Serra Gaúcha é mantida na bandeira laranja do Distanciamento Controlado

Governo do Estado divulgou mapa preliminar nesta sexta-feira (16)
O mapa preliminar da 24ª semana do Distanciamento Controlado ficou parecido com o da última rodada. A Serra Gaúcha permanece na bandeira laranja e houve apenas uma troca de bandeiras entre duas regiões: Pelotas, que estava na amarela e passou para laranja, e Cachoeira do Sul, que migra para amarela, somando-se a Bagé e Palmeira das Missões, que já estavam em situação de risco baixo.

O Governo do Estado também fez alerta para as regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, que são Porto Alegre (186), Caxias do Sul (81), Canoas (54), Passo Fundo (49), Novo Hamburgo (46), Pelotas (45) e Santa Maria (41).

Em geral, o Rio Grande do Sul manteve a tendência de queda ou estabilidade dos principais indicadores. O número de internados em UTI por Síndrome Respiratória Aguda Grave caiu 4% e por Covid-19, teve queda de 8%. Com isso, houve aumento de 5% no total de leitos livres destinados aos casos que necessitam de tratamento intensivo. A redução mais expressiva se deu no número de óbitos entre as duas semanas: queda de 16%. Porém, os novos registros semanais de hospitalizações de pacientes confirmados com Covid-19: aumentou 24% entre as duas últimas semanas.

Governo do Estado divulgou mapa preliminar nesta sexta-feira (16)

O mapa preliminar da 24ª semana do Distanciamento Controlado ficou parecido com o da última rodada. A Serra Gaúcha permanece na bandeira laranja e houve apenas uma troca de bandeiras entre duas regiões: Pelotas, que estava na amarela e passou para laranja, e Cachoeira do Sul, que migra para amarela, somando-se a Bagé e Palmeira das Missões, que já estavam em situação de risco baixo.

O Governo do Estado também fez alerta para as regiões com maior número de novos registros de hospitalizações nos últimos sete dias, por local de residência do paciente, que são Porto Alegre (186), Caxias do Sul (81), Canoas (54), Passo Fundo (49), Novo Hamburgo (46), Pelotas (45) e Santa Maria (41).

Em geral, o Rio Grande do Sul manteve a tendência de queda ou estabilidade dos principais indicadores. O número de internados em UTI por Síndrome Respiratória Aguda Grave caiu 4% e por Covid-19, teve queda de 8%. Com isso, houve aumento de 5% no total de leitos livres destinados aos casos que necessitam de tratamento intensivo. A redução mais expressiva se deu no número de óbitos entre as duas semanas: queda de 16%. Porém, os novos registros semanais de hospitalizações de pacientes confirmados com Covid-19: aumentou 24% entre as duas últimas semanas.

Link para notícia no site Tua Rádio