Sindicatos, entidades e Poder Público criam força-tarefa para apurar prejuízos do temporal na agricultura

sindicatos,-entidades-e-poder-publico-criam-forca-tarefa-para-apurar-prejuizos-do-temporal-na-agricultura

Equipes saíram a campo já nesta terça (21) para quantificar perdas nas lavouras, pomares e estruturas danificadas

Após o temporal que atingiu os distritos caxienses de Vila Oliva e Santa Lúcia do Piaí, também deixou um rastro de prejuízos na agricultura. Alguns produtores rurais registrados perderam total dos cultivos, tanto para a safra deste ano quanto do próximo, segundo um levantamento prévio realizado pela Secretaria Municipal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Smapa), juntamente com sindicatos e entidades do setor.

Para apurar o tamanho dos estragos causados ​​pelo granizo e pelos fortes vendavais, quantificar os prejuízos e pensar em estratégias para auxiliar os agricultores atingidos, foi criada uma força-tarefa que reúne representantes da Prefeitura de Caxias do Sul, do Sindicato Rural, do Sindicato dos Trabalhadores Agricultores Familiares e da Emater – Ascar / RS. Técnicos das entidades iniciaram a vistoria pelas propriedades das regiões atingidas nesta terça-feira (21).

Segundo o titular da Smapa, Rudimar Menegotto, além dos cultivos danificados, os produtores tiveram perdas nas estruturas das propriedades. “As frutas foram as mais atingidas, pêssego e ameixa por terem já um tamanho significativo houve, praticamente, perda total. Caqui e maçã, embora em plena floração, foram muito atingidas. Então dá pra se dizer que os danos são grandes e com isso vai levar um pouco mais de tempo pra levantar todos os dados, porque não foram perdas só na produção, algumas pessoas perderam os galpões, que foram destruídos aonde armazenados adubos e fertilizantes. São vários fatores que precisam ser contabilizados ”.

O Município anunciou, também nesta terça, que vai declarar situação de emergência, por conta dos transtornos e perdas causadas pelo temporal. Também foram encaminhados os encaminhamentos para atender as famílias atingidas. O gabinete de crise reiterou que as secretarias farão um levantamento, dentro de sua área, como perdas nas lavouras, qualificando e quantificando os prejuízos causados ​​e o que precisa ser providenciado, como materiais de construção e laudos. Além do auxílio os atingidos, essas informações serão importantes para o cadastramento do evento nos órgãos estaduais e federais.

intranet/userfiles/noticias/58dd03e484a03781544ab0d5c6951f01.mp3