Suspeitos de assaltar bancos em Espumoso são presos na Argentina

Criminosos teriam cometido assaltos no município espumosense

A Polícia de Misiones, Argentina, após investigação, capturou nesta quarta-feira (29) um grupo de brasileiros que se esconderam em El Soberbio e cujos membros estariam envolvidos em pelo menos 40 casos de assaltos a bancos no Brasil. A captura ocorreu depois de uma invasão a uma propriedade localizada em El Button, a cerca de 32 quilômetros da capital.

O resultado da operação foi um sucesso completo, já que no local foram capturados os três sujeitos que eram procurados pela Justiça brasileira, identificados como Rudinei ‘Gordo’ Lopes (37 anos), que seria o líder da organização, Vanderei ‘Vando’ Lopez (32), e Juliane Cristina Cardoso (26).

As tropas também encontraram um arsenal impressionante. A polícia apreendeu uma espingarda calibre 5.56, uma pistola automática Taurus, um rifle, 54 cartuchos de calibre 380, 141 de calibre 5.56, dois coletes à prova de bala e objetos relacionados a rituais de umbanda.

Outro golpe para a quadrilha é que três veículos que costumavam circular na área foram apreendidos,  o que também denota todo o poder deles. Uma Chevrolet S10, placas IIT-9802, uma Toyota Hilux, sem placas, e uma Ford Ranger, placa argentina KHX-534.

Os envolvidos são classificados como muito perigosos devido ao método usado para cometer seus assaltos. Esta afirmação é baseada na descoberta de explosivos na casa onde estavam escondidos, em Misiones. A captura da quadrilha não foi coincidência, mas resultado de uma investigação de mais de dois meses.

A possibilidade da quadrilha estar escondida em Misiones veio das autoridades policiais de Lajeado, RS, a cerca de 400 quilômetros da fronteira com El Soberbio.

Com base nessas informações, a polícia de Misiones começou a trabalhar no caso através da recém criada Drones Division, que já opera em cinco unidades regionais da força provincial e foi decisiva para sua localização.

Os três assaltantes estão detidos em celas de delegacias de polícia de Misiones e ontem à noite foram realizados procedimentos internacionais para disponibilizá-los à Justiça brasileira. 

*Rede Foco

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *