Francisco Turra se despede da presidência da ABPA

Depois de 12 anos a frente da ABPA – Associação Brasileira de Proteína Animal, o marauense Francisco Turra repassa o cargo para Ricardo Santin. A cerimônia de posse será virtual, nesta quarta-feira, 19/08. Em entrevista para a Tua Rádio Alvorada, Turra avaliou esta década de trabalho e anunciou que permanecerá atuando como conselheiro da entidade. Ele lembrou que nos primeiros anos, a associação atuava como representante das empresas exportadoras do segmento avícola. Visando uma atuação unificadora, Turra e sua equipe agregaram em uma única entidade, toda a cadeia produtiva de aves e, com o passar dos anos, também da cadeia de suínos.

Como lembra o ex-ministro, nem tudo foram flores durante sua gestão. Ele recorda duas situações: Operação Carne e Fraca e Operação Trapaça, que culminaram, inclusive, em uma internação hospitalar dado ao desgaste. Neste momento de enfrentamento a pandemia, Turra também geriu uma crise, atuando na defesa da manutenção das atividades industriais com o objetivo de não haver falta de alimentos para a população. Ao ser questionado sobre a lição que tira destes 12 anos na presidência da ABPA, o marauense é enfático: dedicação. “Combati o bom combate”, disse ele, recordando que ao assumir o cargo, contava com 23 empresas associadas e hoje,esse número chega a 143.

Se prefeirir, ouça esta entrevista clicando no player de áudio.

Link para notícia no site Tua Rádio