinco dias de lives, a partir desta quarta-feira (19) até o dia 23 de agosto, que vão passar pelo pop, rock, MPB, música gaúcha entre outros. As transmissões ocorrem sempre a partir das 20h30 pelos canais do Facebook, Instagram e Youtube do Mostra Serra RS (@mostraserrars).  

Lembrando que durante as lives o público poderá fazer doações de valores e alimentos que serão repassados para os profissionais que trabalham nos bastidores dos eventos. Com o cancelamento de eventos culturais por conta do Covid-19, essa categoria se encontra sem emprego desde março deste ano, e suas famílias estão em estado de vulnerabilidade. Serão aceitas doações de alimentos na Spy Bar, Av. São Leopoldo, 1115, entre os trevos da Perimetral e o da BR 116, em Caxias do Sul e qualquer valor monetário por parceria com o Vakinha (http://vaka.me/1287310).

 

Confira a programação:

19/08 (quarta): Pagode Júnior

O grupo começou em 1995, com a reunião de três colegas de escola. Misturam com muita jinga samba e pagode. Atualmente, o grupo é formado por Ronaldo (voz principal e rebolo), Carlos (voz e pandeiro), Thiago (voz e violão), Yago Cavaco (oxilei surdo e efeitos) e Duda (reco-reco). O grupo já participou de vários shows nacionais. O objetivo do grupo é levar alegria e positividade.

20/08 (quinta): Banda Ouse

Com uma longa estrada musical e participação em diversos palcos do Brasil, os integrantes da Banda OUSE reuniram seus mais variados estilos para entregar algo novo ao público, como o próprio nome sugere OUSAR, fazer o diferente, arriscar. O som diferenciado com rock, pop e pitadas do grunge, traz a combinação perfeita para animar qualquer plateia.

21/08 (sexta): Marcos Volpato

Desde a década de 1980 Marcos desenvolve suas atividades na música. Primeiro, no grupo Gota D’Água, depois, pela banda Maha Mantra, com atuação de 11 anos com shows por várias cidades do Brasil e em Buenos Aires, na Argentina. Atualmente, desenvolve trabalhos de MPB.

22/08 (sábado): Roberto Niederauer

Desde 1981, Roberto Niederauer é guitarrista, vocalista e compositor. Lançou seu primeiro trabalho gravado em 1987. Já em 1997, com o grupo Cartel, lançou o segundo. Em seguida, montou o Violeta Pop e lançou outros trabalhos gravados, em 2001 e 2005. Em 2008, lançou seu primeiro trabalho solo.

23 (domingo): Grupo Alma Campeira

Iniciou em novembro de 2006, com foco na tradição gaúcha, tem realizado apresentações por várias cidades do Brasil, sempre com músicas voltadas ao campeirismo. Sua formação é com músicos com grande experiência, possibilitando apresentações de alta qualidade, totalmente voltadas para as tradições gaúchas.

Link para notícia no site Tua Rádio

Mostra Serra RS une música e solidariedade através de lives a partir desta quarta-feira (19)

Objetivo do projeto é arrecadar alimentos e valores que serão repassados aos profissionais dos bastidores de eventos, parados desde março por conta da pandemia

Promover a cultura por meio da música e angariar alimentos e fundos para ajudar os profissionais dos bastidores de shows e eventos. Esse é o objetivo da Mostra Serra RS, promovida pela Secretaria da Cultura do Rio Grande do Sul e pela MHV Mangueiras e Conexões Hidráulicas.

 Serão cinco dias de lives, a partir desta quarta-feira (19) até o dia 23 de agosto, que vão passar pelo pop, rock, MPB, música gaúcha entre outros. As transmissões ocorrem sempre a partir das 20h30 pelos canais do Facebook, Instagram e Youtube do Mostra Serra RS (@mostraserrars).  

Lembrando que durante as lives o público poderá fazer doações de valores e alimentos que serão repassados para os profissionais que trabalham nos bastidores dos eventos. Com o cancelamento de eventos culturais por conta do Covid-19, essa categoria se encontra sem emprego desde março deste ano, e suas famílias estão em estado de vulnerabilidade. Serão aceitas doações de alimentos na Spy Bar, Av. São Leopoldo, 1115, entre os trevos da Perimetral e o da BR 116, em Caxias do Sul e qualquer valor monetário por parceria com o Vakinha (http://vaka.me/1287310).

 

Confira a programação:

19/08 (quarta): Pagode Júnior

O grupo começou em 1995, com a reunião de três colegas de escola. Misturam com muita jinga samba e pagode. Atualmente, o grupo é formado por Ronaldo (voz principal e rebolo), Carlos (voz e pandeiro), Thiago (voz e violão), Yago Cavaco (oxilei surdo e efeitos) e Duda (reco-reco). O grupo já participou de vários shows nacionais. O objetivo do grupo é levar alegria e positividade.

20/08 (quinta): Banda Ouse

Com uma longa estrada musical e participação em diversos palcos do Brasil, os integrantes da Banda OUSE reuniram seus mais variados estilos para entregar algo novo ao público, como o próprio nome sugere OUSAR, fazer o diferente, arriscar. O som diferenciado com rock, pop e pitadas do grunge, traz a combinação perfeita para animar qualquer plateia.

21/08 (sexta): Marcos Volpato

Desde a década de 1980 Marcos desenvolve suas atividades na música. Primeiro, no grupo Gota D’Água, depois, pela banda Maha Mantra, com atuação de 11 anos com shows por várias cidades do Brasil e em Buenos Aires, na Argentina. Atualmente, desenvolve trabalhos de MPB.

22/08 (sábado): Roberto Niederauer

Desde 1981, Roberto Niederauer é guitarrista, vocalista e compositor. Lançou seu primeiro trabalho gravado em 1987. Já em 1997, com o grupo Cartel, lançou o segundo. Em seguida, montou o Violeta Pop e lançou outros trabalhos gravados, em 2001 e 2005. Em 2008, lançou seu primeiro trabalho solo.

23 (domingo): Grupo Alma Campeira

Iniciou em novembro de 2006, com foco na tradição gaúcha, tem realizado apresentações por várias cidades do Brasil, sempre com músicas voltadas ao campeirismo. Sua formação é com músicos com grande experiência, possibilitando apresentações de alta qualidade, totalmente voltadas para as tradições gaúchas.

Link para notícia no site Tua Rádio

Festival de Gramado anuncia longas e homenageados para 48ª edição que começa dia 18 de setembro em formato on-line

Programação terá sete filmes nacionais e sete latinos com Denise Fraga sendo homenageada com o Troféu Cidade de Gramado e o uruguaio César Troncoso recebendo o Troféu Kikito de Cristal

Em versão on-line, mas mantendo a visibilidade da produção brasileira e latina, foram anunciados no final da manhã desta terça-feira os filmes de longa-metragem brasileiros e latinos que vão concorrer aos kikitos da 48ª edição do Festival de Cinema de Gramado que se realiza de 18 a 26 de setembro pelo Canal Brasil e outras plataformas de streaming. A programação será exibida todas as noites, às 19h. 

A lista dos selecionados, (confira abaixo) prevê filmes de diretores veteranos como o cineasta Ruy Guerra e documentários sobre personalidades da música brasileira como Sidney Magal e a cantora Alcione.

“Tivemos que ousar no formato para o Festival acontecer. Gramado é uma cidade do interior que não conhece a palavra impossível. E a cidade seguirá vestida do Festival”, disse o presidente da Gramadotur, Rafael Carniel de Almeida, durante a coletiva de imprensa virtual.

“Certamente teremos uma edição histórica. O Festival de Gramado não é uma bolha e a gente foi pensando nessas mudanças desde março. E esta edição está aí nesse formato também pela saúde do cinema brasileiro. Temos uma seleção com temática diversificada. Estamos inovando sempre” afirmou em entrevista ao programa Café & Cultura o jornalista e crítico de cinema Marcos Santuário, que está na curadoria do Festival desde 2012. 
Este ano, 146 longas-metragens brasileiros (LMB) e 93 estrangeiros (LME) participaram da seleção. As inscrições dão a dimensão da diversidade cultural do Brasil e dos países ibero-americanos. São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul lideraram as inscrições na categoria LMB, com 46, 30 e 13 títulos inscritos, respectivamente. Já Argentina, Espanha, Uruguai e México saíram à frente com as inscrições entre os longas-metragens estrangeiros, com 49, 10, 6 e 5 títulos inscritos, respectivamente. Ao todo, foram 15 estados mais o DF e 14 países.

Além de Marcos Santuário, neste ano a curadoria tem ainda o jornalista e apresentador Pedro Bial e a atriz argentina Soledad Villamil.
Completando o casting de homenageados em 2020, ao lado de Laís Bodanzky, que recebe o Troféu Eduardo Abelin, e Marco Nanini, homenageado com o Troféu Oscarito, a organização do Festival divulgou os nomes homenageados com os Troféus Cidade de Gramado, que vai para a atriz Denise Fraga, e Kikito de Cristal, concedido ao ator uruguaio César Troncoso.  

Ouça a entrevista completa do curador Marcos Santuário aqui.

Longas-metragens brasileiros (LMB) selecionados:

Aos pedaços – Rio de Janeiro
92’ – Drama ficção experimental
Direção: Ruy Guerra 

King Kong em Asunción – Pernambuco
90′ – Ficção
Direção: Camilo Cavalcante

Me chama que eu vou – São Paulo
70’10 – Documentário
Direção: Joana Mariani

O Samba é primo do Jazz – Rio de Janeiro
70’06″ – Documentário
Direção: Angela Zoé

Por que você não chora? – Distrito Federal
98′ – Ficção / Drama
Direção: Cibele Amaral

Todos os mortos – São Paulo
120’ – Drama
Direção: Caetano Gotardo & Marco Dutra

Um animal amarelo – Rio de Janeiro
115’ – Ficção
Direção: Felipe Bragança

Longas-metragens estrangeiros (LME) selecionados: 

Dias de Inverno – México
90’ – Ficção
Direção: Jaiziel Hernández

El Gran Viaje al País Pequeño – Uruguai
105’47” – Documentário
Direção: Mariana Viñoles

El Silencio del Cazador – Argentina
103’20” – Drama / thriller
Diretor:  Martin Desalvo

La frontera – Colombia
89’36” – Drama social
Direção: David David

Los Fuertes – Chile
98’ – Drama, Romance, LGBT
Direção: Omar Zúñiga

Matar a un Muerto – Paraguai
87’ – Drama
Direção: Hugo Giménez

Tu me manques – Bolívia
105’ – Drama
Direção: Rodrigo Bellott

Site do Festival de Cinema de Gramado: www.festivaldegramado.net

Link para notícia no site Tua Rádio

Com medidas de prevenção, espaços culturais são reabertos para visitação em Caxias

A partir desta terça-feira (18/08), galerias de arte, Museu Municipal e Biblioteca Pública Municipal voltarão a atender ao público

Alguns espaços culturais de Caxias do Sul serão reabertos para visitação da comunidade, a partir desta terça-feira (18/08). A Secretaria Municipal da Cultura informa que a Galeria e Sala de Exposições do Centro de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho, a Galeria Gerd Bornheim, a Biblioteca Pública Dr. Demetrio Niederauer e o Museu Municipal Maria Clary Frigeri Horn voltarão a atender o público.

Na Sala de Exposição e Galerias municipais, a comunidade poderá conferir as exposições que estavam disponíveis, mas tiveram a visitação devido à pandemia da Covid-19. Na Galeria do Centro de Cultura, os visitantes podem conferir a exposição “Abertura”. Já na Sala de Exposição está a mostra “ANIMAGI”. Na Galeria Gerd Bornheim, a exposição em destaque é “Extremos: latitude e longitude”.

Já o Museu Municipal atenderá a comunidade mediante agendamento. Na Biblioteca Pública Municipal somente o serviço para devolução e retirada de livros estará disponível.
 

Confira como será o funcionamento e os protocolos de atendimento dos espaços abertos:

 

Galeria Gerd Bornheim

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 11h às 17h

Protocolos: obrigatório o uso de máscaras e álcool gel para entrada no local. O controle de pessoas ao local será feito pela equipe do local para evitar aglomerações e manter o distanciamento mínimo de 2 metros entre os visitantes.

Galeria e Sala de exposição do Centro de Cultura Dr. Henrique Ordovás Filho
Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 13h30min às 16h30min. Visitas no turno da manhã mediante agendamento pelo [email protected] ou 3901.1316.
Protocolos: obrigatório o uso de máscaras e álcool gel para entrada no local. Será permitido o acesso de somente uma pessoa por vez.

Museu Municipal Maria Clary Frigeri Horn

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 10h às 16h

Protocolos: obrigatório o uso de máscaras e álcool gel para entrada no local. Visita mediante agendamento prévio com a equipe do Museu pelo (54) 3221.2423 ou (54) 3215.4445.
 

Biblioteca Pública Dr. Demetrio Niederauer

Horário de funcionamento: de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h

Protocolos: obrigatório o uso de máscaras e álcool gel para entrada no local. Somente uma pessoa por vez terá acesso ao 3º andar da Biblioteca. O acervo não estará disponível para visitação.

O sócio informará o(s) livro(s) que deseja efetivar o empréstimo e o funcionário pesquisará a disponibilidade no acervo.

Os livros devolvidos ficarão isolados por cinco dias. Após, serão higienizados com álcool 70% (apenas por fora) e devolvidos para o acervo ficando disponíveis para empréstimo.
O protocolo foi elaborado seguindo as orientações do Sistema Nacional de Bibliotecas Públicas e do Governo do Estado do Rio Grande do Sul.

Link para notícia no site Tua Rádio

Sala de Fotografia realiza o Festival Arte Foto Caxias do Sul

Com discussões e mesas temáticas sobre fotografia, arte, educação visual e literatura, programação inicia neste sábado (15) e segue até terça-feira (18)

A Sala de Fotografia realiza a partir deste sábado (15) até a próxima terça-feira, 18 de agosto, o Festival Arte Foto Caxias do Sul. Com três mesas temáticas por dia, sempre às 16h, 18h e 20h, o evento busca discutir sobre fotografia, arte, educação visual e literatura.

Além disso, as discussões também versam sobre o feminino no protagonismo das artes, por isso, as convidadas são todas mulheres. Para assistir, basta acessar o canal do YouTube as Sala de Fotografia.

Programação:

16h – Sábado – dia 15/Ago

Abertura: O Feminino em Projetos Fotográficos

com Liliane Giordano, Rubia Mendes e Thaynne Andrade

18h – Sábado – dia 15/Ago

Processos criativos

Liliane Giordano conversa com Sara Verza e Marina Boff

 

20h – Sábado – dia 15/Ago

Mulheres na Fotografia

com Liliane Giordano

 

16h – Domingo – dia 16/Ago

Mulheres Negras e a imagem

Liliane Giordano conversa com Milene Rostirolla e Patrícia Brito Knecht

 

18h – Domingo – dia 16/Ago

Feminismos e arte

com Adriana Antunes e Bruna Silveira

 

20h – Domingo – dia 16/Ago

Curadoria e Processo de criação

Liliane Giordano conversa com a artista Carine Panigaz e curadora Mona Carvalho

 

16h – Segunda – dia 17/Ago

Liliane Giordano conversa com as produtoras culturais Flor Nieto e Cristina Nora

 

18h – Segunda – dia 17/Ago

Sou Feminista? Liliane Giordano conversa com a Dra em Artes e Educação Gabriela Bon

 

20h – Segunda – dia 17/Ago

Imagens afetivas: Olhares, lugares e criação

Liliane Giordano conversa com Lucila Guedes e Sinara Maria Boone

 

16h – Terça – dia 18/Ago

Liliane Giordano conversa com July Wexel

 

18h – Terça – dia 18/Ago

As Mulheres na Literatura

Sabrina Didoné conversa com as escritoras Maya Falks e Natalia Borges Polesso

 

20h – Terça – dia 18/Ago

Três mulheres!

Liliane Giordano conversa com Myra Gonçalves e Dani Remião

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Concurso Municipal Literário de Caxias do Sul está com inscrições abertas

Podem participar estudantes dos ensinos Fundamental e Médio, bem como a comunidade em geral

Os interessados em participar do 2° Concurso Municipal Literário de Caxias do Sul já podem realizar as inscrições que seguem até 30 de setembro. Promovido pela Universidade de Caxias do Sul e pela Academia Caxiense de Letras, o concurso tem como objetivo valorizar e descobrir escritores locais, estimular a criatividade e a imaginação e ressaltar a importância da linguagem escrita.

Nesta edição, podem participar alunos matriculados na rede pública e privada dos ensinos Fundamental e Médio, bem como a comunidade em geral. Os trabalhos premiados integrarão a 1ª Antologia Virtual de Escritores Caxienses.

O tema “Tempos de reinvenção – das janelas (re)invento o mundo” convida os escritores e escritoras a produzirem poemas, contos, crônicas em sinergia com o momento atual, como explicou o presidente da Academia Caxiense de Letras, Arthur Campagnolo Della Giustina, durante o programa Café & Cultura. “O ano passado o tema foi livre. Porém este ano nós buscamos trazer um tema que refletisse a realidade, que refletisse no hoje. E partindo do pressuposto de que a arte e a literatura são uma representação daquilo que o ser humano sente, uma expressão daquilo que o ser humano está precisando colocar no papel ou numa tela, numa dança, a gente refletiu e pensou: estamos em tempo de reinvenção. A comunidade está precisando se reinventar, criar novos meios de se expressar e de viver sua vida”, afirmou. Ouça a entrevista completa AQUI. 

Os candidatos do Ensino Fundamental devem se inscrever na categoria poema; do Ensino Médio na categoria conto; e a comunidade na categoria crônica.

Neste ano, devido à pandemia, a solenidade de premiação e lançamento da 1ª Antologia Virtual de Escritores Caxienses, que reunirá os dez melhores trabalhos de cada categoria, vai ocorrer no início do mês de dezembro. Os três primeiros colocados de cada categoria receberão certificação específica e prêmios – os primeiros lugares das categorias Ensino Médio e Comunidade receberão um voucher para realização de um curso de extensão de até vinte horas da UCS.

As produções devem ser autorais e cada participante deve enviar somente um trabalho. Confira o regulamento completo está disponível no endereço www.ucs.br/concursoliterario.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Mahaila lança projeto de videodança com temática ambiental

Para realização do projeto Habitat, escola florense criou financiamento coletivo nas redes

Unir a dança à causa da preservação ambiental. Esse é o objetivo do projeto Habitat da Mahaila – Estúdio de Danças, de Flores da Cunha. Pensado inicialmente como uma proposta de espetáculo de final da escola, o projeto Habitat vai se tornar agora, diante da nova realidade da pandemia, em videodanças.

Como explicou a sócio-proprietária da Mahaila, Shamila Carpeggiani, durante o programa Café & Cultura, algumas coreografias já estão prontas e a escola lançou um financiamento coletivo para a realização. “A gente decidiu fazer um financiamento coletivo pra lançar esse projeto na internet pras pessoas poderem assistir e se envolverem de outra forma”.

Na primeira etapa do projeto, serão produzidos seis videodanças. Cada coreografia representará um tema: Pandemia, Ecossistemas, Deserto, Flora, Terremoto e Corais.

Para apoiar o projeto Habitat basta entrar no site https://apoia.se/habitat e escolher o valor a ser dado. Conforme o valor, o apoiador recebe um tipo de recompensa, como por exemplo, ter seu nome nos créditos do vídeo ou ainda receber brindes do projeto. Quem doar R$ 10 ou mais receberá um agradecimento virtual pelas redes sociais da escola. As pessoas que doarem R$ 30 ou mais terão seus nomes divulgados nos créditos dos vídeos. Já quem doar acima de R$ 50, além de ter os nomes nos créditos do vídeo, receberá um botton do projeto e uma Ecobag da Mahaila. Além disso, todos os doadores poderão assistir aos vídeos antes do lançamento oficial.

Ouça a entrevista completa AQUI. 

Link para notícia no site Tua Rádio

Em Marau, prazo para cadastro de artistas encerra no domingo, 16/08

Link para preenchimento do formulário está disponível no Facebook da prefeitura

A Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer mantém aberto até domingo, 16/08, prazo para o Cadastro Municipal de Artistas e Espaços Culturais. Além de oferecer informações para a criação de um banco de dados, o mapeamento vai servir como pré-requisito para acesso futuro aos benefícios da Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc. A nova legislação foi criada para amenizar os impactos da pandemia de Covid-19 no setor cultural.

A verba pública será usada para bancar uma renda emergencial destinada aos trabalhadores da cultura e conceder subsídios, com vista a financiar a manutenção de empresas e de espaços artísticos e culturais, como teatros, escolas de música e dança, circos e bibliotecas comunitárias.

O cadastro municipal não garante, no entanto, acesso ao auxílio previsto pela lei. O socorro aos artistas depende, ainda, da regulamentação federal do subsídio.

É importante, no entanto, que os profissionais da arte, músicos, artesãos e pessoas que atuam no setor estejam inseridas no cadastro municipal, requisito para que os interessados possam solicitar os recursos tão logo seja possível.

Segundo Aline Poloni, coordenadora de Cultura, o link para cadastro está disponível no site e Facebook da Prefeitura de Marau. Clique aqui e tenha acesso à página. “Já temos inscritos e destacamos que quaisquer informações podem ser obtidas pelo 3342 9558”, reitera a coordenadora.

Link para notícia no site Tua Rádio

Festival de Cinema de Gramado divulga lista de curtas brasileiros selecionados para a 48ª edição

Também foram anunciados os homenageados com o Troféu Eduardo Abelin, que será a diretora Laís Bodanzky e o ator, produtor e diretor Marco Nanini que será agraciado com o Troféu Oscarito

Os preparativos para a 48ª edição do Festival de Cinema de Gramado seguem ocorrendo. Nesta terça-feira (11) foram divulgados os curtas-metragens brasileiros (CMB) selecionados e os nomes dos homenageados com o Troféu Oscarito e Troféu Eduardo Abelin.

Quanto aos curtas brasileiros, foram escolhidos 14 títulos de oito estados e Distrito Federal, entre 428 inscritos. O Rio de Janeiro participa com quatro filmes, São Paulo com três, e Alagoas, Amazonas, Distrito Federal, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Sul, com um título cada. Devido à pandemia do novo coronavírus e às adaptações realizadas no evento, os curtas serão exibidos na grade linear do Canal Brasil e ficarão disponíveis por 24 horas por streaming, no endereço https://globosatplay.globo.com/c/canal-brasil/.

Os títulos concorrem em dez categorias: Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Ator, Melhor Atriz, Melhor Roteiro, Melhor Fotografia, Melhor Montagem, Melhor Trilha Musical, Melhor Direção de Arte e Melhor Desenho de Som. Além do disputado Kikito, o Melhor Filme recebe R$ 6.500,00 em dinheiro e os demais R$ 1.000,00 cada. 

 

Homenageados do Festival de Cinema de Gramado 2020 

O Troféu Eduardo Abelin será da diretora Laís Bodanzky. Laís dirigiu filmes como o premiado “Como Nossos Pais”, que recebeu seis Kikitos em 2017, e “Bicho de Sete Cabeças”, de 2000. Atualmente, é diretora-presidente da Spcine. Por mais de 10 anos, Laís coordenou projetos sociais de audiovisual como o Tela Brasil, que promove exibição itinerante de filmes nacionais, um programa de educação audiovisual em várias comunidades pelo Brasil e o Tela BR, um curso de educação audiovisual a distância. 

Já o tradicional Troféu Oscarito será concedido ao ator, produtor e diretor Marco Nanini. Imortalizado na cultura popular por seus trabalhos na televisão, no cinema e no teatro, Nanini debutou nas telas de cinema no mesmo ano da primeira edição do Festival de Cinema de Gramado, com o longa-metragem “As Moças Daquela Hora”. Antes, em 1969, já havia atuado em telenovelas e espetáculos teatrais. No currículo, quase uma centena de projetos ao longo dos últimos 50 anos.

Neste ano, devido à pandemia do novo coronavírus, o Festival de Cinema de Gramado terá um formato diferenciado. O evento será transmitido pela TV, no Canal Brasil, e por streaming. Cada categoria com suas peculiaridades que serão detalhadas quando a programação for divulgada. 

 

Confira os curtas-metragens brasileiros concorrentes:

Atordoado, Eu Permaneço Atento – Rio de Janeiro
15’ – Documentário
Direção: Henrique Amud & Lucas H. Rossi dos Santos
Sinopse: O jornalista Dermi Azevedo nunca parou de lutar pelos direitos humanos e agora, três décadas após o fim da ditadura, assiste ao retorno das práticas daquela época.

Blackout – Rio de Janeiro
18’51’’ – Ficção
Direção: Rossandra Leone
Sinopse: Em um Rio de Janeiro futurista nada parece ter mudado. Abuso de autoridade, violações de direitos, racismo e machismo ainda dão o tom da relação do poder público com a favela. Dessa vez, entretanto, algo parece estar para mudar.

Dominique – Rio de Janeiro
19’ – Documentário
Direção: Tatiana Issa, Guto Barra
Sinopse: Em uma ilha na foz do rio Amazonas, conhecemos Dominique, cuja mãe criou sozinha três filhas transexuais. No caminho para visitar a mãe, Dominique relembra os tempos de prostituição e brutalidade policial que sobreviveu devido ao amor incondicional de sua mãe.

Extratos – São Paulo
8’ – Documentário
Direção: Sinai Sganzerla
Sinopse: Extratos é um curta-metragem com imagens entre o período de 1970 até 1972 nas cidades do Rio de Janeiro, Salvador, Londres, Marrakech, Rabat e a região do deserto do Saara. As imagens foram filmadas por Helena Ignez e Rogério Sganzerla no exílio, nos anos de chumbo.

Inabitável – Pernambuco
19’ – Ficção
Direção: Matheus Farias, Enock Carvalho
Sinopse: O mundo experimenta um fenômeno nunca antes visto. Marilene (Luciana Souza) procura por sua filha Roberta, uma mulher trans que está desaparecida. Enquanto corre contra o tempo, ela descobre uma esperança para o futuro.

Joãosinho da Goméa – O Rei do Candomblé – Rio de Janeiro
14’24’’ – Documentário experimental
Direção: Janaina Oliveira ReFem e Rodrigo Dutra
Sinopse: O filme apresenta Joãosinho da Goméa como narrador principal de sua história. Com músicas cantadas por ele, performances provocadoras e arquivos diversos que ressaltam o quanto ele é importante para as religiões de matriz africana. A Rainha Elizabeth II disse que se o candomblé tivesse um rei, esse seria Joãosinho da Goméa, o Rei do Candomblé.

O Barco e o Rio – Amazonas
17’12’’ – Ficção
Direção: Bernardo Ale Abinader
Sinopse: Vera é uma mulher religiosa que cuida de uma embarcação no porto de Manaus. Ela precisa lidar com a irmã Josi com quem diverge em relação a como lidar com o barco e sobre como viver a vida.

4 Bilhões de Infinitos – Minas Gerais
15’ – Ficção
Direção: Marco Antonio Pereira
Sinopse: Brasil. 2020. Após a morte do pai, uma família vive com a energia de casa cortada. Enquanto a mãe trabalha, seus filhos ficam em casa conversando sobre ter esperança.

Receita de Caranguejo – São Paulo
19’45’’- Drama
Direção: Issis Valenzuela
Sinopse: Após a morte do pai, Lari e sua mãe vão passar alguns dias na praia. Elas resolvem cozinhar caranguejos. E os bichos, aos poucos, transformam-se em seres luminosos.

Remoinho – Paraíba
12’27” – Ficção
Direção: Tiago A. Neves
Sinopse: Após um longo período de afastamento, Maria retorna à casa de sua mãe. Ela está decidida sair do remoinho que a fez voltar.

Subsolo – Rio Grande do Sul
8’ – Animação / Comédia
Direção: Erica Maradona e Otto Guerra
Sinopse: Três amigos frequentam diariamente a mesma academia em busca de seus ideais de corpos. Apesar de assíduos, convivem com os frustrantes deslizes que acontecem longe das esteiras, fazendo girar as engrenagens de um ciclo interminável.

Trincheira – Alagoas
14’40” – Ficção
Direção: Paulo Silver
Sinopse: Num aterro de lixo, um garoto observa o imponente muro de um condomínio de luxo. Gabriel usa de sua imaginação para construir seu mundo fantástico.

Você tem olhos tristes – São Paulo
17’50’’- Ficção
Direção: Diogo Leite
Sinopse: Luan trabalha como bikeboy de aplicativo e enfrenta dilemas e preconceitos na sua jornada diária de entregas em uma cidade grande. Sem hesitar, sonha com um futuro melhor.

Wander Vi – Distrito Federal
19’56” – Documentário
Direção: Augusto Borges e Nathalya Brum
Sinopse: Wanderson Vieira é um músico da cidade de Samambaia e nesse curta documentário, nos conta um pouco como concilia seu trabalho noturno e ensaios de dança, com criar sua carreira, lançando seu pseudônimo Wander Vi, para alcançar seu sonho.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Drive in Show Caxias do Sul é cancelado

Quem já havia comprado o ingresso será ressarcido a partir desta sexta-feira (14)

O do Drive in Show Caxias do Sul previsto para ocorrer nos dias 14, 15 e 16 de agosto, no estacionamento dos Pavilhões da Festa da Uva, foi cancelado.

Conforme os organizadores do evento, as condições climáticas previstas para as datas poderiam comprometer a experiência do público, tendo em vista que seria realizado ao ar livre. Mesmo com as pessoas permanecendo dentro dos carros, como o previsto, baixas condições de visibilidade poderiam interferir na qualidade de entrega do conteúdo. Além disso, a organização salientou que o clima desfavorável interfere na montagem das estruturas e a segurança dos equipamentos.

Quem já havia comprado o ingresso será ressarcido a partir desta sexta-feira (14), pelo próprio site www.driveinshowcaxias.com.br. Mais informações sobre o procedimento de devolução podem ser obtidas pela central de atendimento no whatsapp (48) 3374.4117.

Link para notícia no site Tua Rádio

MTG cancela eventos previstos para o segundo semestre em razão da pandemia de Covid-19

O Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG) decidiu cancelar a realização de eventos previstos para 2020 em razão da pandemia de coronavírus. Outros eventos, previstos para 2021, foram transferidos.

De acordo com a presidente da entidade, Gilda Galeazzi, a decisão, tomada durante reunião virtual do conselho diretor, foi unânime.

Eventos cancelados

• Três fases classificatórias (inter-regionais) e a final do 35º Enart – Encontro de Artes e Tradição Gaúcha

• 5º Enecamp – Encontro Nacional de Esportes Campeiros

• 29º Aberto de Esportes

• 7º Fegadan – Festival Gaúcho de Dança

• 6ª Fegachula – Festival Gaúcho de Chula

• 54º Aniversário do MTG

O Movimento também optou por transferir o 69º Congresso Tradicionalista Gaúcho, que é realizado no mês de janeiro, para os dias 26, 27 e 28/02 de 2021.

Já a 88ª Convenção Tradicionalista Gaúcha, que anualmente acontece no mês de julho, ocorrerá em data ainda a ser definida, de forma online.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

Banda Yellow Evening produz clipes durante período de isolamento social

O último lançamento do grupo foi o vídeo com o cover da música “There’s Nothing Holding me Back”, do cantor Shawn Mendes

Criatividade e disposição para levar a música até o público não faltam para os seis integrantes da banda caxiense Yellow Evening. Durante o período de isolamento social, devido a pandemia do coronavírus o grupo já lançou dois clipes gravados e produzidos de acordo com as condições impostas pelo momento. Mas, o resultado ficou genial! 

O mais recente é o clipe com cover da música “There’s Nothing Holding me Back”, do cantor Shawn Mendes. Confira no canal no Youtube da banda.

Durante entrevista no programa Café & Cultura da Tua Rádio São Francisco, os integrantes da Yellow Evening Gabriel Caberlon (voz), Gabriel Finco (teclado e voz), Rodrigo Franco (guitarra e voz), Cadu Herber (violão e voz), Pedro Zuffo (baixo) e Guilherme Ribeiro (bateria e percussão) falaram sobre as produções dos vídeos e também sobre os próximos passos da banda como lançamento de um single e posteriormente um EP com músicas autorais. Confira a entrevista completa AQUI.

Link para notícia no site Tua Rádio

Curso online “Chula, Meu Galo!”, tem início no dia 10 de agosto

O chuliador e instrutor de chula Lagoense Erik Fialho está realizando um curso 100% online para interessados em aprender a dança da Chula.

O “Chula, Meu Galo!, é o primeiro curso online de chula gaúcha direcionado para iniciantes e admiradores da dança.

Interessados, homens e mulheres podem adquirir o curso até o dia 10 de agosto na pré-venda e aproveitar a uma série de vantagens. Para adquirir o curso acesse o link. 

O curso não tem limite de idade e qualquer pessoa pode participar.

Na manhã desta quinta-feira, Eric Fialho em entrevista à Tua Rádio falou sobre a iniciativa. Ouça a entrevista.

Link para notícia no site Tua Rádio

Marauense vence Festival Online de Música Italiana

O músico Douglas Carraro conquistou o 1° lugar na Categoria Estadual Adulto

O marauense Douglas Carraro conquistou a primeira colocação na Categoria Estadual Adulto do 1º Festival Della Canzone Italiana de Sarandi, que foi realizado no dia 01/08, de forma online.

Em todas as Categorias, cada participante enviou um vídeo da canção escolhida, acompanhado de um instrumento musical ou playback. O vídeo não podia ser editado. Douglas interpretou, de Riccardo Cocciante, a música Bella Senz’Anima. “Não tem como cantar essa música sem se atirar de alma”, disse o artista, em entrevista à Tua Rádio Alvorada. O talento do músico marauense é reconhecido há anos, mesmo assim, ele fala, o resultado o surpreendeu: “não tinha esperança nenhuma, mas pensei, vamos abrir essa porta da vida. E, às vezes, a vida surpreende”.

Você acompanha a entrevista completa com Douglas Carraro acessando este link. O vídeo foi gravado no estúdio de Rangel Guedes, e teve apoio técnico de Sander Vedana e Wilson Lopes. “foi a dedicação de vocês, meus amigos, que trouxe esse momento, pois eu sei que sozinho, não teria nem 10% dessa energia ,dessa interpretação”, destacou Douglas.

Link para notícia no site Tua Rádio

Casa Digital oferece diversidade de opções de cursos nas plataformas digitais

Ator e diretor Zé Adão Barbosa coordena atividades on-line com opções para adultos e crianças

Os tempos de Quarentena pedem novas estratégias de ação e de formação na área da cultura. Foi pensando nisso que, com 10 anos de existência, a Casa de Teatro de Porto Alegre organizou a Casa Digital, uma plataforma que lança cursos novos praticamente todas as semanas em diversos segmentos.

Uma das opções deste programa de formação digital é o curso de Comunicação, Expressão e Criatividade, com o ator e diretor Zé Adão Barbosa, um dos responsáveis pela casa sediada em Porto Alegre.

“Já pensávamos em uma estratégia de ensino a distância e a Pandemia só nos fez apressar este processo. Estamos felizes com a receptividade, temos alunos de todas as partes do Brasil e até do Japão”, disse Zé Adão em entrevista ao programa Café & Cultura desta segunda-feira.

Zé Adão Barbosa acredita que depois que a Pandemia passar o público voltará ávido aos teatros e casas de espetáculos de todos os cantos do Brasil. Afinal, a arte e a cultura são fundamentais para a vida das pessoas. 

Enquanto isso, a Casa Digital da Casa de Teatro de Porto Alegre apresenta uma série de opções de formação através das plataformas digitais. Confirma alguma das opções:

   
COMUNICAÇÃO, EXPRESSÃO E CRIATIVIDADE, com Zé Adão Barbosa
De 28 de julho a 15 de setembro, terças-feiras, das 20h30 às 22h30
Direcionado a não atores, empresários, professores, área de vendas, e afins, ou todo aquele que queira exercitar seu potencial expressivo e comunicativo. Busca promover a espontaneidade, a comunicação, a expressividade corporal e vocal. Trabalha a desinibição e o relaxamento a partir de jogos e exercícios teatrais, desenvolvendo assim a performance pessoal e interpessoal. Dinâmicas de ações como: narrar, ensinar, vender, argumentar, utilizando técnicas de persuasão.
 
TRANSFORMANDO SUA ARTE EM CONTEÚDO DIGITAL, com Matheus Severo e Nathália Severo
28 e 30 de julho e 1º de agosto, das 19h às 21h
Sabe-se que a presença digital pode abrir diversas portas para artistas [ou pessoas que tem vontade de fazer arte], portanto o curso em questão propõe um entendimento sobre como utilizar o Instagram e o TikTok para despertar o seu artista interior. Quem falará sobre isso são os irmãos, Matheus Severo e Nathália Severo, dois artistas jovens que estão presentes todos os dias nessas redes sociais. O ponto de partida será uma introdução sobre o Instagram e o TikTok, seguido de dicas sobre bloqueio criativo, como perder a timidez e como criar segurança em frente a câmera sem pensar nas críticas. Focando principalmente em produção de conteúdo, serão traçados caminhos práticos para transpor a arte de cada aluno para essas plataformas digitais.

INTRODUÇÃO AO CINEMA QUEER, com Filipe Matzembacher e Marcio Reolon
Dias 24 e 31 de julho e 7 e 14 de agosto, sextas-feiras, das 19h às 21h
O curso propõe uma análise do cinema queer através de sua história (passado, presente e uma ideia de futuro), as diferentes vertentes estéticas que o atravessam e as singularidades dos artistas que o produzem. Durante as aulas abordaremos tópicos como a história do cinema queer, atravessamentos políticos, sua relação com diferentes gêneros cinematográficos, suas convenções narrativas, as poéticas de alguns cineastas e o impacto de suas obras.

 
É NO PALCO QUE ROLA O SHOW! – UMA INTRODUÇÃO À PRODUÇÃO DE SHOWS, com Ricardo Finocchiaro
De 28 a 31 de julho, das 19h às 21h
Qual o caminho até se chegar à apresentação de uma banda ao vivo? Qual o primeiro passo a se dar, o que é preciso saber antes de contratar uma banda, como escolher o melhor lugar para o show, como lidar com equipamentos. Um passo a passo introdutório, do pontapé inicial de uma produção de shows até o momento do primeiro acorde em cima do palco.

 
LABORATÓRIO DE ESCRITA DRAMÁTICA PARA MULHERES: CANIBALIZANDO CÂNONES, com Vika Schabbach
De 3 a 24 de agosto, segundas-feiras, das 20h às 22h
Laboratório teórico-prático de escrita apropriativa dentro do campo da dramaturgia em que os cânones são repensados a partir da perspectiva de mulheres leitoras que, via escrita-através, experenciem novas possibilidades de escrita dramática, subvertendo, reescrevendo, compondo e recompondo narrativas a partir de outras perspectivas e olhares. Leituras, análises e práticas de escrita em quatro encontros em que a antropofagia e o canibalismo são instigados como possibilidade de questionamento das narrativas hegemônicas da biblioteca literária universal.

 
TEATRO PARA CRIANÇAS – Teatro da Casa em casa, com Larissa Sanguiné
De 1 de agosto a 19 de setembro, sábados, das 14h às 16h
A OFICINA TEATRO DA CASA EM CASA – CRIANDO COM A FAMÍLIA, propõe uma atividade interativa das crianças com seus tutores, mães, pais, avós, avôs, irmãs, irmãos, dindas, dindos, e quem quiser participar! São encontros on-line, trabalhando o que há de mais potente no teatro para crianças: a criação, a improvisação e a ludicidade. Cada criança em seus universos inventivos, trocando maneiras de contar histórias com o corpo, junto a membros da sua família. Uma troca afetuosa, conduzida pela professora Larissa Sanguiné e pelo professor Bruno Busato. Um momento afetuoso, para descobrir novas possibilidades das crianças, potencialmente surpreendente e prazeroso. Além de desenvolver a intuição e racionalidade através da expressão de suas emoções e sensações, promovendo a capacidade de reconhecimento e leitura de si mesmo e do mundo que o cerca.  

 
PROJETO CRIANÇAS: Artes para pensar com Larissa Sanguiné e Elza Sanguiné
De 1 de agosto a 19 de dezembro, sábados, das 15h às 18h
Uma oportunidade pode ser decisiva na vida de uma criança que necessita de estímulos para despertar sua criatividade, pensamento lógico crítico, vencer dificuldades de atenção, concentração, e inibição. Para gerar possibilidades de desenvolver essas habilidades, foi criado o presente projeto que irá queira oportunizar momentos que possam ampliar oportunidades no que diz respeito à compreensão do seu eu e do contexto em que a criança está inserida. Repensando suas vivências e fazeres, e buscando seu aperfeiçoamento pessoal e de seus potenciais talentos ainda não descobertos. A arte alarga os sentidos e
através dela compreendemos e aprendemos outras maneiras de perceber o mundo. 

Para saber mais sobre as opções de cursos da Casa de Teatro de Porto Alegre acesse o link: https://www.casadeteatropoa.com.br/casa-digital.

Confira a entrevista completa aqui.

Link para notícia no site Tua Rádio

Protocolo para eventos drive-in deve permitir comércio de alimentos e limite de horário das ações, em Caxias

À Tua Rádio São Francisco, a secretária municipal da Cultura forneceu outros detalhes do documento que sairá nesta quarta-feira (22/07)

A Prefeitura de Caxias do Sul publicará uma resolução que permite eventos na cidade por meio do sistema de carros, conhecido como drive-in. O documento sairá no Diário Oficial do Município nesta quarta-feira (21/07), mediante restrições sanitárias para prevenir contra a Covid-19 e evitar um contágio entre a população. Entre as normas já divulgadas pelo Executivo municipal (confira aqui), a secretária da Cultura (SMC), Luciane Perez, detalhou para a Tua Rádio São Francisco quais outras constarão na determinação.

Segundo ela, as atividades terão um limite de horário, permitidas até às 22h. Comércio para venda de alimentos e bebidas não alcoólicas também poderá ser efetuado, com apresentação de alvará sanitário. A titular da pasta afirma que a resolução foi planejada observando protocolos para eventos do tipo em outros estados, além de considerar o cinema drive-in, realizado na cidade no mês passado, um teste para adequações ao documento.

Sobre a regra que autoriza até quatro pessoas em um mesmo veículo, a secretária respondeu que o poder público trabalhará em conjunto com os produtores culturais para evitar um possível contágio. Os organizadores terão que possuir uma equipe de apoio para vistoriar os carros, junto com a fiscalização do Município. Luciane conta que já há projetos formalizados na secretaria que vislumbram a utilização de termômetros para aferição da temperatura e distribuição de kits de higiene pessoal.

Até o momento, mais de 10 ações culturais no formato drive-in foram protocoladas na prefeitura. Conforme a pasta, todos os projetos precisam de mudanças, a fim de atender as medidas sanitárias do Município. Luciane explica que o setor cultural demandava por atividades nesse modelo na cidade. A resolução foi montada com apoio de produtores e gestores de outros municípios que realizam essas ações.

A secretária ainda fala que não terá verba pública para auxiliar os eventos, somente com a estrutura de pessoal para fiscalização e segurança da área. O que poderá ser permitido é a cedência de espaços públicos aos organizadores, mas com a obrigatoriedade de que o evento seja beneficente. Ela conta que é vedada a permissão de atividades nesses locais que revertam recursos para a iniciativa privada.

As festividades poderão ser realizadas quando a região de Caxias do Sul estiver na bandeira laranja ou amarela do Modelo de Distanciamento Controlado do governo estadual. Para solicitar o evento, os interessados devem contatar a Secretaria da Cultura pelos telefones 3901-1381, 3901-1388, ramal 224, ou pelo e-mail [email protected]

Clique na aba “Ouvir Notícia” e confira a entrevista completa coma secretária municipal da Cultura (SMC) de Caxias do Sul, Luciane Perez.

Link para notícia no site Tua Rádio

Teste de habilidade para confecção de carteira do artesão é feito de forma remota no Sine de Marau

Documento é emitido em, aproximadamente, 30 dias

A servidora responsável pela confecção da carteira do artesão na agência Sine/FGTAS de Marau está afastada por fazer parte do grupo de risco para a Covid-19. Mas o documento já voltou a ser confeccionado. Os interessados devem agendar horário pelo 3342 3141, preencher um formulário e, mediante pagamento de guia, no valor de R$22,86, realizar o teste em vídeo, que é avaliado pela Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social de Porto Alegre.

O que mudou, conforme explica a coordenadora Ivanete Zanin – ouça no player de áudio – foi a forma de avaliação da atividade, que deixa, temporariamente, de ocorrer na unidade local e passa a ser realizada de forma remota. A carteira é emitida em até 30 dias.  O documento confirma que o profissional de artesanato é devidamente registrado e reconhecido pelo Ministério do Trabalho e Emprego para fins de benefícios.

Para a confecção da primeira via da Carteira de Artesão é necessário que a pessoas preencha os seguintes requisitos: ser brasileiro ou estrangeiro com situação regularizada, residente e domiciliado no RS; ter idade igual ou superior a 16 anos; preencher corretamente a ficha de cadastro; pagar taxa de custos de serviço; apresentar comprovante de pagamento, uma foto 3×4 atualizada, cópias da Carteira de Identidade e do CIC ou CPF e comprovante de residência, além de apresentar três peças prontas de cada matéria-prima/ técnica a ser cadastrada e  realizar ce diante funcionários da FGTAS, devidamente treinados para este fim. Esta última etapa é a que sofreu alterações neste momento de pandemia.

Para idosos e isentos a Carteira de Artesão é renovadaNo Sine, teste de habilidade  de quatro em quatro anos.  Aos demais artesãos a renovação deve ser feita de dois em dois anos para atualização dos dados e possível acréscimo de matéria-prima.

 

Link para notícia no site Tua Rádio

CTG Alexandre Pato lança concurso para definir cartaz do Rodeio Internacional de 2021

O CTG Alexandre Pato está laçando um curso cultural para definir o cartaz que será usado na divulgação do rodeio internacional do ano que vem. Segundo o patrão, Alessandro Muliterno, qualquer pessoa poderá participar.

Os melhores trabalhos selecionados serão julgados e premiados. As inscrições podem ser feitas até o dia 15 de agosto de 2020. Confira as regras.

VI Rodeio Crioulo Internacional e XX Festa Nacional do Churrasco acontecerá de 1º a 7 de fevereiro de 2021. Ouça a entrevista e saiba mais.

Link para notícia no site Tua Rádio

Claquete: The Sinner

Confira a dica de série para maratonar no final de semana

The Sinner é uma série de televisão americana de mistério, drama e crime, baseada no livro do mesmo nome pela escritora alemã de crime Petra Hammesfahr. The Sinner conta a história de uma jovem mãe de família que comete um crime nefasto em público e se vê incapaz de explicar o motivo que a levou àquele estado de fúria súbito. Um investigador, então, se torna cada vez mais obcecado em entender as profundezas da psique da mulher, desenterrando os momentos de violência que ela tenta manter no passado, longe dos olhos do mundo. A série está disponível na plataforma de streaming Netflix.

Ouça a dica que foi ao ar no programa Café & Cultura no link acima da foto.  

Link para notícia no site Tua Rádio

Rock não é só atitude, rock é constestação, diz produtor cultural

Cláudio Troian revisita a história do rock’n roll e compartilha experiências musicais

O ativista das artes e produtor cultural Cláudio Troian concedeu entrevista ao programa Temática na manhã desta segunda-feira – Dia Mundial do Rock. Troian falou do impacto do estilo musical em gerações, destacou artistas e bandas e resgatou o conjunto de característica do rock que vão desde a identidade visual, ações, cifras e efeito social. Confira a entrevista na íntegra.

Link para notícia no site Tua Rádio

Artista revela como o rock and roll influenciou sua vida e carreira

Filho de baterista, Jonas Bender Bustince, tem histórias de rock desde o nascimento

O músico da Banda Catavento, produtor musical e integrante do selo Honey Bomb Records de Caxias do Sul, Jonas Bender Bustince – falou sobre a influência do estilo musical em sua vida na entrevista ao programa Temática no Dia Mundial do Rock.

Confira na íntegra.

Link para notícia no site Tua Rádio

Claquete: Dark

A série alemã que intrigou os fãs é a dica para este final de semana

Dark é uma websérie alemã de drama, suspense e ficção científica criada por Baran bo Odar e Jantje Friese. Ao longo da série, Dark explora as implicações existenciais do tempo e seus efeitos sobre a natureza humana.

Quatro diferentes famílias – Kahnwald, Nielsen, Doppler e Tiedemann – vivem em Winden, uma pequena e aparentemente tranquila cidade alemã. A rotina dos moradores vira de cabeça para baixo quando duas crianças desaparecem misteriosamente, nas proximidades de uma antiga usina nuclear. Segredos familiares começam a emergir à medida que a polícia investiga os sumiços e logo percebe uma relação com eventos também sombrios do passado. O tempo e o espaço parecem se embaralhar cada vez mais, deflagrando uma série de tragédias que, curiosamente, se repete a cada geração.

A série está disponível na plataforma de streaming Netflix.

Ouça a dica completa no link acima da foto.

Link para notícia no site Tua Rádio

UCS lança Escola de Música com cursos abertos à comunidade

Cursos de instrumentos sinfônicos, populares e formações teóricas serão ofertados

A Universidade de Caxias do Sul (UCS) lança mais uma opção de formação para a comunidade: a Escola de Música da UCS (EMUCS). O projeto surge com o objetivo de oferecer cursos diversificados de instrumentos sinfônicos e populares a ainda atividades práticas e/ou teóricas e diferentes metodologias, conforme o objeto de estudo.  

Durante entrevista no programa Café & Cultura desta terça-feira (07), a professora do curso de Música da UCS, que também irá atuar na Escola de Música, Patrícia Porto, explicou que o objetivo da escola é abordar todos os estilos musicais. “A nossa escola não tem preconceito com gêneros musicais, então nós vamos trabalhar com todos os estilos musicais. Desde aquela pessoa que quer aprender a tocar instrumentos sinfônicos ou até aquela pessoa que gosta de tocar musicas populares e até músicas midiáticas”.

A EMUCS contará com professores do curso de Música da UCS, ou alunos da graduação sob a orientação dos profissionais. Mas, a escola é aberta para toda a comunidade, que queira aprender desde a base da música até se aperfeiçoar em algum gênero ou instrumento.

Além disso, a Escola também contemplará o ensino em temas como gestão cultural e marketing para músicos, história do rock, e musicalização para bebês, entre outras propostas que visam suprir demandas regionais.

Entre as primeiras propostas com inscrições abertas para início no mês de agosto, estão os cursos Do Clássico ao Metal Extremo – Uma Viagem Virtual pela História do Rock Criação Musical para Iniciantes. A carga horária é de 30 horas e a participação é válida como atividades complementares para alunos da Instituição.

As aulas, em sua maioria previstas para a modalidade presencial, neste primeiro momento devem ocorrer de forma on-line síncrona, considerando as restrições impostas pela pandemia da Covid-19. No formato, alunos e professores se reúnem virtualmente para a interação, o compartilhamento de ideias, contribuições e questionamentos. 

Mais informações sobre inscrições e condições de pagamento podem ser acessadas no site ucs.br, na aba de Extensões, a partir do e-mail [email protected] e pelo telefone (54) 3218.2610.

Saiba mais sobre as primeiras ofertas:

– Do Clássico ao Metal Extremo – Uma Viagem Virtual pela História do Rock
Ministrado pela professora do curso de Licenciatura em Música da UCS Patrícia Porto, doutora em Letras e mestra em Memória Social e Patrimônio Cultural.
Programa: Precursores e vertentes do Rock; Efeitos Sociais (moda, dança, linguagem, consumismo); Linguagem Musical (harmonia, ritmo, instrumentação); Drogas e Psicodelismo; Experimentalismo no Rock; Rock e Música Eletrônica; Movimentos Underground (punk, pop, rap, heavy metal, doom metal, death metal…); e Rock e Ideologias (fascismo, nazismo, feminismo, satanismo, cristianismo…).

– Criação Musical para Iniciantes
Ministrado pelo professor do curso de Licenciatura em Música da UCS Alexandre Fritzen da Rocha, doutor e mestre em Música.
Programa: Principais elementos da música; O que ouvir na música; Como iniciar uma composição musical; Como desenvolver uma composição musical; Introdução ao uso do computador para criar música; Misturando música com imagem; e Misturando música com texto.

Ouça a entrevista completa com a professora Patrícia Porto AQUI. 

Link para notícia no site Tua Rádio

Claquete: Estrada Sem Lei

Confira a dica de filme para o final de semana

Frank Hamer (Kevin Costner) e Maney Gault (Woody Harrelson) são dois policiais aposentados quando Bonnie e Clyde começam sua onda de assaltos e assassinatos. Porém, quando o FBI se mostra incapaz de capturar os bandidos, eles são recrutados como investigadores especiais para resolver o caso. O filme é uma produção original da Netflix. Ouça a dica completa no link acima da foto.

Ficha técnica:

Lançamento: 29 de março de 2019 na Netflix / 2h 11min / Drama

Direção: John Lee Hancock

Elenco: Kevin Costner, Woody Harrelson, Kathy Bates

Nacionalidade: EUA

Link para notícia no site Tua Rádio

Webconferências regionais debatem implementação da Lei Aldir Blanc no RS

Com a finalidade de implementar no Estado a Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc, sancionada na última segunda-feira (29/6), a Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com a Federação das Associações dos Municípios do Rio Grande do Sul (Famurs) e o Conselho dos Dirigentes Municipais de Cultura (Codic), está promovendo uma série de webconferências.

As agendas virtuais reúnem gestores e conselheiros de cultura do Estado. O calendário foi programado de acordo com as nove Regiões Funcionais dos Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes), a partir de interlocução com as 27 Associações Regionais de Municípios do RS.

As webconferências foram planejadas de forma democrática e estão amparadas no Sistema Estadual de Cultura (SEC). O objetivo dos fóruns é criar instâncias de operacionalização no pacto entre Estado e municípios, no que diz respeito à aplicabilidade da lei.

“Percebemos a necessidade de construir espaços de escuta e troca com a sociedade civil, respeitando a territorialidade e os aspectos organizacionais de cada um dos 497 municípios gaúchos que compõem o nosso Estado, para que possamos estar articulados e com os mecanismos definidos e necessários para incluir e atender a cadeia produtiva da Cultura”, destaca a secretária de Estado da Cultura, Beatriz Araujo.

Três webconferências já foram realizadas incluindo os Campos de Cima da Serra e o Turismo da Serra. Dia 10 de julho (sexta-feira), às 10h, a reunião acontece com a Amunor – Associação dos Municípios do Nordeste Riograndense.

A Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc nasceu de um movimento legítimo de construção nacional, envolvendo todos os setores culturais do país, e recebeu apoio de parlamentares de diferentes partidos e correntes ideológicas na Câmara dos Deputados e no Senado. O texto dispõe sobre a concessão de benefícios emergenciais aos trabalhadores do setor cultural durante a pandemia do novo coronavírus, que se encontram impossibilitados de exercerem suas atividades.

O Rio Grande do Sul deve receber cerca de R$ 70 milhões (valor direcionado à Secretaria de Estado da Cultura) e os municípios gaúchos, cerca de R$ 85 milhões – totalizando R$ 155 milhões.

Link para notícia no site Tua Rádio

Inscrições para o Prêmio Minuano de Literatura 2020 seguem até 08 de julho

Podem participar escritores gaúchos que tiveram suas obras publicadas em 2019 por editoras do Estado

As inscrições para a terceira edição do Prêmio Minuano de Literatura 2020 foram prorrogadas e seguem até o dia 08 de julho. Os autores gaúchos que tiveram algum livro lançado durante o ano de 2019 podem inscrever a sua obra para concorrer ao prêmio. O regulamento do concurso está disponível nos sites ielrs.blogspot.com e cultura.rs.gov.br/iel.

Promovido pelo Instituto Estadual do Livro (IEL) e o Instituto de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), o Prêmio Minuano busca divulgar e incentivar a produção literária do Estado. Durante entrevista no programa Café & Cultura desta quinta-feira (02), a diretora do IEL, Patricia Langlois, salientou a importância da participação dos escritores. “A gente quer divulgar a literatura aqui do RS e é importante que os escritores que publicaram seus livros no ano de 2019 participem. Vamos agraciar as melhores obras publicadas em 2019 em 11 categorias. Então é importante a gente receber essa produção porque, muitas vezes, as pessoas não conseguem participar do Prêmio Açorianos, que é um grande prêmio que nós temos, mas ele é vinculado somente a editoras e escritores de Porto Alegre. Então a gente criou esse prêmio justamente pensando nos escritores e editoras do interior do Estado”, explicou.

Após o envio das obras, as Comissões de Seleção, que contam com três membros cada, escolhidos dentre profissionais que atuam na área da literatura e/ou da comunidade cultural literária, vão escolher as três obras finalistas em cada categoria. Já as Comissões Finais contarão com três membros cada, dentre professores, alunos de pós-graduação em Letras e bibliotecários, os quais indicarão o livro vencedor nas respectivas categorias. Os vencedores serão conhecidos na cerimônia de premiação e receberão o Troféu Minuano de Literatura. O local, data e formato do evento ainda serão definidos.

Mais informações podem ser obtidas nos e-mails [email protected] ou [email protected] ou pelos telefones (51) 3314-6450 e (51) 99196-5230 – o último, WhatsApp.

Ouça a entrevista completa com diretora do IEL, Patricia Langlois AQUI.

As 11 categorias do prêmio são:

Infantil,

Juvenil

Poesia

Conto

Crônica

Ficção: Romance/Novela

Ilustração

História em Quadrinhos

Texto Dramático

Tradução

Especial (memórias, biografias, efemérides, turismo, guias, manuais, entre outros)

Link para notícia no site Tua Rádio

Trabalhadores culturais devem se cadastrar para acessar recursos da Lei Aldir Blanc

O auxílio emergencial para o setor da cultura, Lei Aldir Blanc, foi sancionado pelo presidente da república. O recurso para a região da AMUNOR é de R$ 1,2 milhão. Lagoa Vermelha deve administrar aproximadamente R$ 214 mil, desse total.

Segundo o presidente do Conselho Municipal de Cultura, Flávio Arend, o valor será repassado para trabalhadores, usado na realização de atividades artísticas, cursos e fomento ao turismo local.

Apesar de o valor não poder ser pago aos artistas que já receberam o Auxílio Emergencial, o Conselho pretende contratar esses trabalhadores para realização de lives.

O Conselho Municipal de Políticas Culturais e o Departamento de Cultura de Lagoa Vermelha estão realizando cadastro de artistas e trabalhadores/trabalhadores em cultura, além do cadastro de entidades e empresas que realizam atividades culturais no município.
Artistas e trabalhadores: https://bit.ly/3d4RJ7r
Entidades culturais: https://bit.ly/37CpZGf
Este cadastro, além do atendimento à lei, servirá para termos um mapeamento da cadeia produtiva da cultura de nosso município e possibilitar o chamamento de artistas em eventos a serem realizados.

Ouça a entrevista.

Link para notícia no site Tua Rádio

Claquete: Entre Facas e Segredos

Confira a dica de filme que foi ao ar no programa Café & Cultura

Depois de fazer 85 anos, Harlan Thrombey, um famoso escritor de histórias policiais, é encontrado morto. Contratado para investigar o caso, o detetive Benoit Blanc descobre que, entre os funcionários misteriosos e a família que só briga do falecido, todos podem ser considerados suspeitos do crime. O filme está disponível na plataforma da Amazon Prime Video. 

Ouça a dica completa no link acima da foto. 

 

Link para notícia no site Tua Rádio

FAC Digital tem 262 contemplados em cidades da Serra Gaúcha

Resultado do edital da Secretaria de Estado da Cultura foi divulgado no final da tarde de terça-feira

Publicado no final da tarde de terça-feira, o resultado do FAC Digital RS contempla 262 projetos da Serra.  Cada selecionado receberá R$ 1,5 mil para a produção de conteúdo digital. Ao todo foram contempladas 1.940 propostas, com um orçamento de R$ 3 milhões. Ao todo, o edital recebeu 3.239 inscrições. 

Lançado pela Secretaria de Estado da Cultura, em parceria com o Pró-Cultura RS/FAC (Fundo de Apoio à Cultura) e a Universidade Feevale, por meio do Feevale Techpark, o edital busca gerar oportunidade de trabalho para artistas, técnicos, produtores e fazedores de cultura, estimulando processos criativos e inovadores para conectar as pessoas em ambiente virtual durante o período de distanciamento social.

As propostas admitidas foram selecionadas por ordem de inscrição. Os projetos precisam atender às medidas de prevenção à Covid-19 recomendadas pela Organização Mundial da Saúde e pelo Ministério da Saúde, especialmente no que se refere à impossibilidade de aglomeração de pessoas. 

As atividades desenvolvidas estarão relacionadas aos seguintes setores culturais: Artes visuais; Audiovisual; Artesanato; Culturas Populares; Cultura Viva; Circo; Diversidade Linguística; Dança; Livro, Leitura e Literatura; Memória e Patrimônio; Museus; Música e Teatro. Os projetos que contemplem mais de um setor, desenvolvendo conteúdos integrados e/ou transversais, são enquadrados na categoria Transversal.

Cabe ainda recurso, de três dias, conforme previsto no edital. Se algum inscrito julgar necessário a solicitação de recurso, deve enviar e-mail para [email protected], com o assunto “solicitação de recurso” e, no campo do e-mail, a justificativa para tal análise.
Confira a lista completa dos selecionados neste link: https://cultura.rs.gov.br/upload/arquivos/carga20200610/30191025-resultado-selecionados.pdf

Link para notícia no site Tua Rádio

Claquete: Meia Noite em Paris

Confira a dica de filme para o final de semana

Gil é um roteirista de sucesso em Hollywood que tem o sonho de tornar-se um grande escritor de livros. De casamento marcado, ele e sua noiva partem a Paris em busca de inspiração. Só que exatamente a meia noite quando toca o sino da igreja, Gil é transportado para o ano de 1920 e acaba conhecendo pessoalmente grandes artistas mundiais, como Salvador Dali e Pablo Picasso. O filme está disponível na plataforma da Amazon Prime Video. Ouça a dica completa no link acima da foto.

Ficha técnica:

17 de junho de 2011 / 1h 40min / Comédia , Romance

Direção: Woody Allen

Elenco: Owen Wilson, Rachel McAdams, Michael Sheen

Nacionalidade: EUA

Link para notícia no site Tua Rádio

Casa da Cultura inicia hoje série de lives musicais

Buscando promover o trabalho desenvolvido pelos professores dos projetos musicais da Casa da Cultura, e fornecer atividades prazerosas e leves à comunidade, a Secretaria de Educação dará início na noite desta sexta-feira (26) a uma série de lives musicais na página da Prefeitura de Lagoa Vermelha no facebook.

Às 19h30 o professor Dieckson Biazus apresenta o projeto “O poder da integração”. Em julho será a presentado o resultado das aulas de teclado com o professor Vinícius Bianchini; e em agosto a Fábrica de Gaiteiros, com o professor Diego Granza.

Os alunos e professores do projeto farão uso de equipamentos de proteção individual.

Saiba mais na entrevista com o coordenador da Casa da Cultura Moises Pereira de Lima, e com a assessora Pedagógica da Secretaria de Educação Carine Moreira.

Link para notícia no site Tua Rádio