Retorno das chuvas favorece desenvolvimento do trigo no Estado

retorno-das-chuvas-favorece-desenvolvimento-do-trigo-no-estado

Produtores rural também se dedica a um planejamento como culturas de inverno

Os últimos 10 dias foram caracterizados por temperaturas variadas, partindo do frio intenso com geadas até moderadas mais amenas, especialmente no período da tarde. O período configurou boa incidência de radiação solar para as plantas. Uma análise consta no mais recente Informativo Conjuntural divulgado pela Emater.

De acordo com o documento, esse cenário favoreceu o desenvolvimento do trigo no Rio Grande do Sul, fazendo o plantio chegar a 97% da área prevista em todas as regiões, sendo que a ampla maioria das lavouras está fase de germinação e desenvolvimento vegetativo e 3% já se encontra em floração.

Em relação à canola, outra cultura com importante área plantada no estado, já iniciou a maturação das primeiras lavouras, implantadas. A maior parte das plantações vinha implantado bom desenvolvimento e boa sanidade. Porém, a geada ocorrida em 19 e 20 de julho aumentou a preocupação dos produtores em relação ao potencial prejuízo nas lavouras em floração e enchimento de grãos, pois como flores da canola são muito sensíveis à geada, com possível abortamento e má formação das síliquas – fruto da canola. Produtores dão andamento à adubação nitrogenada em cobertura nas lavouras em fase de desenvolvimento vegetativo; nas demais, não há necessidade de controle fitossanitário.

Já o cultivo da cevada, em geral têm se mantido com desenvolvimento adequado, bom estande de plantas e bom estado fitossanitário, devido ao tempo favorável e à disponibilidade de água nos solos proporcionada pelas últimas chuvas entre 14 e 15 de julho. Produtores de controle de plantas invasoras e aplicação de adubos nitrogenados em cobertura.

Na região do Planalto Gaúcho, conforme a Emater, os produtores já estão fazendo também o manejo das plantas de cobertura com predomínio de gramíneas e preparando o solo para os plantios de verão. Produtores de soja buscam informações e planejam atividades acesso às opções de crédito rural disponibilizadas pelo atual Plano Safra. Agricultores enquadrados no Pronaf também procuram informações sobre o programa piloto de Seguro Rural, qualificado subvenção de 60% do prêmio.