Eleições 2020: confira os cuidados sanitários que precisam ser tomados durante campanhas eleitorais

Promotora de Justiça Eleitora da 136ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Simone Martini, explicou como será a fiscalização
Além das tradicionais regras que precisam ser seguidas por candidatos e partidos nas campanhas eleitorais (confira aqui o que pode ou não pode nas campanhas), neste ano também tem normas específicas quanto à questão sanitária de prevenção ao coronavírus que precisam ser seguidas.

A partir da Nota Informativa Nº 25 emitida pela Secretaria Estadual da Saúde, e editada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TER-RS), o Ministério Público Eleitoral determinou, ainda na última semana, que as campanhas eleitorais também sejam fiscalizadas do ponto de vista sanitário. As principais recomendações são: manter o distanciamento entre as pessoas, não promover aglomerações, exigir uso da máscara e fornecer álcool gel, evitar distribuição de materiais impressos e visita aos eleitores, bem como evitar coquetéis e sistema de buffet em jantares.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a Promotora de Justiça Eleitora da 136ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Simone Martini, explicou como será o procedimento de fiscalização no município. Ouça a entrevista completa AQUI.

A comunidade também pode auxiliar na fiscalização. Quem perceber descumprimento de regras por parte de candidatos pode denunciar diretamente no Cartório Eleitoral ou ao Ministério Público Eleitoral, por meio do endereço denunciaeleitoral@mprs.mp.br ou, ainda, pelo site do Ministério Público.

Promotora de Justiça Eleitora da 136ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Simone Martini, explicou como será a fiscalização

Além das tradicionais regras que precisam ser seguidas por candidatos e partidos nas campanhas eleitorais (confira aqui o que pode ou não pode nas campanhas), neste ano também tem normas específicas quanto à questão sanitária de prevenção ao coronavírus que precisam ser seguidas.

A partir da Nota Informativa Nº 25 emitida pela Secretaria Estadual da Saúde, e editada pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul (TER-RS), o Ministério Público Eleitoral determinou, ainda na última semana, que as campanhas eleitorais também sejam fiscalizadas do ponto de vista sanitário. As principais recomendações são: manter o distanciamento entre as pessoas, não promover aglomerações, exigir uso da máscara e fornecer álcool gel, evitar distribuição de materiais impressos e visita aos eleitores, bem como evitar coquetéis e sistema de buffet em jantares.

Em entrevista à Tua Rádio São Francisco, a Promotora de Justiça Eleitora da 136ª Zona Eleitoral de Caxias do Sul, Simone Martini, explicou como será o procedimento de fiscalização no município. Ouça a entrevista completa AQUI.

A comunidade também pode auxiliar na fiscalização. Quem perceber descumprimento de regras por parte de candidatos pode denunciar diretamente no Cartório Eleitoral ou ao Ministério Público Eleitoral, por meio do endereço denunciaeleitoral@mprs.mp.br ou, ainda, pelo site do Ministério Público.

Link para notícia no site Tua Rádio