Economia de Caxias tem queda de 6% em setembro

O desempenho da economia de Caxias do Sul em setembro apresentou queda de 6% em relação a agosto, mas cresceu 7,3% em relação a setembro de 2016. O acumulado no ano já é positivo em 4,3%, enquanto a alta nos últimos 12 meses atingiu o índice de 1,1%. Os indicadores do desempenho da economia de Caxias do Sul no mês de setembro de 2017 foram divulgados em coletiva à imprensa nesta terça-feira (31) pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) e Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL).

O desempenho de setembro foi justificado pelas duas entidades em razão do menor número de dias úteis.

A análise comparativa com agosto deste ano mostra que o desempenho da indústria e do comércio colaboraram para o resultado negativo da economia caxiense em setembro. A indústria caiu 11,5% em relação a agosto e o comércio registrou redução de 7%. Os serviços, porém, cresceram 4,7% no mesmo comparativo. No acumulado do ano, a indústria cresceu 5,8%, o comércio, 5%, e os serviços, 1,2%.

Em relação aos postos de trabalho, o levantamento mostra que no mês de setembro houve ligeira alta, sendo abertos 101 empregos no município. No ano, o acumulado é de 0,7% de crescimento, com 1.033 vagas a mais. Hoje, o estoque de empregos formais em Caxias do Sul totaliza 159.556.

Garibaldense é campeão gaúcho de mountain bike

Cristian Lazzari foi o campeão da Elite; outros dois garibaldenses também foram campeões estaduais em suas categorias

O garibaldense Cristian Lazzari conquistou neste domingo o Campeonato Gaúcho de Mountain Bike, Categoria Elite, ao vencer a oitava e última etapa da competição, disputada justamente em casa, no chamado Giro da Champanha de Mountain Bike. A prova, com aproximadamente 70 quilômetros, percorreu a área urbana e o interior de Garibaldi.

Aproximadamente 250 ciclistas participaram da prova, válida também pela terceira e última etapa do Circuito Soul de Mountain Bike. Cristian liderava o ranking gaúcho, e com a conquista da prova, ficou com o principal título do mountain bike gaúcho.

E Cristian não foi o único garibaldense a fazer bonito: outros dois atletas que competiram “em casa” sagraram-se campeões gaúchos. Fábio Giovanaz Variani ficou com o título na categoria “Estreante”, e Claimar Sbeghen foi o vencedor na categoria “Master C”. Além disso, a Agaci aguarda a confirmação oficial de todos os resultados para carimbar o título gaúcho também por equipes.

Confira os resultados de todos os atletas que competiram pela Agaci – Associação Garibaldense de Ciclismo:

Alexandre Dendena: 2º colocado PRO Master A2

Andersson Rossi: 2º colocado PRO Master A1

Augusto Cesar Manica: 7º colocado PRO Sub 30

Claimar Sbeghen: 2º colocado SPORT Master C2

Cristian Lazzari: 1º colocado PRO Elite

Fábio Giovanaz Variani: 2º colocado SPORT Sub 30

Fernando E. Santo: 15º colocado PRO Master A2

Flavio Cesar Cichelero: 8º colocado SPORT Master C1

Giane Triches: 2ª colocada MASTER Femino 1

Janaina Pedruzzi: 4ª colocada OPEN Feminino

Joel Henrique Manica: 3º colocado SPORT Sub 30

Juliano Berté: 10º colocado SPORT Sub 30

Julio Cesar Piccoli: 4º colocado SPORT Master C2

Maico Sartori: 10º colocado SPORT Master A2

Maiquel Fachinelli: 31º colocado SPORT Master A1

Neri Pasini: 3º colocado SPORT Master C2

Rafael Dalcin: 6º colocado PRO Master A1

Vicente Carvalho: 3º colocado SPORT Master A1
 

Centro Especializado de Saúde, em Caxias, tem horário de atendimento ampliado a partir desta quarta

Solicitação de exames e consultas de retorno também passam a ser agendadas no próprio CES, sem que o usuário precise voltar à UBS

A partir desta quarta-feira (01/11), o Centro Especializado de Saúde (CES) passará a funcionar das 7h às 18h45. Atualmente, o serviço fica aberto até as 16h. Os usuários também terão a possibilidade de agendar consultas para algumas especialidades no fim do dia. A expectativa é que o novo horário também ajude a reduzir o índice de pacientes que faltam aos atendimentos médicos.

Inicialmente, seis especialidades serão contempladas com o horário estendido: ortopedia, dermatologia, nefrologia pediátrica, endocrinologia pediátrica, gastroenterologia pediátrica e pneumologia pediátrica. Hoje, a média de falta nessas especialidades é de 20%.

Além do horário estendido, outras novidades também estão previstas para melhorar o atendimento aos usuários do CES a partir de novembro. Uma delas é que alguns exames solicitados pelos médicos do Centro passarão a ser agendados no próprio serviço, sem que o paciente tenha que voltar à Unidade Básica de Saúde (UBS) para fazer a solicitação. E as consultas de retorno, para mostrar os exames, também serão todas reagendadas no próprio CES, independente do tempo de espera.

Psicologia e Você: a falta de tolerância

Acompanhe todas as terças-feiras os comentários da psicóloga Rukaya Aresi Hasan

No programa Psicologia e Você desta terça-feira, 31/10, a psicóloga Rukaya Aresi Hasan falou sobe a tolerância, compartilhando um texto do site “A Mente é Maravilhosa”. 

Um simples toque, uma troca de olhares ou uma frase pode nos irritar dependendo de quem está à nossa frente. A intolerância é um problema muito comum atualmente, que nos leva a não suportar o contato com outras pessoas. Isto pode causar muitos problemas nos nossos relacionamentos pessoais. Há uma linha muito tênue entre a tolerância e a falta dela.

Parece que estamos nos tornando cada vez menos pacientes e amáveis com os outros, temos muita dificuldade em nos colocarmos no lugar dos demais e entender que o confronto não leva a lugar nenhum. A intolerância, portanto, aparece quando não nos colocamos no lugar do outro.

Acompanhe o programa completo no link, “Escute a Notícia”. 

Governo repassa R$ 220 mil para Hospital Frei Clemente e salários de setembro podem ser quitados

Hospital deverá confirmar pagamento assim que verificar o dinheiro na conta

Lideranças da região de Soledade se reuniram nesta manhã de terça-feira, 31/10, em Porto Alegre junto ao governo do estado para tratar sobre a área da saúde e, em especial, o hospital Frei Clemente de Soledade.

O secretário estadual da Saúde, João Gabbardo dos Reis, garantiu que é uma preocupação a situação do Hospital Frei Clemente de Soledade com uma crise que agrava o atendimento de toda a região do Alto da Serra do Botucaraí.

Nesta segunda-feira foram pagos 30% dos repasses sobre o valor de produção por serviço, o que auxiliará os municípios e hospitais e, nesta terça-feira, governo quitará repasses finais de agosto e setembro, ficando somente sem prazo o mês de outubro.

A dívida dos municípios serão pagas no início do próximo ano quando, a partir de janeiro, o governo repassará R$ 20 milhões mensais junto aos repasses mensais, a fim de quitar as dívidas de 2015, 2016 e 2017, avaliadas em R$ 240 milhões.

Gabbardo lembrou que os R$ 180 milhões de 2014 não serão pagos pelo governador José Ivo Sartori, e serão renegociados com o próximo governador do estado do Rio Grande do Sul.

Nesta terça-feira, 31/10, foram pagos R$ 220 mil para o Hospital Frei Clemente de Soledade de repasses dos últimos meses, que ficará somente com a dívida do estado no mês de outubro.

Na reunião participaram também as lideranças regionais como prefeitos de Ibirapuitã, Mormaço e Barros Cassal, respectivamente, Rosemar Hentges, Rodrigo Trindade e Jovelino Zago, bem como o prefeito de Soledade Paulo Cattaneo.

A direção da casa de saúde deverá confirmar ainda hoje o pagamento do salários dos servidores do mês de setembro do hospital com este repasse do governo estadual. Outubro ainda segue sem previsão.

 

Igreja Católica celebra o Dia de Finados

No dia 02 de novembro, na maior parte dos países ocidentais, ocorre um importante ritual religioso da tradição cristã católica, o Dia de Finados. Essa data tem por objetivo principal relembrar a memória dos mortos, dos entes queridos que já faleceram, bem como rezar pela alma deles.

De acordo com a doutrina da Igreja Católica, a alma da maioria dos mortos está no purgatório passando por um processo de purificação. Por essa razão, a alma necessita de orações dos vivos para que intercedam a Deus pelo sofrimento que as aflige. Nessa circunstância, o Dia de Finados era conhecido na Idade Média como “Dia de todas as Almas”, dia esse que ocorria o “Dia de todos os Santos” (comemorado no dia 1º de novembro).

Ouça entrevista com o Pároco de Sarandi Miguel Longhi falando sobre o Dia de Finados.

Produtores rurais são homenageados no aniversário do município

Um café da manhã foi realizado nesta segunda-feira, dia 30/10, em homenagem aos produtores

Integrando a programação alusiva aos 117 anos de Garibaldi, a Administração Municipal realizou nesta segunda-feira, dia 30/10, um café da manhã em homenagem aos produtores rurais. Na ocasião, foram entregues placas de reconhecimento a 20 agricultores cujas propriedades apresentaram os melhores Índices de Valor Adicionado do Município em 2016, gerando garantia de retorno dos valores de ICMS.

“Desejamos que todos tenham bons negócios, porque junto com vocês, o município cresce”, declarou o prefeito Antonio Cettolin, que ainda lembrou os investimentos realizados para incentivar o setor e as perspectivas para o próximo ano.

O secretário municipal de Agricultura e Pecuária, Arnaldo Seganfredo, lembra que a homenagem é uma forma do poder público reconhecer o trabalho do setor primário, que serve como estímulo não só aos que receberam, mas a todos os produtores.

Garibaldi conta com cerca de 3.500 moradores nas 20 comunidades da área rural. São cerca de mil famílias vivendo em 940 propriedades. A atividade avícola, desenvolvida na maioria das propriedades, é considerada um dos principais pilares da economia garibaldense.

Produtores rurais homenageados:

Francisco Carvalho da Silva

Evandro Sopelsa

Gilmar Giovanaz

Sadi Lazzari

Vagner Girotto

Egenor Girotto

Aldo Maffei

Paulo Manfroi

Arrigo Maffei

Carlos Carrer

Roberto Postingher

Clair Rossi

Antônio Lazzari

Ismael Manica

André Chesini

Ademir Andreola

Irani Rossi

Ari Nicolodi

Ari Bortolini

Ari Nicolodi

Comemoração ao aniversário de Garibaldi terá 117 bolos

Evento começa a partir das 19h30min na rua Buarque de Macedo

Garibaldi está em festa! Nesta terça-feira, dia 31/10, o município comemora 117 anos de emancipação política e uma comemoração está sendo preparada para envolver todos os garibaldenses.

A programação ao aniversário se desenrolou ao longo do mês de outubro, incluindo a Fenachamp, Feira do Livro, e se intensificando nos últimos dias. Ações como inauguração oficial de obras, homenagens, ordens de serviço, visitas, lançamento de projetos, Encontro Municipal do Idoso e a Administração Estudantil buscam aproximar o resultado do trabalho da administração pública da comunidade.

Nesta terça-feira, o aniversário do município será celebrado com uma comemoração, a partir das 19h30, na rua Buarque de Macedo junto ao Centro Histórico. Após uma celebração religiosa, 117 bolos serão servidos à comunidade, em referência aos anos comemorados pelo município. Para encerrar, haverá apresentação da Orquestra Jovem de Garibaldi.

Toda a comunidade é convidada a prestigiar o evento, com entrada franca. Em caso de chuva, a comemoração será feira na praça Loureiro da Silva.

Para a realização do evento, o trânsito na Buarque será interrompido a partir das 17h de terça-feira, 31/10, a partir do entroncamento com a avenida Independência (banco Bradesco) até a esquina com a rua Júlio de Castilhos (Ótica Bellini), sendo liberado após a conclusão do ato. A Administração Municipal pede a colaboração de todos para que retirem seus veículos estacionados na via antes do horário previsto.

Emaús comemora 40 anos em Garibaldi

Maranatha comemorativa foi realizada no domingo, 29/10

O Movimento de Emaús Garibaldi, pertencente à Diocese de Caxias do Sul, realizou no dia 29 de outubro, domingo, Maranatha comemorativa aos 40 anos de fundação em Garibaldi. Estiveram presentes cerca de 600 pessoas.

A Celebração iniciou às 10h30min na Igreja do Bairro São Francisco e foi presidida pelo Frei Cleonir Dalbosco e Concelebrada pelo Frei Celeste José Conte. A Igreja esteve lotada com participantes atuais do Movimento e pessoas que fizeram parte da história nesses 40 anos. A liturgia contou com homenagem aos integrantes de Emaús falecidos e uma lembrança de grupos antigos.  A missa foi animada pelos músicos do Movimento e Grupo de Canto do Bairro São Francisco.

Ao término da Celebração, o Vice-Prefeito de Garibaldi, Antônio Fachinelli, realizou a entrega de uma placa em homenagem ao Emaús, em nome do Municipio de Garibaldi. Fachinelli destacou que “O Emaús é mais que um grupo, é uma entidade que auxilia na formação de jovens para a vida nos valores humanos e valores espirituais e que está sempre pronto para auxiliar a comunidade. Destaco Therezinha Spader como uma desbravadora em trazer o Emaús para Garibaldi.  Parabenizo pela importante comemoração de hoje e que todos perseverem na caminhada”.

Conforme o coordenador do Emaús, Giovani Postingher, “O momento que vivemos hoje é de muita alegria e gratidão, pois são 40 anos evangelizando jovens em nossa comunidade, formando lideranças, levando os ensinamentos do evangelho a todos que fazem parte de nossa caminhada”.

Em seguida, foram realizadas homenagens no salão comunitário do Bairro São Francisco, seguida de almoço, sorteio de rifas. “Prestamos hoje uma singela homenagem, mas que carrega um sentido profundo: ao entregarmos nosso símbolo, o timão, enaltecemos sua contribuição na condução dos grupos e atividades do Emaús”, disse Giovani, ao homenagear, juntamente com o vice coordenador Marco Kroth, antigos Casais Assessores, atuais Casais Coordenadores de Grupos e ex-Coordenadores do Emaús.

O evento contou com o apoio do Movimento de Cursilhos da Cristandade. Interessados em saber mais sobre o Emaús podem acessar a Fan Page www.facebook.com/emausgaribaldi, pelos fones (54) 99924-2779 ou (54) 99931-8081 ou e-mail[email protected].

Confira a relação dos homenageados:

 Assessores de grupos dos anos 70 e 80:

  • Therezinha Spader, uma das pessoas responsáveis por trazer o Emaús a Garibaldi;
  • Juan Castilla, que coordenava juntamente com sua esposa Flavia Castilla;
  • Remi Milani, que coordenava juntamente com sua esposa Miriam de Nadal Milani.

Assessores de grupos dos anos 90 e 2000:

  • Acácio Muller;
  • Antoninho e Maria Luiza Ceratti;
  • Celso e Ivani Lazzari;          
  • Delma Hanauer, que coordenou o Grupo juntamente com seu esposo Aloysio Hanauer;
  • Ivete Bortolini;
  • Luiz e Adi Barili;
  • Melchior e Alenir Sartori Giora.
  • Nelsi e Neuza Poletto.
  • Roberto e Marines Giovanaz;
  • Vanderli e Regina Dalmaz;

Atuais Casais Coordenadores de Grupos

·         Armindo Hanauer e Teresinha Hanauer

·         Claimar e Silvana Bortolini

·         Fabiano Bortolini e Veridiana Rabaioli Bortolini

·         Ibanor Accadrolli e Osmilda Accadrolli

·         Jairo Augusto Pianezzola e Marelisa Biondo Pianezzola

·         João e Lucilene Brugalli

·         Jorge L. Postingher e Eleonice Pozza Postingher

·         Leandro Luis Betti e Andréia Hanauer Betti

·         Marco e Roselei Kroth

·         Sérgio Pagliarini e Noemi Ceregatti Pagliarini

Ex Coordenadores do Movimento:

1991-1992

Alexandra Nicolini Brufatto

1993-1994

Jairo José Cadore

1995-1996

Evandro Nicolini

1997    

Mauriceia Emer

1998

Claudia Guaragni

1999

Elisabete Dalmolin

2000

Salete Andreoli

2001

Floraci Ribeiro Da Silva

2002

Elisio Poletto

2003-2004

Giovanni Mattiello

2005

Marcelo Copat

2006

Luciana Scapini

2007

Fernando Luis Nicolletti

2008

Everson Paludo

2009

Evandro Pérsico

2010

Greice Veronese Locatelli Mattiello

2011

Tania Cristina Bortolini Martinazzo

2012

Edna Radavelli Copat

2013

Cleusa Rama Giussani

2014

Jaqueline Prangutti

2015

Giovana Debiasi

2016

Priscila Pasqualini

 

Plantio da soja deve se intensificar nos próximos dias

Mais uma vez a safra do trigo será marcado pelo Proagro

A semeadura da soja no Rio Grande do Sul começou nas grandes áreas de forma ainda lenta, próximo de 3%, devido às boas condições climáticas do momento e pela abertura de janela de plantio das culturas de ciclo precoce. As lavouras implantadas são com alto investimento tecnológico, principalmente com semente de qualidade e pela quantidade de fertilizantes colocada na base. De acordo com o Informativo Conjuntural da Emater/RS-Ascar,  o plantio vai se intensificar a partir dessa semana, devendo ser concluído no final de novembro. Ouça entrevista com Luciano Schwerz, chefe do escritório municipal da Emater/Ascar. 

O plantio do milho avança nas grandes áreas destinadas à cultura no Estado. No geral, as áreas já implantadas, cerca de 64%, estão bem estabelecidas, com bom estande de plantas e padrão de lavouras, sendo controladas as pragas e invasoras. A condição atual de clima é adequada para a lavoura. No momento, os agricultores também seguem realizando os tratos culturais de adubação nitrogenada em cobertura, controle de lagartas e plantas invasoras. Neste mês, com a ocorrência de temporais e ventos muito fortes, lavouras sofreram danos irreversíveis, havendo solicitações de Proagro, ainda que esporádicas.

Grãos de Inverno

Com muitas lavouras de trigo já em colheita, a cultura se apresenta com predominância das fases de enchimento de grãos (30%) e maduros prontos para a colheita (45%). No entanto, as lavouras encontram-se desparelhadas, com maturação desuniforme, como consequência das geadas, da seca ocorrida durante o clico do trigo e da fase crítica devido às condições climáticas que estão ocorrendo atualmente, com chuvas excessivas, temporais isolados, ventos fortes e granizo. A qualidade dos grãos é de regular a ruim, considerando as primeiras lavouras colhidas (24% da área estimada). E essa situação está puxando a produtividade para baixo, gerando uma inquietação nos produtores. Aqueles que financiaram suas lavouras estão solicitando Proagro.

Com a evolução da colheita da Canola, no Norte do Estado, os rendimentos têm sido muito aquém do esperado, girando entre meia e uma tonelada por hectare e, de qualidade ruim, com grãos reduzidos e maturação desuniforme. Com as constantes chuvas, há o rompimento das sílicas e a debulha nas lavouras. Os produtores estão recorrendo ao Proagro devido ao desencontro entre o custo de produção e a produtividade atual.

Em fase de maturação e colheita da cevada, com padrão de lavoura ruim, com grãos leves e de coloração escura, características de produto para forrageira e abaixo do padrão para a indústria cervejeira, trazendo prejuízos aos agricultores. Grande parte da produção será destinada para fábrica de rações devido ao baixo poder de germinação do grão.

Grupo irá definir ações para tentar resolver impasse sobre intervenção em campos de altitude

Os produtores não descartam a possibilidade de ingressarem na Justiça

Foi intenso o debate entre os participantes do Fórum de Inteligência Territorial dos Campos de Cima da Serra nesta segunda-feira em Vacaria. O tema principal foi o impacto das restrições ambientais ao uso do solo na região e construção de alternativas. Nos últimos meses o Ibama desencadeou a operação Campereada e aplicou multas a agricultores e embargou algumas áreas por entender que houve intervenção nos campos de altitude sem autorização do órgão ambiental competente. O inspetor chefe do CREA de Canela e Gramado Sérgio Souto destaca que foram dados alguns encaminhamentos. A ideia é através de um grupo de trabalho sugerir um texto que deverá ser encaminhado pela CNA ao Conama visando alterar a resolução que tem embasado as autuações. Uma outra questão a ser debatida e estudada por esse grupo será a legislação que estaria causando problemas aos produtores rurais no que se refere ao entendimento sobre o campo nativo.

Por outro lado a Embrapa está elaborando uma nota técnica que poderá servir de base para futuras adequações na legislação. O pesquisador do órgão responsável por este documento é Fábio Garagorry que atua em Santa Catarina pela Embrapa Pecuária Sul.

 

Pensando Bem: meditação para finados

Acompanhe todas as segundas-feiras os comentários de Frei Aldo Colombo

No programa Pensando Bem desta segunda-feira, 30/10, Frei Aldo Colombo fez uma reflexão sobre a morte:

“Um homem tinha quatro amigas, todas elas importantes, mas que eram tratadas de maneira desigual. Depois dos setenta anos sentiu que sua hora havia chegado. Ele gostaria que alguma delas o acompanhasse.

Dirigiu-se à primeira, a mais amada, a mais parceira de todas. Ela o havia enchido de prazeres e estava sempre com ele. Diante da proposta de acompanhá-lo na eternidade, ela nem sequer respondeu e ostensivamente abandonou o quarto. Diante da recusa, dirigiu-se à segunda amiga. Ela lhe proporcionara tantos momentos felizes. Sem ela não saberia o que fazer. A resposta foi de deboche: a vida é bela, tenho ainda muitas possibilidades e sonhos, não irei com você.

Restavam mais duas amigas. A terceira amiga mostrou-se compassiva, queria ajuda-lo em tudo. O acompanharia até o fim, até às portas da eternidade. Cuidaria ainda do seu enterro. Desesperado, desiludido, pensou na quarta amiga. Ele reconhecia que lhe havia devotado pouco amor e atenção. Certamente ela também recusaria o pedido. Surpreendentemente, ela disse: irei contigo para qualquer lugar.

A primeira amiga representa o corpo, o companheiro inseparável, que ele cuidara com tanto empenho e por tantos anos. A segunda amiga é a riqueza. Parecia um pouco insensível, mas ele a adorava. Foi a mais ingrata. A família representa a terceira amiga. Crescera com ela, com ela partilhou bons e maus momentos, mas mostrou-se incapaz de fazer mais. Foi até o cemitério, A quarta amiga, a alma, que simboliza os valores do espírito, ela devia tê-la amado muito mais. Era a amiga mais pura e solidária.

Essa alegoria se aplica a todos. A ordem de importância depende de cada um. Todos temos um corpo. É nosso companheiro de lutas. Ele merece ser amado e cuidado. A avaliação da amiga riqueza já não é tão lisonjeira. È possessiva, quer ser adorada e pretende mandar em tudo. Na hora da morte, ela muda para outro dono. A família é sagrada, ela nos acolhe, protege e acompanha, mas não pode ir além do cemitério. Já a alma – boas obras – é nosso passaporte para eternidade”. 

Definidas as semifinais do Municipal de Futebol Amador

Fase de mata-mata inicia no próximo domingo

Estão definidas as semifinais do Municipal de Futebol Amador de Garibaldi. A competição realizou neste domingo os últimos jogos da primeira fase.

Nos Aspirantes, Sentinela e Fronteira empataram em 2 x 2. Milton e Cleiton fizeram os gols do Sentinela, enquanto William fez os dois do Fronteira. O Maiorka venceu o Juvenil por 1 x 0, gol de Artur. Já o Sexta Livre goleou o Espartanos por 6 x 1, gols de Adrian (2), Jonatan (2), José e David, com Luan descontando. O resultado eliminou o Espartanos e garantiu a vaga para o Sentinela, que até o início da rodada estava em quinto.

No Principal, os quatro classificados já estavam definidos, restando apenas a definição das posições de cada clube. E elas não se alteraram ao final da rodada. O Independente confirmou a primeira colocação ao vencer o Bola na Rede por 3 x 0, gols de Elton (2) e Henrique. O Guarany goleou o Maiorka por 4 x 0, gols de Baú (2), Maquiel e Mateus. Já o Gaviões venceu o Espartanos por 3 x 1, gols de Cléber (2) e Cleomar. Júlio descontou.

As semifinais iniciam no próximo domingo. Nos Aspirantes, enfrentam-se Sexta Livre e Sentinela, e Maiorka x Juvenil. Já no Principal, os duelos serão entre Independente x Espartanos, e Guarany x Bola na Rede. Os jogos serão realizados no campo do bairro São Francisco e no estádio municipal Alcides Santarosa.

Embrapa Uva e Vinho promove fórum sobre impacto das restrições ambientais ao uso do solo

Evento acontece no Centro de Eventos Bortolon

A Embrapa Uva e Vinho realiza nesta segunda-feira, 30/10, no Centro de Eventos Bortolon o Fórum sobre Inteligência Territorial nos Campos de Cima da Serra. Nesta edição o tema principal é o impacto das restrições ambientais ao uso do solo na região e construção de alternativas. Nos últimos meses o Ibama desencadeou a operação Campereada e aplicou multas a agricultores e embargou algumas áreas por entender que houve intervenção nos campos de altitude sem autorização do órgão ambiental competente.

O pesquisador da Embrapa Régis da Silva dos Santos comenta que depende dos políticos para ampliar o debate e na decisão de mudanças na legislação. Para Régis, hoje há um maior entendimento por parte dos produtores sobre a temática, visto que grande parte dos cursos acadêmicos já incluem na grade curricular disciplinas sobre o tema.

Será palestrante, ainda, Lucíola Alves Magalhães com o tema “Perspectivas para a inteligência territorial nos Campos de Cima da Serra”.

Seminário realizado em Vacaria abordou práticas e vivências ambientais nos Campos de Cima da Serra

Seminário faz parte de formação realizada com professores da rede pública e privada

Através de iniciativa da Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente, Programa Permanente de Educação Ambiental e Fórum Agenda 21, aconteceu em Vacaria o Seminário Dialogando Prática e Vivências Ambientais nos Campos de Cima da Serra. A iniciativa faz parte da comemoração dos 12 anos da Educação Ambiental no município. A programação contou com paineis de debates com temas como sustentabilidade, setor energético, recursos hídricos e biodiversidade.

Conforme Marli Borsoi, responsável pelo Programa Permanente de Educação Ambiental do município, o seminário faz parte de uma formação realizada com professores da rede pública e privada. Ela destaca que o objetivo foi a troca de experiência, disseminando conhecimento para a comunidade, principalmente para os estudantes que também participaram das atividades e destacando o que pode ser feito a cerca da temática.

Durante o seminário foi lançado oficialmente a Cartilha Gralha Azul: vida na floresta das araucárias.

Campanha de recolhimento de lixo eletrônico é marcada pela baixa procura em Soledade

Campanha é reconhecida por mobilizar soledadenses em defesa do descarte apropriado

O Conselho Municipal do Meio Ambiente em parceria com a associação Sopro da Vida realizou mais uma edição do recolhimento do lixo eletrônico no centro de Soledade.

Para o presidente do Conselho, Alessandro de Miranda Gasparain, a avaliação do evento foi positiva, apesar de não ter repetido o número expressivo de participação que sempre enchia o caminhão de variados tipos de lixo.

Nesta etapa foram recolhidos eletrônicos como televisores, rádios, computadores, telefones, secadores, etc., lâmpadas, pilhas, baterias e celulares, todos para que não sejam descartados na natureza e assim a prejudiquem.

Alessandro não soube informar o porquê a procura foi baixa desta vez, no entanto, não mostrou preocupação com este fato, já que o importante é que o lixo possa ser descartado corretamente.

Ainda não se sabe a quantia que foi arrecadada, porém, a procura foi visivelmente mais baixa já que nas últimas edições o caminhão foi completamente enchido, e em algumas faltou lugar, e nesta sobrou espaço.

Escola Madre Justina Inês será ampliada

Projeto é apresentado à comunidade escolar

A Escola Municipal de Ensino Fundamental Madre Justina Inês que existe há mais de 60 anos e está situada  no bairro São Francisco será reformada e ampliada. Quando as obras estiverem prontas esta escola atenderá alunos em turno integral, a exemplo do que já ocorre na Escola Valentim Tramontina, no Bairro Fenachamp. Os investimentos com a compra do terreno serão de mais de R$ 1 milhão de reais. Segundo o prefeito,  Antônio Cettolin, para a reforma e construção serão aplicados R$ 700 mil e esses recursos já estão disponíveis nos cofres públicos.

Na última sexta-feira, 27/10, foi apresentado à comunidade escolar o projeto desta escola que receberá  salas de aula, banheiros, cozinha, refeitório, despensa, sala de informática, salão de eventos e redimensionamento da quadra de esportes. Como o terreno tem um desnível será colocado um elevador para o acesso a todos.

CNBB define documento que orienta para pastoral nas mídias católicas

Para isso será criado condição para que os comunicadores tenham acesso e possam conhecer a integralidade das orientações pastorais propostas

O Conselho Permanente da CNBB, reunido entre 24 e 26 de outubro, em Brasília aprovou com emendas e correções um texto contendo orientações pastorais dirigidas aos operadores de todas as mídias que no Brasil se apresentam como católicas. O documento foi preparado com a participação de todas as comissões pastorais da Conferência e traz considerações importantes a serem observadas na TV, no Rádio, nos impressos e nas chamadas mídias sociais da Igreja.

Dom Darci José Nicioli, presidente da Comissão Episcopal para a Comunicação, coordenou todo o processo de composição do documento e foi encarregado pelo Conselho a dar continuidade ao processo que inclui a revisão, publicação, divulgação do documento por meio de ano de estudos e debates com os operadores das mídias.

Ele falou à Assessoria de Imprensa. Confira a entrevista:

Este novo documento da CNBB com orientações para a mídia católica tem que tipo de origem? Por que foi necessário fazer esse texto?

Todos os documentos que emanam da nossa Conferência Episcopal nascem da solicitude dos nós bispos em vista da animação da ação evangelizadora no Brasil. Nenhum desses textos é produzido sem essa mística. Em colegialidade fraterna, procuramos nos debruçar, na medida do possível, sobre todas as realidades que compõem a nossa ação pastoral. O campo da comunicação é importantíssimo! Lançamos o nosso Diretório Nacional para a Comunicação em 2014 e, desde aquele período, temos pensado em traduzi-lo em orientações explicitamente pastorais para ajudar os operadores da mídia católica e de todos os que atuam na mídia e assumem sua catolicidade.

A necessidade de orientação para campos específicos do apostolado é comum à nossa ação evangelizadora. E vivendo em tempos de grandes transformações e expansão midiática, esse ambiente da vida eclesial e social pediu dos nossos bispos uma reflexão mais específica. Foi por isso que, por longos meses, estamos trabalhando nesse texto que foi aprovado pelo Conselho Permanente da CNBB e que, logo, estará nas mãos de todos os irmãos e irmãs que atuam em todas as mídias. Não é um texto pronto e acabado, mas um instrumento de estudo que poderá receber a influência de todos os que, efetivamente, atuam em mídias em nome da Igreja.

Quem são, então, os destinatários desse documento? A CNBB apresenta essas orientações aos diretores, responsáveis ou a todos os comunicadores católicos?

Os bispos decidiram falar aos operadores de todas as mídias que se apresentam como católicos diante da sociedade, tanto os que atuam em veículos da Igreja como aqueles que ocupam espaços próprios ou de terceiros e querem se comunicar a partir da experiência de fé vivida na Igreja Católica. Isso significa que o documento é dirigido a proprietários, diretores, redatores, editores, apresentadores, artistas, repórteres, produtores de conteúdo e qualquer outra pessoa – profissional ou não – que esteja na árdua tarefa de comunicar o evangelho de Cristo em todas as mídias.

Adotamos o termo mídias para respeitar a diversidade dos espaços físicos e digitais que são hoje ocupados pela comunicação. Com isso queremos chegar não apenas aos olhos e ouvidos, mas aos corações de todos aqueles que trabalham nas emissoras de TV e Rádio, ligadas à Igreja de algum modo e também aqueles que participam dos meios laicos e se apresentam neles como católicos. Um dos destinatários pensados pelos bispos – enquanto preparávamos este documento que contou com a colaboração de vários comunicadores e de todas as comissões pastorais da CNBB – é o produtor de conteúdo na internet. Queremos também dialogar com as pessoas que assumem esse novo ambiente em sites, blogs ou redes sociais.

Quais são os principais temas abordados neste documento?

O texto é bem abrangente. Destaco alguns temas importantes: é fundamental o trabalho de todos, especialmente das mídias, em prol da unidade da Igreja; é fundamental que cada mídia consiga expressar a catolicidade; as mídias têm responsabilidades na formação da cidadania, conforme orientação da doutrina social da Igreja; as mídias também são importantes para a catequese litúrgica, uma vez que “fazem escola” nas comunidades locais; a ética dos agentes que interagem nas mídias, particularmente na questão comercial de produtos ligados ou não à religião; cumplicidade na missionariedade da Igreja; compromisso com a Palavra, a Tradição e o Magistério, pois é isso que define a catolicidade de uma Midia que se diz a serviço da Igreja.

Conforme o senhor disse, o texto ainda deve fazer um percurso antes de chegar à sua redação final. Por que desse método e como ele será aplicado?

A CNBB sempre agiu desse modo com todos os seus documentos oficiais. Há sempre um período para que as comunidades, os pastores, os padres, os religiosos, os leigos possam colaborar na formulação de caminhos para uma pastoral orgânica, uma ação evangelizadora participativa e que seja eficaz no anúncio do Evangelho de Cristo. Com esse documento não é diferente. O Conselho Permanente aprovou um texto que será publicado na série verde dos “Estudos CNBB” e este trabalho, em seguida, fará ainda um trajeto peregrinando entre os comunicadores da Igreja do Brasil, suscitando reflexão e engajamento.

O Conselho Permanente encarregou a Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação de animar esse processo. Logo que o texto estiver finalizado – com as últimas correções pedidas – e publicado pela CNBB, apresentaremos aos comunicadores de todas as mídias um cronograma de trabalho. É desejável que na Assembleia Geral de 2019, depois do amplo trabalho de debates, correções, emendas e sugestões, apresentemos a proposta de um texto final, para a aprovação dos bispos.

Nesse tempo de estudos, quais serão as prioridades da Comissão para a Comunicação da CNBB?

A primeira providência será de criar condições para que todos os comunicadores que atuam nas mídias no Brasil tenham acesso e possam conhecer a integralidade das orientações pastorais propostas pela CNBB. Acreditamos que isso não pode ser apenas confiado à adesão espontânea que, apesar de necessária, pode durar muito tempo. Vamos propor datas e encontros para a leitura desse texto, considerando a especificidade das mídias.

Uma segunda prioridade será aquela de fazer que essas orientações não sejam apenas conhecidas, mas experimentadas na prática de cada uma das mídias. Precisamos evitar promover debates da letra pela letra e trazer o elemento da prática para aprofundar o que o texto propõe. Nesse sentido, precisamos levar as orientações para as redações das TVs, dos Jornais, das revistas, dos produtores de conteúdo na internet, etc.

Ainda uma ação importante, entre outras que poderemos realizar no decorrer do processo, é estabelecer um cronograma para receber contribuições – a partir do conhecimento e da prática das orientações – para que sejam inseridas no texto a ser apresentado em 2019.

O senhor não acha que muita coisa para pouco tempo?

Acho sim! Mas, comunicadores católicos são arrojados e corajosos. Ninguém brinca em serviço! São criativos e céleres! Eles têm uma capacidade de produção que a maioria de nós desconhece completamente. Quando a gente vê um programa bonito, uma reportagem bacana, uma campanha legal nas mídias, às vezes, não nos damos conta que foi um grupo enorme de pessoas que trabalhou com talento, dedicação e carinho e trouxeram aquilo para o público, a tempo e a hora. Basta um bom planejamento e a adesão dos comunicadores. Nós conseguiremos!

A Igreja no Brasil merece o nosso esforço! O compromissa da fé em Jesus Cristo, nosso Redentor, pede nossa adesão para que tenhamos todas as áreas da evangelização bem refletidas nos trabalhos que são realizados no ambiente midiático. Este documento não é da Comissão de Comunicação, é um documento da CNBB e considerou a participação de todas as grandes linhas do nosso trabalho pastoral no Brasil! Gente boa! Meu agradecimento e abraço a todos!

Fonte: CNBB

 

Passarela de Negócios acontece no Hotel Casacurta

Evento ocorre a partir das 18h15min desta segunda-feira, 30/10

A partir das 18h15min desta segunda-feira, 30/10, será realizada a quarta edição do Passarela de Negócios no Hotel Casacurta. Trata-se de um evento de relacionamento para quem busca crescer profissionalmente e criar relações de trabalho. Restam poucos ingressos. A promoção é do Grupo Aliar e da Apeme Mulher, núcleo feminino da Associação de Pequenas e Médias Empresas de Garibaldi.

Após a recepção com credenciamento e coquetel de boas-vindas, as participantes são convidadas a participar da abordagem conceitual: “Colhendo Resultados – Transformando Oportunidades em Negócios”. A ideia intercala atividades recreativas com reflexões para desenvolver as potencialidades e corrigir os pontos fracos. O evento se estende até às 22h.  

Durante a “Sessão de Negócios”, as participantes participam de rodadas. Com essa dinâmica, é possível ter contato com o maior número de mulheres, auxiliando no fomento de negócios. “Será o melhor momento para conhecer serviços e produtos de empresas com potencial para desenvolver parcerias e também para a geração de negócios futuros”, afirma Daiane Catuzzo, cofundadora do Passarela de Negócios e diretora do Grupo Aliar.  

Para que as participantes possam aproveitar melhor todos os momentos do evento, a dica é levar os cartões de visita para o intercâmbio de contatos. 

Os ingressos podem ser adquiridos ao custo de R$ 60, ligando para (54) 3462-2755, WhatsApp (54) 99161-4174, e-mail: [email protected] ou com as integrantes da Apeme Mulher.